Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Sophronitis coccinea (Lindley)

O nome desta espécie foi dado por Lindley, na Inglaterra, em 1836. Ela foi chamada de Cattleya coccínea e registrada no Botanical Register através de uma pintura da Sertum Orchidaceum, feita por Decoutilz.

Habitat
Vegeta em matas hidrófilas numa altura entre 600 e 800 m na Serra do Mar, nos Estados de São Paulo e do Sul do Brasil, e numa altitude maior nos Estados do Rio de janeiro e Espírito Santo.

Gosta de locais cujos troncos e galhos das arvores são repletos de musgos epífitas e permanece sempre úmidos. Vegeta e floresce melhor em galhos de árvores de porte pequeno ou arbustos mais abertos e com muita luminosidade. Floresce geralmente em duas etapas – no fim de Abril e de Julho a Setembro.

Características
Planta com pseudobulbos cilíndricos e alongados de 3 cm de altura, com uma folha oblonga e estreita do mesmo tamanho e de cor verde-escura, apresentando uma veia longitudinal de 1 cm de largura, de cor marrom-lilacínea no seu centro. Geralmente é uniflora, com flor vermelho-escarlate brilhante de 2 a 5 cm de diâmetro.

Variedades

sophronitis abóbora

Abóbora
Conhecuda no exterior como “pallens type”, esta variedade não é muito rara e é encontrada na Serra do Mar. Pétalas, sépalas e labelo abóbora-forte.

borboleta ou burtterfly

Borboleta ou “butterfly”
Descoberta na Serra do mar em 1909, na região de Peruíbe, esta planta foi extinta. Ea vermelho-carmesim, com listras longitudinais amarelas nas pétlas. Em 1971 foi reencontrada na Serra de Caraguatatuba, na cor pêssego-avermelhada com fortes listras amarelas nas pétalas.

bicolor

Bicolor
Variedade endêmic nas altas matas da Pedra Azul no Município de Domingos Martins, no Espírito Santo. Flor com 3 cm de diâmetro. Pétalas e sépalas de cor vermelho-pêssego e Serra do Mar. Tem pétalas  e sépalas amarelo-forte (ouro-velho) e labelo amarelo mais claro. É muito rara.

gigantea

Gigantea,hort.
Forma tretaplóide com pseudobulbos fortes e longos de 12 cm de comprimento. Folhas alongadas e fortes do mesmo tamanho. Flores gigantes de até 8 cm de diâmetro. Sâo de excelente forma técnica e produzidas em laboratórios japoneses.

labelóide

Labelóide
Outra variedade da Serra do Mar que apresenta três labelos e três séplas. Não tem coluna e por isso é totalmente estéril.

lobyi

Lobyi
É bastante rara aparecendo numa proporção de uma para cada 10.000 plantas normais. Flor concolor com pétalas, sépalas e labelo de cor amarelo-pálido claro (limão).

pygmaea

Pygmaea
Minúscula e delicada variedade que produz flores com cerca de 1 cm de diâmetro. Existem de cor vermelho forte mas a maioria é de colorido vermelho pálido. Seu hábitat é o Espírito Santo, não muito longe do litoral e existe uma variedade na cor amarela.

rossiteriana

Rossiteriana
Magnífica variedade também da Serra do Mar com pétalas e sépalas de cor amarelo forte (ouro velho) e com labelo cor amarela mais clara. É também muito rara.

BLUEBIRDS

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post