Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Jardins e Manutenção’

Jardim

Pouca gente sabe, mas o vinagre pode fazer verdadeiras milagres no jardim da nossa casa. E é bem melhor que fertilizantes e outros produtos químicos, pois é uma alternativa natural e saudável para proteger suas plantas.

Você vai se surpreender com os resultados.Veja o uso possível deste incrível ingrediente em seu jardim:

1. Afasta animais
Gato, cachorro, coelho, toupeiras e roedores simplesmente fogem do cheiro do vinagre.
Portanto, basta pulverizar um pouco em seu jardim para mantê-los longe.

Outra opção é pegar roupas velhas ou pedaços de pano, embebedar no vinagre e jogar por cima de estacas que cercam seu jardim.

2. Espanta formigas
Para quem não sabe, o vinagre é o inseticida orgânico mais eficaz. Portanto, pulverize as áreas afetadas com vinagre e você se livrará das formigas bem rápido.

Repita o procedimento depois de alguns dias e não haverá mais nenhum problema com formigas.

3. Estende a vida de flores cortadas
Adicione duas colheres (sopa) de vinagre e uma colher (chá) de açúcar num vaso de flores. Feito isso, coloque a planta no vaso e pode-a a cada 3-5 dias.

Desta forma, suas flores obterão os nutrientes apropriados que prolongarão a vida delas.

4. Remove as ervas daninhas
O vinagre é um dos melhores remédios para combater ervas daninha. Adicione uma xícara de sal, duas colheres (sopa) de sabão e uma colher (sopa) de suco de limão em um galão de 5% de vinagre branco.

Misture bem os ingredientes e despeje-os em um frasco de spray. Depois é só pulverizar toda a erva daninha em torno de seu jardim.

5. Elimina insetos  do Jardim
Misture uma parte de vinagre, três partes de água e uma colher (chá) de detergente em um frasco de spray. Feito isso, mexa bem, coloque num frasco de spray e aplique em todo o jardim.

6. Afasta as moscas de fruta
As moscas estragam os frutos do jardim. Para se livrar delas, basta seguir o procedimento:

Misture uma colher (sopa) de melado, meia xícara de vinagre de maçã, um quarto de xícara de açúcar e um copo de água. Despeje a mistura em algum recipiente de sua escolha e pendure-o em sua árvore frutífera.

As moscas de fruta vão atacar a mistura e ficar presas nela. Este é também um método muito eficaz contra moscas domésticas.

plantas de jardim

7. Ajuda no crescimento das plantas
Mantenha suas plantas saudáveis. Misture um copo de vinagre com um galão de água.

Pulverize nas plantas. Você notará um crescimento significativo.

8. Remove a ferrugem das ferramentas de jardim
Pulverizar um pouco de  vinagre não diluído em suas ferramentas ou apenas mergulhe-as nele por meia hora. Em seguida, enxaguar bem e, assim, se livrará dos ferrugens.

9. Combate fungos
Se você notar que suas plantas não estão crescendo bem ou têm algumas manchas escuras nas folhas e caules, provavelmente é porque foram afetadas por algum fungo.

O vinagre branco vai resolver este problema e proteger as plantas. Faça um pouco de chá de camomila e adicione duas colheres (chá) de vinagre. Feito isso, pulverizar as plantas com esta mistura.

Se a planta forem rosas, a técnica é diferente:
Combine quatro litros de água com três colheres (sopa) de vinagre de maçã. Pulverizar as rosas com esta solução e o fungo será eliminado.

10. Combate os caracóis
Tantos eles como as lesmas são pragas que destroem os jardins. Espalhe vinagre na região para afugentá-los.

11. Acelera a germinação de sementes
Use vinagre branco para germinar sementes, em particular sementes que não brotam facilmente.

Com uma lixa grossa, esfregue as sementes. Certifique-se de fazer isso uma noite antes de plantá-las.

Misture 125 ml de vinagre, 500 ml de água morna e uma borrifada de detergente biodegradável. Em seguida, mergulhe as sementes na solução. No dia seguinte, plante as sementes e elas crescerão muito rápido.

ouvindo-a-chuva20

jardim

Quer aprender como iniciar um jardim, mas não sabe por onde começar? Abaixo há 10 dicas para você fazer o jardim dos sonhos!

Quer aprender como iniciar um jardim, mas não sabe por onde começar? Neste artigo, vou te dar 10 dicas para você fazer o jardim dos sonhos!

1 – Decida o que você gostaria de cultivar em sua horta
Regra nº 1 – Se você gosta de cultivar temperos, frutas e verduras, essa é uma boa opção para começar. Concentre-se nas frutas, legumes ou ervas que sua família mais gosta.

2 – Escolha um local para começar seu jardim
A maioria das frutas e legumes precisam de sol pleno, com um mínimo de cinco horas de luz solar direta por dia para a frutificação.

Você precisa escolher o local do seu jardim pensando no “bem estar” das plantas, frutos e semente que pretende cultivar. Pense em como você acessará o jardim para colher, regar e cuidar de suas plantas.

jardim

3 – Planeje suas camas de jardim
Depois de saber onde deseja o seu jardim, decida sobre o tipo e tamanho dos canteiros.

As camas elevadas são ótima opções, além de atraentes facilitam o trabalho!

Pense em plantar seu jardim em blocos ou canteiros de plantas, em vez de fileiras únicas. As camas devem ter 3 a 4 pés de largura – estreitas o suficiente para que você possa alcançar o centro de ambos os lados.

Dentro dos canteiros do jardim, coloque as plantas em linhas ou em um padrão de grade. O objetivo é minimizar as passarelas e maximizar o espaço crescente.

Camas retangulares ou quadradas são as mais comuns, mas você também pode plantar seu jardim em itens encontrados, como tanques de água de gado velhos ou seções de canos de esgoto.

4 – Invista em ferramentas básicas de jardim
As ferramentas certas tornam o trabalho no seu jardim um prazer, e não uma tarefa árdua. Você não usa uma faca de manteiga para cortar cenouras cruas e não deve usar ferramentas opacas ou frágeis para trabalhar em seu jardim.

O equipamento básico de jardinagem inclui: Enxada de jardinagem; Enxada; Ancinho e terra; Ancinho da folha; Pá de jardim ou pá ; Ferramentas de mão.

jardim

5 – Teste seu solo
Antes de começar a construir seus canteiros ou plantar, você precisa saber sobre as propriedade do solo do seu jardim.

O seu solo é ácido, alcalino ou pH neutro? Você tem areia, argila, lodo, pedras ou uma mistura dos quatro? Existe risco de contaminação do solo por estruturas próximas, estradas ou outras fontes? Possui uma boa quantidade de nutrientes básicos?

Algumas dessas características podem ser determinadas apenas observando o solo. Outros podem exigir testes em casa ou testes de laboratório profissionais.

Por exemplo, a contaminação por chumbo de pinturas antigas ou estradas próximas com tráfego intenso é um problema em algumas áreas.

6 – Construa seu solo
Se você está começando com a grama, precisará cortá-la em pedaços e montá-las como se fosse um quebra cabeça, até que ela entre no solo.

A melhor época para isso é o no outono, mas não deixe que isso o impeça de começar seu jardins nas outras épocas do ano.

7  - Escolha as sementes
Para saber quais plantas crescem melhor diretamente no jardim, você precisa pesquisar antes sobre o tipo de semente que você quer cultivar. Assim, você vai saber exatamente se ela vai crescer ou não no seu jardim.

É importante ter um solo saudável. Para isso é necessário possuir matéria orgânica e nutrientes necessários para “regar” o solo.

8 – Plante com cuidado
A maioria dos pacotes de sementes e recipientes vem com instruções básicas de plantio. Depois de fazer o trabalho de chão (literalmente), basta entrar e planta.

Apenas tente e você pode aprender o resto à medida que avança.

jardim

9 – Cultive seu jardim
Há um velho ditado que diz: “O melhor fertilizante é a sombra do jardineiro”. Se você não estiver preparado para reservar um tempo em sua programação para cuidar de suas plantas, pode ser melhor chegar ao mercado do agricultor ou ficar com itens de manutenção extremamente baixos, como brotos ou ervas.

Dependendo do tamanho de suas plantações, os requisitos de tempo podem variar de alguns minutos por dia a um trabalho em período integral.

10 – Aproveite sua colheita
À medida que as culturas amadurecem, certifique-se de colher rapidamente para obter a melhor qualidade.

Verduras folhosas como alface são tipicamente “cortadas e recolocadas”, o que significa que você pode cortar as folhas e elas voltarão a crescer para outra colheita.

Pronto, agora você já pode começar a tirar do papel a idéia que você tinha para o jardim da sua casa.

folhas caindo_1

ferramentas

As ferramentas e equipamentos de qualidade são caros e projetados para durar por muitos anos, mas para isso devem ser cuidadas e mantidas regularmente. Você pode optar por ferramentas baratas, mas neste caso mantê-las é um problema menor, uma vez que quando elas se desgastam, você pode simplesmente jogá-las fora.

Mas como um jardineiro consciente e ambientalmente engajado, acredito que não seja essa a sua escolha.

Independentemente disso, saiba que cuidar de suas ferramentas de jardim regularmente vai garantir que elas estejam prontas para trabalhar sempre que você precisar. Seguir algumas dicas adicionará muitos anos de vida e uso a todas as suas ferramentas.

Além da maior durabilidade, ferramentas bem cuidadas têm vantagens como:
* Facilidade de uso, exigindo menos força e desgaste do jardineiro;
* Cortes precisos, que não mastigam os tecidos das plantas;
* Redução da disseminação de pragas e doenças entre as plantas, uma vez que as ferramentas estão limpas;
* Redução de pragas e sujidades no local de armazenamento das ferramentas.

ferramenta-jardinagem

Dicas para a manutenção das ferramentas
1. Comece a pensar na manutenção das ferramentas no momento da compra. Empunhaduras emborrachadas, lâminas de aço inoxidável, molas e parafusos robustos. Cabos ergonômicos, em madeira de boa qualidade ou plástico resistente.

Fuja de ferramentas com lâmina de ferro ou plástico barato, com pintura esmalte que descasca e cabos de madeira frágil, própria para caixotaria. Assim, você facilita não somente a manutenção, como o uso e o conforto da ferramenta.

Procure por marcas idôneas e tradicionais, independente se são nacionais ou importadas, e peça a opinião do vendedor. Lojas agropecuárias e garden centers costumam ter mais opções do que supermercados.

2. Prefira comprar as ferramentas individualmente, de acordo com a necessidade, do que kits pré-montados que muitas vezes tem ferramentas que você acaba não utilizando. As tesouras de poda devem ter um especial cuidado, uma vez que lâminas ruins amassam com facilidade, criam dentes e espanam, de forma que você logo precisará comprar outra.

ferramenta

3. Lave regularmente as pás, garfos, ancinhos, escavadores e enxadas com água corrente logo depois do uso. Utilize uma escova de cerdas duras ou espátula para remover blocos de terra endurecida. Mergulhá-las em um recipiente com areia úmida pode ser uma forma rápida de remover a sujeira.

4. Ferramentas de poda como tesouras devem ser escovadas e lavadas com água e sabão. Utilize uma pequena escova de unhas ou de dentes para uma limpeza mais minuciosa.

5. Caso as ferramentas tenham sido expostas a plantas suspeitas de doenças ou solos infestados de pragas como nematóides, esteriliza-as colocando todas de molho em uma solução de uma parte de água sanitária para duas partes de água limpa. Se preferir, passe um pano umedecido em álcool de limpeza comum.

6. Depois de limpas e completamente secas é hora de lubrificar. Aqui um detalhe muito importante: Não utilize óleos minerais derivados de petróleo, como óleo de máquina e outros. Estes óleos são ótimos para a conservação das ferramentas, mas contaminam o solo e prejudicam o seu jardim.

Da mesma forma, óleos vegetais comuns não são recomendados, uma vez que vão rancificando em contato com o ar, e acabam ficando pegajosos, prejudicando o deslizamento entre as partes móveis das ferramentas. O melhor lubrificante para as ferramentas de jardim é o óleo de linhaça.

Não é necessário que seja um óleo virgem, pode ser aquele mesmo tipo utilizado no cuidado com os automóveis. O óleo de linhaça forma uma película protetora entre o metal e o ar, impedindo a oxidação e a formação de ferrugem.

Ele também serve para hidratar os cabos de madeira, aumentando a sua durabilidade, além de deixar um aspecto mais bonito. E o melhor: ele não contamina o meio ambiente.

Aplique por toda a extensão da ferramenta utilizando um pano embebido no óleo. Remova o excesso se necessário. Lave os panos em seguida, uma vez que secos e com óleo são potenciais combustíveis, tornando-se perigosamente inflamáveis.

ferramenta

7. Guarde as ferramentas em um galpão ou garagem seco e bem ventilado. Ferramentas manuais menores podem ser armazenadas em recipiente de areia ou pedrinhas, e ferramentas maiores devem ser penduradas ou armazenadas de cabeça para baixo.

Um painel perfurado de eucatex pode ser uma excelente opção para guardar suas ferramentas em ganchos, de forma que fiquem visíveis e fáceis de alcançar.

8. Tesouras, facas e estiletes devem ser limpos da seiva, pois além de se tornarem um foco de contaminação ainda ficam difíceis de usar. A seiva das plantas tende a grudar feito uma cola sobre as lâminas.

Uma dica é trabalhar com a ferramenta com um pano e álcool à mão, e ir limpando regularmente a lâmina, principalmente ao se trabalhar com plantas que vertem seiva mais espessa. Caso a seiva seque, você pode removê-la com solventes como terebentina, thinner ou querosene.

9. A melhor forma de prevenir a ferrugem é cuidar para que as ferramentas estejam completamente secas antes de armazená-las, além de tratá-las com óleo de linhaça. No entanto, seu você se deparar com a ferrugem, pode tomar algumas medidas para se livrar dela, impedindo seu avanço e recuperando suas ferramentas.

Deixe-as de molho em uma solução com uma parte de vinagre de álcool e uma parte de água, durante cerca de 12 horas. Depois, esfregue-as com lã de aço, em movimentos circulares. Enxague com água e sabão. Deixe secar completamente e não se esqueça de passar uma boa camada de óleo de linhaça.

ferramenta

10. Anualmente desmonte e limpe profundamente as tesouras de poda. Esta tarefa é ótima para realizarmos no inverno, quando as tarefas de jardim diminuem e vamos guardar as ferramentas por um longo período.

Assim, elas ficam preparadas para tantas podas que se iniciam na primavera.
* Desaparafuse as tesouras, para que se abram, e lave todas as partes escrupulosamente com escova, água e sabão. Cuidado para não perder nenhum componente.
* Depois mergulhe as peças na solução de vinagre e água, deixando por 12 horas. Esfregue as partes com lã de aço para remover qualquer ponto de ferrugem. Enxague e seque.
* Esterilize as ferramentas em solução de água sanitária e água por 15 min. Enxague e seque.
* Depois de completamente secas, passe um pano embebido em óleo de linhaça. Remova o excesso de óleo e monte suas tesouras.

11. O corte ou a poda com lâminas cegas geralmente resulta em galhos lascados, com tecidos mastigados, tornando-os mais suscetíveis a doenças. Além disso, torna o trabalho muito mais difícil e exige grande esfroço, provocando dores e calos desnecessários.

Ao usar ferramentas de poda, lembre-se de que cada ferramenta é apropriada para um tipo de galho. Não utilize tesouras em ramos lenhosos e grossos, pois estes devem ser podados com serrote.

Da mesma forma, caules tenros e macios, podem ser facilmente cortados com estilete ou canivete, não necessitando o uso de tesouras.

jardinagem

12. Você pode afiar suas ferramentas em casa ou mandar afiá-las. Há muitas empresas e profissionais que realizam este serviço rapidamente com equipamentos apropriados a um custo muito baixo. Se desejar use uma pedra de afiar para obter um fio rápido em lâminas e pás de corte. Se for habilidoso e tiver conhecimento de uso pode utilizar um esmeril para a operação.

13. Não se esqueça de cuidar dos cabos de madeira. Pequenas fissuras podem ser reforçadas com fita adesiva para trabalhos pesados, como fita isolante.

Qualquer cabo com rachaduras severas deve ser substituído o mais rápido possível para evitar acidentes e lesões caso ela quebre durante o uso.

Antes de cada uso, procure minuciosamente por rachaduras, principalmente perto da inserção da lâmina. Anualmente, lixe levemente e aplique óleo de linhaça para condicionar os cabos das ferramentas.

flores (2)

ferramentas-jardim

Nove ferramentas para jardinagem essenciais para saber como cuidar de plantinhas e ainda outras dicas se a odeia é se aperfeiçoar no assunto.

Seja para quem quer montar um jardim, aumentar a quantidade de plantas em casa ou apenas conhecer mais sobre jardinagem, é interessante saber quais equipamentos são essenciais para se dar bem com plantas e para cuidar delas do jeito que cada uma precisa.

Pensando nisso, uma lista foi montada com nove ferramentas para jardinagem que vão ajudar você nessa empreitada. Ao final, temos dois itens bônus para você colocar vitamina em cada uma de forma natural.

vasos

Vasos
Os vasos são onde você vai colocar as plantas que quiser ter em casa. Eles podem ser de cerâmica, plástico, barro e até de vidro. O tamanho vai depender de qual a perspectiva de crescimento da sua planta, mas você pode escolher vasos de chão, vasos suspensos ou peças decorativas que, juntas, acoplam dois ou mais vasos na mesma peça.

Se não quiser comprar nada, também é possível reutilizar itens que você já tem em casa, como garrafas plásticas de suco (as quadradas são ideais para cortar ao meio), além de jarros e itens de vidro.

substrato

Terra
A terra será o solo das suas mudas e é de lá que elas vão tirar os nutrientes para crescer de forma saudável. Por isso, é essencial utilizar terra adubada. Se você vai montar um jardim, há um jeito de saber o quanto de terra vai precisar usar de acordo com o tamanho dele: meça a área onde suas plantas vão ficar; depois, multiplique a área pela profundidade do local para encontrar o volume em metros cúbicos.

Os sacos de terra são vendidos com indicação de quantos metros cúbicos preenchem. Mesmo assim, quando estão descritos os quilos de terra que contém, há ainda a indicação em metros cúbicos. Lembre-se sempre de comprar uma quantidade a mais, para não correr nenhum risco.

sementes

Sementes ou mudas
Elas são tudo o que você vai ver crescer, florescer e se desenvolver. Se você quiser criar uma decoração e paisagem imediata, pode comprar plantas maiores, já prontas.

Agora, se quer ver e acompanhar como se desenvolvem, pode pedir mudas de amigos, vizinhos e parentes ou comprar algumas sementes. É legal comprar várias diferentes para você ter ideia do que dá certo e o que não dá na sua casa ou apartamento.

argila

manta

Argila expandida e manta de drenagem: a dupla dinâmica
A argila expandida é fundamental em vasos e floreiras, pois tem a função de absorver qualquer água excedente que a planta não precise no momento. Ela é firme e resistente, mas é microporosa; assim, evita que a terra fique encharcada e sufoque as plantas.

Isso também garante que a água não escorra para fora do vaso e molhe a superfície onde estiver ou pingue, se tiver sido colocada no alto.

Se você quiser intensificar a absorção da água, pode colocar por cima da argila expandida uma manta de drenagem que, como o nome sugere, vai drenar a água em excesso. Além disso, esses dois componentes vão evitar que a terra vá embora junto com a água por qualquer motivo.

Lembre-se que mesmo utilizando a argila expandida e a manta de drenagem você deve ter um local de escoamento no vaso ou no jardim, seja por furos ou uma saída de água maior.

regador

Regador
Nessa etapa, entramos em itens que vão te ajudar no cuidado diário com as plantas, ou seja, na parte das ferramentas para jardinagem em si. O regador é fundamental para que você consiga regar qualquer planta.

A vantagem dele é ter uma boa capacidade (para você conseguir colocar água em vários vasos diferentes de uma só vez); o bocal grande e todo furadinho também faz com que você consiga regar uma área maior sem muito esforço.

pá-ancinho

Pá e ancinho
Ambas são ferramentas para jardinagem para mexer na terra, sendo que o ancinho também é chamado de rastelo. Ele é ótimo para coletar folhas soltas e grama excessiva, além de ser um ótimo instrumento para deixar a terra nivelada. Já a pá é ótima para cavar e transportar terra e plantas de um vaso para outro.

tesoura-de-poda

Tesoura de poda
Com um nome auto explicativo, a tesoura de poda é uma das ferramentas para jardinagem mais importantes para se ter, pois é com ela que você vai retirar partes da planta que não são úteis e que estão atrapalhando o crescimento dela, como ramos e galhos inúteis. É com uma tesoura de poda que você também vai conseguir retirar uma muda para presentear um amigo.

Dicas bônus: adeus mosquitos, olá inseticidas naturais
Além de listar algumas ferramentas para jardinagem essenciais, ainda há duas dicas para você que está buscando maneiras naturais de acabar com os mosquitos que se aproximam das suas plantas, mas não quer usar inseticidas, pois eles são mais agressivos. Você pode substituí-los água de fumo de corda ou extrato de neem.

Água de fumo de corda
A água de fumo de corda, ou o caldo de fumo de corda, serve para espantar pulgões, cochonilhas e ácaros.

Essa água não deve ser utilizada para regar as plantas, mas você vai pulverizar um pouco dela nas plantas com um spray. Há uma receita simples para preparar a água de fumo de corda, veja:
* Ferver um litro de água com 20 ou 25 gramas de fumo de corda (ele pode ser comprado em pó);
* Depois, coar em pano fino (como um coador de café) e juntar mais quatro litros de água limpa;
* Pulverizar nas plantas;

Atenção: se as plantas em que você utilizar o fumo de corda forem comestíveis, você deve esperar 48 h para ingerir o alimento.

Se você achar que essa quantidade de água é muita para as plantas que você tem em casa, pode simplesmente optar por comprar a água de fumo de corda já pronta, industrializada.

neem

O que é extrato de Neem
Pronunciado como “nim”, o extrato de neem é retirado da árvore de mesmo nome, originária da Índia. Ele é muito utilizado em plantações para espantar fungos e animais herbívoros; além disso, também melhora a fertilidade do solo.

Para utilizá-lo, você deve comprar o óleo e diluir 10 ml dele em um litro de água. A dica é pulverizar nas plantas, inclusive embaixo das folhas, a cada 10 dias.

Além de ser muito precioso para plantas, o neem tem muitas outras propriedades, como ativos anti-inflamatórios e que agem no controle do colesterol. O óleo de neem também pode ser usado na fabricação de xampu e sabão.

água6