Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




musgo

Os musgos são plantas terrestres pluricelulares e clorofiladas que apresentam raiz, caule, folhas muito simples e ausência de vasos condutores. Estas características permitem que tenham metabolismo lento e pequeno porte. O seu tamanho varia de 1 a 4 cm, embora algumas espécies, em ambientes propícios, cheguem a medir 1 m. Habitam todas as regiões do mundo. A maioria dos musgos, entretanto, vive preferencialmente em regiões temperadas e tropicais.

O corpo dos musgos tem pequenas raízes ou rizóides, que servem para manter a planta fixa ao substrato. Apresenta também um eixo com alguma ramificação, o caulóide, e folhinhas chamadas filóides. Essas estruturas são formadas por uma ou mais camadas de células. Os musgos são considerados vegetais mais complexos do que as algas (talófitos), porém muito mais simples do que os restantes vegetais.

Os musgos possuem corpo simples, constituído por células iguais, sem tecidos especializados para a absorção e transporte da água e das substâncias nutritivas para a planta toda. Por isso, o líquido é absorvido pelas células da superfície da planta, passando de uma para outra, junto com os nutrientes. Esse transporte é lento e imperfeito, pois só permite atingir um número reduzido de células, razão pela qual os musgos são tão pequenos.

Apesar do pequeno tamanho, os musgos deram o grande passo evolutivo no mundo vegetal ao saírem da água para colonizar os continentes. Os musgos surgiram há mais de 350 milhões de anos e pertencem ao grupo taxonômico das Briófitas

Como as células não apresentam nenhuma cobertura impermeável, os musgos perdem água facilmente. Quando a planta se desidrata, fica inativa. Adquire então um aspecto seco e retorcido, muito diferente do habitual. Para evitar esses períodos de inatividade, a maioria dos musgos vive em lugares abundantes em água.

Apesar do aspecto modesto, os musgos têm grande importância para os ecossistemas. Juntamente com os líquenes, os musgos foram as primeiras plantas a crescer sobre rochas, as quais desgastam por meio de substâncias produzidas por sua atividade biológica. Desse modo, permitem que, depois deles, outros vegetais possam crescer sobre essas rochas. Daí o seu importante papel nas primeiras etapas de formação dos solos.

Os musgos são mais numerosos nos ambientes úmidos, como as proximidades dos cursos de água, montanhas e lugares sombrios. Há espécies que vivem sempre ou temporariamente submersas.

Quando usados em vasos, eles servem serve para reter umidade, e ainda facilita a identificação da quantidade de água no substrato, quando o musgo começa a secar, ele começa a mudar de cor, e então o ideal é borrifar um pouco de água antes de regar a planta, pois se ele estiver muito seco, ele pode impedir a entrada de água.

43

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post