Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




http://www.paisagismobrasil.com.br/pub/Plantas/lirio%20trombeta.jpg

O lírio é originário da Europa, Ásia e América do Norte. Algumas espécies são nativas dos trópicos, de regiões com altitude elevada. Porém, todas as espécies existentes hoje são originárias de vários cruzamentos entre si, dando origem a inúmeras variedades e cores: são os chamados lírios hibridos. Os lírios pertencem à família das Liliáceas e os principais grupos são:

Lírios Orientais – caracterizados pelos que apresentam mais perfume e flores grandes;

Lírios Asiáticos – com flores menores, quase sem perfume, mas com cores fortes e bem variadas;

Lírio longuiflorum – de flor grande, na cor branca e creme.

Com exceção do Lírio longuiflorum, os outros dois grupos apresentam tanto variedades para vaso como para corte, usadas na confecção de arranjos. No grupo dos Asiáticos encontramos o Orange Pixie e no grupo dos Orientais, estão o Muscadet e Mona Liza. Os lírios são plantas de bulbo, assim como a tulipa, o amaryllis e até mesmo a nossa conhecida cebola. Eles emitem um único broto por bulbo, de onde saem as folhas e as flores.

Outros Nomes Populares – Lírio-oriental, Lírio-vistoso, Lírio-asiático, Lírio-amarelo, Hemerocale, Lírio-de-são-josé, Lírio-branco, Lírio-da-paz, Bandeira-branca, Lírio-da-ressurreição, Lírio-da-anunciação, Estrela-da-anunciação, Estrela-d’alva, Estrela-de-Belém, Lírioquinzenal, Falso-íris, Pseudo-íris-azul, Lírioroxo-das-pedreiras, DIETES Lírio-trepadeira.

Nome Científico – Lilium

A Planta – Existe uma enorme variedade dessa planta, mesmo dentro das variedades existem muitos nomes e diferenças. Um exemplo é o grande número de tipos de Lírios-asiáticos. Essa variedade apresenta plantas rústicas que exigem poucos cuidados, assim como plantas delicadas, que exigem muitos cuidados. Algumas das famílias onde encontramos essas plantas são as Liliáceas, Zingiberáceas, Amarilidáceas, etc. Elas se caracterizam por serem bulbosas perenes anuais ou herbáceas de porte médio perene. São cultivadas para bordaduras e maciços, além de vasos e forrações de cercas e grades. Tem sua origem na China, Japão, Tailândia e Turquia, no continente asiático, Venezuela, Colômbia e Brasil no continente sul-americano, e também Europa. Podem apresentar alturas variadas como 15, 30, 35, 40, 50, 60, 70, 80 e 90 centímetros, ou até 1,2 e 1,5 metro. Propaga-se quase o ano inteiro ou na primavera, dependendo da variedade. O método mais utilizado para a propagação é a divisão de Couceiras.

Flores – São agrupadas em hastes florais ou isoladas. Florescem no verão ou em outros períodos como o inverno e primavera ou primavera e verão. As cores dessas flores são laranja, rosa, amarelo, cor-de-creme, branco e violeta. Elas exalam perfume agradável, porém em curta durabilidade, durando entre 1 e 15 dias apenas. São utilizadas para arranjos florais.

Ambiente e Cultivo – São plantadas em jardins. Gostam de climas como o ameno e o quente e úmido, não tolerando geadas. O solo ideal é o arenoso ou argiloso, ambos ricos em matéria orgânica. Precisam ser regadas de duas a três vezes por semana nos meses quentes e uma vez por semana nas épocas frias. Essas plantas gostam de meia-sombra, mas precisam de muita luz no verão, apesar de não suportarem sol direto entre 10 e 17 horas. Outras variedades gostam de sol pleno em locais frios e meia-sombra em regiões mais quentes. É bom podar apenas os ramos secos, doentes ou malformados.

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post