Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




hibiscos

A floração do hibisco iniciará em breve. Esta flor largamente utilizada como ornamental nos nossos jardins, tem uma longa história julgando-se ter a sua origem na Ásia tropical, embora seja desconhecida em estado natural.

A maior parte das espécies de hibiscos surge como variantes do Hibiscus rosa-sinensis. O trajeto desta espécie e a sua hibridação com outras que resultaram na enorme variedade de cultivares atualmente disponíveis. A estacaria foi o método de propagação mais utilizado na dispersão das inúmeras variedades.

Os povos que habitam a polinésia deverão ter emigrado da Índia e terão sido os responsáveis pelo transporte das espécies de hibiscos através da China até ao Pacífico. Devido ao seu rápido crescimento, floração e diversidade de cores e formas, a sua aplicação como ornamental tornou-se óbvia. Pensa-se que terá sido a China a exportar esta espécie para a Europa. A forma singela permanece como flor nacional da Malásia e do Estado do Havai.

Apesar de ser uma espécie vulgarizada é frequente encontrarmos exemplares mal formados ou com carências de várias ordens. É importante ter em conta algumas regras de plantação, que em muito contribuem para o seu sucesso.

Antes de mais, a escolha do local de plantação protegido do vento é particularmente importante uma vez que esta planta tolera ventos intensos, especialmente quando a temperatura da região é muito fria. Um local com sol pleno é fundamental para a floração, assim como a disponibilidade de potássio. A correção deste elemento no solo deverá ser feita caso uma análise de solo revele a sua carência.

Relativamente ao solo, o hibisco necessita de solos ricos em matéria orgânica, bem drenados e com pH entre 6 e 7. A rega é essencial durante os meses quentes podendo ser feita com intervalos de três dias a uma semana, dependendo da capacidade de retenção de água do solo. Para obter um crescimento vigoroso, e sendo o hibisco uma espécie exigente, deve ter-se em conta a competição com outras plantas (da mesma espécie ou outras) recomendando-se por essa razão um afastamento entre plantas de cerca de 1 a 2 metros numa plantação em maciço ou no mínimo 1 metro para plantação em jardins. Esta distância entre plantas permite um bom arejamento, essencial no controlo de pragas e doenças, permitindo ainda uma boa entrada de luz, fundamental ao desenvolvimento e floração.

Muito mais se poderia contar sobre esta espécie, mas nada como experimentar e apreciar.

barrinha-de-borboletinhas

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



3 Responses

  1. #1
    maria elisabete 
    Friday, 23. September 2011

    Tenho uma cerca viva com hibiscus, mas está atacado por um inseto branco nas folhas jovens, que devo fazer?

    Obrigada Beth

  2. #2
    Luciano Duarte 
    Thursday, 31. May 2012

    Meu hibisco está com as folhas meio ressecadas e muitos pequenas e murchas; elas já nascem assim e não se desenvolvem. As flores também nascem esmirradas e não se desenvolvem. Tirei todas as follhas, e as novas que nasceram eram do mesmo modo, sem se desenvolver. O que posso fazer?

  3. O hibisco nasce em qq terreno. Mesmo plantado próximo um do outro, eles vão disputar o lugar…. tenho na calçada enfrente minha casa um quadrado de cinquenta cms, plantei tres mudas de hibiscos diferentes,e uma pitangueira no centro. o hibisco foi crescendo rápido, deixando a pitangueira pequena no centro, baixinha. os hibiscos cresceram mais de tres metros de altura, e muito florido. A pitangueira desenvolveu pelos lados, tentando ganhar espaços entre os galhos dos hibiscos, sem chances….só começou a crescer após a primeira poda que fiz dos hibiscos, deixando aparecer os galhos da pitangueira, que daí cresceu tomou Sol e deu frutinhas…..Não usei adubos, só reguei eventualmente…..Os hibiscos por sua vez não param de florir, são todos diferentes, uns dos outros….

Comente sobre o post