Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Aeoniuns

Quem não ama suculentas? Elas são bonitas, fofinhas, são encontradas em vários formatos, são fáceis de cuidar e ficam bem na maioria dos ambientes. Se você também é fã delas e acha que sabe tudo sobre esse tipo de planta, confira essas 08 curiosidades sobre as suculentas que você, provavelmente, nunca ouviu falar:

1 – As suculentas mais acinzentadas não ficam bem dentro de casa
Apesar de muitos afirmarem que qualquer espécie se adapta facilmente em qualquer lugar, as de tons acinzentados são as menos recomendadas para manter no interior. Quanto mais esverdeadas forem as folhas, maior a chance de sobrevivência da planta.

As suculentas mais acinzentadas precisam da luz do sol.

graptopetalum-paraguayense

2 – Seu vaso é mais importante do que você imagina
Muita água e muito sol podem atrapalhar o crescimento das suculentas. Potes de plástico não são os mais recomendados e um bom sistema de drenagem é necessário, mesmo em se tratando de plantas que precisam de menos água que outras.

Também tome cuidado para não subestimar o tamanho do vaso, uma vez que raízes saudáveis precisam de espaço para crescer bem.

3 – Não se culpe por não conhecer as espécies de suculentas
Ao contrário do que muitos pensam, o nome “suculenta” é a descrição do tipo de planta, não uma família ou gênero.

Há milhares de espécies de diferentes grupos, as quais dividem uma única característica: ter um estoque de água em suas folhas carnudas. Caules, folhas e raízes variam muito entre os modelos dessas plantinhas.

rabo-de-burro-6

4 – A suculenta rabo-de-burro é muito frágil
Se você conhece essa espécie, sabe que suas folhas gordinhas tendem a cair com um leve passar de mão. Para mantê-las vivas, é preciso de muita pouca água, temperaturas amenas, sol parcial e uma boa drenagem.

5 – Suculentas ficam ótimas em trios
Curiosamente, o nosso cérebro presta mais atenção nos vasos e nas plantas que estão em números ímpares, do que nas que estão em pares.

Nesse caso, você não precisa  necessariamente descombinar as espécies porque há simetria, já que você pode conseguir esse efeito irregular também se usar vasos de diferentes larguras, alturas e formatos.

6 – Ao invés de comprar novas plantas, troque-as com um amigo
Cuide bem da sua suculenta e, se quiser uma aparência nova para sua casa, troque a sua planta com a de um amigo que também goste do assunto. Novos vasinhos vão dar uma aparência nova a sua casa, sem que você gaste dinheiro.

Vocês podem, inclusive, revesar o cuidado delas, como um clube de plantas. Vai parecer que você contratou um especialista para fazer o paisagismo da sua casa.

avelós

7 – O avelós ou cacto lápis é a primeira suculenta que você precisa ter
Adicione um detalhe sinuoso e assimétrico na decoração com o avelós, um tipo de suculenta que parece um arbusto e cresce bastante para cima.

Seu cuidado é simples: bom sistema de drenagem, solo arenoso e uma janela banhada de sol. Regue a cada duas ou três semanas no verão e uma vez por mês no inverno.

Colar De Perolas - Senecio Rowleyanus

8 – Deixe a espécie colar de pérolas para os experts
Conhecidas como colar de pérolas ou terço, essas suculentas são as mais difíceis de cultivar. Apesar de ser uma planta bonita, se você trocar o vaso de lugar várias vezes, é provável que sua casa fique cheia das pequenas bolinhas espalhadas pelo chão.

Exagerar ou deixar faltar água também faz com que as folhas redondas, que se assemelham a ervilhas, se soltem facilmente – e todo o charme é perdido quando seu caule está nu.

ouvindo-a-chuva20

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


viola odorata

Existe uma violeta tão delicada quanto a violeta-africana (Saintpaulia ionantha), mas que além da beleza apresenta outros atributos: um suave perfume e propriedades medicinais.

A viola-odorata é originária da Europa, mas se estende praticamente por todo o mundo. Seu habitat natural são os bosques e as zonas sombreadas e úmidas. Trata-se de uma planta muito fácil de ser cultivada, podendo crescer bela e saudável até mesmo dentro de casa.

É uma planta da família das Violáceas, não tão conhecida no Brasil como a africana. Elas realmente se parecem muito, mas as diferenças são fundamentais:.

As flores da viola-odorata são perfumadas e de cor roxo intenso, as folhas são ovais, lisas e apresentam uma haste longa; enquanto que a violeta africana não exala perfume, possui folhas aveludadas, com formato redondo e as flores são de cores variadas, além de não apresentarem nenhum valor medicinal, apenas decorativo.

violaodorata

Fácil de cuidar
O local para cultivar a violeta deve ser bem iluminado, mas com sombras à tarde, pois se desenvolve melhor sob árvores e arbustos.

O solo de cultivo deve ter bom teor de matéria orgânica, ser solto e as regas devem ser frequentes.

A violeta aprecia solos mais argilosos, mas pode se desenvolver em outros tipos, como o arenoso, desde que se providencie a adição de adubos animais.

Também pode ser cultivada em vasos pequenos ou jardineiras, sozinhas ou em consorciação com outras plantas.

Preparar o canteiro com composto orgânico o quanto seja necessário e adubo de aves, cerca de 150 gramas /m2, misturando bem.

Plantar as mudas com espaçamento de 20 cm entre plantas e entre linhas, desencontrando-as.

Abrir a cova no tamanho do torrão, colocar a muda e aconchegar a terra ao seu redor, apertando de leve para fixar. Após o plantio, regar bem.

O vaso precisa ser mantido à sombra e a terra regada todos os dias, sem encharcar. Por ser uma planta perene, se bem cuidada, irá florescer por muitos anos e garantir flores com um delicioso perfume.

As pétalas podem ser armazenadas: é só colher, secá-las à sombra e guardar em saquinhos plásticos pretos, para não receber luz.

Viola-odorata-2

Propagação
Para fazer a propagação da violeta, basta abrir um pouco o solo do canteiro, descobrindo os estolões, retirar pedaços que estejam enraizados e com pelo menos duas folhas, plantando em recipientes preparados com mistura semelhante à indicada para os canteiros.

Pode também ser feita por meio de sementes, colocadas em vasos pequenos, numa mistura de 2 partes de composto orgânico, 1 de terra e 1 de areia grossa. Plante as sementinhas numa profundidade de 1 cm.

Conservar em cultivo protegido longe do sol até observar o início de seu crescimento.

luar

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Gerberas4

A gérbera é a flor ideal para compor a decoração do seu ambiente. Bastante resistente, pouco exigente com cuidados e com cores vibrantes e intensas, as gérberas trazem alegria e delicadeza aos espaços onde é incorporada.

Logo, não é por menos que essa flor é muito procurada em floriculturas, centrais de abastecimento e gôndolas de supermercado. Ela é muito parecida com o girassol.

Pensando nisso, se você deseja incluir na decoração da sua casa ou jardim essas belas flores não pode deixar de ler esse artigo. Aqui, você irá encontrar informações, dicas de cultivo e manutenção, além de inúmeros arranjos formados com gérberas. Inspire-se e deixe as flores invadirem seu ambiente!

A flor gérbera faz parte da família Asteraceae (também conhecida como Compostas) e por pertencer a mesma família dos girassóis e margaridas, as sua flores apresentam algumas semelhanças.

A gérbera por ser uma flor silvestre, se adapta muito bem ao clima temperado e a diversos tipos de solos, inclusive aqueles que dispõem de poucas quantidades de nutrientes. Sua floração ocorre o ano inteiro, porém o ápice desse florescimento ocorre principalmente durante as estações da primavera e verão.

Gerberas4

A flor gérbera possui uma haste longa que lhe confere sustentação e pode ser encontrada em mais de 20 tonalidades diferentes. Por sua vez, podemos afirmar que a sua cartela de cores é tão ampla que vai do branco ao vermelho.

A gérbera quando cultivada em vasos pode durar mais de uma semana. E em se tratando de vasos, é importante dizer que não há uma regra para escolhê-lo, contudo, é sempre importante pensar na harmonia da decoração.

Por isso, caso você queira dar mais destaque às flores, opte pelos vasos tradicionais com vidro transparente ou pelos vasos com cores escuras, sem detalhes, pois assim o tom claro das pétalas não irá se misturar com a tonalidade do vaso.

Gérbera como cuidar
A flor de gérbera apresenta fácil cultivo e manutenção. Contudo, mesmo diante de tal facilidade, quando decidimos fazer o cultivo de uma flor de gérbera em casa é sempre importante levar em consideração alguns cuidados e quais as ferramentas certas para que suas flores durem o maior tempo possível.

As flores de gérberas apesar de se adaptarem bem em solos pobres, elas gostam mesmo é dos solos ricos em matéria orgânica e bem drenados. Por isso, uma dica para ter uma drenagem melhor no solo é misturar junto dele uma expressiva quantidade de areia.

Gerberas4

Quanto à rega é relevante manter o solo sempre úmido, porém nunca encharcado. Além disso, se atente quanto ao aparecimento de folhas murchas nas suas gérberas, pois isso costuma indicar algo de errado com as suas flores.

Em regiões de clima ameno, cuide para que suas gérberas sempre tenham uma incidência direta de luz natural. Já em regiões muito quentes mantenha o cultivo delas em locais de meia sombra.

Vale mencionar, que caso o cultivo das suas gérberas seja feito em vasos é importante se atentar principalmente nos períodos de inverno para que não ocorra o acúmulo de água no pratinho, resultando no apodrecendo do seu arranjo floral. Por essa razão, atente-se quanto ao uso de mangueiras e regadores.

vagalumes-1

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


plantar-suculentas-na-madeira

Que tal aprender como plantar suculentas em tronco de madeira? Certamente você pode amar as dicas que trouxemos nesse post.

Fica muito charmoso fazer uma decoração com suculentas em troncos de madeira. Pensando nisso, trouxemos uma dica incrível para você criar uma decoração como esta em sua casa.

Faça, sobretudo se você quer causar uma boa impressão dos convidados em uma parte do seu lar. Afinal, essa idéia é super charmosa e pode realçar a decoração de um cantinho do seu jardim.

Como plantar suculentas em tronco de madeira
Veja que não é difícil de fazer. Basta seguir os passos e plantar suas suculentas também em troncos de madeira. Fica simplesmente magnífico!

Neste post, vamos te mostrar detalhadamente como plantar as suculentas em um tronco dessa forma, como você está vendo nas imagens.

Para começar, antes de tudo, você deverá fazer um grande orifício no tronco. Faça com que ele fique da mesma maneira que você observa na imagem a seguir.

Para fazer isto, você pode precisar da ajuda de um marceneiro. Fica mais fácil fazer este furo improvisando com uma furadeira ou então com uma makita.

Depois corte um pedaço de malha de metal e coloque embaixo do furo grande que você fez no tronco. Fixe com pregos e martelo. Depois vire do lado correto e coloque a parte do fundo de uma garrafa PET com furos.

Em seguida, coloque um plástico (também com furos) para cobrir esta composição que você fez e despeje a terra que será utilizada. Plante a suculenta, faça a decoração com musgos e pronto!

Super simples e fácil de fazer. A parte mais difícil é para fazer o furo ou orifício no tronco. Depois fica super simples de fazer.

suculentas-em-troncos

Mais exemplos lindos
Veja que dá para improvisar e fazer de diversas outras maneiras também. Crie da maneira que mais gostar e garanta um resultado simplesmente lindo na sua decoração com suculentas em troncos de madeira.

Suculentas em caixotes de madeira
Fica uma graça também fazer arranjos com suculentas em caixotes de madeira. Veja mais exemplos lindos e faça também para deixar qualquer cantinho do seu lar mais bem decorado.

vasos de madeira

Suculentas em vasos de madeira
Veja como fica uma graça também apostar em vasos de madeira para plantar as suas plantas suculentas. Fica de fato uma gracinha e pode ser essencial para decorar cantinhos espremidos ou com pouco espaço.

ponte sobre riacho

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.