Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Corretamente Hippeastrum, A amarilis produz enormes bolbos que originam flores também muito grandes e vistosas em forma de funil cuja cor varia do branco puro ao vermelho escarlate com algumas variantes matizadas.
Os bolbos podem ser adquiridos nas lojas de plantas, floristas e hipermercados e aparecem em caixas ou sacos de uma única unidade, em alguns casos também podem adquirir já plantadas e no início do aparecimento das flores e folhas

Geralmente estes já plantados são os que colocamos dentro de casa num bonito “cachepot” em cima da mesa ou num canto que precise de cor extra. Não precisam de cuidados extras nessa fase podendo apenas ser regados certificando-nos de que não os deixamos com excesso de água que poderia apodrecer o bolbo.
Caso optemos por os plantar, não os devemos enterrar completamente mas só até a metade ou deixando a ponta dos mesmos expostas.

Quando finaliza a floração temos um belo ramalhete de folhas longas que não devem ser cortadas pois a planta precisa delas para alimentar o bolbo e assim no ano seguinte nos voltar a surpreender com as suas magníficas flores. Nesta altura caso possível deveríamos colocar o vaso no exterior e deixar que absorva todos os raios do sol possíveis. O sol ativa drasticamente a cor das flores. Em exterior é uma planta gulosa de sol e água podendo deixar-se ficar todo o ano na rua e não voltando a mexer obviamente que as regas de inverno serão unicamente para que a terra não seque por completo mas mesmo que assim seja não será por isso que ela deixará de florir no ano seguinte.

Tal como todas as plantas possuidoras de bolbos, existe a necessidade de uma fase de repouso que pode ser natural (em exterior) ou forçada (interior) mas não tem que ser assim também.
Sempre a tive dentro de casa na época de floração que dura algum tempo e depois desta colocava-a numa janela a sul e ia reduzindo ao fim de um mês normal pouco a pouco a rega até que acabava por deixar secar o torrão colocando-a depois num armário para retirar depois na época seguinte quando ela própria se prepara para começar a despontar e recomeçar tudo de novo começava a se preparar

As flores podem ser cortadas e colocadas em jarras mas pelo seu tamanho e peso não têm uma boa colocação na mesma, no entanto devemos ter em conta que o pé não deve ser afogado em água mas apenas na quantidade necessária e ser mudada todos os dias.

O pólen que liberta pode sujar o espaço em volta e por isso algumas pessoas têm o hábito de com uma tesoura cortar as pontas do mesmo, mas há de notar que esse processo diminui a duração das flores.

borboleta_2

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post