Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




renda-francesa

A samambaia é uma planta de clima tropical e cresce nas florestas, principalmente, nas regiões úmidas. Mas isso não impede que você possa cultivá-la dentro de casa, já que se adapta facilmente a lugares com pouca luz, não sendo necessária muita manutenção.

Escolha um local adequado para acomodá-la A samambaia deve ser colocada em um ambiente com sombra, mas não pode deixar de receber os raios de luz de forma suave. Por isso, o local mais adequado para cultivá-la é próximo à janela.

Só fique atento para deixá-la longe das janelas que estejam a leste ou oeste porque recebem alta incidência de luz solar. Prefira as janelas voltadas para o sul ou norte.

Escolha o vaso ideal Prefira colocar a samambaia em um vaso de plástico, já que os de barro não retém tanta umidade que é o que ela mais precisa. Se quiser aumentar a umidade do lugar, use dois vasos ou coloque um umidificador no local.

samambaia-americana

Se for usar dois vasos:
*
Eles precisam ser de tamanhos diferentes;
* Pegue um musgo e umedeça-o com água ;
* Depois coloque-o dentro de um vaso maior;
* Após isso, coloque o vaso menor dentro;
* Use o resto do musgo umedecido para cobrir o topo do solo e a beirada do vaso maior;
* Faça isso a cada dois ou três dias para deixá-lo sempre úmido.

Mantenha a temperatura frequente A temperatura de sua casa precisa estar próxima dos 21ºC, já que as samambaias não são criadas em ambientes frios abaixo de 15ºC.

Se onde mora estiver com o clima abaixo dessa temperatura, você precisa encontrar formas para aumentar a temperatura. Uma boa dica é colocar a planta dentro do banheiro porque é um dos lugares mais úmidos da casa. Se tiver chuveiro elétrico, melhor ainda porque o calor ajuda a aumentar a temperatura do ambiente.

Regue a samambaia constantemente Como falado anteriormente, as samambaias devem ser cultivadas em ambientes úmidos e os solos também precisam estar úmidos. Por isso, você precisa regá-la todos os dias, mas faça isso pausadamente. Evite regar a samambaia a todo o momento para não encharcá-la.

Esse mesmo procedimento deve ser feito com o solo. Se certifique de que ele não esteja cheio d’água, mas apenas úmido.

samambaia-argentina

Adube as samambaias regularmente Para adubar as samambaias será necessário encontrar um bom adubo. Para isso, procure alguns centros de jardinagem para comprar um adubo de plantas caseiras.

Você precisa especificar que a espécie é a samambaia. Posteriormente, você deve aplicá-lo mensalmente nas samambaias para que elas recebam os nutrientes necessários que não são proporcionados no plantio. Entretanto, você precisará aguardar em torno de seis meses após o plantio no vaso para começar a adubá-la.

Não deixe de podar as samambaias quando necessário Não é por estar dentro de casa que as samambaias não ficam expostas a doenças. Apesar de serem resistentes, se não tiverem em ambientes úmidos, algumas doenças podem aparecer. Caso isso ocorra, corte as áreas que estiverem parecendo danificadas.

Se ela não estiver sendo cuidada, pode chegar a morrer. Nesse momento, você precisa usar uma tesoura de poda para remover a parte danificada. Entretanto, se a planta inteira parecer estar doente, é melhor retirá-la do ambiente para evitar que a doença se prolifere para as outras plantas.

Faça o transplante das samambaias depois de um ano Como a samambaia é uma planta que cresce rápido, é capaz dela ultrapassar o tamanho do vaso. Para evitar isso, o ideal é fazer o transplante da samambaia para um vaso maior. Antes de fazê-lo, você precisa observar a saúde da planta. Porém, após seis meses você precisará fazer o transplante de qualquer forma.

samambaia-renda-portuguesa

Como cuidar de samambaia no jardim ou quintal Cuidar de uma samambaia em seu quintal ou jardim acaba sendo mais simples do que fazer isso dentro de casa. Mesmo assim, você precisará de alguns cuidados. Veja os procedimentos que devem ser feitos.

Mantenha o solo da samambaia sempre úmido
Se você mora em uma região que não chove muito e se não regar as samambaias diariamente, elas correm o risco de ficarem doentes e até morrerem. Por isso, regue as samambaias para deixar o solo sempre úmido.

Para ajudar a conservar a umidade e deixar o ar mais úmido, faça uso de folhas de pinheiro ou húmus e adicione sobre as folhas de samambaia. Isso também ajudará a planta ficar mais vistosa.

Nunca deixe de adubar as samambaias Toda samambaia precisa ser adubada. Entretanto, o correto é fazer isso somente seis meses após ela ter sido plantada. Dessa forma, a samambaia crescerá muito mais rápido e de forma saudável.

Ao escolher um adubo, prefira o orgânico em spray. Mas antes de aplicá-lo, siga todas as instruções da embalagem. Você ainda pode adicionar uma fina camada de composto e aproveite para colocar húmus ao solo. Isso ajuda a melhorar o ambiente de crescimento para as samambaias.

samambaia pluma

Corte a samambaia em casos de doenças Os predadores naturais da samambaia são as lesmas e algumas doenças muito raras. Por isso, dificilmente você precisará podá-la. Contudo, caso você perceba que as folhas estão doentes ou danificadas, corte a parte doente com uma tesoura de poda.

Dessa forma, a samambaia ficará intacta, impedindo que a doença se prolifere para as outras plantas. Lembre-se de que esse procedimento é essencial se a samambaia estiver apresentando alguma doença. Se você não fizer esse processo, ela poderá morrer completamente.

Transplante somente quando necessário As samambaias crescem muito e podem incomodar com o tempo, dependendo do espaço em que elas estiverem sendo cultivadas. Por isso, divida as samambaias e faça o transplante delas.

Uma samambaia grande deve ser dividida em várias samambaias menores. Para isso, procure cavar as suas raízes. Agora separe as plantas em algumas partes. Para finalizar é só replantar cada samambaia e regá-las muito bem.

samambaia-de-boston

Mais dicas sobre os cuidados com a samambaia
*
Como as samambaias cultivadas dentro de casa precisam de muito cuidado, evite colocá-las em ambientes com ar condicionado e também próximo de elementos que possam ressecá-las;
* As samambaias têm a fama de serem imortais, mas alguns cuidados são necessários. Por isso, vá testando a localização delas na sua casa até perceber onde elas ficam mais adaptadas;
* Para retirar as pragas das samambaias, o ideal é fazer a remoção com as próprias mãos, já que não é recomendado usar pesticidas em samambaias;
* Você pode também borrifar calda de fumo para afastar pulgões e ácaros;
* Evite posicionar a samambaia na direção da luz solar porque isso faz com que ela murche e escureça;
* Prefira podar as samambaias entre os meses de maio a julho, já que elas precisam de poda anual; * Mas se as folhas estiverem doentes ou mortas, precisam ser eliminadas de imediato;
* As samambaias são ótimas para decorar eventos, ganhando destaques em mesas de casamento;
* Se você colocar as samambaias em jardins verticais, elas ficam mais bonitas se dispostas uma ao lado da outra;

samambaia-prata F

* Nos ambientes internos, o mais indicado é cultivar a samambaia-havana. Coloque-a dentro de um vaso e deixe sobre a mesa;
* As samambaias também podem ser fixadas no teto ou colocadas sob o telhado. Apenas tome cuidado, pois as samambaias não gostam de excesso de vento;
* As samambaias costumam durar de cinco a dez anos;
* Como liberam bastante água, as samambaias ajudam a controlar a temperatura em ambientes muito quentes; * As samambaias também ajudam a melhorar a qualidade do ar.
* Agora que você aprendeu como cuidar de samambaia, deu para perceber que apesar dela ser uma planta simples, exige alguns cuidados essenciais. Portanto, escolha onde você pretende cultivá-la e deixe o ambiente do seu lar ainda mais belo.

entardecernolago

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


violeta africana

Violetas são flores muito bonitas e fáceis de cuidar. Você pode cultivá-las no jardim ou até mesmo em vasos, então não importa se você vive em apartamento ou casa, sempre há um jeito de cuidar das flores.

Violetas são flores muito bonitas e fáceis de cuidar. Você pode cultivá-las no jardim ou até mesmo em vasos, então não importa se você vive em apartamento ou casa, sempre há um jeito de cuidar das flores.

Violetas são flores que podem aparecer nas cores branco, rosa, roxo e bicolor (nesse último caso geralmente possuem a borda branca).

São pequenas e quando plantadas no jardim podem formar uma espécie de tapete de flores. Não possuem perfume chamativo, como é o caso de outras plantas, mas chamam a atenção por sua beleza e cores vívidas.

Possuem várias espécies e antes de cultivá-las é interessante decidir se você pretende mantê-las dentro de casa ou no jardim. As violetas gostam também de luminosidade, mas não de locais abafados ou com luz direta do sol. Elas também preferem substratos mais úmidos.

Formas de plantio da violeta
Você pode plantar e cuidar de violetas no vaso ou no jardim, fica a sua escolha, ainda assim os cuidados são um pouco diferenciados:

violetas

1. No jardim
Se escolher plantar suas violetas no jardim, saiba que elas devem ser mantidas em um ambiente à meia sombra. Ou seja, precisam de luminosidade, mas não devem ficar diretamente expostas ao sol. O pH do solo onde ela é plantada deve ser neutro.

Caso deseje plantar mais variedades de violetas em seu jardim, mantenha entre elas um espaço de aproximadamente 30 cm, para que possam se desenvolver sem prejudicar umas as outras.

Mantenha o solo sempre úmido, então procure regar suas violetas sempre que for necessário. Se você vive em locais mais secos pode ter que fazer isso mais vezes ao dia. Agora se vive em cidades mais úmidas talvez possa diminuir as regas. Essas flores gostam de umidade não de estar presas em meio a terra encharcada.

2. No vaso
Se você pretende plantar suas violetas no vaso saiba que pode colocá-las nos tradicionais vasos de plástico, ainda assim elas se adaptam melhor aos vasos de cerâmica ou de barro.

Isso porque, como você já leu anteriormente, as plantas gostam de ambientes úmidos, mas não tanto e os vasos de barro conseguem absorver a umidade em excesso e manter a planta saudável.

Aposte em terra com pH neutro para colocar no vaso e se achar necessário você pode utilizar adubo. Depois do plantio deixe sua planta em um local que ela receba luz do sol, mas não de forma direta.

Para saber quando regar, sempre verifique como está a terra do vaso. Se estiver úmida não é preciso molhar novamente. Cuidado também com os ambientes muito abafados, as violetas preferem locais ventilados e com temperatura normal.

violetas

Cuidados que você deve ter com suas violetas
Luminosidade

As violetas gostam de luz, então não as deixe em ambientes escuros. Ainda assim, receber diretamente os raios solares pode queimar a planta. O ideal é apostar na meia sombra tanto para plantas que estão no jardim quanto para aquelas cultivadas dentro de casa.

Temperatura
Essas flores gostam de temperaturas mais amenas. Nem muito altas e nem muito baixas. Se você vive em regiões mais quentes talvez precise plantá-las na sombra e regá-las com mais frequência.

Para quem está cuidando de violetas dentro de casa, procure deixá-las em um local com temperatura agradável, não abafado e bem ventilado. O ideal é que o ambiente não seja muito quente de dia e nem muito frio durante a noite.

Vaso ideal
Vai plantar suas violetas em vasos? Aposte nos de barro, que absorvem melhor o excesso de umidade e garantem que suas plantas permaneçam saudáveis.

Ainda assim, nada impede que você use os tradicionais vasos de plástico, apenas terá que prestar mais atenção em quanto a terra se encontra úmida.

violetas

Adubo
Você pode apostar em fertilizantes livres de uréia para garantir que suas plantas estejam bem alimentadas e cresçam mais bonitas. O ideal é apostar nos fertilizantes 20-20-20 ou 12-36-14.

O adubo químico NPK 4-14-8 também pode ser usado por quem está cultivando violetas. Se preferir e buscar por praticidade, busque por adubos exclusivos para violetas.

Umidade
Violetas gostam de um equilíbrio em relação a umidade. O que significa que gostam de ambientes úmidos, mas não tanto. Se você vive em regiões mais úmidas, tome cuidado e diminua a quantidade de regas. Agora se vive em regiões mais secas precisará verificar se a terra continua úmida ou está ficando ressecada.

Regas
Não existe uma receita perfeita em relação as regas das violetas. Isso porque depende muito da região em que você vive.

Locais mais quentes pedem mais regas, que sempre devem ser feitas logo ao amanhecer ou no fim da tarde para não queimar as plantas. Já locais com temperaturas mais baixas e úmidas pedem menos regas e mais cuidado para não deixar as raízes da flor apodrecer.

violeta

Dicas  importantes
Quando for regar as violetas molhe a terra em que elas estão plantadas e não suas folhas ou flores. Assim você evita deixar as folhas amareladas e até mesmo queimá-las em dias mais quentes.

Se quiser ter um intervalo médio para regar as plantas, aposte em uma vez por dia. Ainda assim sempre verifique como está a terra antes de regar.

Após seu crescimento, violetas se tornam bastante resistentes, principalmente em relação a temperatura. Mas não abuse da sorte e mantenha-as em um local nem tão quente e nem tão frio para que as flores vivam por mais tempo.

Não coloque cloro na água que for utilizar para regar suas violetas.

Violetas são sensíveis ao excesso de água, então tome cuidado com as regas, sempre levando em conta questões como temperatura e clima da região em que você vive. No caso de plantas cultivadas em vaso, leve em conta também o tipo de vaso utilizado. Vasos de plástico retêm a umidade por mais tempo.

agua xzO

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


bromelia-aechmea-fasciata

Cultivar flores e plantas em casa é ótimo para dar um toque mais alegre ao ambiente e ter uma atividade para distrair a cabeça e relaxar. Inclusive você sabia que ter contato com plantas e com a terra é recomendado para aliviar o estresse?

O lado bom da história é que você não precisa de um curso de jardinagem para cuidar de algumas plantas. Se ainda não decidiu quais você quer ter em seu jardim – ou dentro da sua casa – pode apostar nas bromélias. Elas são muito bonitas e não tão difíceis de cuidar quando comparadas com flores e outras plantas.

Descubra o que você precisa fazer para cuidar de bromélias e entenda porque vale a pena sim cultivá-las!

Por que tê-las?
Bromélias são bonitas fáceis de cuidar e se adaptam facilmente a qualquer ambiente. Você pode cultivá-las em casa ou apartamento e mesmo em um espaço menor conseguirá fazer com que cresçam tranquilamente.

Há também uma grande variedade de bromélias. Você pode ter mais do que uma em seu jardim ou espacinho de flores. Outra grande vantagem desta planta é que ela não atrai o mosquito da dengue, um dos grandes vilões de quem tem vasos em casa.

0cc8837d1ec17c56a536f7cb42ee26be

Como cuidar de bromélias: Vaso ou aéreas
Quem quer ter bromélias em apartamento provavelmente vai optar por um vaso para plantá-las. O mesmo é válido para aqueles que não querem deixar a planta no jardim. Como as raízes se expandem e bromélias precisam de bastante água, o ideal é apostar nos vasos mais pesados, como os de barro.

O vaso também não pode ser muito grande, para evitar excesso de umidade nas raízes, que pode acabar deixando a planta doente. Tanto para plantio em vaso quanto direto da terra, você deve cuidar para que a base das folhas não fique em contato direto com o solo.

As bromélias aéreas são vendidas junto a um pedaço de madeira. Elas não devem ser plantadas no solo e sobrevivem presas a outras plantas (estilo as orquídeas). Nesse caso o ideal é ter alguma planta que se dê bem com a bromélia, para que você possa deixá-las juntas.

Luminosidade e temperatura
A luminosidade a que as bromélias devem ser expostas depende muito da variedade da planta que você apostar para ter em casa. Algumas delas, geralmente as com folhas mais acinzentadas, espinhentas, avermelhadas e prateadas gostam bastante do sol e podem ficar expostas por mais tempo.

Já aquelas que possuem folhas macias, verdes ou verdes mais escuras gostam mais de ficar a sombra e apreciam menor quantidade de luz ao longo do dia. Elas devem pegar sol, mas não ficar expostas o tempo todo, mas sim parte do dia e de preferência com momentos de sol mais leve.

Quanto a temperatura, por se tratarem de plantas tropicais, bromélias gostam de temperaturas mais elevadas. Se você vive em regiões mais frias, opte por deixá-las dentro de casa e em espaços mais quentinhos.

bromélia

Regas
Como são plantas de clima tropical as bromélias gostam de solos mais úmidos, mas isso não significa que você deve encharcar o vaso em que está a planta. Você deve molhar a área ao redor da base das plantas e nunca diretamente a base. O ideal inclusive é acrescentar a água diretamente no tanque ou roseta.

Em regiões mais úmidas a rega pode acontecer de uma a duas vezes por semana, enquanto que em locais com climas mais secos e durante o verão de três a quatro vezes por semana.

Nos dias muito quentes (temperaturas acima dos 30ºC) e com umidade do ar mais baixa você poderá usar um borrifador para espirrar um pouco de água diretamente sobre as folhas. Ainda assim, sem exageros. A ideia é manter a umidade da planta.

Solo
Essas plantas podem ser um pouco mais exigentes quanto ao solo, mas nada que vá dar muito trabalho. Gostam de alto teor de nutrientes orgânicos e pH mais próximo do neutro. Será preciso adubar o solo antes de plantar sua bromélia. Se for colocá-la em vaso, o indicado é comprar substrato de terra e não usar aquela que você tem no jardim.

Prepare uma mistura de terra, areia, pó de fibra de coco e húmus de minhoca. A maioria das bromélias vivem bem em misturas de terra, areia e fibra de coco. O mais importante é que o substrato consiga reter água, para ajudar a manter a umidade que essas plantas tanto gostam.

Se você apostou nas bromélias aéreas, prepare bem o solo da planta principal, já que sua bromélia se alimenta a partir dela. Pode seguir a mesma dica, mas antes verifique qual o pH e o substrato ideal da planta a que a bromélia está fixada.

bromelia

Poda e floração
Se a sua preocupação eram as podas, saiba que as bromélias não precisam disso. A única coisa indicada é a remoção das folhas secas ou danificadas, para dar mais vivacidade a planta e permitir que ela continue se desenvolvendo.

Plantas mais velhas, mas que ainda produzem mudas também podem ser podadas, com o intuito de dar mais luminosidade. De resto não se preocupe com podas. Inclusive as bromélias não vão reconstruir as folhas que você cortar. Então tome cuidado com podas com intuito “estético”, apenas para deixar a planta do jeito que você quer.

Quanto a floração, é interessante saber que bromélias florescem apenas uma vez na vida e quando o fazem é para gerar novos brotos e significa que irão morrer em seguida. O broto é lateral e substitui a planta que em breve irá morrer. As bromélias só florescem quando atingem a maturidade e isso varia de acordo com seu tipo.

Algumas delas podem florescer em alguns meses, enquanto outras podem levar anos. Em situações que a planta sente-se ameaçada – fica exposta a um ambiente muito seco, por exemplo – ela pode acabar desenvolvendo as flores antes do tempo. É apenas uma forma de preservação.

Cuidados
Para garantir que suas bromélias cresçam saudáveis, é preciso ter alguns cuidados, como:
1. Evitar os pesticidas e fungicidas
As plantas são bastante resistentes quanto a doenças e pragas, então o melhor é não usar produtos como pesticidas e fungicidas. As pragas mais comuns que atacam esse tipo de planta são lesmas e lagartas, que podem ser facilmente removidas com a mão ou com uma pequena pá. Use luvas de jardinagem para retirar as lagartas.

Se sua bromélia for atacada por fungos, faça uma mistura caseira de sabão de coco dissolvido em água, e use uma esponja sobre as folhas para removê-los.

bromélia

2. Observar a temperatura e a umidade do ar
Você já sabe que as bromélias são plantas tropicais. Ou seja, elas gostam de calor, mas não de ambientes secos. Esteja a planta dentro ou fora de casa, você precisa ficar de olho na temperatura e na umidade do ar. E se optou por plantar ela no jardim, precisa levar esses itens em consideração antes de realizar o plantio.

Se necessário, faça mais regas e borrife um pouco de água sobre as folhas. Mas lembre-se de fazer isso sempre depois que o sol se pôs ou logo no começo da manhã. Você não quer queimar as folhas da sua bromélia, não é mesmo?

3. Cuide para a planta não cair
Apesar de poderem ser plantadas em todos os tipos de vaso, o grande problema dos de plástico é que conforme a planta cresce (e fica mais pesada) há o risco do vaso cair no chão.

Se você preferiu esse modelo de vaso devido a sua melhor capacidade de reter a umidade, deixe a planta em um local em que não possa cair ou virar. Vale até cercar a bromélia com outros vasos. Assim evita o acidente.

4. Coloque um pires de borda alta embaixo do vaso
Por gostarem a umidade, as bromélias precisam que seu pires esteja sempre com um pouquinho de água. Mas não se preocupe com o mosquito da dengue. Basta usar um pires de borda alta ou um tanque e terra com bastante matéria orgânica.

Ainda assim, nada de acumular água ou encharcar o vegetal. Lembre-se que suas raízes gostam de umidade, mas podem apodrecer se estiverem sempre com água.

bromélia

5. Não é necessário trocar a água
Quando as bromélias possuem tanque ou reservatório, não é necessário trocar sua água. Você deve apenas acrescentar mais água quando perceber que é preciso regar a planta novamente.

6. Faça mudanças de forma gradual
Se for preciso mudar sua bromélia de lugar, principalmente para um espaço menos ou mais ensolarado, o ideal é fazer isso com calma. Mesmo que você tenha notado que a planta na verdade precisa de mais luminosidade.

Algumas vezes você pode não acertar de cara que sua bromélia é daquelas que gostam bastante de sol – ou as que preferem menos luminosidade – e colocá-la no lugar errado. Mas vá com calma na mudança. Bromélias se adaptam aos poucos.

Se o problema for a luminosidade, comece colocando a planta por um pouco mais de tempo exposta ao sol, mas não vá imediatamente de 2 h de sol para um dia inteiro.

água-energia

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


samambaias

O grupo das pteridófitas é muito amplo e tem como alguns dos exemplos mais conhecidos as famosas samambaias, avencas, xaxins e cavalinhas. A palavra pteridófita vem do grego pteridon, que significa ‘feto’ mais phyton, ‘planta’.

As samambaias possuem alto valor como plantas ornamentais e, algumas delas, podem crescer até 15 m de altura. São plantas comercializadas em substratos, que nada mais são do que produtos utilizados para substituir a terra.

São leves e sem capacidade de retenção de umidade e nutrientes. Assim, as plantas não conseguem sobreviver por um período superior a 30 dias. Por tal motivo, é importante que ao adquirir o vaso, seja feito o replantio para garantir o crescimento saudável da samambaia.

Para o cultivo da espécie é a escolha do vaso
Elas podem ser plantadas em qualquer vaso, desde que o mesmo não retire a umidade ideal para as raízes. Se o vaso for de cerâmica, é muito importante utilizar um impermeabilizante interno para impedir que a própria cerâmica absorva a umidade da terra, desidratando as raízes das plantas.

Um vaso muito utilizado para o plantio da espécie era o de xaxim, no entanto com a proibição devido ao risco de extinção desta planta (que também é uma samambaia), substituiu-se o mesmo pelo coxim, que são vasos de fibra de coco. Mas é importante lembrar que o coxim acumula água em excesso, atraindo lesmas e caramujos para as plantas.

samambaia de metro
Preparação da terra ideal
As samambaias são plantas altamente exigentes em umidade no solo. Sendo assim, o ideal é utilizar no plantio um Condicionador de Solo Classe A, pois além de ser orgânico, esse tipo de produto possui alta capacidade de retenção de água.

Além disso, os condicionadores de solo Classe A possuem nutrientes e matéria orgânica em sua composição que garantem às plantas mais saúde e crescimento radicular e foliar por um maior período de tempo.

Plantio Antes de realizar o plantio da samambaia, é importante fazer uma drenagem do vaso. Ela pode ser feita colocando uma camada de 5 cm de brita, argila expandida, isopor, seixos ou um pedaço de manta bidim no fundo do vaso.

Em seguida, adiciona-se em todo o vaso, até a borda, o Condicionador de Solo Classe A. Faz-se então um buraco referente ao torrão que contém as raízes da samambaia. Plante a muda e aperte em volta para que ela fique bem firme. Após o plantio regue o vaso e se necessário, complete o vaso com o Condicionador de Solo.

samambaia havaiana

Condições ideais de crescimento
As samambaias são plantas que crescem na sombra e em locais de alta umidade. Mas, não gostam de locais onde há ventos constantes. O vento desidrata a planta mais rápido que o sol, pois retira das folhas a microcamada de umidade formada para manter as mesmas hidratadas.

É importante manter o vaso da samambaia sempre úmido, pois plantas com pouca rega ficam amareladas e suas folhas secam rapidamente.

Adubação de crescimento Não é segredo que todas as plantas apresentam excelentes resultados quando recebem nutrientes. Com a samambaia não é diferente. É através dos nutrientes que as plantas realizam o seu crescimento radicular e foliar, coloração esverdeada das suas folhas e aumento das brotações.

Essa adubação deve ser feita utilizando fertilizantes foliares diluídos em água e aplicados nas folhas, uma vez a cada 7 ou 15 dias, com o uso de um pulverizador. Importante lembrar de seguir as recomendações do fabricante do produto.

samambaia havaiana gigante

Corte de mudas Como as samambaias são plantas que apresentam muitas folhas, seu crescimento é acelerado após a adubação. É importante que após o enchimento do vaso, seja feito o corte ou separação das mudas, para que esse crescimento não sufoque as novas brotações.

Esse corte deve ser feito diretamente no rizoma (sistema radicular das samambaias), devendo-se deixar de 2 a 3 brotos em cada um ou separando todo o sistema radicular, em 2 ou 4 partes. O plantio dessas mudas deve ser feito da mesma forma que o plantio inicial.

Controle de pragas Devido a alta concentração de folhas das samambaias, pragas muito agressivas na alimentação foliar acabam sendo atraídas. Para o controle das lagartas, pode ser feito uma catação manual das mesmas. Já o controle de lesmas e caracóis, deve ser feito com o uso de lesmicida orgânico.

Para outras pragas, deve-se colocar nos vasos armadilhas de placas amarelas que são atrativos naturais para os insetos voadores, que ficam grudados no momento do pouso. Já para o controle de cochonilhas, pulgões e trips, pode ser utilizado um inseticida orgânico de grande espectro para o controle.

Assim, as pragas são controladas de forma orgânica, não havendo o risco de prejudicar pássaros, animais domésticos e a saúde de quem aplicam.

pétalas ao vento

gotas de chuva

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.