Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




masdevallia

São originárias de regiões de altitude das Américas Central e do Sul, inclusive no Brasil. No entanto, a maioria ocorre nos Andes em países como Colômbia, Equador, Peru e Venezuela. Este gênero abrange aproximadamente 500 espécies, embora este número seja bem maior por causa dos inúmeros híbridos desta planta..

Em geral,  são epífitas, mas também rupículas e outras que crescem sobre detritos vegetais.

São orquídeas desenvolvidas por cruzamentos, compostas por ramicaules eretos, com hastes florais que saem de suas bases.
Suas flores são pequenas, em média têm 4 cm e não são perfumadas, mas conquistam com seu formato de cálice, efeito proporcionado por três sépalas grandes e triangulares, com “cauda” longa. Suas cores vibrantes são um convite à contemplação.

Uma curiosidade desta bela espécie são suas pétalas e labelo que são pequenos e ficam escondidos dentro da flor.

Embora ela seja considerada de difícil cultivo, muitas pessoas desconhecem que ela só precisa de cuidados diferentes ao da phalaenopsis e cattleyas, nada mais além disso.

O que chama muita atenção é que ela não apresenta pseudobulbos, como a maioria das orquídeas, mas folhas com um caule fino que saem direto do sistema radicular, estrutura chama de ramicaule.

Em seu habitat natural, as masdevallias podem ser encontradas tanto em árvores e vãos de pedras, como também no solo, isto porque elas se alimentam apenas das substâncias liberadas pelos musgos que vivem nesses locais.

Para poder cultivar essa orquídea em casa, é necessário plantá-las em substrato preparado com partes iguais de pedras de construção (brita nº1) e musgo ou esfagno e em vasos de plástico para que se retenha melhor umidade.

Ela exige pouca água, porém com regas diárias e com adubações esporádicas, ou seja, uma adubação a cada três meses. Use 1 colher (café) de NPK 20:20:20, para cada 5 litros de água.

Para melhor aproveitamento da planta é necessário ainda replantá-la de duas a três vezes por ano, isso vai evitar que o substrato apodreça e solte substâncias que irão deixar as folhas com pontas amarelas e com pontinhos pretos.

As masdevallias apreciam muito clima entre 12ºC e 13ºC, mas suportam até 25ºC, desde que estejam em local bem ventilado e sob meia-sombra. Isto se deve pelo fato de serem originárias de regiões montanhosas.

Para estimular a brotação, não retire as hastes que estiverem verdes, porque elas voltam a florir, só corte quando estiverem secas. Elas podem florir mais de uma vez por ano, entre Junho e Dezembro.
Por não possuírem pseudobulbos para o armazenamento de água e alimento, a manutenção constante da umidade é vital. Por este motivo, é adequado o cultivo em vasos pequenos e manter o substrato sempre molhado, sem encharcar, para evitar o apodrecimento das raízes.

O substrato deve ser aconcicionado frouxamente, pois as raízes são delicadas e têm dificuldade para penetrar em ummaterial muito compacto.
Para a adubação, é aconselhável o uso de NPK 10-10-10 ou 20-20-20 diluído pela metade da concentração indicada pelo fabricante a cada 15 dias. A aplicação deve ser esporádica em baixas  concentrações. Diminua bastante no Inverno.
É preciso cautela com a adubação orgânica, pois são plantas muito delicadas. São sensíveis a óleos em geral (mineral e vegetal, como o nim). Assim o controle de pragas deve ser cuidadoso.

pass

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post