Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




cascadeovos

Um dos nutrientes essenciais para o crescimento saudável das plantas, o cálcio pode estar bem mais perto do seu canteiro do que você imagina. Composta por 40% deste elemento – na forma de carbonato de cálcio (CaCO3) – a casca de ovo é uma fonte riquíssima seja para os vasinhos, seja para um jardim inteiro.

Mas não basta simplesmente jogar as cascas sobre a terra e esperar a natureza fazer a sua parte. Há situações em que o excesso de cálcio pode até mesmo prejudicar as raízes, diminuir a qualidade do solo e sobrecarregar as plantinhas.

“Para saber quando, em que quantidade e em que situações usar a casca de ovo como adubo, a recomendação vem da própria vegetação. O principal indicativo de que o cálcio está em falta no solo são as manchas amarelas que podem aparecer nas folhas.

manchaamarela

No entanto, não é preciso esperar que isso aconteça para começar a nutrir sua plantinha. Claro, sem exageros: O ideal é usar um composto orgânico que inclua a casca de ovo uma vez a cada 20 ou 30 dias, para não calcificar demais o solo. Uma colher de chá de casca de ovo batida no liquidificador com água é suficiente para um vasinho pequeno, e conforme aumenta o tamanho do vaso, aumenta a quantidade.

Não há outras contra indicações, já que a maior parte das espécies se dá bem com a adubação com casca de ovo, embora algumas, como Azaleia e Orquídeas, não apresentem muita evolução com o uso dessa alternativa.

Modos de preparo
Apesar de ser positiva para as plantinhas, a casca de ovo não faz milagres sozinha. Por isso, o ideal é associá-la a outros nutrientes necessários para fertilizar organicamente o solo.

O modo mais simples é bater no liquidificador com um pouco de água, o q00ue vai moer a casca e acelerar o processo. Quanto mais triturado, melhor vai ser, pois a casca demora muito tempo para decompor se estiver inteira.

Como o cálcio não é o único nutriente do qual as plantas necessitam e sua falta não é a única causa dos sintomas como as manchas amarelas, a composição mais adequada, segundo ele, é a mistura com casca de banana e borra de café.

Esses ingredientes têm, além do cálcio, também o nitrogênio, o fósforo, o potássio, o chamado NPK, com todos os macronutrientes necessários para a planta. Batidos juntos, eles podem ser jogados no solo e cobertos com folhas secas.

Mas a melhor forma é optar pela compostagem caseira e incluir as cascas de ovo entre os ingredientes utilizados. Existe um tripé que é formado pela planta, os microorganismos (como as bactérias) e os nutrientes.

Os microorganismos precisam comer os nutrientes porque é assim que a planta os absorve. Eles são diversos e abundantes, além de eficientes para fermentar o ovo e outros resíduos orgânicos. Isso gera um “bolo” de compostos que é extremamente nutritivo para o solo.

Esse combinado de vários nutrientes é muito mais completo e eficiente do que utilizar somente um dos ingredientes. Basta usar algumas colheres deste preparado e as plantas devem ficar nutridas e viçosas.

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


anturio-vermelho

O antúrio é reconhecido até mesmo por quem não tem familiaridade com jardinagem. Seja por suas folhas grandes, largas e enceradas, seja pelas flores em formato de espiga, o antúrio é amado por todos.

A verdadeira flor do antúrio
Antúrios são plantas tropicais, de folhas largas e com grandes flores. Na verdade, o que chamamos de flor do antúrio, é um conjunto: uma folha modificada (chamada de bráctea), em um tom diferente da folhagem e, no centro, uma formação parecida com uma espiga.

É nesse cabinho que ficam as verdadeiras flores: minúsculas, e em grande quantidade. Com esse truque, a planta muda a cor de uma folha para destacar suas pequenas flores e assim, consegue chamar a atenção dos polinizadores.

Antúrios em várias cores
Sempre presente em quintais, jardins e varandas de casas, os antúrios costumava dar flores brancas ou vermelhas.

Hoje em dia, é possível encontrar espécies de antúrios melhoradas geneticamente e assim, criar uma variedade maior de cores e até padrões.

Anthurium andraeanum "Utah"

Plantas com flores lilases, como o antúrio Anthurium andraeanum “Utah”

Anthurium andraeanum "Livium"

O listrado Anthurium andraeanum “Livium”

O alvo Anthurium andraeanum “Sumi”

Anthurium andraeanum "Nevada"

O vermelho bem marcado do Anthurium andraeanum “Nevada”

Anthurium andraeanum "Dakota".

O a dupla bráctea-vermelha/espiga-amarela do Anthurium andraeanum “Dakota”.

Onde encontrar antúrios coloridos
Olha que interessante: com tecnologia, é possível “lançar” plantas com um visual novo. É a mesma espécie de antúrio mas, com detalhes e cores que seriam impossíveis encontrar nos quintais de alguns anos atrás.

Anote o nome do antúrio que mais gostar e peça para seu garden center ou floricultura preferida fazer um pedido.

Como reproduzir e plantar antúrios
Cultivar antúrios através de sementes é possível, mas, é um processo demorado e trabalhoso. Muito melhor adquirir a planta já adulta ou, reproduzi-la através de divisão de touceira.

Para dividir a planta, basta tirá-la do vaso, separar as touceiras com raízes e, replantá-la em novos vasos. Produtores experientes usam fibra de coco para cultivar os antúrios, mas, como esse substrato contém tanino, as fibras são lavadas várias vezes. Se quiser utilizar também, adquira fibras de coco já tratadas.

Identificando pragas e doenças do antúrio
Quem já tem antúrios pode usar esse guia de diagnósticos para identificar problemas ou ainda, entender o processo natural da planta.
Flor velha: as brácteas e as espigas ficam com um formato diferente e desbotado – isso não é um problema, é algo natural.
Flor desbotada: se as brácteas estão nascendo em um tom mais lavado, é falta da luz do sol da manhã.
Folhas amareladas: falta de adubo — vale trocar o substrato se a planta está muito grande ou é mais velha.
Partes moles: se as folhas ou o caule estiverem meio gosmento, é sinal de doença bacteriana. Remova a parte doente.
Pintinhas nas flores: uma doença chamada botrytis. Evite molhar a planta nas folhas, sempre despeje a água no substrato. Nada de substrato encharcado, use a técnica do dedômetro para saber quando molhar.  Trate a planta com uma calda anti fungo. * No final da postagem tem uma receita de como preparar a calda anti fungo
Lesmas: excesso de umidade. Verifique se o furo de drenagem está desobstruído e diminua as regas.

Anthurium Flamingo
* Para o preparo da calda anti fungo coloque em um recipiente spray:
1 litro de água
10 ml de leite
1 g de bicarbonato de sódio

Instrução de Preparo
Misture todos os ingredientes.
Em seguida, coloque a solução em um recipiente spray.
Feito isso, pode aplicar nas folhas da plantas, pulverizando-as com a solução através de jatos suaves e não em horário solar.

Forma de utilização
A solução de bicarbonato de sódio deve ser aplicada sobre toda a parte aérea das plantas e, em especial, sobre as folhas, tanto na parte da frente, como de trás.

É recomendável duas aplicações semanais, principalmente nos períodos do ano em que há baixas temperaturas e muita umidade, ou em épocas que as condições favorecem à proliferação de fungos.

Para manter o efeito da solução de bicarbonato de sódio ativa, faça apenas a quantidade que irá utilizar na planta e na hora que, realmente, for usá-la.

Não faça a solução com antecedência, pois, de um dia para o outro os princípios ativos do bicarbonato perdem o efeito.

O único cuidado que se deve ter com o bicarbonato é não utilizar na irrigação da terra, onde vive a planta, pois, caso o solo, já seja alcalino, ficará mais ainda e se for ácido, e o mais apropriado para a planta, isso alterará as condições adequadas para o desenvolvimento dela, com a modificação do Ph da terra, mais propício para o crescimento do vegetal.

Para as plantas, o bicarbonato de sódio não tem efeitos colaterais, não sendo prejudicial em nenhuma de suas partes. A concentração de bicarbonato de sódio pode ir até 4% não mais do que isso.

folhas-9

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


zamioc.

Quem olha para uma zamioculca, fica encantado na hora. Com suas folhas envernizadas, rígidas e distribuídas de uma forma bastante característica, essa planta é tão exuberante que, toda pessoa que vê um exemplar pela primeira vez, quer tocar em suas folhas.

Planta que adora espaços internos
A zamioculca é nativa da Tanzânia, e bem adaptada para o clima quente. Isso não quer dizer que essa é uma plantas de sol pleno, já que a zamioculca cresce no solo de florestas desse país da África Oriental.

Lá, a espécie encontra um ambiente quente, sombreado e cresce protegida do vento e da chuva direta. Quase uma estufa. Isso faz da zamioculca uma planta perfeita cultivo em espaços internos.

Como plantar zamioculca em vaso
Para dar todo o destaque que a zamioculca merece, experimente plantá-la em um vaso mais alto. A planta tem um porte pequeno, alcançando 1 m; trazê-la mais para mais perto dos olhos de quem passa é uma forma de realçar a zamioculca.

Outro detalhe que deixará tudo ainda mais interessante é usar um vaso com texturas opacas, em contraste com as folhas brilhantes e envernizadas da planta.

Comprando a muda, ao chegar em casa remova o pote plástico onde veio a planta e, coloque-o de cabeça para baixo dentro do vaso, completando o entorno com argila expandida.

Isso traz três benefícios: deixa o conjunto bem menos pesado, dá a altura necessária para destacar a zamioculca e, garante uma boa drenagem do excesso de água, evitando que o substrato da planta fique encharcado.

Daí, é só transplantar a zamioculca para o novo vaso e completar as laterais das raízes com substrato para orquídeas. Deixar a planta mais elevada é uma boa se você tem crianças pequenas e pets em casa, já que a planta é tóxica se ingerida. Mantê-la fora do alcance dos pequenos curiosos ajuda bastante.

zamioculca

Como tirar mudas de zamioculca
A reprodução da planta é feita através das folhas da zamioculca. Parte da folha é enterradas e, depois de um tempo, começam a nascer raízes. O processo é bem demorado, porque a planta tem um crescimento lento.

O ideal é adquirir plantas já adultas. São de fácil cultivo, principalmente, dentro de casa. É uma planta perfeita para escritórios, já que pode resistir bem com regas mais espaçadas.

Como regar e qual o melhor substrato para zamioculca
Um problema comum com essa planta é causado por excesso de regas. Apesar de gostar de ambiente úmido, zamioculcas não gostam de solo encharcado. Isso porque a planta possui algumas raízes mais gordinhas, parecidas com batatinhas.

Esses rizomas armazenam água na quantidade suficiente. Plantas com essas características, de raízes grossas, pedem um substrato mais arejado. Cascas de pínus e pedaços de carvão ajudam, além de garantir que o vaso tenha um furo para escoar o excesso de líquido.

Zamioculca não gosta de frio
Outro problema que pode fazer com que a planta sofra é o frio. Temperaturas abaixo de 10° C podem fazer com que manchas amareladas surjam nas folhas da zamioculca. O vento é também outro fator que pode manchar a folhagem.

Lembre-se sempre que essa planta gosta de um ambiente parecido com uma estufa: abafado, proteção do sol, vento e chuva direta. Regiões com inverno rigoroso devem ter atenção redobrada com a planta, valendo até trazê-la para um ambiente interno nesse período.

zamioculca-1

Combatento insetos na zamioculca
Encontrou folhas mordidas? A culpada pode ser as lagartas. Se encontrar uma lagarta, olhe a planta toda, já que sempre esses bichinhos surgem em bandos. Analise com olhos espertos e verifique se encontra ovos.

Se a planta está muito feinha, vale trocá-la de vaso. Remova a zamioculca, tire todo o substrato de suas raízes e, prepare um novo vaso, preferencialmente maior que o antigo. Você pode fazer uma mistura com o substrato para mudas e, adicionar o substrato para orquídeas; esse último, contém casca de pínus.

arvore outono1

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


pilea

Com estrutura simples e minimalista, essa planta virou um hit e invadiu projetos de decoração e paisagismo na Europa e nos Estados Unidos. A novidade é que agora ela chega em terras brasileiras e já está ganhando o coração e as casas dos amantes das plantas.

Com a tendência minimalista, as pessoas começaram a se interessar mais pela Pilea, pois é uma planta muito bonita, que tem uma estrutura simples, com as folhas perfeitamente arredondadas.

Esta é uma espécie é muito recente. Ela também é conhecida como planta-do-dinheiro-chinês, planta-da-moeda, planta-ovini e planta-ufo, devido às folhas redondas, que lembram moedas ou mesmo discos voadores.

As pessoas começaram a se interessar mais pela Pilea, pois é uma planta muito bonita, que tem uma estrutura simples, com as folhas perfeitamente arredondadas.

pilea_peperomioides_01

Cultivo
Água na medida certa
Essa espécie não tolera o solo encharcado. Portanto, a rega deve ser feita em torno de duas vezes na semana. Não existe receita de bolo, é preciso observarmos bem a planta porque tudo vai depender do ambiente em que ela está.

Tem que olhar sempre o substrato: se ele estiver úmido, não é preciso regar. Um dos principais problemas com a Pilea é o excesso de água, pois apodrece o caule e as raízes.

Outra dica importante é pulverizar água nas folhas uma vez por semana. Mas não sem antes limpá-las com cuidado. Como tudo em casa, as plantas também acumulam poeira. É preciso retirar o pó que acumula na superfície das folhas.

Solo bem drenado
Como a Pilea não gosta de solo muito molhado, é preciso que o substrato seja bem drenante. Para isso, o indicado é utilizar duas partes de terra vegetal para uma parte de areia. E, embora possa parecer óbvio, deve-se sempre usar areia própria para jardinagem ou areia para construção civil.

Nunca utilizar areia da praia, pois a quantidade de sal é altamente prejudicial às plantas. Apesar de ser indicada para cultivo interno, em vasos, a espécie não costuma “brigar” com outras plantas num mesmo canteiro. Mas, no jardim, ela não pode pegar sol e não tolera geada nem temperaturas extremas, tanto no frio quanto no calor.

pilea-1

Nutrição correta favorece crescimento
A utilização do fertilizante químico padrão NPK (Nitrogênio, Fósforo e Potássio), que pode ser encontrado em qualquer garden Center, é ideal. A aplicação, no entanto, deve ser feita apenas no período do verão e da primavera, pois no inverno a planta entra numa espécie de hibernação e a fertilização pode ocasionar uma “overdose” de nutrientes.

O NPK também pode ser substituído por fertilizantes naturais, como matéria orgânica oriunda da compostagem ou húmus de minhoca. Com a adubação correta, a Pilea se propaga facilmente.

Ela produz vários ‘filhotes’ em volta da base dela, o que possibilita distribuir mudas para várias pessoas. Aliás, vem daí mais um dos nomes populares da espécie: Planta-da-amizade, pois é possível presentear conhecidos com plantas originadas da sua.

janel159

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.