Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Orquídeas e Bromélias’

Potinara

Envasar orquídeas não é muito diferente de envasar qualquer planta, mas é necessário um cuidado especial na preparação do substrato e das raízes para o vaso novo.

O envasamento é necessário quando as orquídeas apresentam raízes que já estão crescendo sobre a borda do vaso original, o que normalmente ocorre após as orquídeas terem florido.

A melhor época para envasar é entre a primavera e o verão, quando novos crescimentos estão começando a aparecer.

Dica:
As orquídeas a serem envasadas devem ser regadas no dia anterior a fim de  tornar as raízes da planta maleáveis e ficar muito mais fácil de trabalhar com elas!

Antes de começar o procedimento é importante que você tenha a disposição os materiais necessários. Quais são eles?

miltônia4
Lista de Materiais Necessários
Antes que você comece a manusear suas orquídeas lembre-se sempre de lavar muito bem as suas mãos.

É importante que qualquer material que você usar para cortar (faca, tesoura, canivete) seja esterilizado por imersão em solução desinfetante. Eu muitas vezes para facilitar uso um isqueiro e com a chama esterilizo a lâmina.

Você deve se acostumar a sempre fazer isto para evitar contaminar sua orquídea. Já que estamos falando em materiais de cortes vamos passar a lista completa do que você precisa:

1- Um vaso novo que seja grande o suficiente para acomodar cerca de dois anos de crescimento.
Jamais use um vaso que seja muito grande, uma vez que ele não permitirá que a orquídea seque quando você regar, o que fará com que as raízes fiquem propensas a decomposição.

2- Um substrato especializado para orquídeas.
Geralmente uma combinação de carvão vegetal, pedaços de turfa, concha de ostra, casca de coco e outros materiais misturados em diferentes quantidades, dependendo do tipo de orquídea a ser cultivado. Para mais informações sobre substratos veja nossa aula de ontem.

3- Tesoura de poda ou faca esterilizada.
Você vai usar um material de corte para aparar as raízes que estão mortas ou cresceram muito para caber no vaso.

4- Uma estaca de bambu e um cordão para amarrar a planta.
Estes são necessários para segurar a sua orquídea recém plantada até que suas raízes cresçam e fiquem em posição por conta própria.

5- Selador de poda ou antifúngicos em pó ajudam a prevenir a deterioração por fungos.
Cuidado pois as raízes expostas podem ser alvos de vírus e por isso a limpeza no processo de replantio de orquídeas deve ser meticulosamente observada. Sempre mantenha a sua mesa de trabalho limpa!

orquideas-tronco
Mãos a Obra!
Veja 8 passos simples em uma sequência do que precisa ser feito.

1. Remova a orquídea do local original. Solte as raízes dos lados e do fundo do vaso usando a sua faca.

2. Em seguida, coloque a planta em um pedaço de papel, eu sempre uso um jornal velho.

3. Com a faca, retire gentilmente o meio velho e raízes mortas ou em decomposição.

4. Se você descobrir que uma grande quantidade de raízes estão podres e precisam ser cortadas, então envase em um vaso do mesmo tamanho. Se as raízes estão saudáveis e enchem o vaso, escolha então
um vaso que é um tamanho maior.

5. Coloque algum material volumoso, como pedaços de argila quebrada, pedras, ou casca de amendoins no fundo do vaso novo, a fim de garantir a drenagem adequada para a sua orquídea.

6. Coloque a planta no vaso novo de modo que ela fique na mesma altura que estava no vaso original. Ajuste o material volumoso e adicione o substrato, conforme a necessidade, assim, quaisquer brotos novos estarão nivelados a borda.

7. Adicione a mistura para envasar a orquídea no vaso e pressione com firmeza de modo que quando o vaso estiver cheio, a planta não tenha espaço de mover-se. Tenha cuidado para não danificar as raízes.

8. Coloque uma estaca no meio do vaso e prenda os caules com laços.

A importância da limpeza
Espero ter ajudado com estas dicas de hoje e lembre-se: faça da limpeza um hábito, isso será de extrema importância no combate a pragas e doenças nas orquídeas.

chuva_b

Phaius_tancarvilleae

A orquídea Capuz de freira é uma espécie exótica que conquista admiradores com sua beleza majestosa e presença imponente.

Originária das regiões tropicais da Ásia e da Oceania, essa orquídea é popularmente apelidada de “Capuz de freira” devido à sua inflorescência única, que lembra o formato de um capuz.

Características notáveis da orquídea Capuz de freira
A Phaius tankervilleae é conhecida por suas hastes florais eretas, que carregam múltiplas flores grandes e exuberantes. As pétalas e sépalas da flor se unem para formar um capuz elegante, envolvendo o labelo e criando uma aparência única e cativante.

As cores variam entre tons de branco, creme e rosa, proporcionando uma experiência visual encantadora. Além disso, suas folhas largas e lanceoladas contribuem para a exuberância geral da planta.

capuz de freira

Condições ideais de cultivo * Luz adequada: A orquídea Capuz de freira prefere luz indireta brilhante. Evite a exposição direta ao sol, que pode causar danos às folhas sensíveis.

* Umidade controlada: Essa orquídea aprecia níveis moderados a altos de umidade. Manter um ambiente úmido, especialmente durante a estação de crescimento ativo, contribui para seu bem-estar.

* Solo e substrato específicos: Use um substrato bem aerado, como casca de pinheiro ou musgo sphagnum, para permitir uma boa drenagem. A Orquídea Capuz de Freira também pode ser cultivada em vasos ou cestas suspensas.

Cuidados específicos para a orquídea Capuz de freira
* Rega moderada: Mantenha o substrato levemente úmido durante o período de crescimento ativo. Reduza a rega durante a estação de repouso para imitar as condições naturais da planta.

* Fertilização balanceada: Aplique um fertilizante equilibrado formulado para orquídeas durante a estação de crescimento. Evite excessos, pois isso pode resultar em acúmulo de sais no substrato.

* Temperaturas amenas: A orquídea Capuz de freira prefere temperaturas moderadas entre 18°C e 25°C. Proteja-a de correntes de ar frio e de temperaturas extremas.

Variedades populares da orquídea Capuz de freira

phaius-tankervileae-alba-3

* Phaius tankervilleae ‘Alba’: Conhecida por suas flores brancas puras, esta variedade oferece uma elegância atemporal.

Phaius tankervilleae ‘Rosea’
* Phaius tankervilleae ‘Rosea’: Destaca-se por suas flores em tons suaves de rosa, adicionando uma delicadeza encantadora ao seu cultivo.

Phaius tankervilleae ‘Citrina’
*Phaius tankervilleae ‘Citrina’: Apresenta flores em tons de creme e amarelo, proporcionando um toque de exotismo ao ambiente.

A orquídea Capuz de freira, com suas flores magníficas e presença imponente, é uma adição impressionante a qualquer coleção de orquídeas.

Ao seguir as orientações de cultivo e cuidados, você pode desfrutar plenamente da elegância e singularidade da Phaius tankervilleae.

Celebre a beleza única da orquídea Capuz de freira, cultivando-a com dedicação e observando suas flores desabrocharem em uma exibição de esplendor floral.

Transforme seu ambiente com essa orquídea cativante e mergulhe na maravilha que ela oferece aos amantes de plantas.

flor-chuva

Phalaenopsis x Hybridus

As orquídeas Phalaenopsis x Hybridus, conhecidas por sua beleza exótica e elegância, são uma escolha popular entre os entusiastas da jardinagem.

Originárias do sudeste asiático, essas orquídeas híbridas são apreciadas por suas flores duradouras e variedade de cores.

Características da orquídea Phalaenopsis x Hybridus
A Phalaenopsis x Hybridus destaca-se por suas flores grandes e exuberantes, que se assemelham a borboletas em pleno voo.

As cores vibrantes, que vão desde tons suaves de branco e rosa até matizes mais ousados de roxo e amarelo, tornam essas orquídeas uma adição deslumbrante a qualquer coleção de plantas.

Além disso, sua capacidade de florescer por longos períodos, muitas vezes meses a fio, faz com que sejam uma escolha popular para jardineiros de todos os níveis de experiência.

Cultivo e cuidados da orquídea Phalaenopsis
Para garantir o florescimento saudável da Phalaenopsis x Hybridus, é essencial fornecer as condições certas. Essas orquídeas prosperam em ambientes com luz indireta intensa, evitando a luz solar direta.

O substrato deve ser bem arejado para evitar o acúmulo de água ao redor das raízes. Regar moderadamente e permitir que o substrato seque entre as regas é crucial para evitar o apodrecimento das raízes.

phalaenopsis

Como é a floração da orquídea Phalaenopsis
A Phalaenopsis x Hybridus é conhecida por suas flores espetaculares, que podem durar semanas ou até meses. O período de floração geralmente ocorre na primavera ou no início do verão.

Manter uma temperatura constante entre 18°C e 25°C, juntamente com a aplicação de fertilizantes equilibrados durante a estação de crescimento, estimula uma floração exuberante.

orquidea-manchapreta.jpeg

Causas das manchas pretas e como recuperar a planta
Embora seja uma planta resistente, a Phalaenopsis x Hybridus pode enfrentar desafios, sendo as manchas pretas nas folhas um problema comum. Essas manchas podem ser causadas por excesso de umidade, fungos ou bactérias.

Para recuperar a planta, remova as folhas afetadas, evite regar as folhas diretamente e mantenha o ambiente bem ventilado. A aplicação de fungicidas apropriados também pode ser benéfica.

Como prevenir manchas pretas na orquídea Phalaenopsis
Prevenir o aparecimento de manchas pretas é fundamental para manter a saúde da Phalaenopsis x Hybridus. Certifique-se de não deixar acumular água nas folhas durante a rega, e evite molhar a folhagem durante as horas mais quentes do dia.

A utilização de substrato bem drenado e a manutenção de uma boa circulação de ar ao redor da planta ajudam a prevenir condições favoráveis para o desenvolvimento de fungos e bactérias.

Ao cultivar a Phalaenopsis x Hybridus, os entusiastas da jardinagem podem desfrutar não apenas da beleza única de suas flores, mas também da gratificação de cuidar de uma planta tão especial.

Seguindo as orientações de cultivo e adotando práticas preventivas, é possível garantir uma vida longa e saudável para essa espetacular orquídea híbrida.

Com atenção diligente e amor, a Phalaenopsis x Hybridus recompensará os jardineiros com suas magníficas flores ao longo das estações, trazendo um toque de elegância tropical a qualquer ambiente.

janela-pássaro6

Pleione_formosana_01

A Orquídea-pavão é conhecida por sua beleza exótica e elegância incomparável. Originária das regiões montanhosas da Ásia, esta orquídea encanta os entusiastas de plantas com suas flores intrincadas e folhagem delicada.

Conheça mais sobre as características únicas da Orquídea-pavão, sobre o cultivo e os cuidados necessários para apreciar plenamente essa maravilha botânica.

Características da Orquídea-pavão
A Pleione formosana é reconhecida por suas flores que se assemelham às penas de um pavão, com pétalas estreitas e sépalas coloridas, muitas vezes exibindo tons de rosa, púrpura e branco.

Suas flores delicadas surgem em hastes eretas, proporcionando um espetáculo visual único. Além disso, a Orquídea-pavão apresenta folhas planas e largas que emergem após a floração, formando um leque verde que complementa suas flores exuberantes.

Pleione_formosana_3

Condições ideais de cultivo
A Orquídea-pavão prospera em condições de luz filtrada. Evite a exposição direta ao sol intenso, pois isso pode causar danos às folhas sensíveis.

Garanta que o solo seja leve e bem drenado, permitindo que as raízes respirem. Misturas específicas para orquídeas são ideais para fornecer as condições adequadas.

Mantenha o solo levemente úmido durante o período de crescimento ativo. Durante o repouso vegetativo, reduza a rega para imitar as condições naturais da planta.

Cuidados específicos para a Orquídea-pavão
A Orquídea-pavão aprecia temperaturas moderadas. Proteja-a de extremos, mantendo-a em ambientes com temperatura entre 15°C e 25°C.

Aplique um fertilizante balanceado específico para orquídeas durante a estação de crescimento. Evite excessos para prevenir a acumulação de sais no solo.

Repote a Orquídea-pavão quando a mistura de cultivo estiver esgotada. Isso geralmente é necessário a cada dois anos. Utilize um vaso ligeiramente maior e mantenha as raízes saudáveis durante o processo.

Pleione_formosana_4

Características da Orquídea-pavão
A Pleione formosana é reconhecida por suas flores que se assemelham às penas de um pavão, com pétalas estreitas e sépalas coloridas, muitas vezes exibindo tons de rosa, púrpura e branco.

São flores delicadas que surgem em hastes eretas, proporcionando um espetáculo visual único. Além disso, a Orquídea-pavão apresenta folhas planas e largas que emergem após a floração, formando um leque verde que complementa suas flores exuberantes.

janelas