Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Orquídeas e Bromélias’

Orquideas-com-folhas-murchas

Orquídeas com folhas murchas e enrugadas: 3 Causas
Basicamente as orquídeas ficam com folhas murchas por 3 motivos principais:
* Falta de Água;
* Local abafado;
* Excesso de Água.

Falta de água
A falta de água é um erro muito comum cometido por quase todos cultivadores iniciantes.

No início, quase todos nós ficamos com medo de molhar nossas orquídeas porque a gente sempre ouve falar que as orquídeas gostam de pouca água…

Porém isso não é verdade, a orquídea gosta de água sim! No entanto, ela precisa da quantidade certa de água. Então, assim, se você mora numa região fria, você vai precisar molhar com uma menor frequência a sua orquídea.

Já se você vive numa região que faz calor, você deve molhar mais vezes.

E para orquídeas que vivem em vasos, você deve molhar sempre que o substrato estiver seco, a falta de água vai deixar a sua orquídea desidratada…

Então as folhas vão ficar murchas e logo em seguida, depois de um tempo, as raízes podem ficar secas também. Então molhe bem a sua orquídea!

Para orquídeas cultivadas em vasos, você pode colocar o vaso debaixo de água corrente…

E você deve molhar bem, deixando a água escorrer pelo substrato e sair pelo fundo do vaso. Lembre-se de realizar uma boa drenagem. Existem alguns substratos que ajudam a drenar bem a água.

orquídea desidratada

Local abafado
O segundo motivo para as orquídeas ficarem com folhas murchas é quando elas estão sendo cultivadas em local abafado.

Nesse caso, a orquídea obviamente vai desidratar por causa do calor. Então você pode fazer 3 coisas pela sua orquídea:
* Aumentar a circulação de ar para refrescar a sua orquídea
* Ligar um umidificador para fornecer mais umidade para sua planta;
* E por último você vai precisar regar mais vezes.

Atenção: regue pela manhã, isso porque planta não pode “virar a noite” com o substrato molhado porque ela pode ficar doente.

excesso de água

Excesso de Água
Já o terceiro motivo para sua orquídea ficar com folhas murchas é o excesso de água, isso mesmo! Não é só a falta de água que provoca esse sintoma!

Quando você rega demais a sua orquídea, principalmente orquídeas que são cultivadas em vasos com substratos específicos. Você não pode permitir que a água fique acumulada no vaso, porque isso vai apodrecer as raízes.

E a orquídea quando está com as raízes danificadas, ela não consegue absorver água. O apodrecimento das raízes quase sempre se dá por doenças provocadas por fungos, como é o caso da Podridão Negra.

Esse acúmulo de água no vaso durante a noite pode deixar sua orquídea com a Podridão Negra. E consequentemente as folhas vão ficar murchas, porque as raízes vão perder a capacidade de absorver água do substrato.

Então além de raízes apodrecidas, sua orquídea vai ficar com um aspecto de desidratada também. Então regue sempre pela manhã, num horário entre 6h a 9h.

Conclusão
Então acho que você entendeu quais são os principais erros no cultivo que podem acabar deixando as orquídeas com folhas murchas.

Porém de qualquer maneira, vou fazer um pequeno resumo outra vez! As orquídeas podem ficar com folhas murchas por 3 razões:
* Falta de Água;
* Local abafado;
* Excesso de Água.

Então evite esses erros que a sua orquídea vai agradecer! Além disso, ofereça sempre luz indireta e ventilação para sua orquídea.

Assim, ela vai agradecer te presenteando com lindas flores!

janelabuterflay10

bromélia

Além de lindas, as Bromélias possuem mais de três mil espécies e dão um charme todo especial para sua decoração. Porém, como a maioria das plantas, ela também necessita de bons cuidados.

Na hora de decorar um ambiente, muitas pessoas escolhem esse tipo de planta pela sua beleza e por não precisar de tanto cuidados específicos. Abaixo um passo a passo do que deve ser feito para que você não deixe elas morrerem.

Além disso, os cuidados básicos podem ser aplicados em outras plantas. Por outro lado, a falta de informação na hora de cuidar dessa espécie pode dificultar o seu desenvolvimento

Como cuidar das Bromélias
As bromélias são plantas que gostam de luminosidade e exposição ao sol, quanto mais suas folhas forem escuras, mas sol elas precisam. Elas precisam ser regadas com frequência e são ótimas para canteiros e jardins.

Bromélia

Mantenha uma ventilação adequada para essa espécie. É uma planta que não necessita de uma poda frequente, mas a faça sempre que houver folhas ressecadas.

Use cascas de ovo como forma de adubo e podem ser plantadas diretamente no chão.

Apesar de parecer meio complicado, mantendo esses cuidados básicos e essenciais, elas viverão e, algumas espécies,  brotarão flores constantemente. Porém, muitas pessoas não têm essa disponibilidade de tempo para cuidar de flores e espécies naturais.

Dessa forma, o melhor a se fazer é optar por plantas artificiais, elas não darão trabalho e ainda deixarão seu ambiente bonito.

ilhota

Calceolária uniflora6

Conhecida popularmente como orquídea-alienígena ou orquídea bonequinha, esta é uma flor nativa da América do Sul que se caracteriza por ter uma aparência no mínimo curiosa.

Trata-se de uma planta de região de montanha que atinge no máximo 13 cm. O que impressiona nessa flor é que as pétalas criam uma imagem que pode ser tanto associada como um alienígena como com uma bonequinha.

Olhando de longe um grupo dessas flores sobre as rochas é bem fácil ter a impressão de que está vendo um bando de pequenas galinhas caminhando juntas. Nativa de lugares de clima frio essa flor dificilmente se adapta a locais de clima muito quente.

Trata-se de uma orquídea de colecionador e se você tem o desejo de cultivar a sua tenha cuidado com as sementes falsificadas que estão sendo vendidas atualmente.

Calceolária uniflora9

Características da orquídea Bonequinha
Essa é uma planta de ciclo de vida perene, suas folhas apresentam coloração verde escura e de maneira geral cresce em caules. Algo interessante sobre essa planta é a sua capacidade de se multiplicar dando origem a uma verdadeira colônia em pouco tempo.

O seu sistema de raiz é raso e tende a crescer bem quando cultivada no chão, atinge no máximo 13 cm de altura, sendo 10 cm a média.

As flores têm uma combinação de cores como amarelo, laranja e variações de vermelho como o granada. Ao longo de sua estrutura possui pintas de cor castanha e tipos de sombras no que seria a estrutura da garganta do alienígena ou bonequinha.

Tem ainda bolinhas nos cantos do que parece ser a boca do personagem. A boca da bonequinha está aberta num simpático sorriso e há duas estruturas, uma em cada lateral, como se fossem coques ou orelhas alienígenas.

Pássaros e a orquídea Bonequinha
As flores possuem uma estrutura branca que é como um tipo de prato que elas carregam. Os pássaros costumam se alimentar dessa parte, algo que é positivo para a flor haja vista que é assim que ela é polinizada. Um grupo dessas orquídeas pode facilmente parecer uma colônia de pequenos alienígenas segurando bandejas se visto a uma certa distância.

Diferenças das condições climáticas
Um estudo concluiu que diferentes condições climáticas têm funções distintas sobre o desenvolvimento dessas flores. As orquídeas alienígenas do sul tendem a ser mais avermelhadas pelo fato de ter mais cianinas em seu corpo tornando-as mais protegidas da radiação UV do sol naquela região.

Calceolaria_uniflora

Dicas de como cuidar da orquídea Bonequinha
De maneira geral essa é uma flor de cultivo em vaso para quem deseja tê-la em casa. É proveniente de regiões mais frias da América do Sul e América Central sendo acostumada a falta de abundância de sol e água. O ideal para ter um bom resultado de cultivo dessa flor é tentar reproduzir no ambiente caseiro as características do seu local de origem.

A planta deve ser mantida numa janela com incidência solar, mas sem receber os raios do sol diretamente. Uma dica para quem só tem uma janela com insolação constante é instalar uma cortina que fique entre a orquídea e o sol.

Fique atento também a quantidade de água fornecida, essas orquídeas não gostam de ter suas raízes encharcadas.

Uma forma eficaz de fazer a rega dessa planta é dar água as plantas aguardando dez minutos para que a drenagem aconteça. O solo deverá ficar bem seco antes de ser regado novamente.

Lembre-se que essa planta é habituada a ter pouca água e se você exagerar pode acabar levando a um problema nas raízes.

passarinho

Stanhopea Assidensis

Stanhopea é um gênero de orquídeas epífitas, ou seja, se desenvolvem e crescem sobre outros vegetais, as espécies possuem crescimento simpodial (crescem para os lados). Até o momento esse gênero possui 66 espécies descritas.

A maioria dessas espécies possuem flores em formato de espiral, além de apresentarem um perfume que muito agrada a quem o sente, o único problema é que essas flores duram apenas alguns dias.

As orquídeas Stanhopea podem ser encontradas em ambiente natural que possuem até 4000 metros de altitude em relação ao nível do mar. Ainda sabemos pouco sobre a origem das orquídeas mas, acredita-se que elas tenham se originado na Austrália há aproximadamente 112 milhões de anos.

Sim, é bastante tempo! Em seguida elas se espalharam pela Antártica e mais tarde para o restante do mundo, onde atualmente está presente em todos os continentes.

Pesquisadores descobriram que a grande quantidade de espécies de orquídeas que podem ser encontradas em ilhas vulcânicas, depende em grande parte da área e da altitude em que se encontram. Por elas estarem presentes em todo o planeta, isso comprova que possuem ampla variedade de adaptações para os mais diferentes habitats.

A melhor maneira para se realizar um bom cultivo de uma orquídea Stanhopea é, abrigá-las em vasos vazados ou cestas suspensas, devido ao crescimento das suas hastes florais que normalmente crescem para baixo.

Stanhopea oculata

Assim os buracos do recipiente onde a planta estiver serão essenciais para o seu desenvolvimento. Os recipientes para cultivo podem ser comprados diretamente em alguma loja especializada em plantas ornamentais, ou feitas através de artesanato com madeira e metal dobrável para se fazer um tipo de rede de sustentação.

Aqui vai algumas dicas sobre as principais variáveis à se preocupar:
– Luz:
As orquídeas estão mais bem adaptadas a uma forte incidência luminosa, geralmente uma potência de 3000fc é o suficiente para o seu melhor crescimento. A maior recomendação é que elas nunca sejam expostas diretamente a luz solar, isso pode  causar sérios danos a planta e prejudicar o seu desenvolvimento.

– Umidade: Como padrão estabelecido para a maior parte das espécies do gênero, é necessário manter umidade em torno de 70-90%. Em alguns casos, é necessário deixar a orquídea em descanso seco durante o inverno, se essa for a ocasião, você deve regar apenas o necessário para que as pequenos brotos não murchem, isso deve ser feito até que eles retomem o crescimento e volte a normalidade. Passado essa fase, a rega pode retomar normalmente ao seu padrão.

– Temperatura: Esse fator é muito importante quando tratamos de orquídeas. As Stanhopea geralmente se adaptam melhor a uma temperatura média entre 21-25°C durante os períodos da manhã e tarde, situação um pouco diferente durante a noite, onde a melhor temperatura está entre 10-15°C.

Stanhopea-tigrina-var.-nigroviolacea

Sabemos que é difícil fazer todo esse controle de temperatura funcionar perfeitamente, mas basicamente o que os especialistas afirmam é que se você tem uma temperatura ambiente agradável para você, provavelmente estará agradável para as Stanhopea também.

– Rega: Como vimos no tópico acima sobre umidade, deu pra perceber que elas gostam realmente de água. Elas se desenvolvem melhor em condições mais úmidas, nesse caso é necessário ficar atento quando a terra estiver seca ou começando a ficar seca. Uma dica que auxilia bastante na retenção de água pelo solo, é usar substratos como musgo, lã de rocha ou fibra de osmunda.

Naturalmente irá haver um grande fluxo de ar em contato com a planta e o substrato, provenientes das aberturas do recipiente em que estiver, sendo assim, tome muito cuidado com a rega, pois você ainda pode acabar sufocando-as acidentalmente com excesso de água.

orquidea abrindo