Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Pragas e Doenças’

caramujos

Ninguém merece cuidar com tanto amor e carinho do jardim para ele ser danificado por bichinhos intrusos, não é mesmo?

Mas, infelizmente, é isso que acontece muitas vezes quando lesmas, caramujos e caracóis invadem o espaço e estragam as plantinhas, deixando-as cheias de buracos.

Diferente dos caracóis que possuem uma concha menos resistentes, a dos caramujos é desenvolvida para aguentar grandes pressões.

Além de se alimentar de plantas, o caramujo de jardim transmite doenças. A esquistossomose e a fasciolíase, por exemplo, são causadas por parasitas que habitam o interior do caramujo e podem trazer riscos para a saúde humana.

Por isso, para evitar o contágio de uma dessas doenças deve-se lavar bem as frutas e verduras presentes em seu jardim. No entanto, caso notar que suas plantas estão muito afetadas por resquícios de caramujos, evite o consumo delas.

A dengue é outra doença que você deve se preocupar com o caramujo, já que a casca desse pequeno molusco é resistente. Ou seja, ela pode se tornar um local propício para acúmulo de água e viveiro de mosquitos.

caramujos

Outra desvantagem para seu jardim é que o caramujo se reproduz rapidamente. Em apenas um ciclo, a fêmea do caramujo pode botar até 600 ovos, aumentando o número desses parasitas.

Ou seja, caso localize algum desses invasores no seu jardim, elimine eles imediatamente.

Os caramujos gostam de locais úmidos e sombreados, além de aparecerem principalmente em épocas de frio.

Se você quer que suas plantas sejam as únicas moradoras do seu jardim, é hora de acabar com esses invasores cascudos.

Caso tenha poucos caramujos, uma maneira prática é eliminar eles os caçando manualmente. No entanto, utilize luvas de proteção para não ter contato direto com ele.

Agora, se perceber que a população de caramujos está descontrolada, algumas soluções mais precisas devem ser aplicadas.

Uma delas é inserir plantas repelentes em seu jardim. Acrescentar pés de alecrim, salsinha, sálvia, alho e gengibre é uma opção menos impactante para seu jardim e sem afetar suas demais plantas.

Outra solução é o uso de produtos para controle de pragas. Para a eliminação de caramujos, se recomenda lesmicidas, que afetarão o caramujo de jardim diretamente.

caramujo

E acima de tudo, não torne seu jardim um criadouro propício desse parasita. Em suma, não deixe objetos e entulhos acumulados no seu jardim. Se possível, cuide do jardim, deixe a vegetação com pequeno tamanho e sempre limpe a área em que as plantas estão.

Dessa forma, seu jardim só poderá abrigar suas plantas, que irão crescer fortes e bem verdes.

Para acabar com esse problema na sua plantação em casa, a melhor solução é criar iscas capazes de atraí-los para, em seguida, fazer a sua eliminação manualmente.

Como esse tipo de animal pode transmitir doenças, lembre-se de sempre utilizar luvas ou sacolas plásticas nas mãos ao tentar retirá-los de suas plantas.

banquinho

jardim

Manter o jardim sempre belo exige dedicação e zelo diário. Mas, mesmo com todo o cuidado, as plantas podem adoecer e sofrer com os ataques indesejados de pragas, capazes de danificar todo o seu quintal em questão de dias (em alguns casos, até horas).

Tidas como grandes vilãs, elas, na verdade, funcionam como alertas e podem nos auxiliar a deixar as folhas mais saudáveis e cheias de vida.

No fundo, as pragas de jardim nos ajudam a mostrar o que está errado no cultivo das plantas. Se elas aparecem com frequência, algo de ruim com certeza está acontecendo

É como se a natureza estivesse tentando resolver um problema que nós mesmos causamos. Lutar contra as pragas é como brigar com o termômetro na hora da febre. Não vai resolver.

As pessoas precisam entender que elas não são causadoras de problemas nas plantas. Elas aparecem porque nós não corrigimos os defeitos que as plantas já têm, como excesso ou carência de nutrientes”.

Pode até soar uma grande maluquice, mas antes de promover uma verdadeira caça às bruxas no seu quintal, experimente captar a mensagem de desequilíbrio que elas nos estão passando para corrigir o problema na raiz. “Lembre-se sempre da importância de ter um ecossistema em equilíbrio. O papel dessas pragas é tirar de circulação um ser que não tem condição de crescer”, complementa.

Com isso em mente, saiba quais são as 5 pragas mais comunss e o que significa a presença delas no jardim:

Cochonilhas

1 – Cochonilha
A cochonilha é a mais comum de todas e aparece quando falta cálcio na adubação. Cálcio é considerado um macronutriente, mas ele raramente está presente nos adubos convencionais. Quando falta, a planta sinaliza isso atraindo cochonilhas. São insetos sugadores que se alojam nas hastes e nas folhas, ao longo das nervuras”.

Como combater: com inseticida caseiro, predadores naturais, plantas que afastam insetos ou produtos químicos. Outra opção é usar qualquer tipo de óleo que faça uma película na carapaça do inseto. Pode ser de cozinha, mineral, de canola ou azeite.

Aphid, A Pest, On An Apple Tree Branch. The Insect Feeds On The

2 – Pulgão
Enquanto a cochonilha aparece nas partes duras da planta, o pulgão aparece nas áreas macias, como o botão ou pétalas. Sua presença sinaliza excesso de nitrogênio. O pulgão é um inseto oportunista que se reproduz rapidamente.

Como combater: com inseticida caseiro, predadores naturais, plantas que afastam insetos ou produtos químicos. A dica é preparar uma calda caseira com sabão de coco, cebola, alho, pimenta e folha de mamão ou tomate batido com o mínimo de água possível. O líquido coado forma uma calda concentrada muito forte.

caramujo

3 – Lesmas, caracóis e caramujos
Com hábitos noturnos, os moluscos aparecem nas plantas com excesso de umidade e sinalizam uma alta concentração de água no local. Durante o dia, ficam escondidos embaixo de vasos, pedras ou folhas caídas. Geralmente deixam rastros por onde passam, o que facilita a identificação.

Como combater: com inseticida caseiro, predadores naturais, plantas que afastam insetos ou produtos químicos. Faça iscas que sejam muito úmidas e doces. Minha dica é pegar uma bandeja bem rasa e colocar cerveja velha, refrigerante ou suco e incluir sal.

lagarta

4 – Lagartas
Comum durante o verão e nos dias mais quentes, as lagartas atacam plantas com carência de boro. É um nutriente que a planta precisa em pequena quantidade, mas sua falta deixa as folhas e a membrana celular mais moles, um verdadeiro prato cheio para as lagartas.

Como combater: com inseticida caseiro, predadores naturais, com plantas que afastam insetos ou produtos químicos. Algumas plantas ajudam a repelir lagartas, como o cravo-de-defunto.

É uma florzinha bem bonita e comestível que impede que as pragas cheguem. Por isso que a gente fala que é importante criar diversidade. Misture bem as plantas para conseguir esse controle natural.

formigas

5 – Formigas
Existem inúmeras espécies de formigas, mas nem todas elas atacam nossas plantas. As de açúcar, por exemplo, não fazem absolutamente nada contra o jardim. Mas se seu vaso está rodeado por elas, tome isso como um aviso.

A presença de formigas pequenas é um sinal de que existem pulgões e cochonilhas no local. Elas adoram a secreção dessas pragas.

A formiga cortadeira, por sua vez, é fácil de identificar, já que as folhas ficam cortadas de forma bem geométrica. Sua presença no jardim sinaliza que o solo está muito compactado e sem a oxigenação correta.

Procure manter o solo o mais arejado que der e, se possível, reforçe a presença de molibdênio, um micronutriente que vem em quantidades mínimas nos adubos.

Como combater: com inseticida natural, terra diatomácea, predadores naturais, plantas que afastam insetos ou produtos químicos.

barcos

zamioculcas

O bicarbonato de sódio tem mil e uma utilidades e é usado como solução em atividades domésticas e para a saúde. Ele pode ser usado em lavagens de roupas, como remédio para azia, no tratamento de pele, para caspas e tratamentos de cabelo, como remédio natural para prevenir doenças e como antiparasitas para os pelos dos pets, e é um produto de ação alcalinizaste.

Com tantas finalidades o bicarbonato de sódio ainda tem poder antifúngico , muito usado para a agricultura e na jardinagem, devido seu potencial como um desinfetante que previne, afasta e extingue a presença de diferentes espécies de fungos que atacam as plantas.

Tudo isso se deve a propriedades do bicarbonato de sódio que conta com o teor alcalino, que impede infestação de pragas e fungos que gostam de ambientes ácidos. Neste tópico seguinte você contará com os benefícios do bicarbonato de sódio

As espécies de parasitas que o Bicarbonato de Sódio previne e impede nas plantas:

Botrytis_cinerea103

Ele tem ação fungicida natural quando:
Bolor cinzento (Botrytis cinerea)
Revelado pela concepção de uma massa algodoada de cor castanha-acinzentada, que causa a degeneração de flores, frutos e tecidos moles das plantas. Este fungo, na maioria das vezes, agride morangos, brócolis e rosas.

Rhizoctonia solani

Rhizoctonia solani
Este fungo agressivo causa danificação ou lesões no alicerce do caule, originando quebradura e, e depois a planta morre. Geralmente encontramos este fungo no feijão, pimenta, espinafre, batata e tomate.

Cogumelos ascomicota

Cogumelos ascomicota
Este fungo gera o conhecido oídio (parasita unicelular), e ainda é apontado como mal branco ou nevoeiro, que ocasiona uma enfermidade que acomete muitas qualidades de plantas: videiras, beterrabas, alcachofras, tomates, etc.

míldio

Míldio
Este fungo afeta as plantas e trabalha de diferentes maneiras por meio de múltiplos parasitas. Esta espécie de família de parasitas habitua danificar plantações de uva, soja, alface e pepino, provocando manchas nas folhas e desvitalização da planta.

O que você vai precisar para fazer esta receita
Como preparar a solução em spray de bicarbonato de sódio que tem ação antiparasitário em vegetais, você vai precisar de:
*1 litro de água;
* 10 ml de leite;
* 1 g de bicarbonato de sódio;
* 1 recipiente de spray.

Como preparar
Misture todos os ingredientes. Depois, coloque a solução em um recipiente spray. Em seguida, pode aplicar nas folhas da plantas, pulverizando-as com a solução dando de jatos suaves e não em horário solar.

Como usar esse spray
A solução deve ser aplicada na planta, especialmente nas partes das folhas, caule e nas áreas em que existe fungos com mais intensidade.

Para isso, fala essa aplicação 2 vezes por semana, especialmente durante o período do inverno, no qual a umidade do ar é mais intensa e assim favorece o surgimento de fungos.

Para que a mistura tenha sempre eficácia, faça somente uma quantidade necessária que irá usar para borrifar na planta, e somente no momento que for usar. Não guardar.

flores

Atenção
O cuidado que é devemos ter é para não borrifar o bicarbonato de sódio no solo, pois é de lá que a planta se alimenta, sendo que, se o solo já for alcalino, ficará cada vez mais se for ácido, sendo o mais indicado para a saúde e crescimento da planta.

Assim sendo, com a alteração do Ph da terra, mais favorável para o desenvolvimento do vegetal.

O bicarbonato de sódio não prejudica a saúde das plantas em nenhuma de suas partes, pode ser aplicado sem medo.

Sendo que a centralização de bicarbonato de sódio deve chegar até 4% não além disso.

Bicarbonato de sódio, usado de maneira natural e super eficaz, sustentável e ecológica para proteger e cuidar das plantas.

Depois de descobrir o potencial e o benefício do bicarbonato de sódio, vai conseguir manter a saúde das plantas, das frutas e prevenir a contaminação dos fritos se você tem uma planta frutífera.

Essa mistura é ainda livre de poluentes, como são usados geralmente os fungicidas, pesticidas e inseticidas e que causam muitos males para a saúde da planta e do ser humano.

Tenha sempre o bicarbonato de sódio para cuidar da saúde de suas plantas.

banconolago

fumagina

A fumagina é uma doença causada por fungos. A presença destes fungos geralmente indica que uma planta foi afetada por uma praga sugadora de seiva. Os fungos não atacam a planta diretamente, mas seu crescimento fica completamente comprometido  e pode reduzir o vigor das plantas, impedindo a fotossíntese.

Características
Nome científico: Muitas espécies diferentes de fungos mas o mais comum é o Capnodium Elaeophilum
Plantas afetadas: Qualquer uma. O crescimento também pode ocorrer em outros objetos, como móveis de jardim, caminhos, carros, etc.
Principais sintomas: Crescimento fúngico superficial, castanho escuro ou preto
Causada por: fungos que  cresce sobre o melaço que excretam outras pragas sobre as plantas.
Quando aparece: Durante os períodos de crescimento das plantas e aparecimento de pragas;  Em estufas pode ser durante todo o ano.

O que são mofos de fuligem ou a fumagina?
Fumagina consistem em um grande número de diferentes fungos que produzem uma película escura e esporos.  A mais comum, que forma essa película que parece fuligem sobre as folhas são  da espécies de Cladosporium e Alternaria, mas existem muitas outras.

Este fungo crescem nos melados ricos em açúcar, produzidas por insetos sugadores de seiva (como os pulgões, cochonilhas e a mosca branca) resultado de suas atividades de alimentação, ou ocasionalmente em exsudatos açucarados produzidos pela própria planta.

Fumagina-Fruta-caule

Sintomas
Você pode ver os seguintes sintomas:
* Crescimento fúngico superficial de cor marrom ou preto nas partes aéreas das plantas, particularmente nas superfícies das folhas superiores

* A quantidade de fungos pode variar de uma fina camada de fuligem ou pó, a uma folha grossa cheia de fungos que pode rachar ou descascar da superfície da folha durante condições secas.

* Essa capa escura pode às vezes ser lavado, deixando uma superfície de folha saudável.

* Pragas sugadoras de seiva, como pulgões,  cochonilhas  de escamas e farinhentas ou moscas-brancas, podem ser encontradas na planta, acima do ponto onde o fuligem está crescendo.

* As formigas também podem ser vistas em associação com as pragas sugadoras de seiva.

* Folhas, caules, frutos, etc. onde a fuligem está crescendo estã0 contaminados com o  melaço pegajoso.

Controle não químico
Limpar ou lavar as folhas afetadas e outras partes da planta com água às vezes é suficiente para remover o crescimento do fungo fumagina. No entanto, se a fonte do problema não for tratada, o crescimento se desenvolverá novamente. Depois de eliminadas as pragas, aí sim podemos remover essa fuligem negra em cima das plantas.

Evite adicionar sabões ou detergentes fortes à água, pois estes podem queimar a folhagem. Água morna pode ser mais eficaz

Fuligem pesada pode levar algumas semanas ou meses para ser lavada pela chuva mesmo se os insetos forem removidos.

Controle químico
O controle químico do crescimento do fungo fumagina não é necessário. No entanto, o controle da praga sugadora de seiva responsável pelo melaço no qual o fungo está crescendo pode envolver o uso de pesticidas.

fumagina-e-praga-1

Biologia
A fumagina são contaminantes de superfície – eles não atacam diretamente a planta. Eles necessitam de uma fonte de nutrientes sobre a qual crescer, e o mais comum é o melado excretado por um número de pragas sugadoras de seiva (por exemplo, pulgões, cochonilhas, insetos, moscas brancas).

Gotas deste melado são derramadas por essas pragas e caem em superfícies justo abaixo de onde elas estão se alimentando. No qual é justamente a superfície superior das folhas, mas também pode ser caules, ramos, frutos, etc., e também quaisquer outros objetos situados abaixo da infestação.

Este melado contém altos níveis de açúcares e vários outros nutrientes. A fumagina usam estes para se desenvolver.  A fumagina cresce mais onde a circulação de ar é pobre e a umidade é alta, com chuvas prolongadas.  A chuva pesada às vezes possa lavar a fumagina da superfície da folha.

O fungo não prejudica em nada o tecido da folha. Como a película que forma sobre o tecido é escura e opaca, não permite entrar  nada de luz  nem ar impedindo a realização da fotossíntese, enfraquecendo a planta provocando a queda  prematura das folhas e até causar sua morte.

Prevenção
Como prevenção de futuros ataques, podemos usar caldas de cobre, mas com esta calda não recupera as partes já prejudicadas, é só para proteger as partes saudáveis. Podar as árvores com excesso de folhagem para permitir melhor ventilação também é uma boa dica para impedir o aparecimento destas pragas.

entardecernolago4