Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘sementes’

Colocar as mãos na terra, plantar uma semente e vê-la germinar é uma sensação incrível, mas muitas vezes não conseguimos fazer com que as sementes germinem. Confira abaixo algumas das espécies mais famosas e suas respectivas formas de plantio.

Mammea americana L.

Abricó-de-praia (Mammea americana L.)
A Abricó-de-Praia tem um bom desenvolvimento em terrenos arenosos e salinos, próximos a praias.

Germina facilmente, porém, deve ser plantada a uma distância mínima de 5 m de outra muda ou muros para que cresça sem problemas.

Caesalpina leiostachya

Pau-ferro (Caesalpina leiostachya)
Para o plantio de Pau-ferro, primeiramente devemos quebrar a dormência da semente através da escarificação, processo em que são feitas ranhuras na casca da semente até que a mesma apareça.

O indicado é fazer o plantio em saco até que esteja suficientemente grande para ser plantada no local de destino, sem esquecer de regá-la diariamente sem exagerar na quantidade.

Jacaranda cuspidifolia

Jacarandá-de-minas (Jacaranda cuspidifolia)
O plantio das sementes deve ser feito em locais com meia sombra e a semente deve ser coberta levemente com a terra e irrigada duas vezes ao dia, sem encharque.

Luehea divaricata

Açoita-cavalo (Luehea divaricata)
Para a germinação da semente de açoita-cavalo acelerar, pode-se imergi-la em água fria por duas horas, então plantá-la em sementeiras.

A irrigação deve ser constante, porém não pode haver encharque.

cambai-amarelo

Cambaí-amarelo (Sesbania virgata)
O cambaí-amarelo é um arbusto de fácil plantio, ainda mais por ser uma espécie pioneira.

Para garantir a germinação, recomenda-se deixar o local de semeadura sempre úmido.

Annona squamosa

Pinha (Annona squamosa)
O ideal é que o plantio seja feito com três sementes em sementeiras ricas em material orgânico com boa aeração. O local deve ser sombreado, mas não escuro.

As sementes podem estar cerca de 1 cm abaixo da superfície. Não se esqueça de regá-la uma ou duas vezes por dia, sem encharcá-la.

Annona muricata

Graviola (Annona muricata)
Prepare o solo com três partes de terra fértil e um de esterco curtido em um saco, então insira as sementes em uma profundidade de 2 a 3 cm.

Devemos regá-la uma a duas vezes por dia, fazendo que o solo fique úmido, apenas.

Caesalpinia pluviosa

Falso-Pau-brasil (Caesalpinia pluviosa)
Para acelerar a germinação, deixar as sementes imersas em água fria por dois a quatro dias.

As sementes devem ser plantadas em canteiros semi sombreados, cobertas com fina camada de substrato e regando-a diariamente.

Handroanthus impetiginosus

Ipê-roxo (Handroanthus impetiginosus)
Plantar as sementes a 3 cm de profundidade e cobri-las com terra. É necessário manter a terra úmida, mas não molhada demais.

O ideal é que o local receba sol diariamente, sem que esteja muito forte.

Bixa orellana

Urucum (Bixa orellana)
Para o plantio, deve-se cobri-las por uma camada de 0,5 cm de espessura, regá-las sempre, mantendo a terra sempre úmida, e cobrir com folhas ou palha, para protegê-las.

Essa proteção não será precisa a partir dos 10 m de altura.

Tabebuia chrysotricha

Ipê-amarelo-cascudo (Tabebuia chrysotricha)
Outro tipo de Ipê, o Ipê-amarelo-cascudo devem ser plantado em locais sombreados e regado regularmente, deixando-a sempre úmida.

Pterygota brasiliensis

Pau-rei (Pterygota brasiliensis)
As sementes podem ser plantadas em sacos, sendo irrigada diariamente, sem encharque. A quebra de dormência é feita deixando as sementes em água em temperatura ambiente por um dia.

Quando as mudas tiverem 10 a 15 cm, podem ser transplantadas para o local definitivo, que deverá ter um espaçamento mínimo de 3 m entre outras plantas.

Cordia superba

Babosa-branca (Cordia superba)
Plantar as sementes em canteiros semi sombreados, irrigando regularmente para mantê-las úmidas, sem encharque.

Caesalpinia pulcherrima

Flamboyant-mirim (Caesalpinia pulcherrima)
Para quebrar a dormência da semente do flamboyant-mirim deve-se imergi-la em água recém-fervida por 5 a 10 min.

Logo em seguida, podemos plantá-la em um saquinho, deixando a terra sempre úmida.

Tecoma stans

Ipê-de-jardim (Tecoma stans)
Plante as sementes em um local com luz indireta e mantenha a terra sempre úmida.

Sapindus Saponaria

Saboneteira (Sapindus saponaria)
As sementes devem ser plantadas em locais semi sombreados, cobertas por meio cm de substrato peneirado.

Mantenha a terra sempre úmida.

Guarea_guidonia

Carrapeta (Guarea guidonia)
O plantio deve ocorrer em terra úmida, mantendo-se sempre assim, além de receber sol.

Gossypium arboreum (Medium)
Algodoeiro (Gossypium arboreum)
As sementes de algodoeiro devem ser plantadas de 2 a 8 cm da superfície e jogue terra acima, sem compactá-la.

Devemos regá-la com grande frequência, mas sem encharcar as sementes.

Licuala grandis

Palmeira-leque (Licuala grandis)
As sementes devem ser plantadas em locais que recebem sol de forma amena, como o sol da manhã, além disso, não pode haver muito vento.

Manilkara zapota

Sapoti (Manilkara zapota)
A semente de sapoti também apresenta dormência. Para quebrar a dormência, deve-se por em água 12 a 24 horas. Para o plantio, deve-se colocar 3 ou 4 sementes em um saco na profundidade de 3 a 4 cm.

Quando as plantas atingirem 5 a 10 cm, retirar as plantas mais fracas, deixando apenas uma.

Centrolobium tomentosum

Araribá (Centrolobium tomentosum)
Para uma melhor germinação, o recomendado é deixar as sementes imersas em água por 1 ou 2 dias.

Em seguida, plantá-las em locais semi sombreados, cobrindo-as com 1 cm de substrato peneirado e deixar a terra sempre úmida.

lagoinha