Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




floreira

Flores para floreiras podem ser altas ou baixas, com muitas ou poucas folhas, anuais ou perenes. As melhores flores para floreiras são aquelas que podem se misturar bem com outras flores para fornecer uma variedade de cores, formas e fragrâncias.

As flores que necessitam de cuidados relativamente pouco são bem adequadas para serem plantadas em floreiras.

Como plantar flores em floreiras
Escolha a sua floreira em uma loja de flores ou de produtos para jardim e decoração, a qual está normalmente disponível em madeira, plástico ou concreto. Ela deve coincidir com a largura de sua janela caso seja este o lugar a colocar o artigo, para melhor aparência.

Procure uma caixa de pelo menos 8 cm de largura e 8 cm de profundidade para manter a umidade das raízes.

Faça ao menos furos na parte inferior da caixa de janela para fornecer a drenagem necessária a suas plantas se os buracos já não estiverem presentes já no produto. Coloque areia na floreira.

Misture com fertilizantes de liberação lenta e cristais de retenção de água para ter plantas mais bonitas com menos manutenção diária, e assim facilitar o seu trabalho.

Arrume as floreiras de janela com plantas para um efeito imediato, ou se preferir, utilize uma quantidade menor para preencher os espaços à medida que crescem.

Comece sua pequena floricultura em casa a partir de sementes de plantas ou compre uma variedade de mudas, de curto, médio ou já com flores crescidas. Uma mistura de tamanhos é bacana para ter uma decoração mais natural.

Se a floreira vai ser vista de ambos os lados, coloque as mudas mais altas no meio. Preencha o resto da sua caixa com plantas de média e curta altura. Uma boa dica pode ser ainda adicionar algumas plantas rasteiras como a vinha de batata doce e petúnias à direita.

Depois de plantar, tente colocar água em suas plantas todos os dias e deixe que ela leve as primeiras horas de sol sempre.

Algumas plantas que você pode plantar na sua floreira:

gerânio
Gerânios
Os gerânios crescem bem em cestos e caixas de flores ao longo do ano. Elas se encaixam muito bem com outras plantas anuais como a videira, petúnias e verbenas.

Gerânios crescem melhor sobre a luz solar direta por pelo menos seis horas por dia. Se você mora em uma região quente, use um local parcialmente sombreado.

Estas flores gostam de solo bem drenado e rico. Certifique-se de regá-las bem e deixar o solo úmido sempre entre as regas.

petúnia

Petúnias
As petúnias são plantas muito simples de serem compradas, sendo vendidas em floriculturas de todo o Brasil. Há no mercado um certo número de tipos diferentes de petúnias, que crescem em várias cores e tamanhos.

Elas são normalmente vendidas em mudas pequenas. São consideradas plantas perfeitas para floreiras, e prosperam bem em qualquer solo bem adubado com regado quando necessário, mas com pequenas doses de água por dia apenas.

As petúnias também são extremamente tolerantes ao calor, o que os torna ideais se você está pensando em mantê-las sob luz solar direta.

crisântemo

Crisântemo
Crisântemos são plantas fáceis de lidar e adequadas para plantar em floreiras expostas ao sol, total ou parcialmente. Também são chamadas de mães de jardim. Estas plantas podem ser encontradas em floriculturas em uma variedade de tamanhos, incluindo baixo crescimento e com altura de até cinco metros de altura.

As folhas dos crisântemos são verdes, aromáticas e com manchas cinza. As flores são atraentes, em tons de laranja, lavanda, bronze, vinho, branco e rosa. As flores surgem no final do verão ou início do outono.

vincas

Rosa-caramujo
A planta rosa-caramujo também é conhecida como vinca, ou Catharanthus roseus. É uma flor de rápido crescimento perene e que vive com pouca agua. Deve atingir de dois a três metros de altura e de largura igual.

As folhas chegam a cinco centímetros de comprimento. As flores são de tons rosa, vermelho, branco e roxo de 1,5 cm de largura e irá florescer durante todo o verão. Com um solo drenado, com uma boa quantidade de água as flores vão crescer saudáveis.

angelonia

Angelônia
A planta angelônia também é conhecida como Angelonia angustifolia. É uma planta excelente para quem ainda não entende bastante de jardinagem. Suas folhas medem entre dois e três centímetros de comprimento e possuem um aroma suave como de uma macieira.

As flores aparecem durante todo o verão. A angelônia deve ser plantada a pleno sol e com colocação de água regularmente. Quando se for regar, é preciso regar também as folhas e não apenas a raiz.

agapanto

Agapanto
Também conhecida também como lírio-africano ou por seu nome científico, o Agapanthus praecox. Suas folhas rendem folhas finas, medindo uns 15 cm de largura.

As flores começam a sair no verão. Deve-se plantar um Lírio do Nilo em pleno sol com regagem regular.

brisa_5

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Prunus Campanulata

Uma das árvores mais lindas do Japão, a cerejeira-rosa, que pode ainda ser chamada popularmente de cerejeira-do-japão ou cerejeira-de-taiwan pertence à família  Rosaceae e atualmente pode ser encontrada em vários lugares do planeta. Sua origem é do Japão.

Descrição da Cerejeira-rosa
Uma árvore de folhagem caduca (significa que as folhas caem num determinado período do ano) e que pode chegar a medir até 6 m de altura, é um arbusto bastante ramificado e possui uma copa arredondada. O seu crescimento é lento o que desestimula algumas pessoas a fazer o seu cultivo.

Suas folhas  são ovais acuminadas, estreitas e dentadas na sua borda, a sua cor é de um verde intenso. Essas folhas são pequenas completas e de pecíolo curto, possuem apenas 5 pétalas de cor rosa. Também podem apresentar folhas com pétalas dobradas. Essas flores formam grupos ao longo dos ramos e acabam cobrindo-os completamente.

Durante o outono a cerejeira-rosa perde as suas folhas, mesmo período em que ocorre a floração das folhas que ainda não apareceram. O efeito ornamental é realmente sensacional e um dos destaques dessa espécie de árvore. O seu florescimento acontece no inverno e pode ser cultivada em regiões de temperaturas mais frias.

O estado de São Paulo e os estados do Sul do Brasil apresentam boas condições para o cultivo da cerejeira-rosa uma vez que tem temperaturas mais baixas em alguns períodos do ano.

Prunus Campanulata-1
Como cultivar a Cerejeira-rosa
Uma das principais necessidades da cerejeira-rosa é a temperatura amena, os climas mais frios são os mais indicados para esse tipo de árvore. Quando cultivadas nesse tipo de temperatura florescem de forma linda.

Apesar de gostar (e de necessitar) de temperaturas mais baixas a cerejeira-rosa deve ser cultivada num lugar que receba sol na maior parte do dia. O solo deve conter um bom teor de matéria orgânica e uma boa drenagem. A melhor época para plantar a muda é o inverno antes do período de floração da árvore.

Para plantar a cerejeira-rosa deve-se abrir um buraco com o dobro de tamanho do torrão. Use uma pazinha para soltar a terra do fundo e um pouco nas laterais. Isso vai ajudar o melhor desenvolvimento das raízes. No geral a muda é comprada em vasos plásticos.

Se este é o caso da sua muda procure cortar o recipiente com podão para não causar danos as raízes da planta. Misture numa lona ou num balde composto orgânico com algum tipo de adubo animal de curral que esteja bem curtido. Uma proporção de 1 kg por muda é o suficiente.

Adicione 100 gramas de farinha de ossos ou então de fosfato natural de rocha. Coloque na parte do fundo e acomode o torrão. Preencha as laterais com a mistura e regue bem. No caso de na época do plantio as chuvas estarem escassas regue todos os dias, isso até uns 10 ou 15 dias depois de plantar.

Prunus Campanulata_33

A adubação da Cerejeira-rosa
Essa árvore necessita de uma adubação de reposição todos os anos, o outono é o período ideal do ano. Para fazer essa adubação tão necessária é necessário misturar composto orgânico com adubo animal de curral (bem curtido). Coloque essa mistura entorno da projeção da copa da árvore. Regue bem depois.

Um cuidado que também é importante no plantio da cerejeira-rosa é o de controlar o ataque de insetos como, por exemplo, pulgões nas flores e cochonilhas-cabeça-de-prego nos ramos. Use defensivos verdes para que não envenenem o seu jardim, mas recorra a eles somente se a infestação for grande.

A Cerejeira-rosa no paisagismo
O crescimento de uma cerejeira-rosa é bem lento e a sua altura não tão elevada pode representar uma boa opção para pequenos jardins. A floração dessa árvore é um espetáculo a parte e vai com certeza trazer um colorido todo especial para o seu jardim.

Ela é bastante utilizada no paisagismo e também na decoração, quem deseja ter um toque de encanto no seu espaço de plantas pode facilmente optar por essa linda árvore japonesa.

agua xzO

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Calatheas

Calathea  e Maranta são gêneros botânicos pertencentes à família Marantaceae. Existem aproximadamente 25 espécies. São nativas da América tropical, muitas subespécies são populares como plantas ornamentais de interiores. São plantas herbáceas e vivazes.

A beleza da maranta e da calathea salta aos olhos. São folhas com formas, desenhos, texturas e cores vibrantes que mais parecem ter sido feitas à mão. As duas plantas encantam não apenas porque são naturalmente lindas, mas também porque são fáceis de cuidar.

É justamente pela manutenção simples que elas são consideradas boas opções para quem tem pouca experiência com plantas.

Maranta riscada

A maranta tem um apelido curioso. Ela é conhecida como “planta rezadeira” porque as folhas se fecham como se fossem duas mãos postas a rezar, durante o período da noite. Já a calathea também é encontrada por ai com o nome de “planta pavão” e o motivo não precisa ser explicado, basta olhar para as folhas.

Mesmo fáceis de manter, é preciso tomar alguns cuidados para garantir que elas se desenvolvam de forma correta. A maranta e a calathea gostam de ambientes com muita iluminação natural e toleram meia sombra, mas nada de sol direto.

maranta-bigode-de-gato-d

As folhas podem acabar queimando. Sabe aquele cantinho sombreado dentro de casa? Ele é perfeito para o vaso com o exemplar de uma dessas espécies.

Procure deixar o solo sempre molhado, mas nada de encharcar a planta – o excesso de água pode acabar apodrecendo as raízes. Fique atento as mudanças de estação para não errar na hora da rega. No inverno, as regas podem ficar mais espaçadas já que o solo vai permanecer mais tempo úmido.

No verão a terra fica seca mais rapidamente. Então qual o intervalo certo entre as regas? É como costumamos falar para alguns amigos: cuidar de planta requer observação.

chuva8814

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


folhas amarelas

Algumas vezes, as folhas das plantas ficam amarelas. Por que será que isso acontece? O que posso fazer para tornar minha planta saudável?

Estas folhas amarelas são um sintoma chamado de clorose. Isso acontece quando existe pouca clorofila nas folhas ou até mesmo a degradação da mesma.

Essa deficiência de clorofila ocorre quando a fotossíntese acaba acontecendo de forma deficiente. Ou seja, a planta está doente e precisa de amor já que a fotossíntese, a forma pela qual a planta se alimenta, está com problemas.

Caso o problema perdure, a chance da planta morrer é grande. Por isso, vamos listar as causas mais comuns e a forma como tratar o problema:
* Deficiência de nutrientes: Existem 13 minerais essenciais que precisam estar disponíveis para a planta em seu solo, caso haja deficiência de algum destes existe a possibilidade da planta morrer.

Para você ter ideia, os principais nutrientes são nitrogênio, fósforo, potássio que são facilmente encontrados em compostos orgânicos ou em produtos líquidos ou granulados que existem para vender nas lojas de produtos de jardinagem.

Também é importante que a planta possua cálcio, magnésio e enxofre que podem ser encontrados em compostos orgânicos ou na cal para calagem que deve ser feita três meses antes do plantio.

Além destes, é preciso dispor de boro, cobre, ferro, cloro, manganês, molibdénio e zinco, então talvez seja necessário fazer uma análise do solo para identificar o problema.

folhas amarelas

* Doenças bacterianas ou virais, insetos e fungos: Se você localizar furinhos juntos as manchas ou outros sinais de que a mesma está sendo devorada, fique atento pois é possível que sua plantinha esteja sendo atacada por insetos.

Para evitar este problema é preciso trocar a planta de vaso, usar repelentes orgânicos, fazer rotação de culturas, manter a terra com umidade controlada e ainda uma limpa das folha estragadas, sem jamais deixar resto doente no vaso ou pé da planta.

Caso você acredite que seja doença viral ou bacteriana, jogue todos os restos doentes fora para não espalhar o patógeno.

* Insolação e irrigação: Cada planta possui sua própria necessidade de sol e água, ou seja, é preciso que você a conheça muito bem para que não a afogue ou a resseque, a faça secar no sol ou ainda a esconda do mesmo.

Para resolver problemas causados por esses dois elementos, vá fazendo testes. Troque o vaso de lugar, mude sua rotina de água e veja os resultados. Porém mantenha-se atento para que sua plantinha debilitada sobreviva.

Cuide da sua planta com amor para que ela retribua com toda sua beleza exuberante.

borboletas amarelas

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.