Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




formigas

Por mais que sejam vistas como uma “praga” pelo ser humano, as formigas são fundamentais para o equilíbrio do ecossistema, reciclando a matéria orgânica, servindo de alimento para outros organismos, aerificação do solo e a dispersão de sementes.

No Brasil, a presença das formigas-cortadeiras, dos gêneros saúvas e quenquéns, faz parte do ambiente natural. Nesses casos, apenas o excesso dos insetos, ou quando prejudicam o desenvolvimento das plantas e invadem residências, indicam um problema.

Algumas folhas cortadas não atrapalharão o desenvolvimento das plantas. Às vezes, esse ataque de formigas é muito intenso, chegando a ferir muitas vezes a mesma planta, podendo levá-la à morte.

-formigas
Isso indica que houve um desequilíbrio ambiental, ou seja, a população de formigas está muito elevada, isso acontece quando os insetos estão em locais onde não tem mais vegetação nativa nem predadores naturais.

Para evitar que as formigas se tornem um problema é indicado evitar deixar alimentos expostos; restos orgânicos próximos às plantas, manter a higiene do ambiente; e realizar controle preventivo de pragas.

As formigas são atraídas por diversos fatores, como a presença de restos de comida, néctar de flores, secreções produzidas por pulgões ou cochonilhas, e abrigos adequados para construir seus ninhos. Nesses caos, podas regulares podem evitar o problema. Outra opção é plantar sementes que afastam a presença dos insetos.

Algumas plantas têm um odor que desnorteia o seu senso de direção, como gergelim. Então, plantar algumas espécies desse tipo, ao redor de plantas muito procuradas por formigas, diminui a incidência do inseto.

formiga-no-jardim

Nesses casos, é sugerido: capim-limão, alecrim, hortelã, manjericão, lavanda, citronela, canela, cravo-de-defunto, calêndula, tomilho, boldo e salsa.

A eficiência depende da proximidade, da densidade dessas plantas e da quantidade de formigas no ambiente

O controle também pode ser feito por uma barreira física, como uma proteção na base do caule ou do tronco, a fim de evitar que a formiga suba na planta para cortar a folha.

Isso pode ser feito com um anel de borracha de silicone ou de garrafa pet, como se fosse um pequeno chapéu ao redor do caule, impedindo a passagem do inseto.

ruachuvosa

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


tulipas3

As tulipas, conhecidas por suas flores vibrantes e elegantes, são originárias da Ásia Central, mais precisamente da região da Turquia. O seu nome deriva da palavra turca tülbend, referindo-se ao turbante tradicional usado pelos homens otomanos.

A flor foi introduzida na Europa no século 16 e rapidamente se popularizou, especialmente na Holanda, onde se tornou um símbolo de riqueza e status.

Características da tulipa
s são plantas perenes, que florescem na primavera. Elas se desenvolvem a partir de bulbos subterrâneos, que armazenam nutrientes para o seu crescimento.

As flores podem ter diversas cores, como vermelho, amarelo, laranja, rosa, roxo, branco e até mesmo combinações de cores. As pétalas podem ser lisas ou com bordas onduladas, e a altura da planta varia conforme o tipo, podendo chegar a até 60 cm.

tulipas1

Curiosidades
* Comestíveis:
as pétalas de algumas variedades de tulipas são comestíveis e podem ser usadas em saladas, conservas e até mesmo na produção de chá.
* Fototropismo: as tulipas possuem a capacidade de se mover em direção à luz solar, um fenômeno conhecido como fototropismo.
* Símbolo holandês: a tulipa é a flor nacional da Holanda, sendo um importante símbolo cultural do país.
* Variedade: existem mais de 150 espécies de tulipas e milhares de híbridos com diferentes cores, formas e tamanhos.

Cultivo de tulipa no Brasil
Embora as tulipas sejam originárias de regiões com clima frio, é possível cultivá-las no Brasil, principalmente em regiões com clima ameno, como Holambra, no interior de São Paulo.

O plantio deve ser feito no outono, em solo bem drenado e rico em matéria orgânica. As plantas precisam de luz solar indireta e regas regulares, especialmente durante o período de crescimento.

tulipa-negra

Cuidados
* Plantio:
plante os bulbos de tulipa no outono, a cerca de 10 cm de profundidade e com espaçamento de 10 cm entre eles.
* Solo: use terra bem drenada e rica em matéria orgânica.
* Luz: As tulipas preferem luz solar indireta. Evite o sol direto intenso.
* Rega: Regue as plantas regularmente, mantendo o solo úmido, mas não encharcado.
* Fertilização: fertilize as tulipas com um produto balanceado durante o período de crescimento.
* Poda: remova as flores murchas para estimular a produção de novas flores.

Dica extra: após a floração, deixe as folhas morrerem naturalmente antes de cortá-las. Os bulbos podem ser armazenados para replantio no próximo ano.

As tulipas também podem ser cultivadas em vasos, uma ótima opção para quem não tem jardim. Para isso, escolha um recipiente com pelo menos 15 cm de profundidade e use um solo bem drenado.

Plante os bulbos no outono e regue-os regularmente. As plantas precisam de luz solar indireta e devem ser protegidas do frio intenso.

As tulipas são flores versáteis, que podem ser usadas para decorar ambientes, presentear pessoas queridas e até mesmo para consumo culinário.

chuva de flores

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


chuva-de-prata

Chuva-de-prata ou folha-de-prata é uma espécie arbustiva que apresenta ramagem ramificada, com folhagem e florescimento muito ornamentais. Suas folhas, com aspecto de feltro, apresentam pubescência levemente prateada, daí o nome.

A espécie conhecida popularmente por chuva de prata, tem folhas em um tom prateado nas pontas e flores coloridas, principalmente rosa.

Conhecida por chuva de prata, a planta originária da América do Norte, especialmente nos Estados Unidos e México, caracteriza-se por folhas ovais e brilhantes, com uma tonalidade prateada na parte inferior, que fica mais evidente quando balançadas pelo vento.

Ao lado do efeito das folhas, as flores acrescentam beleza e se desenvolvem após as chuvas de verão em cores vibrantes, principalmente rosa, mas também podem ser encontradas em outras tonalidades, como roxa, branca e azul.

De fácil manutenção, a chuva de prata é resistente a climas tropicais e subtropicais, de jardins desérticos a quintais de clima litorâneo

Leucophyllum_frutescens

A planta arbustiva, encontrada também no Brasil, principalmente na região da Mata Atlântica, é muito usada na jardinagem para a prática da topiaria-arte de podar plantas ornamentais em formas artísticas.

É frequentemente usada em projetos de paisagismo como uma árvore ornamental devido à sua folhagem exuberante e características estéticas únicas. É ideal para jardins tropicais, parques e até mesmo como destaque em quintais residenciais, devido ao seu porte e a sua beleza.

Destaca-se o uso em jardins, que apresentem características desérticas , neste caso, acompanhada por espécies como o cacto,  além de ter presença garantida em jardins mais úmidos, como casas do litoral.

chuva-de-prata

Como cuidar da chuva de prata
Rústica e de baixíssima manutenção, a planta não necessita de muito investimento em seus cuidados.  Confira abaixo as dicas. * Solo: se desenvolve em solos pobres e não necessita de adubação,. Não deve ser plantada em áreas encharcadas, pois as raízes vão apodrecer rápido.

* Onde plantar: a chuva de prata pode ser plantada diretamente no solo, em jardineiras, floreiras, jardins ou vasos. Deve ser plantada em locais com espaço adequado para o seu crescimento, já que pode atingir uma altura considerável.

* Adubação: não necessita de adubação, entretanto, recomenda-se a aplicação anual de calcário para neutralizar o pH do sol.

* Regas: no caso da planta jovem, recomenda-se que seja realizada a rega duas vezes por semana. Para as plantas estabelecidas ou adultas, deve ser feita uma vez por semana.

Leucophyllum_frutescens

* Luminosidade/clima: a planta é resistente a climas tropicais e subtropicais. Prefere locais com bastante luz solar direta, mas também tolera sombra parcial.

* Podas: a planta apresenta crescimento lento, sendo pouco exigente em relação à poda. “O ideal é que seja realizada para manter o formato arbustivo da espécie. Para isso podas de formação, removendo galhos mortos ou doentes, sem, no entanto, realizar cortes drásticos, pois isso pode prejudicar a  saúde da planta.

porta m 1

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


rosas

Você está tendo problemas com fungos nas folhas das suas plantas, se você tem enfrentado podridão nas raízes ou algum outro problema com fungos?

Veja a dica abaixo de como combater estes problemas utilizando a água oxigenada, qual o jeito certo de usar, o que não fazer para não prejudicar a planta ao invés de ajudá-la e como ela pode ser usada de forma preventiva de fungos e bactérias.

A água oxigenada que nós podemos utilizar nas nossas plantas é a mesma água oxigenada utilizada para limpar ferimentos, e não aquela usada para descolorir cabelo ou outros fins estéticos. Precisa ser a água oxigenada 10 volumes e não pode ser a opção cremosa.

Mas afinal, para que ela serve?
Estudos científicos mostraram que a água oxigenada é benéfica principalmente para combater fungos e bactérias nas folhas das plantas nos estágios iniciais, para combater fungos nas raízes das plantas que causam podridão, e também auxilia na germinação de sementes e enraizamento de mudas pois previne aparecimento de fungos e outras pragas nestes estágios iniciais.

Antes de te falar como fazer a diluição e aplicação da água oxigenada eu quero te dar 5 alertas do que você não deve fazer:
1 – Nunca aplique nenhum tipo de calda se a planta estiver recebendo o Sol. Faça a aplicação sempre no final do dia para evitar queimaduras nas folhas.

2 – Fazer uma dosagem maior que a recomendada, ou usar o produto puro não irá acelerar o resultado e poderá matar a planta. Lembre-se que a diferença entre remédio e veneno está na quantidade, por isso faça sempre a dosagem recomendada.

3 – Quanto mais cedo identificarmos o problema e iniciarmos a aplicação melhor serão os resultados. Então fique de olho nas suas plantas: manchas nas folhas, bolor, ferrugem, caules ou raízes podres, quanto antes forem descobertos maiores as chances de salvar a planta com a água oxigenada.

4 – Só conseguiremos combater os fungos ou as pragas se reaplicarmos o produto. Usar uma única vez não trará nenhum resultado. É recomendado aplicar a água oxigenada 1x por semana ou com intervalo de 3 a 4 dias até eliminar 100% do problema.

5 – Não existe nada milagroso. Não adianta aplicar a calda e continuar cultivando a planta da maneira errada. Precisamos agir de diversas formas, ou seja, além de aplicar a calda para combater os fungos ou pragas, precisamos cultivar as nossas plantas de forma correta.

Regas e luminosidade conforme a preferência da planta, ambientes bem arejados, substratos corretos que permitam a drenagem da água e plantas bem nutridas fazem parte do combo para ter um resultado mais efetivo.

oxigenada

Como preparar
Você vai precisar de um pulverizador, água da torneira mesmo e água oxigenada 10 volumes que você compra em farmácias.

Como tenho bastante plantas costumo fazer a receita para 1 litro de água, mas você pode fazer meia receita se preferir. Eu prefiro fazer a calda e utilizá-la em no máximo 2 dias para maior eficácia então não resolve fazer grande quantidade se você não for utilizar.

Para cada 1 litro de água coloque 4 colheres de sopa de água oxigenada. Coloque no pulverizador para aplicar nas suas plantas.

Modo de usar
Se a planta estiver com fungos nas folhas aplique a solução diretamente sobre as manchas, mas também pode aplicar no verso das folhas e por cima do substrato.

Caso a planta esteja sinalizando podridão nas raízes ou no caule você pode regar com essa solução. Lembrando que este problema é resultado de excesso de regas, então diminua as regas e aplique esta solução somente se estiver na hora de regar a planta.

Para vasos de mudas novas você pode borrifar a solução sobre a planta e solo e isso vai evitar proliferação de fungos e doenças.

Se você fez uma separação de touceira ou fez uma poda radical também pode borrifar essa calda. Isto pode ser feito uma vez por semana como prevenção.

E se você cortou um galho para fazer muda de estaca, pode deixá-la mergulhada dentro desta solução por aproximadamente 15 min. para evitar qualquer contaminação posterior no ferimento.

primavera (2)

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.