Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




dendrobium_nobile

É uma das orquídeas mais populares em cultivo. Existem muitas formas e variedades. As flores, com 6-8 cm, vão do branco até ao púrpura, passando por diversos sombreados rosa. Têm um aspecto ceroso, são perfumadas e duram entre 3 a 6 semanas.

São plantas epífitas que crescem a altitudes moderadas nas florestas dos Himalaias, na Índia e também no Nepal, China, Vietname e Tailândia. Gostam de luz e muitas vezes são mesmo encontradas recebendo sol direto.

A planta é constituída por pseudobulbos nodosos que podem atingir os 60cm de comprimento e 2cm de largura. Começam por se manter eretos mas, à medida que crescem,  pendem com o peso. As folhas, nos nodos dos pseudobulbos, são alongadas podendo atingir os 10cm de comprimento. Nos nodos, por baixo das folhas, nascem as inflorescências com 3-4 flores cada.

A melhor maneira de cultivá-los é usando vasos ou cestos pendurados com um substrato que permita alguma retenção de umidade, mas com boa drenagem.

Cresce melhor com temperaturas moderadas, mas necessita de um período de dormência e mais frio no Inverno. Pode ser mantido no exterior até começarem a aparecer novos rebentos ou inflorescências. Durante esse período a planta deve ser mantida seca, mas depois, na fase de crescimento, deve ser regada e adubada normalmente.

É uma planta muito bonita, de fácil cultivo, logo indicada para quem se queira iniciar nos dendróbios com bons resultados.

Temperatura e Umidade
Para a diferenciação dos botões florais é importante expor a plantas a baixas temperaturas.
Os pseudobulbos, os quais crescem na primavera e verão e amadurecem no outono, requerem aproximadamente um mês de baixas temperaturas noturnas. Por esta razão, no outono quando as noites tornam-se mais frias, não tenha pressa para levar as plantas para uma estufa, a menos que haja uma previsão de geada. Deixe-as do lado de fora, no frio, e elas florescerão melhor. Quando em plena florescência, as flores durarão mais se mantidas em um local frio, seco e fora da direta incidência da luz solar. A temperatura noturna de 5 a 10°C é ideal. Regue a planta, o suficiente para manter úmida a superfície do meio, a cada 5 ou 7 dias durante a parte mais quente do dia. O meio deverá estar completamente seco antes do anoitecer.

Luz
Plantas pequenas não requerem sombra durante o inverno. No entanto, 30 a 4% de sombra será necessário do final da primavera até o outono para se obter um saudável crescimento. Plantas de médio tamanho ou adultas não necessitarão de sombra (a menos que as folhas comecem a mostrar sinais de queimaduras feitas pelo sol). Plantas cultivadas com uma luminosidade maior crescem mais vigorosas. Onde a brisa do verão é mínima providencie 30 a 40% de sombra durante os meses mais quentes.

Água
Quando a temperatura começar a se elevar na primavera, comece gradualmente a regar.
No verão, quando a temperatura é alta e a luz solar é intensa, rege quase todo dia para que as plantas não se desidratem. No final de maio, quando a temperatura começa a cair, comece a reduzir gradualmente as regas. Quando a temperatura cair abaixo de 10°C, regue somente o suficiente para evitar que as canas fiquem enrugadas. Quando a temperatura cair abaixo de 5°C mantenha as plantas secas. É muito importante que as plantas estejam secas ao anoitecer.

Fertilização
Um fertilizante fraco em nitrogênio é ideal para plantas adultas. Evite fertilizar as plantas depois de fevereiro para garantir uma boa floração. Para plantas pequenas, e onde a temperatura de inverno cai abaixo de 7°C, aplique um fertilizante com alta porcentagem de nitrogênio quando a temperatura se elevar acima de 15°C (setembro – outubro). Se a temperatura noturna é superior a 10°C, comece a fertilizar em julho. O meio mais fácil de fertilizar plantas pequenas é utilizar de fertilizantes timed-release que são eficazes por mais de 6 meses. É preciso, contudo, se ter em mente que orquídeas são plantas de crescimento bastante lento, portanto é melhor fertilizar mais vezes com uma solução bastante diluída.
Doses fortes podem por em perigo a saúde das plantas.

Vasos e Substrato
Xaxim é um substrato fácil de ser encontrado e talvez o mais indicado no Brasil para estas plantas. O substrato deve reter alguma umidade, mas não deve ficar encharcado, por isso é importante colocar alguns cacos de vasos ou telhas no fundo dos vasos visando possibilitar que a água drene rapidamente. Os vasos de barro são recomendados para substratos que retêm mais umidade. E os de plásticos para aqueles que retêm menos umidade. Os seguintes tamanhos são apropriados:
- Plantas pequenas até 8 cm de altura: use vasos de 7 cm de diâmetro;
- Plantas de 13 cm de altura: use vasos de 9 cm de diâmetro;
- Plantas de mais de 25 cm de altura: use vasos de 11 cm de diâmetro.
Vasos muito grandes não ajudam no crescimento de plantas pequenas.

Quando a temperatura noturna se mantiver acima de 12°C, comece a replantar as plantas pequenas que já necessitem de um vaso maior e também as plantas adultas que tenham terminado de florir e que também estejam necessitando de um transplante devido ao porte ou a deterioração do substrato. Adie a transplante enquanto as baixas temperaturas prevalecerem. Para replantar, remova o substrato que esteja deteriorado e as raízes secas, mas seja cuidadoso para não danificar as raízes vivas. Replante em um vaso um tamanho maior que o atual. Se a quantidade de raízes tiver decrescido devido a remoção das raízes mortas coloque a planta em um vaso menor.

Plantas com mais de 7 ou 8 pseudobulbos podem ser divididas, no entanto isto não é necessário. A divisão de plantas com somente 4 ou 5 pseudobulbos retardam o crescimento da planta no ano seguinte. Transplante pequenas ou médias plantas que tenham terminado de florir somente quando o vaso tenha se tornado muito pequeno para suportar o peso de suas canas. A melhor época para se transplantar é quando as frentes novas estão com 10 a 15 cm de altura. As novas raízes destas novas frentes rapidamente irão se fixar no novo substrato. Não replante quando as novas frentes não estão crescendo ou a planta tenha parado de crescer. Depois de replantar. Mantenha o substrato relativamente seco por duas semanas. Rege uma vez a cada 3 ou 4 dias, o suficiente para manter a superfície do meio úmida. Quando novas raízes aparecerem providencie abundante água que deve drenar rapidamente pelo fundo do vaso. Deixe as plantas em 40% de sombra por 3 meses. Após o transplante.

Na primavera e começo do verão, keikis (pequenas plantinhas que surgem nas partes mais altas das canas) podem aparecer devido a danos no sistema radicular ou a excessiva fertilização por nitrogênio. Keikis produzidos na primavera produzirão pequenos pseudobulbos que ficarão maduros durante o verão. Quando as raízes estiverem com 7 a 9 cm remova o keiki, lave ele em água para amolecer as raízes e então plante-o em um vaso de 8 cm de diâmetro ou maior dependendo do tamanho do keiki. Se novas frentes surgirem na base de um pseudobulbo que esteja simultaneamente desenvolvendo um keiki, remova o keiki para encorajar o desenvolvimento da frente principal.

Produzindo Flores
Pobre florescência em robustas canas e a formação de keikis é o problema mais comum com Dendrobium nobile. A solução é providenciar plena luz para plantas adultas. Se houver uma constante circulação de ar as plantas podem ser crescidas a pleno sol, até no verão. No Hawai, as plantas são cultivadas a pleno sol com sucesso. Se a circulação de ar for inadequada, providencie 30 a 40% de sombra durante os meses mais quentes para prevenir queimaduras nas folhas. De março em diante coloque as plantas diretamente ao sol para produzir fortes canas e folhas e prepará-las para florescer.

lap

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post