Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




solenostemon

Coração Magoado é o nome popular de inúmeras plantas apreciadas por suas folhagens, também conhecidas como Cóleu ou Cóleus. Não é apenas uma planta mas todo um gênero de plantas conhecidas por este nome, existindo cerca de 41 espécies classificadas no gênero Solenostemon. Em espanhol é chamada de Gitana e Coleo. Em inglês é chamada de Coleus.

A maioria das espécies de Coração Magoado são originárias do sul da Ásia (Malásia, Filipinas), mas algumas espécies são originárias da África Tropical (Etiópia).

Chega a 90 cm de altura, dependendo da variedade, e algumas podem atingir os 2 metros. É uma planta herbácea de folhas muito coloridas. As folhas são grandes, macias ao toque, com um colorido bem diversificado. Entre as cores predominantes nesta folhagem estão o amarelo, vermelho, rosa, roxo, verde e marrom. As folhas sempre apresentam mais de uma destas cores, ou um degradê entre uma e outra cor. As variedades que apresentam coloração vermelha ou arroxeada precisam de mais horas de sol para terem estas cores intensificadas. Quanto menos horas de sol receber mais verde será sua coloração. Isto mesmo, uma mesma planta pode ter coloração diferente dependendo da quantidade de luz solar que recebe. As folhas podem variar de formato e tamanho, mas sempre lembram o formato de um coração. Podem ser terminadas dentadas, onduladas, lisas ou de formas irregulares. Os caules são moles e grossos, com formato quadrangular. Quando a planta já é mais velha, estes caules endurecem ganhando um aspecto de madeira.

As flores aparecem agrupadas, formando uma espécie de espiga, podendo surgir o ano todo. A coloração, assim como as folhas, é variada, sendo rosas, brancas ou azuis. Não são muito atraentes, não tendo grande valor paisagístico. As sementes são muito pequenas, sendo que em 1 g de sementes podem existir até 4000 unidades.

Tem ciclo de vida perene, mas em paisagismo é cultivada como planta bianual por ganhar um aspecto pouco interessante neste período por ter um grande crescimento vertical, dando-lhe um aspecto espigado. Em locais de clima mais frio este tempo de vida útil diminui, já que não resiste bem ao frio, sendo cultivada como planta anual.

No paisagismo pode ter diversos usos, como formar maciços coloridos ou bordaduras, decoração de jardineiras ou vasos. Em lugares de clima quente podem ser utilizadas como plantas de exterior e interior, mas em climas mais frios é conveniente tê-las como planta de interior, por ser sensível ao frio.

Apesar de não exigir podas regulares para ter uma boa saúde, dependendo da utilização dada à planta necessita de podas regulares para manter-se compacta e com mais folhas.

Pode ser cultivada sob sol pleno ou à meia sombra, sendo que sua coloração pode variar dependendo da inscidência de luz que recebe. A terra deve ser rica em matéria orgânica, bem drenada e soltinha. As regas devem ser regulares, necessitando de mais regas nos meses secos e, principalmente, quando estão em fase de crescimento e floração. Como a planta é tolerante a climas secos, pode-se recorrer a uma ajuda da própria planta para saber quando regá-la. Quando a planta necessita de água suas folhas murcham, deixando evidente sua necessidade de água, bastando regá-la para se recomporem. Procure regar com água à temperatura ambiente.

Devem ficar em local ventilado, mas nunca com ventos, que podem quebrá-las com facilidade. A adubação deve ser feita de 15 em 15 dias. É uma planta de clima tropical, tolerando climas mais secos, mas não temperaturas inferiores a 13ºC. As geadas não são toleradas pela planta, razão pela qual é cultivada como anual em climas mais frios, pois normalmente morrem nos meses mais frios.

Caso não tenha interesse na produção de sementes e nem aprecie tanto assim as flores, é recomendável que logo que surja a espiga onde elas aparecerão, esta seja eliminada. Sem as flores a planta tem mais energia para produzir mais folhas.

Os ramos que crescerem demasiado podem ser cortados para dar origem a uma nova planta. Caso queira reproduzi-la desta forma, na reprodução por estaquia, coloque o ramo em um recipiente com água. Depois de uns 10 dias começam a surgir raízes. Então, quando elas já forem abundantes, é só plantar em terra com bastante matéria orgânica. A multiplicação também pode ser feita por sementes, que são bem reduzidas e não devem ser enterradas, apenas postas sobre a terra e cobertas com uma fina camada de terra apenas para que não sejam levadas pelo vento ou deslocadas nas regas.

Como já disse aqui antes, nem tudo são flores, neste caso, nem tudo são folhas coloridas. O Coração Magoado pode ter alguns problemas se cultivado de forma errada. Caso a planta fique desfolhada com apenas um grupo de folhas na ponta é porque precisa de adubação urgente. Quando atingem uma certa altura é frequente que os caules se quebrem. Isto acontece principalmente se ficam em ambientes quentes e recebem regas demasiadas, mas também pode ser resultado da ação dos ventos. Para evitar a quebra pode-se fazer uma poda, para que cresçam novos ramos, mais grossos e resistentes. As folhas com mal aspecto ou doentes devem ser retiradas. Novas folhas surgirão.

Pode ser atacada por ácaros, moscas brancas, moluscos e pulgões, que podem comer as folhas. Os moluscos devem ser eliminados manualmente. Pode-se utilizar inseticida comum para eliminar as pragas, pois não afetam a planta. Só são atacados por fungos quando estão em ambientes muito mal ventilados e com excesso de umidade. Em caso de infestação de fungos o mais prático mesmo, para jardineiros amadores como eu e você que lê este post, é eliminar a planta e não o fungo.

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



2 Responses

  1. #1
    Edson Machado da Rocha 
    Tuesday, 17. July 2012

    Cara Sonia,há algum tempo coleciono Cóleos em casa e no sítio (Solenostemom Scutelarioides ),na nossa região Zona da Mata Mineira muitos as conhecem como “tapete”já que parecem estampas de tapete, e nos anos 60 e 70 quando abundantes eram usadas nas cidades pequenas como a minha(Mar de Espanha MG) nos tapetes de rua da semana santa e corpus cristi.Hoje infelizmente estão escassas das casa de nossas tias e avós mas sigo tentando resgata-las, possuo hoje cerca de 30 tipos diferentes que vou multiplicando e doando pra amigos para que não se acabem. Parabéns pelo blog,bem feito com informações valiosas e precisas.PS na nossa região coração magoado é o nome popular do Iresine seja o vermelho ou o verde. Abraços obrigado

  2. #2
    Aderson Borges 
    Sunday, 10. February 2013

    Edson, caso lhe interesse também sou colecionador de tapetes. Pode entrar em contato comigo pelo e-mail: adersonelisio@bol.com.br para trocarmos mudas e informações. Moro em Blumenau no estado de SC. Um abraço,

Comente sobre o post