Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Polygonum capitatum

O Tapete-inglês é uma espécie de planta pertencente à família Polygonaceae, considerada como planta de “forração”. Sua origem é do Himalaia, Ásia e Índia. É uma planta que gosta de sol pleno ou a meia sombra, e a sua altura alcança de 15 a 20 cm. Graças às essas características é uma planta muito usada no paisagismo.

É uma planta herbácea e perene e muito usada no paisagismo. A forração ganha espaço porque tem uma ramagem muito delicada com tonalidade para a cor castanha. As folhas também merecem destaque, pois são lanceoladas e tem um toque especial graças as suas bordas vermelhas. Além disso, possuem nervuras e um verde com um toque “bronzeado”, muitas vezes formam uma perfeita letra “V”.

Durante quase todo ano, a folhagem do tapete-inglês fica mais bonita ainda com as inflorescências. As pequenas flores podem ser rosadas, verdes ou brancas e tem como característica o fato de serem globosas.

Apesar das flores poderem aparecer em qualquer época do ano, elas são mais frequentes nos meses do verão e do outono.

Polygonum capitatum

O uso no paisagismo
O uso do tapete-inglês no paisagismo é muito comum, porque se trata de uma forração perfeita para deixar jardins bonitos. Porém, somente aqueles que têm uma boa incidência de sol. Além disso, a textura do tapete-inglês e as cores dão um charme todo especial.

Pelo tipo de planta que é usá-la no paisagismo concede um ar natural e rústico ao mesmo tempo. É muito comum, o tapete-inglês compor caminhos utilizando também pedras brancas junto com ele.

Mas, não pense que a espécie só pode ser cultivada em quintais e jardins, ela também pode conceder beleza a um ambiente sendo cultivada dentro de floreiras e vasos.

Porém, não é indicado plantar ou colocar o tapete-inglês em lugares que tenha um grande fluxo de pessoas. Assim, como não é recomendado que pessoas caminhem sobre a forração.

Quando chega o inverno, o tapete-inglês não perde a sua beleza, porém, perde parte das suas folhas. No Brasil, se usa muito o tapete-inglês para compor projetos paisagísticos no litoral.

Polygonum capitatum em vasos

Cultivo do Tapete-inglês
Um dos principais cuidados que devemos ter com o tapete-inglês para que cresça bonito é deixá-lo ao sol ou cultivá-lo onde tenha boa incidência de luz solar.

Também é de extrema importância que além de boa drenagem, o solo seja fértil, preparado com antecedência com material orgânico. E claro, como toda a planta, a rega deve ser frequente, mas sempre tomando cuidado para não encharcar.

Na hora de plantar no quintal ou jardim, a cada metro quadrado não coloque mais do que 4 mudas do tapete-inglês. A distância entre as plantas é necessária. Quatro mudas neste espaço garantem o efeito tapete e o visual incrível.

O tapete-inglês é o tipo de planta que não dá muito trabalho. Claro, que as podas não podem faltar para que o crescimento seja controlado, assim como a cada ano, de preferência no inverno, seja feito o adubo.

Caso queira fazer multiplicação do tapete-inglês use divisão de ramagem com raiz ou simplesmente, compre mais sementes.

polygonum-capitatum

O que são plantas de forração?
São chamadas de plantas de forração, todas aquelas que atingem baixa altura e que servem para cobrir partes de um terreno, como se fossem um tapete. Exatamente como “cobertor” é que elas são  usadas e por isso o nome forração. Sendo assim, são muito indicadas para projetos paisagísticos.

Porém, quando se fala em plantas que servem para forração, também está subentendido, que elas não suportam que pessoas caminhem sobre elas. Não são como a grama, que suporta o vai e vem. No caso das forrações, elas cobrem todo o terreno para ornamentá-lo e essa área não pode ser de passagem.

As plantas de forração costumam ser chamadas de tapete vivo para jardim, mas vale lembrar novamente, que elas também podem ser cultivadas em vasos. Porém, neste caso, essas plantas perdem o seu objetivo principal, que é aquele de cobrir e dar o efeito tapete para aquele determinado terreno.

É muito comum observar esse tipo de forração próximo às árvores, uma vez que elas também gostam de meia sombra. Porém, jamais devem ser cultivadas em lugares sem nenhum sol.

Tapete-ingles

Quando a forração protege o terreno?
Não é só para deixar um terreno mais bonito que as forrações são usadas, elas também podem ser usadas para proteção. Isso mesmo, com esse tipo de planta é possível proteger o solo de barrancos, por exemplo. Evitar erosão provocada pelas chuvas fortes. Elas também auxiliam o terreno evitando que ele fique ressecado, o que é normal em lugares onde o calor é forte demais.

No caso da proteção do terreno por quanta da chuva, as plantas auxiliam a absorver a água e não deixar que a terra fique inundada. Sendo assim, pode ser considerada uma espécie importante para auxiliar na drenagem do solo.

Porém, caso seja um barranco que não receba absolutamente nada de luz solar, não é recomendado o seu uso, nem como meios de paisagismo e muito menos para proteção do solo. Qualquer espécie de forração precisa receber a luz do sol com frequência, mesmo que fique sob meia sombra.

Vale lembrar, que mesmo quando se pensa em usar qualquer espécie de forração com o objetivo de criar uma proteção para o solo, essa terra deverá ser preparada para receber a planta. Como foi dito a respeito do tapete-inglês e isso vale para qualquer tipo de forração, essas plantas precisam de solo fértil para se desenvolverem.

cachoei

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post