Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




planta-saudável1

Conhecer as exigências básicas de uma planta é metade da batalha para cultivar plantas saudáveis durante o ano todo. A implementação desses requisitos é a outra metade.

As plantas, de modo geral, dão muitos sinais de que algo não vai bem na rotina de cuidados com o cultivo. Entender cada um dos sintomas e como eles se correlacionam é importante para detectar as causas do problema e corrigir ações que possam estar prejudicando-as.

Entre os sintomas mais comuns que sinalizam que algo não vai bem está o amarelamento das folhas, comum a várias deficiências nutricionais:
* Em folhas jovens – deficiência de Ferro ou Manganês
* Em folhas do meio – falta de Molibdênio
* Em folhas antigas – deficiência de Nitrogênio, Potássio, Magnésio ou Zinco

Já o encolhimento das folhas para cima está associado à deficiência de Potássio e Cobre, ou seja fertilização excedente da planta.

No caso de plantas raquíticas ou frágeis, o aspecto é mais amplo e pode ter relação com diferentes fatores além de problemas nutricionais. Basicamente qualquer estresse que a planta sofre resulta nesse aspecto de fragilidade.

É importante ter atenção e buscar solucionar a situação antes de chegar a esse ponto. Dependendo do quanto a planta já estiver afetada, a recuperação pode ser bem difícil e talvez não reste outra saída a não ser recomeçar o cultivo.

plantas-em-vasos

Conheça a sua planta
Antes de adicionar novas plantas ao seu jardim ou horta é uma boa ideia fazer uma pequena pesquisa sobre ela antes, assim você não corre o risco de se frustrar com os possíveis problemas mais tarde.

Hoje existem muitos sites de jardinagem que oferecem inúmeras informações sobre os mais variados tipos de plantas.

O que é preciso para cultivar plantas saudáveis com sucesso?
a – Umidade – É importante saber qual é a quantidade de água que uma planta prefere no solo , bem como o nível de umidade (umidade do ar).

A água da planta precisa mudar sazonalmente? Plantas que crescem sazonalmente secas precisam de um período de dormência para florescer.

b – A qualidade da água  - A qualidade da água usada para irrigar pode ter um impacto sobre a planta, desde prosperar e crescer, até para florescer.

Se o pH da sua água é muito alto ou muito baixo, ou contém muito cloro ou cálcio, algumas plantas mais sensíveis podem deixar de prosperar. As plantas aquáticas como orquídeas, samambaias e plantas carnívoras utilizam a água da chuva ou água destilada.

flores

c – Luz - Algumas plantas preferem sol pleno, outras preferem sombra, meia sombra ou sombra na parte da tarde para não queimar a folhagem.

Algumas plantas necessitam de um certo número de horas de luz solar para florescer com sucesso, outras precisam de noites mais longas (mais horas de escuro) para que as flores apareçam. Corrigir os níveis de luz é fundamental para a cultura de plantas com sucesso.

d – Solo - Algumas plantas preferem solo arenoso, outras preferem uma mistura pesada de solo com materiais orgânicos, algumas não gostam de solo (epífitas). Vasos com misturas orgânicas precisam ser substituídos a cada ano ou dois.

e – Temperatura - Algumas plantas gostam de calor, outras preferem temperaturas mais baixas , algumas precisam de dias quentes e noites frescas para florescer ou dar frutos.

f – Nutrição - Algumas plantas são ” alimentadores pesados ​​” e o solo pode não conter a quantidade suficiente de minerais essenciais que elas necessitam. Elas precisam de aplicações regulares de fertilizantes para crescer.

Outras plantas só precisam de quantidades pequenas de fertilizantes em uma base frequente ou podem ficar estressadas ou queimadas. Muitas plantas não conseguirão prosperar se sua necessidade de minerais não for atendida.

g – Circulação de ar – Plantas que crescem agrupadas não têm muito espaço para que o fluxo de ar percorra por entre as folhas e flores. Isto pode levar a infecções fúngicas e bacterianas ou criar um lar acolhedor para determinados tipos de pragas.

O crescimento de uma planta não é controlado pela quantidade total de recursos disponíveis, mas pelos recursos escassos. Muitas vezes o aumento da quantidade de nutrientes não aumentou o crescimento da planta.

Somente através do aumento da quantidade de nutriente escassos é que se observa o desenvolvimento das plantas.

Isto não se aplica apenas aos nutrientes, mas também a todas as outras necessidades, bem como (solo, água, luz e temperatura) se uma dessas necessidades não for atendida, ela se torna um fator limitante.

folhagens2

Erros que podem comprometer o cultivo
No que diz respeito aos fertilizantes, é necessário se atentar se a marca escolhida é de qualidade, se o produto está adequado à fase da planta e se não há superdosagem. Os três erros podem ser fatais para o cultivo.

Já a rega em excesso, bem como a falta dela, também podem prejudicar – e muito – o desenvolvimento das plantas. Algumas espécies, no caso a maioria das cultiváveis no clima subtropical brasileiro, necessitam de água diariamente ou várias vezes na semana.

cactáceas

Porém, famílias como as Cactáceas (dos cactos) podem sobreviver semanas sem receber água porque possuem um sistema de armazenamento bem adaptado para os períodos de seca.

Sendo assim, o sistema de rega depende muito da fisiologia e do local nativo da planta.

A maior parte das espécies cultivadas indoor precisa receber água semanalmente ou a cada dois dias em média. O importante é garantir que o vaso nunca fique constantemente molhado nem seco.

Devem haver ciclos, e o substrato deve estar levemente úmido ainda da rega anterior, porém nunca encharcado.

flores

O espaço físico também é fator determinante para o desenvolvimento das plantas. Se o  vaso é pequeno, é provável que suas raízes fiquem atrofiadas e, consequentemente, o vegetal perderá suporte e estabilidade e beleza.

É possível cultivá-la em um recipiente menor, mas assim que a planta brotar e crescer, deve ser transplantada para um vaso mais amplo.

A luminosidade também é fator crucial para o sucesso do cultivo. E quando está exposta demais ao sol ou não tem luminosidade suficiente para seu crescimento, as plantas apresentam problemas nas folhas.

As espécies adaptadas à  sombra, quando colocadas sob o sol, podem apresentar folhas amareladas ou queimadas, que secam até morrer. As de sol, quando ficam sem luz, têm folhas atrofiadas. Por isso, é muito importante estudar as particularidades e origens de cada espécie antes mesmo de iniciar o cultivo.

raio de sol

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


rosa-de-pedra

As dicas sobre o plantio e o cuidado com as suculentas vai ser um pouco mais direcionada para os iniciantes.

E eu sei que há muitas maneiras diferentes de fazer cada coisa e sei que  existem ótimas dicas por aí sobre as suculentas ….  mas as que eu vou compartilhar com vocês hoje são aquelas que acho que  foram as que mais me ajudaram  especialmente no começo.

Então, eu estou realmente esperando que, depois de ler esse artigo, você se sinta inspirado a tentar você mesmo plantar suas próprias suculentas.

1 – Escolha um recipiente com drenagem
A primeira dica é escolher um recipiente com drenagem. Basicamente qualquer vaso ou copo ou qualquer outro recipiente com buraco no fundo.  Dessa forma a água pode escorrer e não acumular, o que poderia ser fatal e fazer a sua planta apodrecer.

2 – Use terra específica para cactos ou suculentas
A segunda dica é usar uma mistura de terra especifica  para cactos e suculentas porque este tipo de plantas preferem um solo mais leve, com boa drenagem e com mais aeração. Esse tipo de terra você encontra em floriculturas

Se você não tem acesso a uma mistura específica, considere adicionar numa terra normal  um agente inorgânico como a perlita ou raspas de isopor para aumentar a aeração e a drenagem do solo.

sedum dasyphyllum

3 – Escolha uma planta saudável
E a terceira dica é escolher uma suculenta saudável! É claro que Você quer começar sua pequena plantação com uma planta que esteja realmente saudável ,

Então escolha uma  que  tenha uma ótima aparência e cor , que esteja completamente livre de insetos e que também não tenha folhagem morta ou murcha.

4 – Plantar
Coloque um pouco da terra para cactos ou suculentas na parte inferior do recipiente e, em seguida, adicione um  pouco em volta pelos lados.

Remova delicadamente a planta do recipiente da floricultura e coloque-a em cima da terra. Agora que a planta está instalada é só adicionar mais terra ao redor da raiz e  apertá-la, certificando-se de que a raiz esteja bem encaixada.  Um boa idéia é deixar um pouco de espaço  no topo na parte superior do pote.

Dessa forma, você vai evitar de  cair terra por todos os lados quando estiver  regando.

suculentas pendentes

5 – Regar
A dica número cinco é regar e você vai regar até começar a sair um pouco de água no fundo do vaso, mas não vai deixar nada de excesso no pratinho e isso por 2 razões: a primeira é porque suculentas não gostam de terra encharcada e segundo por causa da dengue:  Então, se você tem alguma água no pratinho, certifique-se de jogar fora.

A melhor regra  para uma boa rega é permitir que a terra seque entre uma rega e outra e dependendo do  clima e época do ano, isso pode ser uma vez por semana a cada poucas semanas.

Se as folhas começarem a enrugar. É um sinal de que sua planta precisa de água, mas se as folhas começarem a parecer translúcidas e cheias , isso pode significar que o solo está com um excesso de umidade.

Resumindo,  o ideal é você ter o  hábito de verificar a terra das suas suculentas com frequência para ver se elas precisam de água ou não.

echeverias

6 – Iluminação adequada
A dica número seis é sobre a  quantidade de luz que sua planta necessita . Você deve fornecer às suas suculentas pelo menos quatro a seis horas de luz matinal. No horário de verão, você precisa protegê-los do calor abrasador, porque muitas variedades podem queimar facilmente.

Mas por outro lado, no inverno, você pode precisar fornecer luz extra quando os dias são mais curtos e a luz não é tão intensa.

7 – Adubar
A dica número sete é como adubar. As suculentas, assim como todas as outras plantas, precisam de comida. E a quantidade de  vezes  que você  vai precisar adubar sua planta depende da variedade de suculentas que você tem, então eu recomendo que você pesquise  qual a planta que você possui primeiro.

Mas no geral  você  deve adubar apenas uma vez por mês com um adubo específico para suculentas.

Leia sempre as instruções do fornecedor, mas,  no geral é muito fácil: se o adubo é liquido é só adicionar 1 dose em um litro de água que você vai regar. Misture bem e pronto.   Lembrando sempre se nunca deixar a água que escorre no pratinho.

Sedum dasyphyllum 'Minor' (Corsican Stonecrop)

8 – Ficar de olho nos insetos
Dica 8 é  ficar de olhos com os insetos. Se você perceber algum bicho ou inseto começando, você deve se livrar dele imediatamente.

Uma idéia é tirar uma foto ou uma amostra e levar na floricultura mais perto da sua casa para que eles possam ajudá-lo a identificar com o que você está lidando e como cuidar dele.

A maioria das suculentas não gosta de ser pulverizada com inseticida, então eu não recomendo fazer isso. Os insetos mais comuns nas suculentas são as cochonilhas  que são pequenos insetos que  parecem com bolinhas de  algodão.

Quando eu vejo apenas 1 nas minhas plantas, eu pego um cotonete e mergulho em álcool ou água com sabão e retire o invasor suavemente.

9 – Como manter a planta
Insetos e doenças gostam de se alojar  sobre a folhagem morta e em decomposição, então a grande dica é manter suas  plantas limpas  sem essas folhas deterioradas que suas plantinhas vão ficar felizes e saudáveis. E elas parecem muito mais bonitas.

Uma observação é que existem várias suculentas que produzem um pó realmente fino em sua folhagem e embora não seja prejudicial à sua saúde, evite tocar nestas folhagem porque elas ficam muito mais lindas  sem as impressões digitais.

colar-de-bananas

10 – Fique de olho na temperatura
A última dica é ficar de olho na temperatura ambiente. A maioria das suculentas não aguentam temperaturas muito baixas, então se você vive em um clima frio, você vai ter que colocá-las dentro de casa ou protegê-las  antes da primeira geada.

Não desanime caso não tenha tido sucesso com suas primeiras tentativas. É muito fácil  e  tranquilo cuidar de uma suculenta e cada vez se aprende mais com essas lindas plantinhas

pétalas ao vento

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


senecio

Senecio Radicans, mais conhecida como colar de bananas, é uma suculenta pendente, de crescimento rápido com hastes que podem atingir até 90 cm de comprimento. As folhas são pequenas, verdes e pontudinhas, e parecem pequenas bananas.

Crescem em fila única ao longo das hastes, em cascata. Essa suculenta é extremamente tolerante à seca e precisa de pouca água durante o verão.

Deve-se deixar o solo secar entre as regas no inverno, período em que as plantas estão dormentes.

Preferem um substrato arenoso, e bem drenado, para evitar a umidade nas raízes. Podem ser divididas ou replantadas no início da primavera e gostam de passar o verão ao ar livre. Porém, não gostam de sol direto, o ideal é deixá-las à meia sombra.

No outono e no inverno coloque a planta dentro de casa, pois ela não gosta de baixas temperaturas.

Pode ser cultivada a partir de sementes ou estacas, mas a propagação por estacas é mais eficaz.

barco1

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


flores

Enfeitar a casa com plantas é maravilhoso. Elas não só deixam o ambiente mais bonito, como também mais saudável para quem o frequenta e, de quebra, ajudamos o planeta a ter ainda mais elementos da natureza. Por isso, quando uma planta adoece ou fica “estranha”, é difícil não se chatear.

Quando as plantas vão ficando amareladas, você sabe o que fazer para ajudá-las a ter novamente aquela cor verde bem viva? Caso não saiba, não se preocupe, porque isso é normal. Inclusive, é difícil saber o porquê daquele tom ter surgido.

Se você se identificou com as situações descritas acima, os seus problemas acabaram. Neste artigo, você vai saber os principais motivos que tornam as plantas amareladas e o que fazer para cada um destes problemas.

Vamos lá?
É importante dizer que cada tom de amarelado que surge nas plantas é causado por um motivo diferente. Pode ser por problema de praga, água em excesso, falta de hidratação, muito sol, ressecamento, entre tantas outras coisas.

amarelas

Pragas
Ter problema com praga é comum, principalmente dependendo da região em que você mora. Caso você veja insetos comendo as folhas da sua planta, além de algumas espécies de inseto que vivem nela, sua planta deve estar com pragas.

Neste caso, o amarelo aparece em manchas, além de pequenos furos. Também é comum que as bordas das folhas estejam carcomidas, ou seja, formigas e outros insetos literalmente morderam aquele local. As manchas também podem aparecer no caule e em diferentes tonalidades.

De maneira geral, para resolver algum problema com insetos, fungos, vírus e bactérias nas suas plantas, você precisará aplicar repelentes orgânicos, trocar a terra do vaso (toda a terra) e ter mais cuidado com a adubação durante os primeiros meses.

Caso o seu problema seja com fungos, você também precisará tomar cuidado com o excesso de umidade, que poderia agravar o problema.

Nutrientes
As plantas podem ficar amareladas também por deficiência nutritiva. Quando for o caso, é preciso descobrir qual o nutriente que precisa ser normalizado. Dos 13 nutrientes que as plantas precisam, seis deles deixam as folhas amareladas quando estão em falta.

O potássio é um deles. As pontas das folhas ficam amareladas quando este mineral está escasso. Nesse caso, enterre cascas de frutas cítricas na terra que está na base da planta e coloque adubo que contenha resíduos de frutas e vegetais.

Se for falta de nitrogênio, as veias das folhas ficarão amareladas e, para resolver o problema, adicione adubo orgânico que contenha estrume e borras de café na terra próxima à planta.

A falta de cálcio faz com que as plantas fiquem disformes e amareladas de forma irregular. Nesse caso, tudo depende do solo em que a planta está. Se for ácido, você precisará adicionar cal; se for alcalino, você precisará adicionar gipsita.

Para a falta de zinco, um spray com extrato de alga marinha deve resolver. Você percebe a falta de zinco quando as folhas estão com baixa pigmentação de sua cor entre as veias largas.

Já a falta de ferro é caracterizada por veias verdes e o restante da flor ficar amarelada. Para resolver a falta de ferro, faça com que o pH do solo fique abaixo de sete.

Por fim, a falta de magnésio acarreta listras brancas ao longo das veias das folhas, assim como uma coloração amarelada fraca. Adicione sulfato de magnésio na terra que o problema será resolvido.

amareladas

Água
As plantas não sobrevivem sem água. Porém, mesmo esse item essencial para a sobrevivência delas deve ser controlado. A água em excesso faz com que as folhas fiquem amareladas e murchas.

E aí, nesse caso, é preciso jogar areia em volta do vaso para que os grãos absorvam o excesso de água, ou replantar. Se as raízes continuarem afogadas, o caule irá apodrecer e planta morrerá.

No caso reverso, quando a planta recebe menos água do que necessita, as folhas escurecem e murcham. As folhas inferiores ficam amareladas, secas e caem. Nesse caso, você precisa dar mais água à planta.

Regue até que escorra um pouco de água pelo buraco de drenagem do vaso – caso saia muita água pelo buraco, você está abusando e lembre-se de que o excesso também é prejudicial à planta.

Sol
Assim como a água, o sol é necessário para a vida saudável das plantas, mas em excesso pode se tornar um grande inimigo. A exposição ao sol exagerada, principalmente nos horários mais quentes, faz com que as folhas fiquem não só amareladas, como também, em casos mais graves, tenham queimaduras solares.

A planta precisa de sol assim como também precisa de sombra nos momentos mais quentes do dia. Então, caso seja necessário, mude o vaso de lugar e encontre um local mais fresco.

plantas-amareladas

Adubo
Sua planta dá poucas flores? Isso pode ser causado pelo excesso de adubo, principalmente no que se refere à quantidade de nitrogênio. Se esse for o caso da sua planta, você precisa adubar com menos frequência e em menor quantidade de produto.

Já a falta de adubo faz com que as folhas inferiores das plantas fiquem amarelas e caiam em pouco tempo, assim como prejudica o crescimento da planta. Nesse caso, certifique-se de criar um hábito de adubar rotineiramente.

Envelhecimento natural
Caso sua planta não tenha nenhum dos problemas anteriores, mas, mesmo assim, está com uma coloração amarelada em suas folhas, talvez a razão seja outra: envelhecimento natural. Afinal, tudo o que tem vida um dia morre, não é?

plantas-saudáveis

Plantas saudáveis
Planta exige cuidados, atenção e carinho. Lembre-se de sempre manter suas plantas limpas, basta passar um pano seco nas folhas, para não acumular poeira e outras sujeiras –, ter o hábito de regar e adubar o quanto for necessário, além das outras dicas dadas ao decorrer do texto.

O surgimento de folhas amarelas indica que a planta está doente, mas ainda é possível salvá-la. Descubra a possível causa deste problema.

folhasaovento9

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.