Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




PachystachysLutea_Cu8.pg

O camarão-amarelo é uma planta encontrada em boa parte da América do Sul, incluindo alguns países latinos de boa predominância. Um deles foi o Peru, onde a planta é até hoje cultivada. No Brasil, ela é amplamente empregada para enfeitar ambientes exteriores e canteiros pelas cidades brasileiras e especialmente as litorâneas.

Além de camarão-amarelo a planta também é conhecida pelo nome planta-camarão e estes nomes se deve à sua característica mais marcante que envolve especialmente o formato das flores da espécie.

Por estar inserida na família Acanthaceae, a planta pode estar bem posicionada em diversas categorias. São elas:  arbustos, arbustos tropicais e flores perenes,  devido ao seu ciclo de vida bem marcado. Além de ser considerada um arbusto de pequeno porte possuir um design bastante rústica, a planta pode ser planta em diversos tipos de clima.

São eles: o equatorial, oceânico, subtropical e tropical. Por causa da sua coloração marcante, os países de clima tropical são os que mais adotam a planta como forma de incrementar o jardim.

Por ser um arbusto de porte pequeno para o médio, a espécie só atinge poucos metros de altura, se limitando a crescer entre os seus 9 a 1,2 m de altura. Para que ela possa se desenvolver bem e atingir um tamanho máximo, é sempre bom cultivá-la sob sol pleno e um pouco de meia sombra.

lutea

Ornamentação
Com uma folhagem bem volumosa e um design bastante diferenciado, esta espécie é a opção favorita daqueles que querem dar um aspecto bem luxuoso ao seu jardim.

Suas flores amarelas que lembram a cor ouro, um pouco brilhante ao mesmo tempo opaca, dependendo da sua variante, podem ser usadas para mesclar com outras espécies da mesma família ou categorias.

É durante a primavera que as suas primeiras flores começam a desabrochar, com algumas variantes em cor branca. O verde escuro de suas folhagens ajudam a destacar ainda mais a coloração marcante das inflorescências da espécie.

Flores
O que mais chama a atenção na planta camarão-amarelo é o formato das suas flores. Elas parecem verdadeiros camarões enrolados e a semelhança é tanta que um dos seus nomes populares não deixa desejar.

É por causa desse aspecto tão diverso que a espécie é amplamente empregada para criar um clima bem diferenciado em um quintal mais amplo ou por menor que ele seja. A planta também é muito empregada para enfeitar locais externos, em ruas ou para decorar pátios e varandas.

Pachystachys-lutea-3

Paisagismo
No paisagismo, a camarão amarelo é muito usada para formar bordaduras, atraindo assim muitos beija-flores para as suas flores douradas. Para criar um efeito ainda mais interessante, a espécie pode ser cultivada em vasos, sendo eles pequenos ou grandes, desde que a sua forma de cultivo original seja respeitada.

Vale lembrar que a planta se dá super bem com o sol, mas também pode ser colocada em locais com sombra. É importante saber que tal espécie permite uma variedade de arrumações diferentes. Algumas das suas variações podem crescer além de seu mísero 1 m de altura, chegando aos 1,2 m. Dessa forma, é possível formar belos renques e maciços com a espécie, desde que a forma de cultivo seja a mesma para ambos os arranjos.

O camarão-amarelo também pode ser plantado de forma isolada, sem maiores combinações ou mesclas com outras espécies. Mesmo assim, apesar das suas características  marcantes e que não precisam de muitos incrementos, os jardineiros de plantão preferem criar algo mais criativo, aproveitando as propriedades elaboradas da espécie.

PachystachysLutea_Cu8.pg

Cultivo
Para cultivar a espécie de forma correta, é preciso estar atento a sua forma de propagação e, especialmente, ao seu substrato, que deverá estar sempre úmido.

Cuidado para não encharcar o solo onde serão plantadas as primeiras mudinhas da espécie. Para deixar o crescimento ainda mais vistoso, basta realizar podas e adubações ano após ano, sem exagerar nas regas.

O solo deverá ser bem drenado para não encharcar de água. Não se esqueça de irrigar bem a muda nos primeiros meses de crescimento e na época das suas primeiras inflorescências.

Vale lembrar que o solo onde a planta será plantada precisa estar bastante rico com matéria orgânica, antes mesmo de começar a rega inicial de cultivo. A espécie tende a se propagar por meio de estacas junto a planta original.

Para realizar a sua multiplicação de forma eficaz, é preciso ter uma certa habilidade. Se você não possuir tamanha técnica, não se preocupe e chame logo um jardineiro experiente para te ajudar. Se preferir, compre novas mudas e inicie um novo ciclo de plantio.

janela22232

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post