Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts com tag ‘jardim’

jardim

Algumas pessoas moram em grandes áreas onde podem ter um imenso e maravilhoso jardim; com bancos, gramados e flores de várias espécies. Porém, há quem vive em lugares menores, com menos espaços livres, mas mesmo assim com espaço suficiente para um jardim menor.

Isso não quer dizer que um jardim de pequeno porte não possa ser bonito. E há ainda quem vive em apartamento. Mesmo assim, se desejar, sempre haverá lugar para algumas plantas dentro de casa. Se você quer começar um jardim, veja abaixo tudo o que precisa saber.

Espaço disponível para o jardim
Para quem quer ter um jardim, primeiro é preciso pensar no espaço que pode disponibilizar para isso. Porque, de acordo com o tamanho do local que se pode usar é que se fará as escolhas pelas espécies a serem plantadas. Existem plantas que necessitam de espaço maior e, que não devem ser plantadas em pequenos jardins.

Luminosidade
Outra coisa fundamental para se ter um belo jardim é a questão da luminosidade. Por isso, antes de comprar qualquer muda ou semente verifique quantas horas diárias de sol tem o local onde pretende-se fazer o jardim. Sabendo disso, você pode escolher plantas adequadas a essa questão da luminosidade.

Solo adequado
É denominado solo adequado quando nos referimos às plantas, aquele solo adubado e com boa drenagem. É bom saber que além do adubo comum a todas as plantas (orgânico), algumas espécies necessitam de outras formas específicas de adubagem. Mas, isso não é difícil de resolver, porque nas floriculturas e em outros locais onde vendem sementes e mudas, conseguem-se todas essas informações.

jardim_11

Ferramentas necessárias para jardinagem
O ideal que, antes de comprar as mudas e/ou sementes, adquira as ferramentas que provavelmente será precisar para fazer e depois cuidar do jardim.

As ferramentas mais básicas são: arrancador de inço, pazinhas (uma larga e uma estreita), escardilho, ancinho, tesoura (para corte e poda), regador, vassoura de jardim, sacho, pulverizador. Porém, quem pretende fazer um jardim maior, aqui está uma lista completa de ferramentas próprias para jardinagem.

Vejam quais são aquelas que são mais adequadas à sua necessidade.
1 – regador: Necessário para uso em qualquer tamanho de jardim. Além de servir para regar as suas plantas ele serve para você aplicar fertilizantes.

2 – mangueira: Ideal para quem pretende fazer um grande jardim. Há pessoas que fazem uma escolha por mangueira perfurada. Dependendo do local e do tamanho do jardim ela pode ser deixada diretamente no solo. Assim, auxilia na hidratação das raízes.

3 – pá de aço ou alumínio: É uma ferramenta necessária para semear e também para transplantar as mudas.

4 – forquilha: Fundamental em um jardim essa ferramenta é utilizada para a retirada de ervas daninhas que têm raízes, dividir as plantas de um canteiro, retirar raízes.

5 – carrinho de mão: Pode parecer exagero, mas na hora de carregar as ferramentas usadas na jardinagem, adubo e sacos cheios de terra, é que qualquer um agradece a lembrança de ter comprado um carrinho de mão.

6 – luvas: O uso das luvas é muito importante ao cuidar com terra, adubo, plantas e até mesmo flores com espinhos. Elas protegem as mãos.

7 – plantador de cônico: Essa ferramenta ajuda na jardinagem, porque com ela é possível fazer buracos no solo, perfeitos para a plantação.

ferramentaseartigospjardinagem

8 – tesouras de podar: Elas são necessárias para aparar árvores e arbustos, retirar flores e folhas secas e para colher flores frescas sem danificar os ramos.

9 – joelheiras: Ideal para evitar o desconforto de ficar ajoelhado enquanto trabalha no jardim.

10 – enxertador: Essa ferramenta é ideal para a retirada de uma parte da planta, quando se tem a intenção de replantá-la em outro local ou para fazer enxertos.

11 – pulverizador: Na jardinagem, é uma ferramenta muito importante, porque serve para borrifar produtos em locais específicos da planta.

12 – sacho: Ideal para ser usado na limpeza do jardim, porque com ele você pode desterrar o solo e retirar as folhagens e folhas caídas e as ervas daninhas.

13 – arame plastificado: Ele auxilia para manter galhos, folhas e hastes erguidos e ajuda na orientação que você quer para as plantas.

14 – escarificador: Ideal para dar o arremate final no solo. Porque, essa ferramenta serve na criação de bordas simples e sempre limpas entre a relva e o lugar onde estão as floreiras.

15 – saco de jardim: Para quem pretende fazer um grande jardim, ele ajuda na hora da limpeza, por ser feito em material bem leve e possível de ser arrastado pelo solo.

16 – tesouras corta-relva: Facilita para fazer o trabalho de aparar a relva onde é mais difícil o acesso da máquina de cortar.

onzehoras

Hora de comprar as sementes e mudas
Na hora de comprar as sementes ou mudas para começar um jardim, primeiro dê uma passadinha em todas as lojas do ramo, que puder. Depois anote os nomes de todas as plantas (com flores ou sem flores) que deseja ter e, com esses nomes, procure obter informações sobre cada uma delas.

Depois que já tiver feito as escolhas, compre também adubo e terra adequados para cada tipo de planta que foi escolhida.

Feito isso prepare o solo, o canteiro ou os vasos onde deseja plantar as sementes ou mudas. Não se esqueça de que se for fazer o plantio de mudas, as covas onde está pensando em plantar precisam ser maiores que o tamanho da raiz.

As raízes das plantas não podem ficar aparecendo. E por fim, só retire as mudas do recipiente em que foi comprada quando as covas já estiverem prontas para recebê-las. E não se esqueça de também de espaçar suas raízes antes de plantá-las nas covas.

chuva-5

gardens

Para que  um  jardim esteja  sempre bonito,  ele precisa ser  bem cuidado. Ou seja, é preciso alguns cuidados especiais com  as plantas e com o solo. Na verdade, o cuidado envolve tudo  que  está  relacionado a ele: controle de pragas, luz solar, adubagem e irrigação e não esquecer  que um jardim precisa de cuidados diários. Um jardim precisa de atenção durante todo o ano.

Mas, não devemos esquecer que  o clima das  estações do ano diferem  umas das outras e, que  as plantas sentem essa diferença que existe entre elas tanto ou mais  que os humanos. Por isso,  para cada estação do ano  as plantas pedem  um cuidado especial. Portanto, o jardim também.

jardinagem-2

Utensílios necessários básicos para se cuidar de um jardim Quem tem um jardim, provavelmente já tem as ferramentas e utensílios  necessários para cuidar dele. Mas, se ainda não os tem e está pensando em comprá-los, eis uma pequena lista de coisas necessárias para se cuidar de um jardim: rastelo, escarificador,  ancinho, tesoura de pontas finas, regador, borrifador e luvas.

Hora de cuidar do solo A primeira coisa que devemos fazer é cuidar do solo.  Para o solo estar pronto para as plantas que irá receber ou para aquelas que já estão nele, o cuidado é o mesmo. Primeiro prepare a terra para a adubação. A terra deve estar bem fofa. Caso não esteja, remexa-a até que fique.

Enquanto afofa  a terra, pode ir misturando adubo orgânico. Se você quer melhorar  o solo, pode consegui-lo com uma mistura de  terra comum + terra vegetal + areia. Faça  15 litros dessa mistura, depois, acrescente  uma colher de sobremesa de farinha de peixe, uma colher de sobremesa de nitrato de potássio e uma de farinha de ossos,  em cada 5 litros  da mistura que você fez. Misture tudo muito bem  à terra do seu jardim.

Adubação As plantas de jardim, como qualquer outra planta, precisam de nutrientes para o seu crescimento, floração e multiplicação. E, esses nutrientes são retirados do solo. Por isso, a reposição dos nutrientes é tão importante. Os nutrientes são os adubos que podem ser orgânicos ou inorgânicos. Porém, os mais indicados são os orgânicos.

O adubo orgânico demora um pouco mais para ser absorvido pelo solo. Porém, ele permanece por muito mais tempo e a capacidade para reter a água no solo é aumentada. Alguns tipos de adubos orgânicos:  farinha de osso, cascas de ovos ( as cascas de ovos são excelentes na adubação por serem ricas em potássio, magnésio e cálcio) , húmus  de minhoca, esterco e torta de mamona. Tenha cuidado porém,  com o excesso de adubo pois, pode prejudicar as plantas.

Insetos e Pragas Nos jardins sempre aparecem insetos. A maioria deles beneficia as plantas. Mas,  aparecem pragas também, elas danificam e contaminam as plantas.  Não use inseticidas. Para evitar que as pragas danifiquem as plantas, pode ser usada uma mistura de água com fumo.

Podas Toda planta precisa ser podada. Mas, é preciso observar que ela seja feita de acordo com a necessidade da planta.

Irrigação As plantas precisam de água para que estejam sempre saudáveis. Mas, o excesso pode apodrecer  as raízes. O ideal é que se  cultive em um jardim plantas  com as mesmas necessidades  de água.

Luz solar Lembre-se: a luz do sol  é indispensável para que as plantas se alimentem.

gardem2

Como cuidar do jardim no outono
No outono, a primeira coisa que se deve fazer em um jardim é uma boa limpeza.  Ela deve ser feita com atenção para que não fique (nos  canteiros ou vasos)  nenhum inseto, ervas daninhas (elas retiram nutrientes do solo), raízes mortas ou torrões de terra seca.  Ou seja, retire todas as impurezas.

É muito comum  plantinhas indesejáveis aproveitarem o inverno  para invadir  canteiro e vasos. Observe  bem  para  não  deixar  nenhuma folha seca  e  nem galho seco. Aquela folha amarela, mas que ainda está presa no caule da planta, precisa ser retirada. Para isso, use a tesoura de pontas finas. Nunca as arranque com as mãos, isso pode danificar a planta.

jardim
Como cuidar do jardim no inverno
No inverno as plantas precisam de cuidados redobrados porque, estão no período de dormência. Porém, elas perdem menos seiva e isso é bom para quando chegar a primavera elas estarem com  mais força,  mais viço e bem mais fortes contra as doenças e pragas.  É uma época boa para  o combate às pragas e doenças.

Consegue-se um resultado muito bom, mas como as plantas  estão mais sensíveis, convém fazer a limpeza do solo, retirando todas as impurezas para evitar que as pragas voltem e assim, evitar o uso em excesso de produtos para combatê-las. O inverno é também um bom período para o plantio de bulbos. Aqueles que forem plantados no inverno,  estarão floridos na primavera. Há várias flores que nascem de bulbos.

jardim de flores

Primavera – Estação das flores A  primavera é uma estação onde os dias são mais quentes e ensolarados e as chuvas mais regulares. Nessa época,  a irrigação deve ser feita  mais vezes por conta da  temperatura mais alta. O cuidado com o solo é importante, é preciso uma boa adubação, limpeza para retirar todas as  impurezas (ervas daninhas, folhas amareladas, galhos secos, etc.), mas é também uma época para plantar novas mudas, sementes, podar árvores mais altas( para que a luminosidade chegue às plantas mais baixas.

A azaléia é uma planta que precisa de poda e floresce  muito mais depois de ser podada na primavera. Mas  nem todas as plantas podem. É preciso saber  qual é a estação adequada  para  podar cada tipo de planta do jardim.

jardim

Verão Como o verão é a estação mais quente do ano, o solo fica mais ressecado por causa da evaporação. Por isso, a não ser em regiões  que ocorram muitas chuvas, é necessário nesse período, que as plantas sejam irrigadas com  mais frequência.

Também por conta das chuvas, o solo  precisa de maior adubação (nessa época as plantas  retiram mais nutrientes da terra) com  adubo orgânico (húmus, cascas de ovos, esterco…) no solo e em volta das plantas. Não é recomendável podar plantas no verão.

outono

jardimlitoral

Muitas pessoas podem acreditar que o jardim na casa de praia é difícil de implantar e manter. Realmente, como passamos a maior parte do ano longe do litoral, o jardim fica praticamente abandonado durante este tempo.

Da mesma forma não queremos desperdiçar o tempo das férias como jardineiros, bem pelo contrário, estamos mais propensos a admirar a natureza e curtir as flores e frutos que ela nos dá.

Além do abandono durante o ano, o jardim está sujeito às adversidades climáticas comuns ao litoral. Como altas temperaturas no verão, chuva, vento e maresia constantes, solos arenosos e com salinidade excessiva, além do frio durante o inverno.

Todos estes detalhes devem ser levados em consideração durante o planejamento do jardim, que também deve apresentar flores ou frutos no verão e ser de baixa manutenção. Afinal, de nada adianta plantarmos uma flor belíssima e adaptada ao litoral se ela floresce apenas no inverno, quando não estamos lá para admirá-la.

Planejar o jardim à beira-mar exige mais do paisagista, pois além dos fatores acima listados, a paisagem deve ser harmônica e não contrastar com a beleza natural da orla marítima. É como uma complexa orquestra que precisa ser conduzida com cuidado para que tudo dê certo e os moradores fiquem satisfeitos.

Um regra que vale muito nestes casos: observe atentamente as plantas que ocorrem naturalmente no local, elas estão adaptadas e em condições de suportar as adversidades, uma vez que o litoral gaúcho não é o mesmo que o capixaba; e assim por diante.

Outro cuidado importante é em relação ao relevo. Terrenos muito baixos podem ser invadidos pela maré alta, capaz de destruir o jardim. Caso seu terreno seja à beira-mar, pode ser uma solução elevá-lo um pouco para prevenir o problema.

A maioria dos paisagistas opta por jardins tropicais para adornar as construções litorâneas. As plantas deste jardim são as mais adaptadas às intempéries e combinam bastante com a paisagem da praia. Alternativamente jardins de estilo mediterrâneo ou contemporâneo podem ser executados sem problemas.

É importante que as plantas não bloqueiem a vista para o mar, pelo contrário elas devem valorizá-la e emoldurá-la com harmonia.

Após análise adequada, o solo deve ser corrigido em pH e nutrientes, de forma que possa receber as novas plantas. Normalmente, por serem muito arenosos, devem ser condicionados com terra mais argilosa e muita matéria orgânica.

Não poupe esforços e dinheiro nesta fase, o solo convenientemente preparado pode prevenir futuras dores de cabeça, pois esta etapa é muito difícil de remediar após a implantação do jardim.

Enfim, não esqueça de que você não vai querer passar o verão trabalhando pesado no jardim, use a sua criatividade e conhecimento para criar o seu paraíso particular, lugar de descanso e contemplação.

Obs: Reserve um lugarzinho especial para colocar uma rede e contemplar a vista do mar.

Dicas de plantas para litoral

amendoeira
Árvores e Palmeiras:
Amendoeira (Terminalia catappa); Coqueiros variados (Cocos nucifera); Palmeiras variadas

bougainvillea-praia

Trepadeiras
Buganvílea (Bougainvilla spectabilis); Glicínia (Wisteria floribunda)

Ixora coccínea

Arbustos
Hibisco (Hibiscua rosa-sinensi); Espirradeira (Nerium oleander); Clusia (Clusia fluminensis); Alamanda-arbustiva (Allamanda laevis); Iuca (Yucca elephantipes); Ixora (Ixora coccínea)

jardimabeiramar

Folhagens e Flores
Bromélia Imperial (Alcantarea imperialis);  Onze-horas-da-praia (Lamptranthus zeyheri); Onze-horas (Portulaca grandiflora);  Gardênia (Gardenia jasminoides)
* Girassol-de-jardim (Helianthus laetiflorus); Helicônias; Bromélias variadas; Orquídeas; Caetés; Biris.

cactos

Cactos
Cacto-brasil (Cereus hildmannianus); Cacto-palma (Opuntia fícus-indica).

palhoça

jardim sustentável

A maioria dos jardineiros tem a sustentabilidade em suas mentes. Afinal de contas, o crescimento de seu próprio alimento é um grande passo em direção a uma vida sustentável.

Métodos de cultivo livres de produtos químicos são inerentemente mais sustentável para a saúde humana, fauna, solo e o abastecimento de água, do que as técnicas não orgânicos. Mas jardinagem sustentável vai além de apenas usar métodos orgânicos. De água e conservação de energia para redução de resíduos e semente, existem infinitas maneiras que podemos fazer nossas práticas de jardinagem mais sustentáveis.

Segue algumas dicas de como criar formas mais sustentáveis de jardinagem que também trará uma economia de dinheiro. Espero que você tente estas ideias criativas em seu jardim e passe as dicas para seus amigos e vizinhos.
– Crie gaiolas para tomates a partir de madeira velha.

– Em vez de pagar caro por pesticidas para ervas daninhas, faça seu próprio pesticida a partir de receitas caseiras.

– Use pedaços velhos de concretos para criar caminhos no jardim.

– Recicle copos plásticos para plantar sementes de flores e verduras. Quando elas estão prontas para o transplante, remova alguns centímetros do fundo do copo e plante diretamente no solo. Isso evita que pragas ataquem sua planta.

– Meias calças velhas podem encapar melões que crescem em treliças, assim os frutos tem apoio extra.

– Colocar mulch ao redor das plantas é uma excelente forma de economizar água. Você pode fazê-lo a partir de restos de plantas mortas, lascas de galhos, restos de grama cortada, etc.

cadeira de jardim
– Faça pequenas valas entre as linhas de plantas para canalizar a água para as plantas.

– Use um tanque velho e um pedaço de mangueira para levar a água colhida da chuva para suas plantas.

– Para conservar o calor adequado para as plantas, construa camas com tijolos. O calor absorvido pelos tijolos mantém as plantas aquecidas.

– Não desperdice nada. Se não puder comer as galinhas podem. Se você tiver um galinheiro use o esterco em sua compostagem.

– Se for comprar sementes prefira as orgânicas e não híbridas. Caso contrário use sua própria semente.

– Plante flores entre os legumes isso vai atrair pássaros e abelhas e vai ajudar na polinização.

– Coloque mulch entre as camas da sua horta, ele oferece um excelente habitat para lagartos que ajudam a combater as pragas.

– Escolham plantas que atraem animais e insetos benéficos para o jardim.

– Se a sua horta produz uma grande quantidade de alimentos. Faça doações de hortaliças, verduras, frutas, sementes e mudas para a comunidade local ou programas escolares.

– Inspire outras pessoas a criar jardins ecológicos, essa é uma parte importante da sustentabilidade. Convide amigos e familiares a conhecerem sua horta.

– Envolva-se, leia, participe de organizações e clubes sociais.

– Para ter um jardim ecologicamente correto não se precisa gastar muito. Use o que você tem, peça emprestado ou crie você mesmo o que precisa reaproveitando tudo .

– Sustentabilidade é um processo, uma jornada. Todos os anos, se tem a a oportunidade de fazer melhor do que no ano anterior evitando o desperdício e usando o que você tem de forma eficiente, seja espaço, água, sementes, materiais ou tempo. Todo mundo pode criar um jardim sustentável, as pessoas apenas tem que usar o que eles têm.

Sustentabilidade é quando você cuida do seu jardim e ele cuida de você. Não há nada mais gratificante do que ver algo crescer a partir de uma pequena semente. Ela preenche o corpo, bem como a alma. A jardinagem sustentável traz uma grande paz de espírito.

riachoflor