Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




assystacia

A assistacia-rendada é uma planta herbácea de rápido crescimento, tanto que é considerada daninha em muitos países. Seu tamanho é de cerca de 50 cm, no entanto, se amparada por suportes adequados comporta-se como trepadeira e pode chegar a 5 m.

Sua folhagem é ramificada e densa e apresenta pêlos esparsos. As folhas podem ser ovais ou ter a forma de coração e apresentam sulcos um pouco marcados, sua coloração é verde-escura com o verso mais claro.

As flores da assistacia são lindas. Pequenas e dedicadas, elas conferem ao jardim uma harmonia incrível. A assistacia-rendada, além das belas flores, também possui belas folhinhas com listras brancas que, por si só, já expressam uma encantadora beleza. Ela é muito atrativa para abelhas e borboletas porque exala um perfume agradável.

Versátil como já vimos, pode comportar-se como trepadeira ou forração, assim como protagonizar maciços e conjuntos no jardim, além disso vai muito bem em vasos e jardineiras. Rústica e vigorosa é uma planta de clima tropical, não tolerando baixas temperaturas. É atrativa para abelhas.

Devem ser cultivadas a pleno sol ou meia sombra, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. Têm potencial invasivo, podendo tornar-se daninha. Multiplica-se por sementes e por divisão da planta em mudas com raízes e ramos.

coromandel

Como cuidar da assistacia-rendada
De origem asiática, principalmente Índia e Malásia, é uma planta de clima equatorial ou tropical e não tolera muito bem a baixas temperaturas. Ela floresce melhor se cultivada em sol pleno, mas também pode ser mantida em meia sombra. Você pode mantê-la como planta rasteira ou apoiá-la com estacas para que ela cresça verticalmente.

A Coromandel cresce muito bem em canteiros, mas também pode ser cultivada em vasos e jardineiras, desde que em solo fértil, úmido e enriquecido com matéria orgânica. Ela se multiplica facilmente por sementes, por estaquia, e por divisão de touceiras e floresce durante todo o ano, deixando o seu jardim lindo, mesmo no inverno.

ASYSTASIA GANGETICA

Outras variedades assistacia
Além da assistacia-rendada, a coromandel ou asystasia gangética também possui outras variedades: a assistacia variegada e a de folhas verdes, por exemplo.

Todas elas têm em comum as belas flores em tons que vão do branco ao roxo. Certamente serão uma fonte de alegria no seu jardim ou em uma singela jardineira na janela.

É uma planta pouco encontrada, mas com uma beleza que vale muito a pena ser divulgada.

Você sabe onde encontrá-la em sua cidade? Compartilhe com a gente, deixando seu comentário e ajude outras pessoas a apreciar de perto a beleza dessa linda arte da natureza.

banquinho

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


borra-de-cafe

Sabe aquele cafezinho que sobra de manhã ou a borra que fica no filtro de café? É cada vez mais difundida a ideia de que esses resíduos podem ser utilizados como adubo em hortas e cultivos caseiros.

E a boa notícia é que de fato esses materiais orgânicos tão comuns no dia a dia podem trazer benefícios para as suas plantas. Inclusive, aumentando a produção delas – desde que empregados de forma adequada e com cautela.

A borra de café tem diversas aplicações nas plantas que cultivamos em casa. “Quem tem composteira, pode e deve utilizar a borra, pois, por ser rica em carbono, ela ajuda a reduzir o mau cheiro gerado pela fermentação dos resíduos e também serve para arejar a composteira.

Quem não tem a composteira, mas também quer aproveitar os resíduos orgânicos, pode utilizar a borra de café nos vasos e canteiros.

Se misturada à terra, a borra ajuda a manter a permeabilidade, a drenagem do solo e a sustentar microrganismos benéficos ao desenvolvimento das plantas, se o solo está bem drenado, as raízes se desenvolvem e penetram com mais facilidade.

Como positivo o uso da borra de café, sobretudo em relação aos microrganismos que se desenvolvem a partir da fermentação, não é crendice. Tudo que fermenta pode gerar resíduo positivo para as plantas. A borra do café fermentada é rica em nitrogênio e ajuda os microrganismos do solo a se desenvolverem, servindo de alimento para a planta.

Para fins de fertilização e adubação, o ideal é deixar a borra fermentando alguns dias – de 4 a 6 – antes de fazer a aplicação no vaso. Dessa forma, a borra já vai ter liberado mais nutrientes importantes. Para aplicação, o produto deve ser misturado à terra ou a outros elementos orgânicos.

borra-de-cafe

É indicado também a utilização da borra de café como elemento para a forração de vasos – basta distribuir um pouco do pó sobre o solo. Pode ajudar a manter a umidade e, além disso, protege o solo contra o impacto da rega ou da chuva. A forração também é boa para evitar que nasça ervas invasoras ou espontâneas.

Aliás, fazer a forração de vasos e canteiros é bem importante para que não nasçam ervas e outras plantas indesejadas. Desta forma, com o solo bem forrado, a natureza entende que não precisa acionar o banco genético de sementes dela para fazer com que a terra seja coberta e fique protegida.

Para fazer a forração com a borra, é muito importante não compactar o pó. É preciso que ele seja colocado de forma bem solta sobre o vaso, pois a compactação acaba impedindo a rega adequada, uma vez que o pó é fino e a borra é um pouco oleosa. Se compactado, pode formar uma película impermeável.

É preciso, também, estar atento ao surgimento de fungos nos casos em que a borra é utilizada em excesso na forração e sem a limpeza periódica dos vasos e canteiros.

Alguns fungos são benéficos, é verdade. Mas, neste caso, os fungos que surgem em cima do resíduo do café podem atacar as folhas, as sementes que estão nascendo, as mudas mais jovens ou comprometer as espécies que já estão debilitadas devido a outros problemas.

borra-de-cafe

Equilíbrio é fundamental
Apesar dos benefícios apontados, fica um alerta: tudo que é demais ou utilizado em excesso, pode trazer problemas para as plantas. O uso em excesso pode ocasionar intoxicação dos vegetais e também do solo – pois a planta estará recebendo alta quantidade de alguns nutrientes e baixa de outros.

A utilização do café não faz milagres, pois, para que as plantas se desenvolvam de forma saudável, elas devem ser cultivadas em ambientes  favoráveis e adequados às necessidades de cada espécie.

É preciso que haja equilíbrio. Ou seja: não adianta nada encher as plantinhas de café e não fazer a rega adequada ou não proporcionar a  insolação necessária.

A planta precisa de água. Este é o elemento mais importante de todos. Se não regarmos da forma correta, não adianta saturar o solo de adubo e de matéria orgânica, a planta não vai se desenvolver ou vai morrer devido à falta de água.

É indicado também o uso do café líquido. Não é para passar café para as plantas, logicamente, mas o café que sobra na xícara ou no fundo da garrafa pode ser utilizado, sim.

O líquido é rico em cafeína, que é um bioestimulante. Assim como a cafeína nos estimula, ela estimula os vegetais. Com a cafeína, as plantas ganham disposição e reagem se alimentando mais e, consequentemente, produzindo mais.

No entanto, é preciso que o solo esteja equilibrado, para que ela busque os nutrientes e os encontre no solo – caso contrário, a planta apenas ficará “com mais fome.”

O maior benefício
O maior ganho disso tudo é o reaproveitamento dos resíduos que geramos. O benefício da reutilização é que, além deste produto ser um insumo para a jardinagem e para a agricultura, proporcionando um ganho ambiental, também há um ganho econômico – uma vez que não há custo com a destinação do resíduo gerado.

O ideal é que a gente possa reciclar cada vez mais os resíduos que produzimos.

outono_1

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Planta fantasma (Graptopetalum paraguayense)

Cuidar de suculentas costuma ser fácil: muito sol e pouca água. Mas é importante estar atento ao sinais que a planta dá quando tem algo de errado acontecendo”

A febre das suculentas virou a porta de entrada de muitos para o mundo da jardinagem. São várias espécies que levam o apelido por armazenarem nas folhas ou no caule uma grande quantidade de água.

E é esse detalhe que define o principal cuidado que se deve ter com elas: a pouca rega. Além disso, basta colocá-las no sol e pronto: elas vão crescer fortes e vistosas.

No entanto, alguns sinais costumam indicar quando algo não vai bem. Por isso, é importante estar atento e saber interpretar esses possíveis problemas. Listamos alguns dos sintomas mais comuns apresentados pelas plantas, o que eles querem dizer e como resolver o problema.

folhas murchas

Folhas murchas
Se a planta fica muito enrugada, normalmente é um indicativo de desidratação. A primeira coisa a fazer é aumentar a rega e observar.

Por estar enrugada, às vezes a pessoa se empolga e dá mais água do que precisa. Então é preciso ter paciência e não regar todo dia.

A regra de ouro para saber quando regar as plantas é molhar quando a terra secar. “Tudo interfere no tempo que leva pra água secar, então o melhor é ver quando o substrato está seco e regar“, explica.

É mais importante molhar poucas vezes e molhar bem do que molhar várias vezes, mas pouco, regar uma vez por semana geralmente dá bons resultados.

folhas secas

Folhas secas
Ao contrário do que pode parecer, não é um problema quando as folhas inferiores da planta começam a secar — a tendência é que isso aconteça, já que essas são as folhas mais velhas.

Ela tem um período de vida que vai trocando de folha, isso é normal. Nesse caso, é só remover as folhas já sem vida. Folhas inferiores das plantas são mais velhas, por isso é natural que sequem.

Só que isso pode ser um problema se toda a planta começar a apresentar essa característica. Se for em a toda planta, é falta de água combinada com muito sol. Geralmente, isso não é um problema, mas pode ser se associado a muita luz. Nesse caso, a regra é fácil: é só voltar a regar.

planta estioladfa

Estiolamento
Quando a suculenta começa a crescer demais, normalmente inclinada, ela está estiolada. É um sinal clássico de falta de sol, geralmente quando a planta costuma ficar em ambientes fechados ou longe da luz. Isso faz com que ela cresça buscando a direção ao sol.

As suculentas são plantas de sol. O ideal é o mínimo de 3 horas de sol direto, de qualquer horário. É importante frisar que as plantas têm que ter uma adaptação. Por isso, ao adquirir uma suculenta, o melhor é começar a colocá-la no sol da manhã, quando a luz é mais fraca, para depois acostumá-la ao sol mais forte.

Outros sintomas da falta de sol são folhas muito claras e esbranquiçadas. A dica é que a pessoa tenha sempre a sensibilidade de olhar pra planta. Ela é um ser vivo e precisa de cuidados, mas a suculenta não tem muito segredo: deixar no sol e regar uma vez por semana.

folhas manchadas

Folhas manchadas
Manchas nas folhas normalmente indica a planta está com algum tipo de fungo. Para resolver esse problema, o ideal é cortar as folhas doentes e aplicar um fungicida.

Para prevenir que isso aconteça, coloque na terra da suculenta adubo à base de cobre ao menos uma vez por mês. É um preventivo porque fortalece a planta, e você encontra em qualquer floricultura.

raízes visíveis

Raízes visíveis
Se as raízes começam a aparecer por cima da terra, soltas, é porque a planta pode não estar conseguindo absorver os nutrientes do substrato. É bom tirar a planta da terra, lavar as raízes e trocar o substrato. A maioria das vezes em que isso acontece é porque o substrato não está bom.

Por isso é importante que as suculentas não sejam plantadas diretamente na terra, mas que sejam adubadas com esse substrato que contém os nutrientes necessários que ela viva. Quando se compra a suculenta em alguma loja, normalmente ela já vem com esse adubo específico.

Dicas para iniciantes
A suculenta é uma planta que cresce de acordo com o tamanho do vaso. Se a intenção é deixá-la grande, é necessário trocar o vaso de acordo conforme ela ganhe tamanho. Mas a escolha do recipiente é fundamental para que ela fique bem: o vaso deve ser furado, para que o excesso de água não fique acumulado. Por isso, cachepôs não são tão indicados nesse caso.

É interessante preencher o fundo do vaso com pedrinhas, que vão servir de dreno. No mais, é a prática que vai ensinar a cuidar das plantas cada vez melhor. A maior dica é não desistir. Todo mundo erra no começo. Tem que buscar informação a prática ajuda nesse sentido.

lagoinha

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


podas

O objetivo da poda é o controle do porte e da forma das plantas, além de incentivar a floração e a frutificação.

É importante remover galhos quebrados ou doentes porque eles retiram a força da planta e ainda atrapalham o acesso de luz e ar no interior da copa. Ao cortá-los logo acima de uma gema (pequeno nó), um novo ramo irá nascer.

Para eliminar o galho todo, corte rente ao caule ou ao ramo maior. Folhas secas e flores murchas também devem ser retiradas.

Algumas árvores costumam produzir um ramo que se diferencia dos demais por ser grande, vigoroso e com crescimento muito superior aos outros. Chamado de galho-ladrão, ele rouba a força dos outros ramos e atrapalha o desenvolvimento da planta. Corte-o sem dó até o tronco. Sua simples retirada já faz com que a planta floresça e frutifique mais.

Precisa cortar uma haste ou uma folha machucada? Primeiro, esterilize a tesoura de poda com um maçarico ou com a chama do fogão e só faça o corte quando o instrumento esfriar.

Depois, passe um pouco de canela em pó ou de extrato de própolis no local que ficou exposto. Ótimos cicatrizantes naturais, eles ajudam a evitar a entrada de pragas e doenças.

No caso das roseiras, a poda interfere diretamente na quantidade e qualidade das flores. O método incentiva o surgimento de novos brotos, dá vigor à planta e aumenta a floração. Pode sem pena e sem dó durante o inverno, para que ela volte com força total. Embora não haja uma comprovação científica, há quem acredite que a poda na lua minguante garanta uma inflorescência ainda mais especial.

poda gramado

Gramados
A poda auxilia no aumento de brotos e equilibra o crescimento das gramíneas. Podas muito frequentes tendem a esgotar as reservas nutritivas da grama. Para garantir a saúde do gramado, mantenha a altura de 5 a 10 cm.

poda-de-frutífera

Frutíferas
Quando bem realizada, a poda faz com que as árvores produzam mais. De maneira geral, os cortes são feitos um pouco antes da primavera. Mas atenção: não pode arbustos e árvores durante a floração, porque isso significa que elas estão em atividade e a poda será prejudicial à planta. Outra dica: use sempre ferramentas bem afiadas para evitar “machucados” nos galhos.

poda

Árvores
Há vários tipos de podas em árvores: a de formação, que elimina os galhos mais baixos e deixa o tronco livre até a altura de 2 ou 3 m para a circulação de pessoas (quanto mais cedo esse tipo de contenção for realizado, menos a árvore sofrerá); a de adequação, que ajusta a espécie ao local onde ela está inserida; e o corte de galhos mal posicionados.

Em geral, são ramos que atrapalham o crescimento e o desenvolvimento de galhos vigorosos e, quando eliminados, permitem a ventilação da copa. Ao realizar o corte, em qualquer uma das situações descritas, faça-o junto ao tronco e sem deixar fiapos para não comprometer a cicatrização.

barquinho22

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.