Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Jardins e Manutenção’

jardinagem

Sem poder dar as caras portão afora, uma sugestão é sair de casa e ir até o jardim. Respirar ar puro, ver o céu e, ainda, tomar um sol, o que ajuda a manter bons níveis de vitamina D.

Enquanto passeia entre as plantas, notou a necessidade alguns cuidados, como tirar os galhos secos, limpar os vasos e trocar o adubo? Não há segredos. Mas, se você tem dificuldade, conheça as técnicas corretas para manter a saúde do seu “respiro verde”

Pensando em te ajudar a colocar as mãos na terra e até plantar, abaixo algumas dicas preciosas de paisagismo e jardinagem. Qual a melhor forma de fazer desde o plantio em um vaso a um grande jardim com cautela e capricho.

Há quem pense que arrumar o jardim deixará somente a casa bonita. Durante a quarentena, ocupar-se com as plantas é uma tarefa terapêutica, ideal para envolver adultos e crianças.

Os pais podem ensinar os filhos a realizarem pequenos plantios como de um vaso de flor, temperos ou de suculentas. Convide as crianças a acompanharem o desenvolvimento da planta.

suculenttas

As suculentas estão em alta. Muito fáceis de cuidar, gostam de sol e pouquíssima água. As crianças vão gostar de fazer mudas a partir das folhas que se soltam quando tocadas.

Evite encharcar o vaso dessa espécie e, pela manhã, deixe-as em um local onde pegue sol. Outra sugestão é plantar grãos de feijão com os pequenos. Lembrar de manter úmido.

Para a execução das atividades, o uso de algumas ferramentas é essencial, como tesoura de poda, regador, garfo, luvas e pás. O plantio tende a ser fácil e produtivo quando seguidas algumas regras básicas. Certifique-se de ter adubos, terra, mudas ou sementes, disponíveis em mercados ou lojas de jardinagem.

Caso tenha receio de adquirir as sementes, fique tranquilo, os “grãos” vendidos nos estabelecimentos apresentam boa procedência. Se colocar em prática as regras, dará tudo certo. Uma dica: faça as sementeiras em caixas de ovos. Depois de um tempo, transplante-as aos vasos, jardineiras e canteiros.

Importante não cobrir as sementes com uma camada pesada de terra molhada, pois o grão pode ficar sem força para germinar. Interessados em desenvolver uma horta caseira precisam escolher um local onde, preferencialmente, haja sol o dia todo. Monte os  canteiros de 1 m a 1,20 cm com bastante matéria orgânica.

Além da água, a adubação é de suma importância no desenvolvimento da planta. Existem substratos prontos, mas enriqueça a terra com “misturas caseiras”. Cascas de ovos moídas, cascas de bananas picadas (ideal as orquídeas) e cinza de madeira, que fortalece o enraizamento e floração. Já a borra de café contribui na umidade.

manutenção

Manutenção do jardim
Limpeza de folhas secas e a retirada de galhos murchos devem ser feitas para a saúde das verdinhas. Faça com cuidado, a fim de não prejudicar o desenvolvimento.

Caso os vasos estejam cheios, o indicado é retirar totalmente a planta, fazer uma limpeza dos excessos de folhas e brotos “mortos” e preparar uma nova terra, nutrindo-a com receitas caseiras.

Não esqueça de molhar com frequência. Observe a planta. Se ela estiver acostumada com sombra, não deixe-a no sol. Nos vasos em que não há a necessidade de mexer, ponha adubo químico e orgânico.

No jardim, a poda de limpeza visa aparar ramos secos e com má formação. Nos canteiros, arranque as mudas e selecione as melhores ao novo plantio, levando em consideração o espaçamento.

Nada de juntá-las. Prepare bem o solo com substrato e gesso agrícola ou calcário. No caso dos canteiros, evitar deixá-los úmidos.

As árvores merecem atenção especial. No tempo livre, faça uma nova adubação. Os nutrientes se distribuirão até a copa, parte aérea composta das folhas, galhos, flores e frutos. Os galhos internos caídos sobre outras plantas precisam ser retirados. Eles podem atrapalhar o crescimento de outra espécie.

Em épocas chuvosas, mantenha o gramado aparado baixo. O método evita o surgimento de fungos.

nostalgia

jardim

As cores de um jardim são contagiantes, influenciam e muito nosso humor. Um jardim colorido alegra o dia.

Minhas dicas para ter um jardim verdinho assim, colorido e sempre saudável, são:
* Adubação sempre em dia
Gosto de intercalar adubação orgânica (uma vez ao mês) com adubação química (3/4 meses).

* Regas
Se você conseguir adaptar sua planta  que fica no tempo “ao tempo” melhor para você. Esse meu jardim é regado pela chuva. Mas atenção, se você mora em lugares muito secos, precisa regar depois de uma exposição muito intensa ao sol.

* Podas
Por mais que plantas gigantes sejam lindas, toda planta precisa de renovação. Sempre que sou radical em alguma poda recebo críticas. Bem acredite, são essas podas que deixam minhas plantinhas cada vez mais lindas. Elas amam!

* Adaptação das espécies
Você vai começar seu jardim e está ansiosa/o para plantar. Calma! Observe o espaço onde vai construir sua florestinha, porque você quer que suas plantas fiquem bem em todas as estações, certo?

Para isso, temos que observar o clima que esse espaço recebe em cada uma delas. A posição do sol muda a cada estação. E assim…posicionar cada planta para receber o sol, luminosidade e chuva necessários para a sua espécie.

As vezes temos que abrir mão da plantinha dos sonhos porque simplesmente você não tem em seu jardim o clima ideal para ela.

* Controle das pragas
Planta saudável dificilmente infestam-se de pragas, mas podemos reforçar esse controle com aplicação mensal de um inseticida orgânico ou químico (fica a sua escolha e necessidades)

Vamos cultivar amigos porque isso ainda podemos fazer e faz um bem enorme!

borboletas044

Existe geralmente três tipos de plantas de acordo com a sua duração: anuais, bienais e perenes.

Begonia semperflorens
* Plantas anuais são tipos de plantas que normalmente germina, floresce e morre completando o seu ciclo de vida num ano ou menos. Iniciam o seu ciclo de vida- geralmente primavera ou verão, passando a um período de crescimento vegetativo.

Morrem quando atingem o auge do seu estádio reprodutivo, mas ficam as suas sementes – ou mudas, que darão origem a novas plantas. As anuais são também conhecidas como plantas de flores sazonais.

Alcea_rosea

* Plantas bienais vivem por duas estações: a primeira dedicada a desenvolver e crescer. Durante o segundo ano de vida, as plantas bienais, em geral, iniciam a sua fase reprodutiva – flores, frutos, sementes… e a morte da planta. Para ter flores, ano após ano, você tem que plantar as sementes anualmente.

Sedum vistosa

* Plantas perenes é a designação botânica dada às espécies vegetais cujo ciclo é longo, que vivem mais de duas temporadas. São espécies resistentes com boa capacidade para suportar climas adversos. Porém, as perenes levam dois anos até que tenham idade suficiente para florescer.

Suculentas e cactos possuem ciclo perene, há plantas centenárias como alguns cactos.

Porém, no outono a temperatura começa a ficar mais amena e o número de horas de luz diminui, então algumas das plantas começam a diminuir o ritmo e algumas entram em dormência.

planta carnívora saindo da dormência
* Dormência
é quando as plantas literalmente param: não produzem flores, diminuem ou param o crescimento e algumas até perdem as folhas ou o formato.

O adormecimento da planta no Hemisfério Norte é causado pelas mudanças químicas nas células das plantas. Isso é estimulada pelas baixas temperaturas e dias mais curtos no final do verão e outono.

Para quebrar o adormecimento a planta deve passar por um período frio de 40 F (4,44 ºC) ou menos numa média de 63 dias, este período de frio provoca mudanças que, quando o tempo quente aparece, permite a planta retomar o crescimento.

Então… a periodicidade das regas deve ser diminuída.
No Brasil onde as estações do ano não são tão bem definidas, com alguma exceção no sul, as plantas dormem menos ou nem dormem.

Algumas espécies entram num pseudo adormecimento algumas semanas do alto verão, antes de entrar numa explosão de crescimento em setembro e outubro.
Fiquem atentos!

barco1

mulching-4

Fazer mulching, que também é conhecido como cobertura morta, na sua horta ou jardim é um dos melhores recursos disponíveis para os jardineiros e uma ótima maneira de reduzir as ervas daninhas em sua paisagem.

Mas seus benefícios vão muito além do motivo pelo qual a maioria das pessoas o utiliza.

A cobertura morta também retarda a evaporação, mantendo a umidade do solo e principalmente na área da raiz das plantas.

Quando chove, a cobertura também ajuda a diminuir a velocidade das gotas de água até atingir a terra, permitindo que mais chuva caia no solo e escorre pelos caminhos fazendo aquele lamaçal.

Tipos de mulching para o Jardim
Há uma grande variedade de tipos de cobertura disponíveis, que podem ser divididos em dois grandes grupos: orgânico e inorgânicos.

* Orgânico Resíduos orgânicos (folhas, palha, sementes, caruma e outros). A cobertura orgânica possui nutrientes indispensáveis ao equilíbrio do solo, preservando ou melhorando as suas características.

Uma vez que são utilizados materiais considerados como desperdício/“lixo” é uma opção economicamente sustentada. Proteção, nutrição e manutenção do solo, decoração de jardins. Em qualquer tipo de espaço verde: jardins, hortas urbanas, parques, espaços verdes urbanos, agricultura, entre outros

* Inorgânico –Resíduos inorgânicos (pedras, plástico, vidro, mantas de plástico e papelão reciclado e outros). Não possui quaisquer componentes que alimentem o solo, servindo apenas de decoração ou proteção (mais fraca que o orgânico).

Devido à necessidade de produzir materiais sintéticos ou aos custos associados à extração e transformação de outros materiais (ex.: pedra) é uma opção economicamente pouco sustentável. Proteção (mais fraca) do solo e decoração de jardins. Especialmente decoração de jardins.

mulching

Benefícios do uso da cobertura morta
Há muitas vantagens em adicionar cobertura morta a uma área de jardim, além de tornar o jardim com um visual e acabamento mais atraente.
* Um dos melhores benefícios de qualquer cobertura morta é a sua capacidade de reter a umidade no solo.

* Cobertura morta orgânicos se “quebram” com o tempo e contribuem para nutrição do solo. Isso pode ser muito útil, especialmente se a fertilidade do solo for ruim.

* Mulching reduz os danos no inverno e ajuda no controle de ervas daninhas.

* Outros benefícios da cobertura morta do jardim incluem proteção contra a erosão e proteção contra danos mecânicos causados por herbicidas e cortadores de grama.

* Alguns tipos de cobertura morta como cipreste, cedro ou pinheiro, fazem um excelente trabalho de repelir carrapatos, mosquitos e pulgas.

Escolhendo a melhor cobertura morta
A melhor cobertura para o seu jardim depende de várias coisas, incluindo preferências pessoais e orçamento. Se você estiver interessado em melhorar sua fertilidade do solo, escolha a cobertura orgânica que atenda às suas necessidades.

Os jardineiros que desejam manter seus jardins completamente orgânicos devem ter cuidado ao escolher a cobertura natural porque alguns possuem corantes.

Para jardineiros com uma grande área cultivada com a qual eles não querem se preocupar, a cobertura sintética talvez seja a melhor opção.

arvore outono1