Características e cultivo da Estefânia (Cobea Scandens) - PlantaSonya - O seu blog sobre cultivo de plantas e flores
Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




estefanias-l1600

A trepadeira chamada Estefânia é uma espécie de planta pertencente a família Polemoniaceae (família de plantas angiospérmicas – plantas com flor).

É uma planta oriunda do México e popularmente conhecida como cobéia, sino-de-catedral, sino-de-convento, xícara e pires. Ela é uma planta tipicamente de clima tropical, porem se adapta com facilidade a outros tipos de clima, como: continental, equatorial, mediterrâneo, oceânica, subtropical e temperado.

A Estefânia é uma espécie de trepadeira tropical e de textura semi-lenhosa (plantas que possuem caules duros e secos), que apresenta um crescimento rápido, vigoroso e forte, possuindo um ciclo de vida perene (são plantas que possui ciclos de vida longos, permitindo que a planta sobreviva por mais de dois anos), que apresenta um caule muito ramificado, e o seu caule pode medir algo em torno de 1 a 3 m de comprimento.

A planta apresenta uma folhagem longa e um crescimento escandente (planta que cresce emitindo os seus novos brotos para cima, de forma que possa subir por arvores, etc. em direção à luz).

A Estefânia apresenta gavinhas (estrutura com função de agarrar ramos, folhas, galhos que sirvam de apoio para a planta que se encontra em crescimento) na base de suas folhas, e através delas a flor Estefânia consegue se sustentar. As suas folhas apresentam uma coloração verde escura, e são formadas por até seis extremidades em forma de penas alternadas de forma bem harmônica na planta.

Entre as folhas surgem os frutos, em formato de cápsula, no entanto não são comestíveis e trazem um grande numero de sementes que facilmente se propagam, sendo uma das formas de reprodução da planta.

Cobea

As sementes possuem um tamanho grande e são aladas (sementes que facilmente se espalham com o auxilio do vento), e se propagam de maneira tão fácil e rápida – levam de 4 a 14 dias para germinarem.

A Estefânia é considerada como uma planta invasiva ou invasora (planta considerada indesejada por atrapalhar o cultivo de outras espécies de plantas).

A planta possui um cálice vasto e espaçoso, de coloração esverdeada, aberto em quatro e estriado e a corola possui um formato de sino (esse formato fica mais nítido devido aos estames e anteras que recordam os badalos dos sinos), que aparece inicialmente com a coloração esverdeada e aos poucos vai ficando com a coloração roxa, verde arroxeada, cremosa, branca e púrpura de acordo com o tempo de vida útil da planta.

As flores da Estefânia são grandes e possuem um formato de sino (por isso são conhecidas como sino-de-catedral e sino-de-convento) normalmente florescem no verão e na primavera e levam em média 120 dias para o florescimento.

cobea

Cultivo
O cultivo da Estefânia deve ser sob o sol pleno quando ela for plantada em locais com temperaturas mais amenas e frias, ou quando plantada em locais que apresentem o clima mais quente ela será cultivada à meia sombra.

A Estefânia precisa ser cultivada em um solo que seja fértil e apresente uma boa condição de drenagem. É interessante que o solo seja enriquecido com a utilização de material orgânico, como o esterco (pode ser bovino ou de aves), e fazendo a cada dois meses um reforço na adubagem. Além disso, é necessário ser regada regularmente.

Por ser uma planta de características de clima tropical, ela não suporta clima extremamente frio ou onde ocorram geadas.

Pode precisar de um suporte para que o seu crescimento aconteça de forma normal. Ela é uma planta que possui um grande valor ornamental para ser cultivada em jardins, no entanto, também pode ser cultivada em vasos e jardineiras, desde que sejam devidamente sustentadas e podadas, servindo como ornamentação em uma treliça ou parede.

Devido a sua força, beleza e vigor, a Estefânia também pode ser usada de forma que cubra caramanchões, cercas, grades, pergolados e inclusive arvores de grande porte.

Cobaea-Scandens-8

Formas de reprodução ou propagação da Estefânia
A Estefânia se propaga basicamente de 3 maneiras:
* Através das sementes que caem dos frutos e se propagam com extrema facilidade;

* Por estaquia, que é um método de reprodução assexuada das plantas, que se baseia em plantar estacas (feitas de caules e raízes com folhas) que são postos em locais úmidos para que se desenvolvam novas plantas;

* Por alporquia, que é um método de reprodução assexuada das plantas que se baseia em incentivar o crescimento de raízes secundárias em um ramo, caule ou raiz da planta. Normalmente essas raízes secundárias ficam envoltas em um saco plástico, e após o crescimento dessas raízes, elas são destacadas e plantadas em outro local para que assim surja uma nova planta.

_(Cobaea_scandens)_2

O uso no paisagismo Estefânia
A Estefânia é uma planta muito usada com efeitos paisagísticos devido a sua grande beleza e características ornamentais. Como ela é uma planta vigorosa e forte, ela é indicada para fazer a cobertura de estruturas fortes e grandes, como exemplo: muros, pérgolas, caramanchões e árvores.

Apesar de poder ser cultivada em vasos e treliças, é uma planta forte e vigorosa, e acaba ficando desproporcional para essas estruturas mais delicadas. Por isso, é necessário que seja feita uma ramagem, para que a planta cresça com o direcionamento desejado e fique bem fixada ao suporte que a pessoa deseje.

Além de ser uma planta muito bela, as flores da Estefânia possuem um saboroso aroma almiscarado, o que atrai abelhas e borboletas para próxima de si, o que dá um ar mais belo a planta.

32

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post