Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




IMG-20160720-WA0010

Suas orquídeas podem manter-se vistosas e saudáveis com poucos produtos químicos. É só lançar mão de alguns ingredientes caseiros, como a canela em pó e o sabão de coco, e ficar atento aos sinais que a planta dá.

Abaixo algumas dicas:
* Prefira os vasos de barro aos de plástico. Apesar de serem mais caros, os primeiros têm mais porosidade e drenam melhor a água. Se optar pelos plásticos, fique de olho nas regas para não encharcar demais a planta.

* Se a base da orquídea estiver a menos de um dedo da boca do vaso, é preciso trocá-la de moradia. Procure deixá-la dois dedos de altura abaixo da boca do vaso.

* Para acomodá-la no novo vaso, repare de qual lado surgem os novos brotos – esta é a frente da orquídea. A parte posterior deve ser encostada em um dos lados do vaso para firmar o desenvolvimento do exemplar.

* Para a troca de vaso, acrescente lascas de fibra de coco ou musgo à planta. Este último precisa ser lavado com água para tirar o excesso de areia.

* Antes de cortar a orquídea, esterilize a tesoura (com um maçarico portátil ou no fogão). Deixe esfriar para depois usá-la. Importante: repita a operação antes de mexer com outra orquídea para evitar a transmissão de doenças.

* Quando descartar uma folha, passe canela em pó no local do corte. O ingrediente é um cicatrizante natural.

IMG-20160720-WA0011

* Manchas na folhagem podem ser amenizadas com fumo de corda. Ferva o fumo em água por uma hora até que vire uma solução concentrada, que deve ser diluída em água. Borrife sobre as folhas repetidas vezes, até que dê resultado.

* Cochonilhas e pulgões podem ser eliminados das folhas com sabão de coco. Use uma escova para esfregar as folhas.

* Repare na coloração da folhagem. Se estiver escura, mude a orquídea de local. Quanto mais contato com a luz, mais ela irá florir.

* Instale plaquinhas plásticas de identificação em suas orquídeas. Além do nome da espécie, anote o período de sua última floração. A próxima florada pode ser estimulada com NPK 10 30 20, que tem mais concentração de fósforo.

borboletas044

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Lobelia

A planta rasteira conhecida como lobélia-azul se destaca por ser bastante florífera. Uma planta que se mostra bastante ramificada e cujo formato é arredondado com porte baixo tendo em torno de 20 cm de altura. Possui folhas alternadas e glabras que tem forma oval e suas margens tem aspecto denteado.

As folhas dessa planta podem ser bem verdes ou num tom bronzeado. As suas flores tem forma de tubo e aparecem durante a primavera e o verão. Com um aspecto assimétrico as flores da lobélia-azul são bem diferentes.

Observando as pétalas dessas flores percebemos que as superiores são eretas e pequenas e as pétalas inferiores são grandes e bem unidas o que cria um local que funciona quase como uma pista de pouso para que os insetos polinizadores possam realizar o seu trabalho.

As flores da lobélia-azul variam do tom branco ao azul bem escuro, em geral o centro é amarelo ou branco. O seu fruto consiste numa cápsula pequena que tem entre 5 e 8 mm, possui muitas sementes. Hoje em dia tem diversas variedades de plantas como a Alba que tem flores brancas, a Blue Moon que tem flores azuis, Grandiflora que tem folhas grandes entre outras.

Uma planta que possui uma beleza exótica e que é muito empregada no paisagismo porque o seu tom azul é bastante calmante. Bastante indicada para formar bordaduras ou ainda densos maciços da mesma forma que ocorre quando usada com outros tipos de forrações e floríferas que tem porte pequeno para fazer composições mais criativas.

Algumas versões pendentes são mais indicadas para cestas assim como para ser usadas em muros ou mesmo em vasos suspensos para dar mais destaque as suas flores. Contudo, é importante ter cuidado já que se trata de uma planta tóxica.

Lobelia_erinus

Cultivo
O cultivo da lobélia-azul deve ser feito num local que esteja a sol pleno ou a meia sombra. Além disso, é necessário usar substrato fértil e drenável que tenha sido enriquecido com matéria orgânica. A irrigação deve ser feita com regularidade, observe que depois que a floração acontece é necessário fazer a poda para remover as flores mortas para que possam nascer novas flores.

A lobélia-azul é uma planta que prefere um clima mais ameno e consegue se adaptar bem em diversas regiões de maneira a ter um comportamento interessante em climas temperados e até mesmo em climas subtropicais. Uma planta bienal que pode ser cultivada em climas tropicais a equatoriais.

A sua multiplicação é feita por meio de sementes que conseguem germinar com certa rapidez. A floração da lobélia-azul leva cerca de quatro meses para aparecer depois do plantio, a seguir vamos ensinar a como plantar as sementes dessa planta.

lobeliaerinus

A lobélia-azul consiste numa planta do tipo perene que tem flores que se destacam bastante pelo fato de serem azuis. Com sua beleza ela atrai pássaros como beija-flores. Trata-se de uma planta que se desenvolve em solos úmidos e que tem preferência por climas temperados.

Uma planta perfeita para quem gosta de cultivar com simplicidade e gosta de ver a germinação acontecer de maneira mais rápida. Uma planta bastante interessante que tem um visual exuberante e que conquista num primeiro olhar. A lobélia-azul é uma das plantas com flores mais bonitas que você pode fazer o cultivo.

Para fazer uma bela composição no seu jardim essa planta pode ser exatamente o que estava faltando. Conheça mais sobre ela e comece a fazer o cultivo das sementes para daqui a algum tempo ter lindas flores azuis para observar.

São flores muito lindas e que tem uma disposição de pétalas que a diferenciam da maioria das plantas, dando a elas uma característica muito especial. As lobélias podem se apresentar nas cores branca e azul, sendo que a preferência geral fica com as azuis, especialmente para serem usadas em jardins onde se destacam em meio a outros tipos de flores e plantas.

A preferência pelas lobélias-azuis se deve ao fato de que as flores dessa cor apelam a calma e tranquilidade, além de não serem muito comuns formando um belo colorido em um canteiro misto.

Quem tem essa planta em casa deve ter bastante cuidado no manuseio ao tratar dela, já que apesar de toda a beleza ela é um tanto tóxica. Os cuidados devem se estender a toda a família, especialmente quando existem crianças em casa.

Apesar de serem mais usadas nos jardins, as lobélias também podem ser plantadas em vasos e se adaptam bem dentro de casa, onde os cuidados devem ser redobrados.

janel3

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


kalanchoe

O gênero de plantas conhecido como Kalanchoe é composto por plantas do tipo suculentas e que pertencem a família Crassulaceae. São plantas de origem africana que são bastante conhecidas como flor-da-fortuna ou kalandiva.

É uma planta suculenta que pode ser conhecida como “gordinha” pelo fato de ter folhas carnudas. Uma planta do tipo rústica que apresenta uma abundante floração, as suas flores são pequeninas e nascem agrupadas em espécie de buquês, uma característica que as torna encantadoras para ter no jardim.

As cores das flores dos kalanchoes podem ser rosa, amarela, laranja e vermelha, tudo depende da variedade dessa planta. Uma planta bastante indicada para formar maciços e bordaduras nos jardins, mas que também pode apresentar excelentes resultados em vasos e floreiras.

Vale lembrar que é uma planta que necessita de luminosidade e que quando chega a idade adulta pode alcançar até 30 cm de altura.

Uma boa dica para quando for comprar kalanchoes é importante observar as plantas que tem as suas folhas inteiras e brilhantes, ou seja, que estão viçosas e não apresentam manchas. Atente também para quantidade de botões fechados, pois aquelas que possuem muitos botões tem mais durabilidade.

Kalanchoe blossfeldiana

Essa planta necessidade de clima quente e úmido para se desenvolver bem. O cultivo pode ser feito a meia-sombra, porém, é necessário que receba luz solar direta durante algumas horas do dia. No inverno é importante que essa planta receba regas espaçadas, pois não se deve deixar que a água fique acumulada o que pode causar o apodrecimento das raízes.

Para conseguir que o kalanchoe cresça saudável e produzindo folhas que tenham um tom levemente avermelhado é necessário tentar reproduzir as condições do seu ambiente de origem, isso significa deixar a planta num local em que receba sol e vento, lembre-se que ela tem origem na África. Quando a planta é exposta ao sol as suas flores duram por mais tempo.

A planta tem um ciclo de vida de mais ou menos 2 anos, irá depender dos cuidados que a planta vai receber, após este tempo a planta perde a força e vitalidade e necessita ser replantada.

Como cultivar o kalanchoe
A rega
Como a planta é do tipo suculenta acumula água e por isso mesmo não é necessário regá-la todos os dias. Durante o verão é interessante regá-la umas duas vezes por semana, já no inverno é interessante regá-la apenas uma vez por semana ou então quando perceber que o substrato está começando a ficar ressecado.

Nas regas atente para o fato de que se deve molhar apenas o solo, não molhe a planta. O solo deve secar antes de ser feita uma nova rega e de preferência sempre pouca água, deve ser a quantidade suficiente para que escorra um pouco no pratinho ou nem mesmo isso.

O solo
Para que a planta cresça e se desenvolva como o esperado é importante lhe oferecer um solo adequado e isso quer dizer um solo solto, drenado e poroso. Enriqueça o solo com matéria orgânica. Quando o plantio for ser realizado em vasos é necessário fazer uma mistura de uma parte de terra comum, uma parte de terra vegetal e duas partes de areia.

calandive2

A reprodução
Para conseguir novas plantas a partir de um vaso de kalanchoe é necessário usar brotos que apareçam nas bordas das folhas já adultas.

O período da florada
Em geral o período de florada dessa planta vai do começo do inverno até o final da primavera. As suas flores podem se apresentar em lindos tons de vermelho, laranja, rosa, amarelo, branco e em alguns casos várias cores.

A adubação
Uma forma de estimular a floração dos kalanchoes é através da realização de uma adubação anual feita com farinha de osso, torta de mamona e fertilizante de formulação NPK 04-14-08, ideal para fase de floração. O adubo pode ser encontrado em lojas de artigos de jardinagem bem como em supermercados.

As podas
Essa é uma planta que não exige podas complicadas para manter o seu visual ornamental. Para mantê-la bonita se concentre em retirar as hastes conforme as flores forem murchando.

9_Kalanchoe_blossfeldiana
Planta rústica
Os kalanchoes são plantas rústicas e dessa forma quando as suas necessidades básicas como um solo adequado e regas na quantidade certa são atendidas não apresenta problemas. Vale prestar atenção especial para evitar o ataque de pragas e ou doenças, mas isso não é muito comum quando a planta é bem cuidada.

Relembrando: Dentre os cuidados tidos como básico com os Kalanchoes podemos destacar alguns:
* Solo
– O solo adequado para essa planta é essencial e basicamente ele é aquele que tem uma boa densidade de nutrientes e que é poroso de forma que evita o acúmulo de água.

* Irrigação – Deve ser feita sempre que for necessário para que a planta não fique ressecada. Quando a planta fica ressecada as suas folhas ficam amareladas e desnutridas, porém, ainda assim é essencial tomar cuidado com água demais. O encharcamento da planta pode causar o apodrecimento das suas raízes bem como pode favorecer a proliferação de fungos. A rega dessa planta deve ser feita a cada 3 dias e deve ser feita diretamente no solo sem molhar a planta.

* Luz – Quando a planta não tem luz suficiente não consegue fazer a sua fotossíntese e assim acaba se tornando mais fraca e as suas folhas podem ficar amarelas.

* Doenças ou Fungos – Quando a planta contrai algum tipo de doença ou fungo é necessário separá-la das demais. Se o problema está num ramo contaminado você deve retirá-lo com uma poda realizada para limpeza. Isso evita que as outras plantas acabem sendo contaminadas com o problema.

Os kalanchoes são plantas com um grande potencial ornamental e que podem ser aquele toque que estava faltando no seu jardim.

entardecer

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


adenium-obesum1

A rosa-do-deserto é uma planta suculenta, domesticada, da família Apocynaceae. Se adapta facilmente ao clima seco e quente e consegue viver em lugares ensolarados. Também encontrada na Tailândia, desertos e na África.

A planta gosta de clima quente, seco e sol, pois precisa de muito sol para florescer.

Ao contrário do que se pensa a rosa-do-deserto gosta de água sim. O que elas não toleram é a terra (substrato) encharcada, por isso é altamente recomendado que os cultivadores da planta utilizem substrato com alto poder de drenagem. Como por exemplo, areia de fundo de rio.

Abaixo algumas orientações para cultivar a rosa-do-deserto
* Ambiente:
A planta deve ficar em local ensolarado, e temperatura mínima de 10ºC. Trate-o semelhante aos cactos. A rosa-do-deserto, como o próprio nome sugere, se adapta muito bem às condições de baixa umidade.

* Vasos:
Use um vaso, pote ou bacia com excelente drenagem.

* Preparação do vaso:
Coloque no fundo do vaso pedras e tela plástica para que as raízes não cheguem a sair do vaso. Cubra com um pouco de areia, depois coloque húmus de minhoca e plante a rosa com uma mistura de areia grossa e terra, enchendo até a borda. (Obs.: pode ser 2/3 de areia grossa com 1/3 de substrato misturado). Geralmente troca-se de vaso durante a primavera ou verão ou seja final de setembro até fevereiro.

Adenium_obesum04

* Rega:
A água deve ser usada com moderação. A rosa-do-deserto aprecia água neutra, a água ácida pode causar apodrecimento de suas raízes. O excesso de água mesmo no verão pode causar apodrecimento das raízes que matam gradativamente a planta.
Mantenha a areia ou a terra sempre úmida, porém sem encharcar, não é necessário regar todos os dias, somente quando a areia ou a terra em cima do vaso secar.

* Adubação:
Uma adubação com um bom fertilizante orgânico é necessário a fim de alcançar um bom diâmetro de tronco e floração abundante . Os fertilizantes não devem ser aplicados diretamente nas raízes. Nunca aplique o fertilizante, quando o substrato estiver completamente seco. Sempre regue antes, isso evita a queimadura das raízes e a queda de folhas.

6 – Cultivo:
Um dos segredos para deixar a base do caule interessante é levantar um pouco a planta, deixando a parte superior das raízes exposta a cada replantio, que deve ser realizado a cada 2 ou 3 anos. A planta enraizará normalmente. Podas de formação devem ser criteriosas para não formar deformidades não naturais e cicatrizes feias na planta. Use luvas nas podas e manuseio da planta, pois sua seiva é altamente tóxica.

adeniumflordupla

* Floração:
As florações da rosa-do-deserto podem ser obtidas em plantas jovens, com apenas 15 cm de altura. O florescimento geralmente ocorre na primavera, sendo que há possibilidade de sucessivas florações no verão e outono.

As flores são tubulares, simples, com cinco. As cores são variadas, indo do branco ao vinho escuro, passando por diferentes tons de rosa e vermelho. Muitas variedades apresentam mesclas e degrades do centro em direção as pontas das pétalas. Há ainda variedades de flores dobradas, triplas, quádruplas, entre outras. Também negras, que ao contrário das outras precisa de um Ph mais ácido.

Um ótimo fertilizante foliar é o Forth Flores, usado e recomendado para a floração, resultados verdadeiros.

Vale lembrar que devido a inúmeros cruzamentos que estão sendo feitos por cultivadores de todo o mundo, estão aparecendo cada vez mais rosas-do-deserto com tons mesclados e cores diferentes.

XVRSA

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.