Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Dendrobium victoriae-reginae

Esta orquídea de rara coloração carrega a realeza em seu nome, bem como em suas exóticas flores quase azuladas. O Dendrobium victoria-reginae foi assim batizado em homenagem à Rainha Vitória, que ocupou o trono do Reino Unido de 1837 até a sua morte, em 1901.

Orquídea típica das densas florestas filipinas, a espécie foi descoberto por um coletor de orquídeas inglês, de nome Loher, em 1897, poucos anos antes do falecimento da monarca por ele homenageada.

Além de suas flores exóticas, de colorido único, raro entre as orquidáceas, o Dendrobium victoria-reginae tem um aspecto vegetativo bem curioso. Seus pseudobulbos são bastante afilados na base, aumentado de calibre à medida que se desenvolvem.

Quando completamente maduros, perdem todas as folhas, assemelhando-se a estruturas sem vida. A surpresa vem com a floração, que surge nas pontas destes caules pendentes, em forma de delicados bouquets de flores azuladas, cuja aparição pode ocorrer em qualquer estação.

É comum, inclusive, que o Dendrobium victoria-reginae floresça várias vezes no mesmo ano, a partir de diferentes pseudobulbos, ou em vários, simultaneamente.

Dependendo da fase de desenvolvimento dos botões florais, bem como das condições climáticas e da intensidade de luz fornecida, a coloração das pétalas e sépalas desta orquídea pode variar entre o lilás, passando pelo púrpura, e culminando em um belo e raro tom azulado.

As orquídeas do gênero Dendrobium são conhecidas pela sua incrível variedade de formas e cores. Trata-se de um dos gêneros com maior número de espécies, dentro da família Orchidaceae.

Dendrobium victoria-reginae55

Também fazem parte deste gênero representante híbridos bastante populares, tais como a famosa orquídea olho-de-boneca, descendente do Dendrobium nobile. A orquídea Denphal também é um exemplo de Dendrobium, assim como o híbrido Dendrobium Stardust.

Estes foram os representantes do gênero que já cultivei, aqui no apartamento. São todas orquídeas epífitas, originárias de países do sudeste asiático.

O Dendrobium victoria-reginae é endêmico das Filipinas, o que significa que ele somente é encontrado nativamente neste país, e em nenhum outro lugar do mundo. Trata-se de uma orquídea típica de florestas localizadas em regiões de elevadas altitudes, onde o clima é ameno e a luminosidade é filtrada pelas densas copas das árvores.

Esta é uma orquídea que aprecia ser cultivada em vasos bem pequenos, apertados, cujo substrato é mantido úmido durante a maior parte do ano. À medida que crescem, os pseudobulbos do Dendrobium victoria-reginae começam a pender e precisam ser tutorados, uma vez que sua base é bastante fina e delicada, com a porção mediana mais encorpada.

Dendrobium victoria-reginae86

Apesar do suporte, a parte distal do pseudobulbo acaba pendendo naturalmente. Muitos iniciantes se assustam com o amarelamento das folhas, que secam e caem. Neste gênero de orquídeas, no entanto, trata-se de um processo natural, que ocorre com a maturação dos pseudobulbos e costuma anteceder a floração.

Há cultivadores que costumam manter o Dendrobium victoria-reginae em placas de madeira ou pedaços de troncos, com suas raízes protegidas apenas por um pequeno chumaço de musgo sphagnum. Sob estas condições de cultivo, no entanto, as regas devem ser mais frequentes.

Além disso, a umidade relativa do ar precisa ser elevada, para que a orquídea não se desidrate. O cultivo em vasos visa facilitar a manutenção, de modo que o substrato retenha a umidade por mais tempo.

No entanto, deve-se tomar o cuidado de não regar em excesso. O importante é que o material seque bem, entre uma irrigação e outra.

Dendrobium victoria-reginae

O Dendrobium victoria-reginae não precisa de luminosidade intensa para se desenvolver e florescer, uma vez que seu habitat de origem é bastante sombreado. No entanto, ele precisa de altos níveis de umidade relativa do ar. Também é importante que haja uma boa ventilação no local, para evitar o surgimento de doenças fúngicas.

Para que o Dendrobium victoria-reginae floresça de forma mais contínua, uma adubação mais rica em fósforo é recomendada. Existem formulações específicas para induzir a floração de orquídeas.

De modo geral, as aplicações são semanais, com metade da dose recomendada pelo fabricante. É sempre importante lavar bem o substrato, periodicamente, para evitar o acúmulo de sais minerais provenientes da adubação.

passaro_2

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post