Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Bromélia Tillandsia

A planta conhecida popularmente como cravo-do-mato tem como nome botânico Tillandsia e pertence a família Bromeliaceae. Sua origem é a América do Sul e América Central.

Essa espécie pode ser encontrada em larga escala na América Central, Brasil e Argentina. Em nosso país o cravo-do-mato pode ser encontrado no Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Dentre os habitats em que é possível encontrar o cravo-do-mato estão a Caatinga, Amazônica, Mata Atlântica e Cerrado, ou seja, pode se adaptar a todas as formações florestais.

Descrição da planta
O cravo-do-mato é um tipo de planta epífita que vive sobre as árvores e que possui grande capacidade de sobrevivência. A planta possui folhas num tom esverdeado e pode crescer sobre outras plantas bem como no chão. O clima ideal para que essas plantas se desenvolvam é o de chuvas regulares, de preferência com uma boa sombra. O cravo-do-mato serve de abrigo para pequenos animais.

Tillandsia aeranthus

As plantas tillandsias cinzas, dentre as quais a mais conhecida é o cravinho-do-mato (Tillandsia aeranthus), gostam de sol e se desenvolvem bem em locais que tem boa umidade e também em áreas que sejam semi-áridas. Uma planta do tipo rústico, rupícola e epífita que se desenvolve se prendendo sobre os troncos de árvores e rochas. Podem sobreviver com pouca água.

Folhas
Essas plantas têm folhas que são recobertas por escamas finas que recebem o nome de tricomas. Quando essas folhas fenecem acabam sem cor, porém, quando se encontram sob a luz direta do sol adquirem um tom prateado. Essas folhas ainda se caracterizam por serem pequenas e finas. A sua distribuição acontece ao redor do eixo central da planta.

Raízes e polinização
As raízes do cravo-do-mato são fortes e tem a função de se fixar aos suportes não sendo raízes de captação de nutrientes, função que fica a cargo das escamas pequeninas das folhas. Essas escamas são adaptadas para captar do ar a umidade e os nutrientes que são necessários para realizar a fotossíntese.

A polinização dessas plantas é cruzada, isso quer dizer que existe o casamento entre diferentes flores e dificilmente acontece a autofecundação. As sementes dessa planta contam com plumas e podem ser levadas pelo vento o que faz a disseminação da espécie.

Cravo-do-mato

Floração
A floração acontece de agosto a dezembro e o seu auge se dá nos meses de setembro e outubro.

Como plantar a bromélia Tillandsia (Cravo-do-mato)
Para ter um bom resultado no cultivo dessa planta é bem simples e a primeira coisa a ser feita é procurar um lugar bem iluminado que receba sol indireto, de preferência sob árvores. Não é necessário vasos, é possível fixar as plantas em madeira, troncos ou placas de fibra de coco.

A adubação tem um papel importante para o crescimento da planta, a dica é fazer o procedimento de forma líquida. Para isso será necessário adubo NPK 10-10-10, dissolva o mesmo numa colher de chá num litro de água e regue as folhas usando aspersor. Para que o adubo esteja bem líquido é importante coar o produto, senão pode causar entupimentos.

O procedimento não pode ser feito embaixo de sol forte e nem mesmo antes de chuvas. No caso de as plantas estarem sob árvore não é necessário fazer a adubação uma vez que o cravo-do-mato conta com um sistema de captação de nutrientes que é bastante eficiente.

A rega da planta deve ser feita somente se não estiver chovendo uma vez que essa planta vive com uma quantidade pequena de água. O cravo-do-mato não gosta de incidência direta do sol e precisa estar cultivada num local protegido que tenha substrato úmido.

Cravo-do-mato (Bromélia Tillandsia)

Dica de espécie para cultivar
Uma espécie que é bastante cultivada com fins ornamentais é a tillandsia-azul (Tillandsia cyanea), cuja origem é no Equador. A inflorescência dessa planta conta com uma espiga achatada que possui brácteas cor-de-rosa, as suas flores tem um tom de azul violeta, o que faz dessa espécie bastante ornamental.

Beleza rústica
A planta cravo-do-mato tem uma beleza rústica e por isso acrescenta um toque todo especial para uma composição de jardim. Pode ser uma planta interessante para quem deseja algo diferenciado para apresentar aos seus visitantes. Uma beleza rústica que pode se integrar perfeitamente com outras plantas que sejam mais delicadas. O colorido do cravo-do-mato também merece destaque.

O que são plantas epífitas?
Para quem tem dúvidas do que são plantas epífitas esclarecerei um pouco mais o tema. O nome científico de plantas epífitas é Epitus ormoscatis que significa algo como plantas sobre plantas, basicamente pelo fato de que são plantas que vivem sobre outras plantas.

tillandsia

As plantas epífitas são bem comuns nas florestas tropicais em que existe uma grande competição pela luz e pelo espaço. Plantas herbáceas (plantas rasteiras) não têm muitas chances de sobreviver nesse ambiente. Esse ambiente fez com que as espécies que conseguiram germinar sobre a casca de outras árvores (acima do nível do solo) fossem selecionadas e conseguissem sobreviver.

Características das epífitas
As plantas epífitas não criam raízes no solo, pois se fixam em outras árvores ou em outros objetos que sejam elevados como rochas, construções entre outros. O porte dessas plantas costuma ser discreto, a fixação se dá nos tecidos superficiais dos troncos e galhos para que recebam luz do sol e umidade com mais facilidade do que se fossem extrair diretamente do solo.

Na maioria dos casos de epífitas as plantas contam com sistemas específicos de absorção de umidade do ar. A extração da alimentação mineral vem da poeira que recai sobre si e precisam de uma grande quantidade de luz e umidade para sobreviver. As plantas epífitas não são parasitas, em grande parte dos casos, usam apenas a outra planta como suporte.

cortina voando

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post