Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




violetas

Que tal deixar as violetas com uma floração incrível? Para isso, abaixo uma matéria ensinando a fazer um adubo para violetas, que é simplesmente incrível. Isso porque, ele fornece todos os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento da planta, além de auxiliar no processo de floração.

Quais são os tipos mais indicados para você comprar, e aprenda uma receita para fazer um adubo 100% orgânico em sua casa, de maneira simples e com ingredientes que você já possui.

Adubo para violetas: entenda a importância desse insumo
Consideradas pequenas e delicadas, as violetas são donas de uma beleza incrível. Afinal, trata-se de uma planta que é perfeita para decorar o jardim ou para cultivar em vasos e decorar ambientes.

Para isso, elas também precisam de alguns cuidados para se manterem sempre saudáveis e florescerem ainda mais.

Nesse caso, é importante utilizar algumas técnicas de manejo para o solo e para a planta, que vão desde o preparo da terra, até a rega e a adubação. Veja abaixo, algumas dicas de manejo e adubação, para manter essa planta sempre belíssima.

violetas

Saiba que adubo para violetas você pode encontrar nas lojas
Se você deseja fazer com que as “roxinhas” fiquem mais lindas e fortes, é necessário comprar o tipo de adubo NPK.

Essa sigla significa que o adubo contém três tipos de nutrientes, que são essenciais para o cultivo das violentes, sendo eles:
* Nitrogênio;
* Fósforo;
* Potássio.

Nesse caso, para potencializar a floração e deixá-la saudável, o mais indicado é comprar o NPK 12-36-14 ou 20-20-20.

Que tal criar seu adubo orgânico para deixar suas violetas incríveis
No entanto, se você prefere utilizar um adubo que seja orgânico para as suas plantas, não há problemas. Para isso, você deve usar a farinha de ossos junto com casca de ovos triturada.

Para realizar o preparo de uma quantidade destinada a aplicação em um vaso, será preciso utilizar 1/2 colher de cada ingrediente.

Em seguida, você deve misturar todos os ingredientes em um recipiente e aplicar por cima do substrato, mas longe da raiz da planta. Nesse caso, você deve colocar em volta da planta, bem nos cantos do vaso.

violeta

Conheça outras dicas para manter suas violetas sempre belas
Para que suas violetas fiquem sempre lindas e fortes, você nunca deve deixá-las em local onde ela receba sol pleno.

Isso porque, o mais indicado é um local com sombra, para não queimar suas flores. Nesse caso, você pode colocar o vaso na varanda ou até mesmo dentro de casa.

Além disso, o seu substrato precisa conter terra vegetal, areia grossa e casca de pinus triturada. Dessa maneira, ela irá se desenvolver melhor.

Por fim, tome cuidado para não exagerar na quantidade de adubo. Conforme explicamos anteriormente, meia colher já é o suficiente de cada ingrediente em um vaso. Se você tiver mais plantas, basta duplicar a quantidade.

margaridas

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Dracaena fragans

Conhecida popularmente como pau d’água, a Dracaena fragrans se tornou símbolo de todo o gênero Dracena. Sua folhagem é predominantemente verde, mas encanta por suas variações, com margens amareladas ou estriadas, e centro amarelo e cinza prateado.

A dracena é uma planta arbustiva, de folhagem decorativa e amplamente cultivada em diversas partes do mundo por seu forte apelo tropical e rusticidade em ambientes internos. Nas plantas jovens seu tronco geralmente é simples, mas se tiver a brotação apical danificada, ele rapidamente desenvolve novos ramos.

As ramificações aumentam após cada floração. Se cultivado no solo, ele pode crescer até 15 m de altura e atingir 30 cm de diâmetro. As folhas são grandes, brilhantes, lanceoladas e, de acordo com a cultivar, podem ser largas ou estreitas, de cores lisas ou variegadas com listras longitudinais, de margens lisas ou onduladas, com diferentes tonalidades de verde.

Elas surgem em rosetas terminais, com formato que muitas vezes lembra um pompom: as folhas jovens são eretas e centrais e as folhas maiores são recurvadas. Suas inflorescências são de cor branca a rosada, com intenso perfume adocicado.

As flores são bastante atrativas para abelhas e beija-flores. Os frutos que se seguem são bagas lisas, alaranjadas a vermelhas, com várias sementes.

A espécie ganhou destaque nos últimos anos por sua capacidade de filtrar substâncias prejudiciais à saúde e purificar espaços contaminados por gases e poluentes.

Apesar de muito cultivada em vasos, graças a sua resistência a ambientes internos com ar-condicionado, a espécie africana é um arbusto de grande porte, que pode chegar a até 6 m de altura, quando cultivada diretamente no solo ou em canteiros.

Estudos da NASA indicam que a Dracaena fragrans é uma das melhores plantas para filtrar o ar, De fácil cultivo, é uma planta que se adapta tranquilamente ao clima brasileiro e se desenvolve melhor em espaços de sombra ou meia-sombra, mas também sobrevive sob sol pleno.

Este processo de adaptação deve ser feito gradualmente para que a planta possa ir se adaptando aos raios solares e não queime as folhas de imediato. O ideal é não colocá-la nessa situação para não sofrer esse estresse desnecessário.

Dracaena fragans

A Dracaena fragrans pode ter as bordas das folhas amareladas e centro verde ou cinza-prateado

Sugere-se misturar argila e areia no cultivo, para manter a umidade. A espécie também pode ser cultivada na água, por isso seu nome popular é pau d’água.

Seu cultivo deve sob sol pleno, meia sombra ou luz difusa, de acordo com a cultivar e o clima, mas sempre em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Aprecia o calor e a umidade ambientais, mas não tolera encharcamentos.

Contudo, é possível cultivar um segmento do seu tronco em vasos com água por um bom tempo. Folhas com as pontas secas são um sinal de que a umidade está muito baixa, aumente a frequência das regas, reduza o uso do ar condicionado e, se possível, pulverize as folhas com água. Fertilize quinzenalmente na primavera e verão.

Não tolera geadas ou neves. Sua multiplicação é feita por estaquia dos ramos. Basta cortar um pedaço de seu tronco na diagonal e colocá-lo em um recipiente com água, até apareceram as primeiras raízes. Este processo é conhecido como estaquia.

banconolago

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Vermiculita

A vermiculita é um dos substratos mais usados no cultivo, considerado um componente chave para a manutenção da hidratação das plantas. Aumentar o uso de vermiculita no substrato é uma boa opção para plantas que ficam sob estresse hídrico, já que este mineral tem alta capacidade de retenção de água.

A sua origem é de uma rocha da família das micas quando aquecidas a 1000º C, de modo que a sua composição possui propriedades hidrofílicas que auxiliam na drenagem e retenção de água e, portanto, na regulação da absorção de ar e nutrientes.

A vermiculita pode ser encontrada em lojas especializada, físicas ou virtuais, e normalmente é comercializada na forma de mistura com outra substância chamada perlita.

Mas porque é tão importante fazer o uso da vermiculita? Para conseguir garantir, que as suas plantas fiquem sempre saudáveis, e com ajuda desse componente vão conseguir crescer mais fortes.

Primeiro, é necessário saber o que é Vermiculita, é um tipo de mineral que ao ser misturado com à terra. Vai conseguir a deixar mais soltinha, e também evitar que ela se torne mais compacta, causando um sufocamento das raízes que vão morrer devagar.

Em seguida, é necessário saber os motivos de usar a Vermiculita, um deles é o fato que impede que à terra fique compactada. Ela fica com um aspecto mais soltinho, para que as raízes consigam crescer, e não acabam sufocadas devido à pressão da terra.

Agora, ela pode ser encontrada em qualquer lugar, principalmente nas lojas para jardinagem. Em geral, o preço não é muito alto, mas depende da quantidade, que vai ser necessária para colocar dentro do seu vaso pode acabar custando muito mais.

Portanto, uma das melhores razões para usar ela, é para plantas que são jovens ou que tem raízes frágeis. E ela também consegue impedir que a água acabe se acumulando na terra, porque Vermiculita deixa espaço para que a água possa ser toda drenada.

Vermiculita

Logo, para fazer o uso de Vermiculita, deve-se observar o tamanho do seu vaso. Acontece, que quanto maior for o vaso, mais dela sendo necessária para colocada, e também conseguir fazer a sua função e para ter certeza do valor é um cálculo simples.

Agora, se o seu vaso tem 10 l, a Vermiculita deve tomar pelo menos 1 l. Enquanto, que os outros 9  l, deve ser composto de 4 l de húmus de minhoca e o resto de terra orgânica. Ao fazer isso, consegue ter uma conta boa, em cada tipo de vaso.

Por último, saiba que ela é essencial para jardinagem, no modo de fazer sementes e mudas. Ao fazer uso dela com à terra, vai garantir o crescimento da semente e também das mudas, porque tem raízes muito frágeis.

folhas no lago

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


cacto-primavera

A Hatiora gaertneri ou Rhipsalidopsis gaertneri ou ainda Schlumbergera gaertneri, conhecida como cacto da primavera e flor de outubro vermelha, é uma planta perene suculenta nativa do Paraná e Santa Catarina, no Brasil.

É fácil de cuidar, mas precisa de algumas condições especiais para florescer no ano seguinte. Abaixo  falarei sobre tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo do cacto da primavera.

Dicas para cuidar do cacto da primavera
Parecido com um arbusto, o cacto da primavera é uma planta epífita, cresce em troncos de árvores ou em rochas. Ela se forma a partir de um único caule, a partir dele crescem segmentos de folhas alongadas.

Suas folhas são verde pálida e vão escurecendo conforme a planta envelhece. São achatadas e largas, não possuem espinhos em suas bordas e os segmentos possuem de 4 a 7 cm com 2,5 de largura. Crescem eretos mas vão arqueando com o tempo, devido ao peso.

Costumam florescer no final de abril e maio, flores no tom cor carmesim, um vermelho forte, brilhante e profundo. Essas flores têm 7,5 cm de diâmetro e estame amarelo no centro. Elas aparecem nas aréolas nas extremidades dos segmentos maduros.

Podem dar frutos oblongos vermelhos com sementes. Depois de florescer, ela precisa de repouso de um mês, diminuindo a rega neste tempo.

Prefere temperaturas entre 24 e 27°C e no inverno entre 7 e 18°C. Gosta de ficar na luz parcial ou meia sombra. Nunca com luz direta do sol!

cacto primavera

Dicas para cuidar do cacto da primavera
Deve ser plantada em vasos ou jardineiras pendentes, para que os segmentos se arqueiem e caiam pelas laterais do vaso. Utilize mistura própria para epífias, um substrato leve e bem drenável. Pode ser utilizada a mesma mistura de orquídeas, mas adicionando areia ou pedra pome para ficar mais arejável.

Pode ser necessário o replantio quando achar que a planta está grande demais, para replantar remova apenas a terra solta em volta das raízes e coloque no novo vaso com nova mistura.

A cacto da primavera pode ser propagada por corte de segmento de 7 cm de comprimento. Remova o segmento torcendo em sua base para soltar. Depois deixe descansar em local fresco e sombreado por 48 horas. Plante no vaso uns quatro segmentos no vaso para ficar uma planta cheia. Vai enraizar dentro de três a quatro semanas.

Quantidade de água na rega
A rega deve ser feita para manter o solo úmido, mas nunca encharcado! Suas folhas armazenam água, lembre-se que ela é uma suculenta. Nunca deixe água acumulada no prato embaixo do vaso, isso irá apodrecer a raiz. Prefere um período de seca do que a rega em excesso.

O uso de fertilizante 10 10 10 diluído à metade da sua força pode ser feito duas em duas semanas. Não utilize fertilizante no mês de repouso, senão ela morre.

Gosta de ambiente úmido para sobreviver. Em seu habitat natural costuma ficar embaixo da copa da árvore ou escondida em rochas úmidas. Portanto utilize borrifador para jogar água nas folhas diariamente.

cacto primavera

Problemas que podem ocorrer ao cuidar de cacto de primavera
- Flor não apareceu no ano seguinte pode ser culpa de rega em excesso no período de repouso após a floração ou uso de fertilizante.

- Evite tocar na planta quando ela começar a desenvolver flores, suas flores caem facilmente.

- Flores pequenas no ano seguinte pode ser culpa de deixar dar fruto. Para isso não acontecer, remova todas as flores murchas.

- Segmentos quebrando sem motivo específico, pode ser rega em excesso. Você pode replantar esses segmentos no vaso para propagar.

- Segmentos caindo em direção ao vaso e ficando amarelos, pode ser pouca água. Aumente a rega aos poucos para corrigir e a planta voltar ao normal.

montanhas

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.