Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Hoya

A hoya carnosa, é uma planta do tipo cipó que possui flores pequeninas e que tem aspecto de cera. Originária de países como Austrália e China, essa planta, tem ciclo de vida perene apresentando crescimento lento. Uma planta dessas pode atingir até 5 metros de altura com poucas ramificações.

É importante destaca que a beleza extraordinária não é a única característica que faz da hoya carnosa uma planta especial, essa planta exala um perfume extraordinário durante a noite. Observando de perto as inflorescências dessa planta é possível verificar a existência de gotículas de um néctar viscoso que a planta segrega.

Características da Hoya carnosa
Geralmente essa planta possui folhas opostas que são carnosas, coriáceas e com boa espessura. Podem ser encontradas variedades de folhas retorcidas com tonalidades de branco e/ou amarelo.

As flores que compõem a hoya carnosa tem sua coloração entre brancas e rosadas tendo aspecto duradouro e pendentes. As flores crescem de tal forma próximas uma das outras,  que parecem formar buquês na planta. São flores bastante perfumadas que costumam aparecer nos meses de primavera e verão.

Hoya_22

Cultivo da Hoya carnosa
Clima
A faixa de temperatura ideal para cultivar essa planta fica entre 16°C e 30°C tendo preferência por climas tropical, subtropical e equatorial.

Luz
Embora goste de luminosidade é importante que a planta não seja exposta ao sol nas horas mais quentes do dia, isso pode queimar as pétalas das flores. A recomendação é deixa-la tomar sol durante as primeiras horas da manhã.

A Hoya carnosa pode ser cultivada dentro de casa desde que a deixe próxima a uma janela durante as primeiras horas de sol do dia.

Hoya_carnosa_

Regas
Trata-se de uma planta que necessita de regas constantes, contudo, é importante atentar para que o solo esteja razoavelmente seco antes de molhar novamente. O vaso ou floreira onde o cultivo será feito deve ter boa drenagem. Nos meses de primavera e verão as regas devem ser mais intensas.

Durante os meses mais frios do ano a planta pode passar por um estado de semi dormência, mesmo assim não se pode deixar de regar. A recomendação nesse caso é verificar quando a terra estará razoavelmente seca. Uma dica é ficar de olho nas folhas da planta, quando elas ficam enrugadas é hora de regar.

Solo
O mais indicado é utilizar um solo fértil combinado com composto de matéria orgânica junto com adubo tipo NPK. Adicionar areia no final da cova é uma boa maneira de garantir uma melhor drenagem para a sua planta. Faça uma vez por ano a adubação por cobertura para assegurar o crescimento saudável da Hoya carnosa.

Propagação
A maneira mais interessante de fazer a propagação é através de ramos com folhas uma vez que as gemas oferecem melhor capacidade de enraizar. Em alguns casos basta tocar as folhas no solo para que elas criem raízes. O melhor momento para fazer a propagação da Hoya carnosa é quando não está florescendo, pois assim se evita estressar a planta.

hoya carnosa

Poda
Cuidado para remover as folhas mortas ou hastes nas quais elas estão, pois na estação seguinte é bem provável que as mesmas irão florescer novamente. A melhor forma de podar essa planta é através da haste principal para que se torne mais propício o crescimento nas laterais.

Cultivo ornamental
Quem está pensando em cultivar essa planta com finalidades ornamentais deve juntar várias mudas no mesmo vaso uma vez que se trata de uma trepadeira que possui caules finos.

O objetivo disso é obter um visual mais denso para a planta com mais caules na composição. Os caules dessa planta – que é uma trepadeira – precisam de suporte para que possam crescer assertivamente.

brisa_5

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Ceropegia_haygarthii-3

A Ceropegia haygarthii, conhecida popularmente como flor-palhaço é nativa do continente africano sendo encontrada em países como Moçambique, Angola e África do Sul.

Uma planta de aparência curiosa que se adapta bem a habitats de floresta seca. Composta por um tronco lenhoso e folhas ovaladas essa planta pode atingir até 3 metros de comprimento.

A principal curiosidade a respeito da flor-palhaço é que suas flores tem o formato de gaiola em que os insetos atraídos por seu néctar ficam presos. Cada flor dessa planta mede em torno de 4 cm de altura tendo 25 cm de diâmetro.

A planta em si é uma espécie de cipó. O que a torna excepcional são as flores: ocas por dentro, suas paredes internas são repletas de filamentos, que apontam para baixo e dificultam a saída de moscas polinizadoras.

Flor-Palhaço-4

Alguns acham que a estranha flor da Ceropegia haygarthii lembra um guarda-chuva invertido, outros a chamam de flor-palhaço.

Sua aparência é resultante de um fantástico jogo de cores sendo o fundo de cor creme com manchas em tons de marrom e roxo. Internamente as flores possuem tipos de fios de cabelo que agem como armadilhas para insetos desavisados.

Como cultivar a flor-palhaço?
A dica essencial para quem deseja promover o cultivo dessa flor é que ela se adapta melhor a climas tropicais e subtropicais.

Ceropegia_sandersonii

Dentre as plantas que fazem parte do gênero Ceropegia é a que apresenta mais facilidade para cultivo. Você pode até mesmo cultivar essa flor em vasos desde que se lembre de mantê-la protegida das baixas temperaturas.

Mantenha a flor-palhaço a meia sombra e fique atento para não encharcar a planta, isto é, regue o substrato somente quando perceber que ele está seco. Essa é uma planta que possui flores bastante exóticas, mas que tem grande facilidade de cultivo.

casinhanolago

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


phalaenopsis amarela

Atualmente, o gênero de orquídea mais cultivado no mundo é a orquídea Borboleta. Uma planta que tem a sua origem na Ásia e no norte da Austrália, um tipo de planta que vive sobre galhos de árvores e próximas a rios.

Os cuidados com a orquídea Borboleta
Onde plantar
Somente com essas observações já podemos entender que a Orquídea Borboleta adora locais úmidos e quentes, mas com meia sombra sem incidência direta do sol. Vale dizer que num local bem claro ela até chega a sobreviver dentro de casa.

Nos dias mais quentes é necessário pulverizar a planta pela manhã e somente as suas folhas. Uma dica especial é evitar o acúmulo de água na parte central das folhas, cuide para que o substrato esteja sempre úmido, mas jamais encharcado, pois pode apodrecer as raízes da planta.

phalaenopsis pintada

Camada de drenagem e substrato
A orquídea borboleta, é extremamente sensível ao encharcamento. Um fato interessante é que ela pode ser plantada em troncos de árvores ou palmeiras ou mesmo em vasos de plástico (os melhores para manter a umidade) ou até de cerâmica.

Para que sejam bem plantadas as orquídeas borboletas precisam ter uma camada de drenagem e somente assim receber o substrato que pode fibra de coco com pedacinhos de carvão (não pode ser o da churrasqueira, tem que ser novo) ou apenas fibra de coco. Se desejar pode utilizar também cascas de pinus como substrato.

Florescimento e adubação
No Brasil essa espécie de Orquídea costuma florescer duas vezes por ano e as suas flores são muito duradouras, cerca de 3 meses. Em geral uma dúvida que é bastante comum é se a haste da planta deve ou não ser cortada. Na verdade isso tanto faz, pois a planta pode ou não ter novas brotações na haste velha.

phalaenopsis

Se você optar por cortar deixe uma altura mínima de 20 cm e nunca corte as folhas, apenas retire aquelas que estão secas. Aliás, vale dizer que é muito importante fazer a remoção das folhas secas, pois elas podem trazer problemas para a saúde da sua planta.

Depois que a Orquídea Borboleta floresce é importante adubá-la a cada 15 dias com um adubo do tipo NPK 10-10-10 líquido, ele deve ser dissolvido na rega. Cerca de 2 meses antes do florescimento utilize um adubo do tipo NPK 4-14-8 (pelo fato de ter mais fósforo ajuda no aparecimento das flores), também deve ser dissolvido na água.

Em geral a floração desse tipo de Orquídea costuma acontecer na primavera e no verão. A adubação nos demais momentos do ano é parecida com a adubação de outras plantas.

Em geral esse tipo de planta é bastante exigente no que diz respeito ao Cálcio e ao Fósforo.

A sua atenção deve estar em promover uma adubação completa e balanceada, pode ser com adubos minerais e orgânicos. O mais importante é se certificar que a combinação de adubos escolhida irá suprir completamente as necessidades da sua planta.

Quanto a frequência você pode fazer a adubação da Orquídea Borboleta semanalmente ou quinzenalmente. Tudo depende de quais as necessidades que a sua planta demonstra.

Phalaenopsis

A única ressalva é em relação ao período de floração, já explicamos acima como escolher os melhores adubos para essa fase, mas ainda vale destacar que essa planta tem um grande gasto de energia nesse período.

Assim é importante que os níveis nutricionais da planta sejam mantidos equilibrados para que ela possa passar de forma mais tranquila por esse período. Lembre-se que esse período de floração pode gerar um colapso energético na sua planta e assim causar a sua morte.

Luminosidade
A orquídea borboleta tem a sua origem nas matas densas da Ásia tropical e como tal gosta de áreas sombreadas. Porém, ainda sim tem grande capacidade de adaptação a momentos curtos de forte insolação.

Em geral esse tipo de planta consegue suportar por certo tempo a incidência direta do sol sem que isso traga colapsos para os seus tecidos ou queima de folhas.

Porém, é importante que exista um sombreamento de mais ou menos 50% a 70% que tenha picos de 40% a 80%. Isso facilita bastante o cultivo e o crescimento saudável dessa planta. Os ambientes interiores, quem cultiva a orquídea dentro de casa, são mais interessantes desde que contem com um pouco de luminosidade.

Phal

A dica para quem vai cultivar essa planta dentro de casa é fazê-lo perto de uma janela ou então numa varanda ou terraço. Escolham um ambiente que tenham um pouco de sombra, mas com luz solar incidente em algum momento do dia. Dê preferência pela incidência do sol fraquinho da manhã ou mesmo do fim da tarde.

Fique de olho na temperatura das folhas quando o sol estiver incidindo sobre as folhas, no caso de a temperatura da folha estar muito quente até mesmo para tocá-la é necessário cuidar e retirá-la do sol por um momento.

No caso de a temperatura não estar adequada mude a sua Orquídea de lugar. Muito calor faz mal para a sua planta fique de olho nisso.

Com certeza dentre as várias espécies de orquídeas essa merece um destaque por sua beleza. Uma planta que se destaca dentre as demais e que pode dar um toque de alegria para a sua casa.

flores vermelhas

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


feijoa

A feijoa é um arbusto ou arvoreta frutífera, perenifólia, nativa das regiões de terras altas do sul do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Ela pertence à família Myrtaceae, a mesma da pitanga, jabuticaba, e goiaba.

É conhecida por seus frutos perfumados e saborosos, e é muito consumida na Europa, Estados Unidos e Oceania, principalmente na Nova Zelândia, seu principal produtor e mercado consumidor.

No Brasil ainda é pouco conhecida e rara. Atribui-se isso ao fato de ser uma planta ainda pouco domesticada e seus frutos serem bastante perecíveis após a colheita, não resistindo mais que duas semanas.

Apresenta tronco ramificado, com casca cinzenta, e atinge de 2 a 5 m de altura. A copa é densa, com folhas opostas, elípticas e coriáceas, com pecíolos curtos. A página superior das folhas é verde, enquanto que a inferior é pálida, prateada.

Floresce no verão, despontando lindas flores de pétalas carnosas e longos estames vermelhos, em tufos. As flores podem surgir solitárias ou em cachos.

frutos da Feijoa

Os frutos amadurecem no outono e são elipsóides, sumarentos, com polpa gelatinosa, translúcida e brilhante no centro e granulosa, branca e opaca próximo à casca. A casca é verde, independente se o fruto está maduro ou não.

Os frutos maduros caem no chão. Para saber o ponto certo da colheita, deve-se passar diariamente, verificando se o fruto está ligeiramente mais macio e se solta facilmente do ramo. A polpa é doce e ácida, com um perfume encantador.

Tanto as flores como os frutos são avidamente comidos pelas aves silvestres. A polinização se dá por abelhas e aves. Apesar de se autopolinizar e ser capaz de produzir frutas sozinho, a feijoa tem sua produtividade consideravelmente aumentada se estiverem disponíveis outros indivíduos próximos, para a polinização cruzada.

Acca_selowiana(2)

A feijoa se destaca no paisagismo principalmente por suas belas e delicadas flores. Ela pode ser utilizada isolada, em grupos e até mesmo em renques, formando boas cercas vivas.

Admite podas de formação, que deixam a copa mais densa, embora prejudique a produção de frutos. Para estimular a produção de frutos, convém deixar a copa limpa e arejada. É ideal também para cultivar em vasos, adornando pátios, sacadas, entre outros espaços pavimentados ao ar livre.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em solo fértil, profundo, enriquecido com matéria orgânica e irrigado no primeiro ano de implantação. Após bem estabelecida, a feijoa tolera períodos curtos de estiagem, no entanto, para maior produção de frutos, não deve faltar água durante a floração e frutificação.

Acca_sellowiana (2)

Prefere o clima subtropical, com pelo menos 50 horas de frio para uma produção de frutos satisfatória. Tolerante a geadas, sofrendo apenas com danos leves caso ocorra geada fora de época. Teme o vento intenso.

Sua multiplicação é feita por sementes, estaquia e enxertia. As sementes germinam em 40 a 90 dias após o plantio. Transplantar mudas com 40 cm ou mais, em dias nublados.

A produção inicia-se entre 4 a 9 anos após o plantio, dependendo da origem das mudas, da cultivar escolhida e da adaptação ao ambiente, entre outros fatores.

passarinho

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.