Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




pilea

A asa-de-anjo é uma planta herbácea, pertence à família Urticaceae, nativa do Peru, perene um tanto suculenta, compacta de 10-12 cm de altura, de folhagem ornamental.

Suas folhas são grandes e ovaladas, profundamente acolchoadas, de cor metálica com duas faixas prateadas e arroxeadas na face de baixo.

As inflorescências são diminutas e de importância secundária como ornamentais.

É uma planta compacta, de crescimento rápido e adequado para áreas de sombra com alguma umidade, o que a torna ideal para preencher espaços vazios sob plantas mais altas.

No paisagismo é usada em jardins como forração e em vasos, jardineiras como planta pendente ou em composição com plantas mais altas.

Pilea_spruceana

É uma planta não tolerante à seca, frio rigoroso ou geadas. Cultivada a meia sombra, em solo fértil, rico em matéria orgânica, drenado e mantido úmido, mas não encharcado.

Podas de limpeza devem ser feitas regularmente para remover as folhas secas.

Sua multiplicação é feita facilmente por divisão da planta e por estacas preparadas em qualquer época do ano e plantadas diretamente no local definitivo.

banquinho

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


peperômia

A peperômia é bastante atrativa, cultivada no mundo todo como ornamental, sendo aproveitada principalmente na decoração de interiores.

Trata-se de uma planta herbácea, de folhagem pendente, densa e arredondada. Ela não tem flor, e as folhas, redondinhas, são verdes.

Quando a folhagem recebe também a cor branca, a planta é chamada de variegata. Bem fácil de cuidar, ela exige um pouco de atenção no verão, quando deve receber mais água. A peperômia pode durar mais de seis meses e chega a medir mais de um metro.

asadeanjo

Suas folhas são carnosas, verde-escuras na forma típica e com nervuras profundas, em baixo relevo, que dão um aspecto “engomado” à folha. Elas são sustentadas por longos pecíolos avermelhados ou rosados.

As flores são diminutas, brancas, e surgem em diferentes épocas do ano, dispostas ao longo de inflorescências do tipo espiga, que surgem acima da folhagem.

A peperômia é ideal para terrários abertos ou fechados, assim como vasos amplos e rasos, decorando balcões, mesas, escrivaninhas e estantes. Ela se desenvolve bem em locais com pouca luminosidade, onde outras espécies de plantas pereceriam.

Em lugares com clima tropical, ela também pode ser utilizada como forração no jardim, em áreas sombreadas ou com luz filtrada pela copa das árvores.

peperômia-1

Apesar do aspecto delicado, a peperômia é bastante rústica, adaptando-se a locais com pouca luminosidade e não é muito exigente com umidade ambiental e pulverizações nas folhas.

Folhas pálidas pode ser sinal de excesso de luz, assim, mova-a para um local mais protegido. Teme o frio intenso.

Convém replantá-la anualmente, colocando em um vaso maior ou fazendo a divisão da planta. Desta forma renova-se o substrato e o vigor da planta.

casinha na chuva

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


Azadirachta indica-1

A planta neem (ou nim é uma árvore do sudeste da Ásia e do subcontinente indiano. O neem é uma árvore de clima tropical, que pode ser cultivada em regiões quentes e solos bem drenados; ela é resistente à seca, tem crescimento rápido, copa densa e pode alcançar até 20 m de altura.

Uma das mais surpreendentes descobertas é essa árvore que tem potencial para amenizar danos ambientais e sanitários em âmbito global.

Atualmente, existem grandes plantações de neem na Nicarágua, Cuba, El Salvador, Chile, Guatemala, Costa Rica, República Dominicana e até na Alemanha e nos Estados Unidos.

O neem pode ser usado não só na produção de pesticidas, mas também na agricultura familiar, pois a árvore produz sombra e frutos. O especialista na árvore neem destaca ainda que o neem também está sendo utilizado em áreas que sofreram processo de desertificação e em projetos de reflorestamento, em substituição ao pinus e ao eucalipto, pois seus frutos atraem os animais.

O neem tem muitos benefícios: sua madeira, prima do mogno, é resistente e sua semente, casca e folhas podem ser utilizadas na fabricação de utensílios, pesticidas, repelentes, fármacos (de função terapêutica), cosméticos, além da vantagem de sua cultura ser considerada de baixo custo.

Azadirachta indica

Os diversos usos do nem:
Medicinal
O neem é considerado eficiente na cura e prevenção de várias doenças, segundo artigo publicado pelo departamento de bioquímica da Universidade Estadual de Maringá e as literaturas a respeito dos efeitos farmacológicos e médicos observados no corpo humano pelos extratos das várias partes da planta de neem.
As folhas de neem, solúveis em água, possuem atividades antissépticas, curativas, antiúlcera, anti-inflamatória, hipolipidêmica, que agem no controle dos níveis de colesterol, e são hepatoprotetoras.

Sobre os efeitos do extrato da casca, foram observadas ações gastroprotetoras e inibição da ulceração gástrica. Além disso, alguns estudos apontam o extrato da casca de neem como um forte aliado no tratamento de diabetes.

O óleo de neem, por sua vez, tem demonstrado efeitos de anti-infertilidade, sendo usado como espermicida e com atividade antimicrobiana significativa contra patógenos sexualmente transmissíveis.

Os extratos das folhas e sementes de neem também funcionam como repelente natural no uso doméstico, a exemplo da citronela, auxiliando no combate à malária, dengue e até a doença de chagas.

Indústria de cosméticos
Os benefícios do neem na cosmética vem através de seu óleo, que pode ser utilizado principalmente para a fabricação de sabão, xampu, óleo para os cabelos, tônico capilar e óleo fortalecedor para as unhas.

Azadirachta indica-1

Agropecuária
A pasta de neem tem sido empregada, na Índia, nas culturas de arroz e cana-de-açúcar desde 1930, visando o combate à Diatraea saccharalis, considerada uma das principais pragas da cana-de-açúcar e contra o cupim. Pode-se dizer que o uso do neem atua contra pernilongo, piolho, pulga e carrapatos.

Benefícios sociais
Por sua alta resistência, a árvore de neem se adapta facilmente a diversas situações. Ela produz muitos frutos e suas folhas são vastamente utilizadas para extração de compostos e aplicáveis a diversos setores, como o farmacêutico, industrial e químico.

Em razão de suas várias possibilidades de uso, destaca-se a relevância da árvore neem na zona rural também na geração de emprego e renda ao pequeno agricultor, além dos diversos benefícios descritos.

A educação a respeito dos efeitos terapêuticos e benefícios do neem ainda se mostra incipiente. Mas agora que você já conhece a planta e sabe para que serve, que tal adotar o uso de produtos derivados da espécie, como sabonetes, óleos essenciais, repelentes ou extratos?

Espalhe essa ideia e pratique o consumo consciente ao reduzir o uso de químicos sintéticos nocivos, seus impactos sobre a saúde e o meio ambiente.

floresta

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.


gelo

O método de regar orquídeas com gelo é popular nos EUA, onde grandes quantidades de orquídeas híbridas, principalmente do gênero Phalaenopsis, são vendidas em lojas de departamento, sob a marca ‘just add ice’, que significa ‘basta acrescentar gelo’, em uma tradução livre.

Desde então tem se propagado a ideia de que as orquídeas devem ser regadas com 3 pedras de gelo por semana.

Muitas embalagens de orquídeas tem inclusive recomendado a técnica, o que tem deixado as pessoas um pouco confusas com relação ao efeito que isso pode gerar na plantas.

Existem 2 argumentos dos adeptos da aplicação de gelo nas orquídeas:
* O gelo derrete aos poucos, fornecendo a quantidade certa no momento correto para as orquídeas.
* O gelo simula as horas de frio que a planta para florescer, fazendo com que ela floresça com mais frequência e muito bonita.

A vantagem de regar com cubos de gelo é que o gelo vai derretendo lentamente, dando tempo para o substrato absorver bem a água, sem que ela escorra do vaso. Além disso, a quantidade de água dos cubos é limitada, evitando que você molhe demais a orquídea.

Até nas embalagens de orquídeas tem inclusive recomendado essa técnica, e isso tem deixado muitas pessoas um pouco de dúvidas e confusas com relação ao efeito que isso pode gerar as plantas.

Manter as orquídeas sempre encharcadas pode ser mesmo uma péssima ideia, pois as raízes das orquídeas precisam de umidade no ar que as envolve, e não de encharcamento.

Como meio de rega, o gelo é mesmo eficiente?
Na maioria das orquídeas as raízes absorvem a umidade do ar que está em torno delas, de uma maneira natural, e não diretamente a água quando elas estão imersas e encharcadas.

Por isso, o importante é mantermos o substrato de sua orquídea úmido, mas nunca encharcado ao ponto de ela se afogar.

Você ainda pode regar com o gelo ou com água líquida, e isso gerará o mesmo efeito do gelo para a planta nesse aspecto, pois nesse caso, importante é não colocar a água em excesso, e nem com frequência excessiva para não prejudicar a sua planta.

geloorquídea

O gelo pode funcionar como simulação de horas de frio?
A resposta é Sim! Principalmente com as orquídeas do gênero Phalaenopsis. Quando a sua orquídea está sem flores e é submetida a um ambiente estressante, a planta por natureza tende a liberar flores, como um último recurso antes de uma possível morte.

Com a água gelada do gelo derretendo aos poucos e por algumas horas sobre as raízes, ela poderá gerar o stress suficiente para a planta “entender” que precisa florescer e isso pode acontecer com mais frequência.

Vale lembrar que a para sua orquídea formar flores exige um processo que consome quase toda a energia que a planta que ela acumulou durante os meses anteriores, e a orquídea mantêm só o mínimo de energia para poder se recuperar após a “exaustão” gerada pela floração.

Evite ao máximo ficar forçando a orquídea a florescer, pois quando ela ainda não possui energias suficientes para fazer isso, você poderá fazer com que ela fique excessivamente fraca e estressada, podendo demorar muito a se recuperar para a próxima floração, ou mesmo morrer.

A técnica é portanto, válida, mas devemos ter cuidado muito cuidado para não utilizar nos momentos errados, e sempre para evitar estressar demais a planta, ou forçar a planta a usar as suas últimas energias vitais para emitir florações.

folhas caindo outono

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.