Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Gloxinia

As gloxínias são flores de uma extraordinária beleza. São plantas exóticas, com folhas e pétalas aveludadas, e de cores intensas e exuberantes.

Pelas suas características, incluindo o tamanho das suas grandes flores aveludadas que pode chegar a 10 centímetros de diâmetro, e da sua folhagem, também grande  e aveludada e de forma oval e muito vistosa, é uma planta de grande valor ornamental, sendo muito utilizada na decoração de interiores.

Originária das matas tropicais do Brasil, esta herbácea tuberosa foi cultivada primeiramente na Europa, onde recebeu o nome de Sinningia em homenagem a W. Sinning, horticultor alemão e passou por diversos cruzamentos.

Intensamente colorida em tons avermelhados, rosados, alaranjados e arroxeados, a gloxínia ainda pode ser encontrada em variações que alternam a cor vinho ou púrpura, por exemplo, com as bordas das pétalas esbranquiçadas.

Floresce praticamente o ano inteiro. Apesar disso, ela passa por um período de dormência, todos anos, quando parece ficar seca, sem produzir folhas ou flores. Durante esse período de descanso, recomenda-se diminuir as regas gradualmente, até que a planta seque por completo.

gloxínia

Os tubérculos permanecerão em dormência pelo período de um a três meses, sendo que a terra deve ficar apenas levemente úmida. Após esse tempo, pequenos brotos começam a surgir, dando sinais de que o descanso acabou e a planta está pronta para retomar o seu crescimento.

Cuidados:
Solo:
Recomenda-se solo poroso, podendo-se usar como base a seguinte mistura: 1 parte de terra, 2 partes de composto orgânico, 1 parte de areia grossa e 1 parte de farinha de ossos.

Regas: É preciso cuidado com o excesso de água: muita umidade contribui para a proliferação de fungos e insetos, que costumam alojar-se nos brotos novos e na parte de baixo das folhas. Durante as regas, recomenda-se não molhar as pétalas, que mancham facilmente, ficando sujeitas ao ataque de doenças.

No caso de ataques, recomenda-se lavar a parte afetada com água morna e sabão neutro e, depois, enxaguar. Folhas e pétalas murchas ou muito atacadas devem ser removidas.

Luz: a gloxínia necessita de muita luminosidade para se desenvolver bem, mas não tolera a exposição direta aos fortes raios de sol. Locais próximos a janelas, onde possa receber luz e calor pela manhã e à tarde, são ideais para esta planta.

Temperatura e umidade: entre 22 a 24ºC e nível médio de umidade.

gloxinia-1

Regas: Um método simples para irrigação: encher o fundo de um recipiente grande e largo com cascalhos e colocar os vasos com as gloxínias sobre esta camada; em seguida por água no recipiente e deixar que a terra absorva a umidade necessária.

Multiplicação ou Propagação: Bulbos, sementes ou por meio da divisão de tubérculos ou estaquia das folhas é possível obter novos e saudáveis exemplares.

Floração: Floresce praticamente o ano todo, alternando períodos de dormência.

Dicas
*
Não molhe as folhas e hastes para evitar o apodrecimento.
* Remova folhas e flores mortas.
* Adube mensalmente durante o período de crescimento.
* Logo após a floração, deixe a planta em repouso por 2, 3 ou 4 meses.
* Diminua as regras de adubação. Após esse período, replante novamente a muda.

folhas caindo_1

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


astromelias-1

A astromélia é uma planta nativa da América do Sul que atualmente também é cultivada em lugares quentes dos Estados Unidos, México e Austrália por ser uma planta de clima quente e úmido que floresce na primavera e no verão.

Muitas pessoas conhecem a astromélia por ser uma planta comum, mas não a reconhecem pelo nome, entretanto a beleza de suas flores é reconhecida e por isso ela é muito utilizada em jardins e como adorno em residências, sendo a segunda flor mais vendida no Brasil.

As astromélias podem ser facilmente encontradas em floriculturas e é possível fazer lindos e elaborados buquês com a flor, que posteriormente podem ser transplantadas para vasos.

Existem astromélias amarelas, astromélias azuis, astromélias rosas e astromélias brancas, mas dificilmente você encontrará as flores com uma única cor uniforme ou comprará duas igual, o que as torna ainda mais interessantes para ser dar de presente pois sempre serão únicas, representando também a singularidade de sua amizade.

alstroemeria-2

Outra possibilidade é juntar diversas astromélias de tons que combinem e montar um buquê multicolorido, também é possível montar um buquê com outras flores que combinem com as astromélias, como por exemplo a rosa vermelha com astromélias avermelharas ou alaranjadas.

Pelo seu significado e beleza é possível adornar seu casamento com astromélias, principalmente casamentos diurnos com bastante luz e em locais com muita natureza.

astromelia em vaso

Como cuidar de astromélias em vaso
As astromélias se assemelham aos lírios, sendo por vezes chamadas de “pequenos lírios” ou “mini lírios”, ou seja, é uma bela planta para manter em casa como decoração.

Confira como cuidar da flor astromélia:
* Em um vaso com água as astromélias podem durar até 15 dias, para isso é necessário que se corte 1 cm de seu caule sempre que a ponta estiver com uma aparência pouco saudável, é possível fazer esse corte diariamente, o que ajuda a planta a se manter hidratada.

* Mantenha-as em local quente, as astromélias não sobrevivem no frio, sendo assim, caso você more em um local que faça muito frio, nesses períodos de inverno coloque-as do lado de dentro de casa. Outra opção é procurar por variantes chilenas das astromélias que florescem no inverno e se adaptam aos climas frios.

Como cuidar de astromélias no jardim
Além de ser usada dentro de casa em vasos, também é possível plantar astromélias direto no solo de seu jardim ou quintal, dando um visual bonito e colorido de forma natural para sua casa.

As astromélias não são das plantas mais fáceis de se cuidar, mas seguindo todas as dicas abaixo você certamente terá plantas bonitas e floridas:
* As astromélias precisam de espaço, então dê um espaçamento de no mínimo 50 cm entre uma e outra, assim que elas florirem, aumentarão de volume e não haverá mais grande espaço vazio, então não se preocupe.

* Pode-as sempre que necessário, caso contrário, elas crescerão de forma desordenada e “selvagem”, deixando seu jardim com uma aparência feia e mal cuidada. Além disso, é necessário remover todas as folhas e galhos mortos ou danificados, principalmente em caso de fungo para que não se espalhe por toda a planta nem contamine as plantas vizinhas.

* Mantenha as astromélias sempre adubadas, elas precisam de nutrientes para florescerem e crescerem saudáveis.

astromelias-4
* Regue as plantas com frequência, apenas tomar cuidado para não afogá-las, além disso, muita água pode gerar fungos, tudo em excesso faz mal.

* Caso você more em lugar de clima ameno ou de clima muito variável, é possível procurar astromélias híbridas de uma variante chilena que se adapta ao frio e uma brasileira que se adapta ao calor, tornando a planta mais resistente aos períodos de temperaturas extremas.

* Compre mudas de astromélia em casas de jardinagem em vez de plantá-las diretamente da semente, assim elas demorarão menos tempo para florir e te pouparão muito trabalho, cuidando bem de sua planta, ela pode durar até 3 anos no jardim.

barcos

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


phalaenopsis pintada

Cultivar orquídeas em casa com sucesso pode ser um desafio que precisa de um pouco de tempo e paciência. No entanto, a exótica beleza das flores sem dúvida que pode fazer com que o cultivo das orquídeas valha a pena. Por outro lado, plantar orquídeas não é tão difícil como costumava ser, existem híbridos mais resistentes disponíveis hoje em dia, bem como meios especializados: vasos, ferramentas, e estes conselhos.

Escolha da orquídea
O primeiro passo é a escolha das orquídeas. Há viveiros especializados e catálogos exclusivos, mas hoje as orquídeas podem ser compradas em qualquer lugar, inclusive nas grandes lojas e supermercados. No entanto, se as comprar em um viveiro é geralmente o melhor caminho se não estiver familiarizado com o cultivo de orquídeas.

O pessoal de um viveiro é mais especializado sobre a saúde das plantas e seu cuidado. Ao escolher as plantas, evite que estas apresentem muitas manchas de cor marrom ou preto nas folhas, já que podem indicar uma doença. As folhas amareladas também podem indicar má saúde em uma orquídea jovem.

Selecione plantas com a folhagem de cor verde brilhante e saudável para a primeira tentativa, isto indicará uma melhor oportunidade de sucesso.

Cattleya-harrisoniana

Ambiente adequado para as orquídeas
Proporcionar um bom ambiente de crescimento para suas orquídeas é fundamental, o que pode fazer é simular o habitat natural da planta tanto quanto possível. A maioria das orquídeas que se cultiva no interior é epífita, comumente chamadas plantas aéreas.

Este tipo de planta encontra-se com frequência em climas tropicais, cresce na rachadura de árvores altas, os resíduos e fungos nestes espaços proporcionam os nutrientes que a planta precisa para prosperar. À sombra da copa da árvore, a orquídea está protegida de toda a força do sol quente do meio dia.

Para criar as condições de iluminação mais benéficas para a orquídea de sua casa, deve colocá-la sob luz filtrada, uma janela com orientação é o ideal. Se a única opção é uma janela com luz solar direta, uma cortina escarpada pode proporcionar a proteção que a orquídea precisa contra a intensidade do sol.

Irrigação das orquídeas
A orquídea precisa de umidade também para ajudar a que se sinta em casa em seu ambiente natural, uma tarefa que pode ser conseguida com um umidificador, ou colocando um prato de cascalho úmido debaixo do vaso.

Certifique-se apenas de que não deixa água estancada na planta, estas condições podem promover os fungos, as doenças, ou o apodrecimento da raiz. Quando plantar as orquídeas em vasos deve fazê-lo com a drenagem superior em mente.

Rhynchostylis11

Normalmente, a maioria das orquídeas cresce com força quando as raízes se mantêm razoavelmente secas, por isso um vaso poroso e luz é o melhor, com uma mistura de casca de pinheiro. Um vaso de barro com os buracos de drenagem um pouco maiores que o normal pode ajudar a proporcionar as condições ótimas de drenagem. A irrigação deve ser feita só quando o solo do vaso estiver seco.

Entre os erros mais comuns que cometem os iniciantes nisso de cultivar orquídeas é o excesso de irrigação. Teste o nível de umidade colocando um lápis recém afiado no centro da terra. Se a madeira estiver úmida quando se extrair da terra, não precisa de água durante um ou dois dias.

Aprender a criar um meio ideal para cultivar orquídeas é a chave do sucesso. Enquanto as orquídeas podem precisar de mais tempo e atenção que a média das plantas de interior, a satisfação chega quando admira a beleza das suas flores delicadas e exóticas. Uma boa recompensa.

barquinho22

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Cattleya Aurantiaca

As plantas ajudam a decorar qualquer canto da casa com um estilo muito natural, romântico e elegante, transmitindo, ao mesmo tempo, paz e bem-estar. Você se anima a decorar sua casa com plantas? Nós apostamos na natureza, e por isso abaixo segue algumas explicações de como cuidar das orquídeas no verão.

Vamos aos passos:
A primeira coisa que deve saber sobre o cuidado das orquídeas é que a qualidade da água é muito importante. Recomenda-se usar água pobre em minerais, já que a água da torneira pode prejudicar esta planta.

Tenha cuidado também com a quantidade de água usada para regar as orquídeas. Na realidade, este tipo de planta não precisa de muita. O ideal é manter a terra levemente úmida, mas sem exagerar na quantidade de água usada.

Durante os meses do verão, será suficiente regar as orquídeas uma vez a cada três ou quatro dias. Neste sentido, um detalhe importante para cuidar das orquídeas é borrifar a planta com água. Experimente!

Outro aspecto que deve considerar para cuidar das orquídeas no verão é o sol. Não deixe nunca suas orquídeas expostas diretamente à luz solar, já que pode ser muito prejudicial para esta planta tão delicada e bela. As orquídeas são plantas de interior que precisam de luz natural e claridade para crescerem saudáveis e fortes, mas não de uma exposição muito direta.

Bulbophyllum eberhardtii

A temperatura é outro detalhe que deve considerar para cuidar das suas orquídeas durante o verão. Não se esqueça que este tipo de planta não resiste a temperaturas superiores a 30 graus.

Mesmo que não precisem ser regadas com muita frequência, as orquídeas precisam de um clima com aproximadamente 40% de umidade. Por isso, lembre-se deste detalhe ao cuidar das orquídeas no verão.

Apesar de serem plantas de interior, as orquídeas também agradecem um pouco de brisa fresca, principalmente no verão. Por isso, ventile sua casa mas evite o vento forte, que é o pior inimigo no cuidado das orquídeas.

Além de controlar todas as condições climáticas próprias do verão, você também pode ajudar suas orquídeas para que cresçam saudáveis e bonitas.

Como fazer isso? Para um cuidado correto das orquídeas no verão, é recomendado usar algum fertilizante específico para orquídeas, que ajude a melhorar a saúde da sua planta. Pergunte em qualquer comércio especializado.

entardecer

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.