Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Inseticidas’

folhas-formigas

Você já notou algumas manchas e partes comidas nas folhas das suas plantas? Ou notou que, de repente, plantinhas que estavam saudáveis começaram a perder vigor e murchar? Esses sintomas podem indicar a presença de pragas comuns em jardins, que atingem hortaliças, árvores frutíferas, flores e plantas ornamentais.”

Não importa se você mora em prédio, casa térrea, no campo ou na cidade, se tem plantas por perto, pode ter certeza de que, uma hora, aparecerão formigas. Mas, de onde vem este exército de insetos insistentes e incansáveis? E por qual motivo?

Qual é o tipo de formiga?
Antes de tudo, é bom entender que existem 2 grupos de formigas: aquelas miudinhas, que gostam de substâncias doces e, as cortadeiras, que saem por aí fazendo poda em planta sem permissão. Cada um desses grupos aparece por razões distintas e precisam de estratégias diferentes para espantá-las do quintal.

Formigas que gostam de substâncias doces
As formiguinhas pequeninhas, daquelas que não podem ver um açucareiro, estão sempre atrás de algo doce. E elas encontram isso nas plantas – na verdade, nos pulgões e cochonilhas que certamente existem nas espécies do seu jardim e vasos atacados por formigas.

Principalmente os pulgões, que sugam a seiva da planta e acabam gerando um resultado nojento pra gente e um verdadeiro banquete para as formiguinhas: seu excremento doce.

formigas miudas

Como expulsar as formigas miudinhas
Para que as formigas miudinhas desapareçam do seu jardim e vaso de plantas, não adianta brigar com elas. O que atrai esse exército são outros serezinhos, também não muito queridos e, são eles quem você deve expulsar primeiro.

Para combatê-los, use receitas bem simples como um banho com sabão de coco, ou então óleos, como o mineral ou de neem. Essas duas estratégias acabam afogando as cochonilhas e pulgões. Também vale borrifar o preparado de detox contra pragas.

Confira a receita de detox:
Ingredientes:
* 2 ou 3 folhas de tomate grandes e frescas;
* 0,5 l de água;
* Pedaço pequeno de sabão de coco;
* Algumas pimentas, de qualquer tipo.

Modo de preparo:
*
Pique as folhas de tomate grosseiramente;
* Bata todos os ingredientes no liquidificador;
* Após coar, coloque a mistura em um borrifador, escolha um dia em que não esteja muito quente e aplique sobre as plantas.

formiga-cortadeira

As formigas cortadeiras
O segundo grupo de bichinhos são mais espaçosas, e possui soldados maiores. As formigas-cortadeiras, também conhecidas como saúvas, são mais fáceis de serem reconhecidas.

Se tiver uma fileira de formiguinhas carregando folhas, pode seguir a trilha. De um lado, tem um formigueiro enorme e, na outra ponta, pobres plantas que são o alvo das cortadeiras.

O mais interessante, é que elas não comem as folhas e sim, usam essa matéria orgânica para cultivar um tipo de fungo, que é seu verdadeiro alimento.

Porque sugerem formigas cortadeiras
Formigas cortadeiras aparecem em solos compactados, bem pobre em nutrientes e, com falta de molibdênio. Antes de sair despejando macros e micronutrientes, vale muito entrar em contato com um agrônomo ou engenheiro florestal, porque adubação deve ser a solução, não um problema.

Só alguém especializado conseguirá analisar o solo e dizer a dosagem exata pra adubação surtir efeito analisar o solo. O que tá liberado e não tem contra-indicação é usar coberturas (as palhinhas protetoras) e diversificar bastante as espécies plantadas no local.

folhas-formigas

O trabalho que as formigas fazem no solo
Quando surgem, as formigas cortadeiras trazem o recado de que o solo está muito compactado e bem pobre. O interessante é que essas formigas cortadeiras, assim como os cupins, que também surgem em locais parecidos, fazem um super trabalho de recuperação natural.

Esses minúsculos operários trazem os nutrientes lá do fundo, pra superfície do solo; criam túneis que irão arejar e deixar a terra mais fofa; atrairão predadores, como pássaros e outros animais, que adubarão o solo com suas fezes.

Aos poucos, o que era um local bem pobre, começa a dar espaço pra um substrato mais propício pra outras sementes germinarem. A natureza faz seu trabalho silencioso.

Dicas para combater formigas cortadeiras
E como combater as cortadeiras? Claro que, tratando o solo, você resolve o problema de uma vez mas, como paliativo, pode usar dois truques bem simples.
1. Impeça o acesso. Uma barreira de lã em volta da planta ajuda bastante, já que as fibras deixam o caminho das formigas bem complicado pra transpor esse fofo obstáculo. Pegue aquele novelo fofinho de linha de crochê ou tricô, dê uma bela desfiada e faça um cercadinho em volta da sua planta.

2. Sementes de gergelim. Use sementes cruas, espalhadas próximo do formigueiro. Os insetos levarão a semente pro cultivo no formigueiro e, o tipo de mofo que o gergelim acaba gerando bagunça todo o processo de cultivo das formigas. O resultado será formigas passando fome.

É a forma mais cruel entre as soluções, então, que tal manter um ambiente para todos, plantas e bichinhos? Se diversificar, tudo fica bem equilibrado e a própria natureza se encarrega de não haver excessos – nem do lado das formigas, que só querem alimento, nem do nosso lado, que só queremos só um local verde.

Bota mais espécies de plantas neste gramado que o jogo fica mais bonito.

Esteja sempre atento aos sinais
Vistorie as plantas com frequência para verificar sinais de infestação. Se você é um jardineiro que está atento aos seus vasos, é bem fácil de reagir às pragas. As cochonilhas costumam se instalar nos caules, sob as folhas e, às vezes, até mesmo nos frutos.

formigas

Esses insetos parecem manchas, pois são quase estáticos. Já os pulgões costumam ficar em grande quantidade nas nos botões de flores, nas folhas novas, nos caules mais novos e macios. A presença de lagartas e formigas é evidenciada pelas folhas comidas ou com partes cortadas.

chuvarada

inseticida caseiro

O vinagre é daqueles produtos multifacetados que dão para quase tudo. Ele oferece grandes vantagens à saúde e ajuda nas limpezas da casa, mas sabia que ele também pode ser utilizado na horta e no jardim?

O vinagre é uma alternativa saudável que está dentro do grupo de produtos que solucionam vários problemas das plantas sem afetar a nossa saúde e o equilíbrio do meio que as envolve.

Elimine formigas com vinagre
Estes insetos não resistem ao baixo pH do vinagre e acabam por sucumbir quando entram em contacto com ele. Pulverize as áreas afetadas com o vinagre e volte a repetir até acabar com a praga de formigas.

Melhora a saúde das plantas que gostam de solos ácidos
Os solos ácidos geram problemas à maioria das plantas, porém existem plantas que encontram neles as condições ideais, as plantas acidófilas: azáleas, gardênias, camélias, rododendros, hortênsias e urze entre muitas outras.

Misture uma colher de sopa de vinagre em 2 litros de água e regue as suas plantas com esta solução uma vez por semana, em pouco tempo notará a diferença.

Combate os pulgões
Pulverize as plantas afetadas com pulgões ou outros insetos sugadores, com uma solução inseticida de vinagre.

Use 1 litro de água para uma colher de sopa de vinagre e outra de sabão, sacuda bem o frasco e pulverize as plantas afetadas.

jardim

Controle de fungos
Faça um litro de chá de camomila e junte uma colher de sopa de vinagre. Borrife as plantas com esta solução.

Ajuda a eliminar a mosca da fruta
Não mata, mas atrai-as e possibilita reduzir significativamente a população. A técnica consiste em atrair este insetos para uma garrafa com pequenos furos e levá-los ao afogamento.

Misture uma parte de vinagre, com 3 partes de água e duas colheres de sopa de açúcar. Coloque a mistura na garrafa e pendure-a perto do pomar.

Aumenta a vida das flores nos vasos
As flores depois de cortadas têm pouca durabilidade, mas poderá aumentá-la um pouco juntando umas gotas de vinagre de vinho branco na água da jarra das flores.

vinagre

Elimina as ervas daninhas
Sim é verdade que elimina ervas daninhas, porém não é uma solução muito praticável, em espaços médios seriam necessárias grandes quantidades para efeito, e vamos ser claros, em áreas pequenas é mais viável remover as ervas à mão.

Contudo poderá ser útil quando se pretende eliminar as daninhas em locais difíceis, com juntas, passagens ou muros.

Misture 200 ml de água morna com uma xícara de sal e duas de vinagre de vinho branco. Tenha cuidado com a mistura, ela leva sal e poderá afetar o equilíbrio natural do solo.

primavera

inseticidas

A calda de sabão inseticida tem ganhado adeptos ao longo dos últimos anos, cada vez mais as pessoas procuram soluções menos perigosas para o ambiente e para a saúde.

Todos os que gostam de jardinagem, já se depararam em algum momento com as pragas sugadoras, sugam a seiva das planta, causam o definhamento da planta e atrasos no seu crescimento. Existem várias soluções amigas do ambiente,  alternativas que não libertam químicos ou resíduos prejudiciais.

Muitas dessas soluções podem ser preparadas com ingredientes que temos em casa e algumas delas são preparadas com sabão.

Estas caldas naturais são poderosas , podem ser usadas no jardim, na horta, em árvores frutíferas e nas plantas de interior. Apresentam eficácia contra insetos de corpo mole e vários organismos sugadores: pulgão, piolho, lagartas, ácaros, mosca branca e cochonilha.

inseticida-natural
Calda inseticida com óleo:
10 l de água
200 gr de sabão de potassa ou azul ralado
100 ml de óleo vegetal (óleo de cozinha)
* Dissolva o sabão em metade da água e mexa até a mistura se apresentar diluída. Acrescente o óleo, mexendo sempre energicamente e junte a água restante. Deixe a calda arrefecer na totalidade antes de fazer aplicação. Se preferir coloque o sabão na água e deixe de um dia para o outro. Pulverize as plantas de um modo uniforme.

Calda inseticida com vinagre:
100 dr de sabão azul ralado
1 l de água
2 colheres de sopa de Vinagre (pode trocar por álcool)
* Coloque o sabão numa garrafa com 1 l de água e agite até dissolver o sabão.
Na hora de usar acrescente mais 2 litros de água e duas colheres de sopa de vinagre. Coloque num pulverizador e borrife as plantas, cobrindo os insetos na totalidade.

Modo de aplicação e cuidados  da calda inseticida de sabão
O modo de atuação desta calda passa por envolver o corpo das pragas com uma película impermeável que mata o organismo por asfixia. Procure pulverizar a planta por inteiro, de modo a atingir todos insetos e permitir que a solução atue na totalidade.

São necessárias várias aplicações para que o extermínio da praga seja bem sucedido. Faça pelo menos uma aplicação por semana, num período mínimo de 3 semanas.

Pulverize sempre no final do dia, quando o sol está menos forte e há menos riscos de queimar as folhas. Esta calda inseticida não requer intervalo de segurança ente o tratamento o e o consumo da planta.

aplicação

Nota final
Paralelamente ao tratamento é recomendada a observação das plantas, é importante não deixar as maleitas evoluírem, é sempre mais fácil e trata-las numa fase inicial.

Geralmente as plantas adoecem por falta de condições, ficam debilitadas e são alvo das doenças e das pragas.

Isso acontece por falta ou excesso de água, falta de nutrientes ou fertilização exagerada, demasiado calor ou frio, ventilação insuficiente, luz inapropriada, entre outros. Tome estes fatores em consideração e retifique o que estiver errado.

água-energia