Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Echinodorus ozelot red

A função das plantas no terrário não é apenas decorativa. As plantas influenciam o microclima do terrário e proporcionam aos animais sombra e esconderijos, permitindo portanto, a formação de territórios aos exemplares de espécies de animais caracterizadas por comportamento territoriais.

Indicações importantes
Algumas plantas ao entrarem em contato com a pele ou as mucosas do homem, tem efeitos tóxicos. Lave sempre as mãos cuidadosamente depois de manusear as plantas, remova imediatamente com água quaisquer gotículas de seiva que lhe caiam sobre o rosto, que provenham do caule ou das folhas.

Localização do terrário decorado com plantas
A luz é fundamental às plantas. Precisam dela para a produção de clorofila, a qual é, por sua vez, necessária ao fortalecimento do vegetal. Se não tiver luz suficiente, a planta procurará crescer em direção a ela, tornando-se cada vez mais alongada e fina, com pequenas folhas esbranquiçadas e um aspecto estiolado. Esta forma de compensar a falta de luz não é, porém, eficaz durante muito tempo, visto que continua a não se formar clorofila suficiente, e a planta acaba por morrer de fome, por muito rico que seja o solo no qual ela esteja plantada.
Um terrário decorado com plantas vivas deverá, pois, ser colocado num local bem iluminado. Se, apesar de tudo, algumas plantas continuarem a apresentar sintomas de falta de luz, retire-as do terrário e coloque-as, por algum tempo, num local particularmente luminoso ou na varanda.

Substrato para as plantas
O melhor substrato para as plantas de terrário é um solo composto(de baixo para cima), de cascalho de rio, areia, carvão vegetal triturado, um pouco de húmus de folhas ou agulhas (folhas de pinheiros)., terra vegetal e por fim algumas folhas secas. Se a espessura do substrato ultrapassar 5 cm, disponha por baixo uma camada de argila, para fazer a drenagem. A água poderá então atravessar o solo mole e acumular-se na argila inferiores.
Uma boa parte das plantas de terrários são epífitas, isto é, crescem apoiadas em outras plantas, que lhes servem de suporte. Devem ser colocadas do seguinte modo: liberte os vasos da terra solta e livre de raízes, envolva em musgos ou qualquer outro substrato vegetal permeável e suspenda-o de uma haste ou galho. As plantas epífitas podem também ser plantadas diretamente nos galhos, numa fenda ou buraco grande. Em qualquer dos casos, é fundamental que a água de rega escorra bem, visto que as epífitas procuraram lugares mais altos justamente para evitar as acumulações de umidade.

Rega
O ideal é regar as plantas apenas com água de chuva limpa ou com água sem cloro.
A temperatura da água de rega deve corresponder á do terrário. A quantidade terá de ser determinada pelo criador, em função das necessidades de seu terrário. Se utilizar um pulverizador para a rega, em vez de um regador, poderá controlar melhor a quantidade de água que utiliza. Não é preciso adicionar qualquer aditivo à água de rega, pois as plantas de terrários não necessitam de adubos.

Parasitas das plantas
Não se podem aplicar remédios fitossanitários (remédios contra os parasitas das plantas) dentro do terrário. Em caso de infestação, limpe as folhas cuidadosamente com um pano macio e úmido ou uma esponja. É igualmente aconselhável elevar os níveis de umidade do ar, pois os parasitas das plantas dão-se melhor com os ambientes secos.
Se apesar de tudo, o problema permanecer, não há outro remédio senão retirar do terrário as plantas afetadas, aplicando-lhes então o remédio.
Após a aplicação do remédios, as plantas só poderão ser reintroduzidas no terrário ao fim de um período de duas a 4 semanas, durante o qual deverão ser regularmente regadas. Em caso de infestação repetida, a única alternativa é substituir a planta afetada por uma de outra espécie.

Substituição de plantas
As plantas afetadas por falta de luz ou por parasitas têm de ser retiradas do terrário. Para facilitar esta tarefa, conserve as plantas envasadas, em vez de as plantar diretamente no solo, e enterre os vasos de forma que o próprio rebordo se torne invisível. Convém igualmente retirar as plantas podadas do terrário de animais grandes, para que eles não estraguem os novos rebentos.
Sugestão: Se quiser aproveitar as trocas de plantas para adubá-las, utilize adubos naturais, ou artificiais, etc., seguindo as instruções da embalagem caso seja adubos artificiais.

Escolha das plantas
Não é necessário que as plantas provenham da mesma região que os animais. No entanto, há quem tenha grande prazer em recriar inteiramente o ambiente original de animais e plantas. Por esse motivo, ordenamos as plantas a seguir indicadas por áreas de origem. Para um conhecimento mais aprofundado sobre as plantas de terrário, é aconselhável consultar livros específicos sobre as plantas de seu interesse.
Ao adquirir plantas para decorar o seu terrário, certifique-se que as espécies escolhidas são suficientemente resistentes.
Em termos gerais, as plantas verde-escuras de folhagem rija são mais resistentes que as suas congêneres de folhas macias coloridas ou de tom verde-claro. Não deixe também de ter em consideração as condições de calor, iluminação e radiações UV.

borboletas-3665

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post