Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Fungos’

violetas

Por mais que os cuidados com as plantas sejam os melhores possíveis, sempre há o risco de que elas contraiam fungos e outras pragas. Algumas delas são difíceis de serem eliminadas e é preciso um controle rigoroso para elas abandonem a sua plantação.

Existem uma infinidade de pragas e fungos que atacam as hortas e até mesmos diversas flores do seu jardim, impedindo que as suas folhas se desenvolvam e que a estrutura cresça de forma vistosa.

Vamos, neste artigo, aprender como eliminar esses vilões imperdoáveis do seu jardim e de quebra ainda vai descobrir algumas receitinhas infalíveis.

Fungos

Identificando as Pragas e Fungos
Os bichinhos que costumam atacar as plantas do seu jardim, cuidado com tanto esmero, não devem ser eliminados por completo, já que eles estão cumprindo o seu papel na natureza. O correto mesmo é controlar a presença dessas pragas e fungos dentro do jardim.

Para iniciar o controle, primeiramente é preciso identificar quais são as pragas invasoras. Depois, em seguidas, é preciso definir e descobrir as causas pelas quais os pequenos invasores iniciaram a sua proliferação pelas plantas.

Na maioria das vezes, o jardineiro percebe que com algumas precauções, teria sido possível evitar a invasão desses seres tão pequeninos.

Algumas causas
Existem muitas causas pelas quais as pragas tenham aparecido nas suas belas plantinhas. Abaixo, seguem algumas delas, se não as principais e mais decorrentes:
*  Tesouras mal esterilizadas
*  Introdução de novas plantas
* Acumulação de lixo pelo jardim
* Proliferação das famosas ervas daninhas

Após identificar todos esses motivos e outros que podem ter ocasionado a introdução das pragas no seu jardim, é hora de tomar atitude.

cochonilha

Receitas
1. Pragas para controlar
Confira algumas receitas infalíveis que poderão te ajudar no controle de pragas e fungos que assolam a sua plantação. Algumas espécies são mais facilmente removidas com a ajuda dessas receitas e são elas:
* Pulgões
*  Cochonilhas
*  Ácaros
*  Lagartas
*  Outros

É sempre bom tentar aplicar essas receitas, por mais que a sua praga seja um tanto quanto resistente aos remédios e substâncias utilizadas. A maioria desses procedimentos não machuca as plantas e nem causa danos maiores do que aqueles já feitos pelos fungos no geral.

2. Cuidados
Antes de se iniciar qualquer receita, é preciso tomar alguns cuidados. Vale lembrar que é necessário pulverizar as plantas na medida em que os invasores tenham sido controlados. Do contrário, não exagere na dose. Frutos e flores poderão acabar sendo prejudicados pelo excesso de pulverização dos remédios contra pragas.

Evite aplicar os inseticidas nos frutos e não pulverize mais do que o necessário, restringindo-se apenas as partes da planta afetadas. Lembre-se que os fungicidas, bactericidas outras receitas mais pesadas podem eliminar seres benéficos como abelhas e joaninhas.

pulgões

3. Substâncias
Algumas substancias presentes nas receitas tem nomes esquisitos e podem assustar. A parcimônia por exemplo, é um componente importante a muitos fungicidas e inseticidas no geral, mas isso não quer dizer que isso faça mal à saúde das plantas ou ao próprio bem estar do jardineiro.

Procure pesquisar sobre as substâncias com as quais você está lidando. A maioria delas são sustentáveis e também não agridem o meio ambiente.

4. As receitas
Solução adesiva: Uma das receitas mais comuns entre os jardineiros de plantão é a chamada solução adesiva. É uma receita simples e de fácil manuseio.

Ingredientes:
*
1/2 de sabão de coco ( o equivalente a 100 gramas)
* 2,5 litros de água

Modo de Preparo
Pique bem o seu sabão de coo em vários e pequenos pedaços. Coloque os pedacinhos em uma panela juntamente com a água. Leve a sua mistura ao fogo e deixe que o sabão dissolva todo na água. Espere a mistura esfriar e guarde em um recipiente fechado.

Função
Esta mistura não tem por objetivo eliminar o problema ou até mesmo controlar as pragas. Ela é útil somente como uma ajuda para diluir, espalhar e fixar os remédios aplicados nas plantas, ajudando a disseminar a solução.

borrifo

Antes das pulverizações, misture a receita com outros componentes e fórmulas a fim de controlar os invasores.
* Calda de fumo: A calda de fumo é uma receita muito recomendada pois seu componente principal é considerado um ótimo inseticida.

Ingredientes:
*
50 gramas de fumo em pó
* 1 litro de água

Modo de Preparo
Comece picando o fumo em pedaços bem minúsculos e colocando-o em uma panela com água. Ferva a mistura por no máximo 25 minutos. Aqui, a solução adesiva poderá ser acrescentada. Continue mexendo e misturando tudo até ficar homogêneo. Tampe a panela e espere esfriar. Coe a mistura e pulverize sobre as plantas no mesmo dia.

oídio

Cuidados
Primeiro de tudo, é preciso tomar muito cuidado ao trabalhar com o fumo pois ele é um componente tóxico. Para evitar problemas, você pode optar por comprar produtos prontos como o fumo líquido, vendidos em diversas lojas de jardinagem.

Tenha cuidado ao aplicar a solução sobre frutas e verduras. Antes de consumir qualquer um desses alimentos, respeito o período de 10 dias de carência antes da colheita. Não esqueça também de lavar muito bem os alimentos antes de leva-los à mesa.

Calda Bordalesa: Esta receita é um pouco mais complicada pois leva muito mais ingredientes. Mesmo assim, ela é uma mistura muito eficiente no combate à pragas e fungos.

Ingredientes:
*
30 gramas de sulfato de cobre ( o equivalente a 3 colheres de sopa)
* 30 gramas de cal virgem
* 5 litros de água
* Um balde de plástico
* Uma panela
* Um pano de algodão
* Um arame

Pragaspombos

Modo de Preparo
Pulverize o sulfato e coloque-o no pano de algodão como se fosse um sachê. Amarre o pano com um arame bem firme e pendure o sachê preparado dentro de um balde com água, de modo que o pano com o sulfato dentro não toque o fundo do recipiente. Reserve.

Agora, faça um leite com a cal em uma panela, acrescentando cal virgem ou hidratada e água. Mexa bem lentamente e deixe a mistura ficar homogênea. Aguarde no máximo 24 horas para misturar as soluções.

Não esqueça de verificar o pH da solução de cal. Não deixe-a ficar muito ácida. Aplique a calda no mesmo dia de preparo na planta prejudicada.

mancha-parda

Ter plantas em casa é realmente uma delícia. São elas que dão um ar mais gostoso ao lar e fazem com que tudo fique mais aconchegante. Porém, cuidar delas não é somente regar. Muitas vezes, fungos aparecem e acabam matando as plantas.

Mas não se preocupe: é possível resolver o problema de forma natural, sem precisar comprar fungicidas caros e muito industrializados. Este post ensina como eliminar fungos das plantas.

Materiais necessários
* Frasco de borrifador para aplicar mistura
* Luva
* Instrumentos de jardinagem

fungo na terra

Fungo branco na terra
O fungo branco na terra indica que há mofo no seu vaso. O mofo só surge quando há excesso de umidade e, por isso, o problema é bem comum na jardinagem. A camada branca de fungo branco na terra pode ser combatida com algumas medidas. Comece a regar a planta pelo prato. Assim, você evitará que a água acumule na terra, formando o mofo.

Para fazer com que a terra fique bem marrom e bonita, elimine a camada branca e reponha com terra fresca. Antes de colocar a terra nova, deixe seu vaso secando no sol. Depois, é só despejar vinagre de maçã, um fungicida natural, antes de colocar a terra nova. Lembre-se: você deve encher o vaso até dois centímetros da ponta.

Outro truque para evitar o surgimento de mofo na terra, é manter a planta em um lugar fresco e com a presença de luz. O ideal, é ter a incidência indireta de sol. Além disso, você deve manter o vaso sempre limpo e bem cuidado.

fungos

Pragas nas folhas das plantas
Pulgões e fungos podem surgir nas folhas das plantas por diversos motivos. O segredo para essas pragas não surgirem é sempre limpar os restos de cultura, que são os lugares que os insetos gostam de ficar. Se você está com praga nas folhas das plantas, veja algumas soluções naturais:

Chá de camomila
Faça uma chá com as flores de camomila e coloque-o num pulverizador. Aplique nas plantas uma vez ao dia.

Alho
Misture 10 dentes de alho esmagados a 20 litros de água. Deixe a mistura curando por 13 dias. Coloque no recipiente para espirrar e aplique nas plantas para acabar com pulgões.

Eucalipto
Coloque algumas folhas de eucalipto para acabar com insetos nas folhas. Isso deverá acabar com o problema.

po-brnco

Pó branco nas folhas das plantas
O pó branco também é bem comum nas folhas das plantas. Ele é uma praga difícil de se livrar e muitas pessoas acabam até desistindo da jardinagem por conta dela. Porém, com paciência e conhecimento, é possível acabar com o pó e manter a planta saudável.

No mercado, há remédios industrializados para borrifar nas plantas. Eles podem ser usados com cautela e sempre seguindo as instruções da embalagem. Você pode, também, apelar para uma solução natural.

Misture um pouquinho de leite de vaca com de água. A proporção ideal é de 5% de leite para 95% de água. Coloque a solução em um borrifador e aplique na planta pelo menos uma vez por semana. Isso vai acabar com as pragas e manter a saúde da planta.

Esse pó branco é chamado de oídio e é um fungo que aparece em plantas como pepino, tomate e manga. Essa mistura é uma alternativa à fungicidas para plantas caros.

fungicid

Fungicida para plantas
Além das soluções já indicadas anteriormente, você pode prepara fungicidas caseiros que não só destroem os fungos patogênicos, como também oferecem nutrientes às plantas. Essa dica também vale para combater os fungos em plantas ornamentais.

Observação
* Antes de aplicar as dicas indicadas acima, faça um teste numa pequena parte da planta. Assim, você saberá se o remédio irá funcionar para ela ou se causará algum problema.

* Caso você não tenha familiaridade com plantas, consulte um profissional.

* Se você aplicar um produto na planta e consumi-la depois, não se esqueça de lavar bem.

* Sempre que identificar um problema na planta, pode as folhas mais danificadas e comece o tratamento imediatamente.

brisa_5

flores

Já ouviu falar de ferrugem nas plantas? O que parece ferrugem – pela cor vermelha nas manchas das folhas – é na verdade uma variedade de fungos. Cada espécie de planta é afetada por um fungo diferente, fazendo com que a ferrugem não passe facilmente para plantas de espécies diferentes.

Muitas espécies de plantas são atacadas por essa doença, mas embora o nome seja o mesmo, muitas vezes o agente causador da ferrugem não é o mesmo em se tratando de plantas distintas. Por exemplo, a ferrugem branca do crisântemo é causada pelo fungo Puccinia horiana e a ferrugem das orquídeas pelo Sphenospora kevorkianii.

Este problema pode ser controlado, mas a melhor solução passa por prevenir o seu aparecimento. Saiba como evitar ferrugem nas plantas lendo este artigo e mantendo um jardim saudável e bonito.

Fungos

Os sintomas da ferrugem incluem o aparecimento de manchas que surgem, numa primeira fase, na parte de cima da folha. As manchas podem ser amareladas, com um tom amarelo a avermelhada no centro. A parte inferior da folha pode conter caroços nas mesmas zonas onde surgem as manchas no topo. É nesses caroços que se encontram os esporos do fungo.

Algumas semanas depois do aparecimento das manchas, elas adquirem uma textura poeirenta que indica que o fungo se está reproduzindo. As folhas mais atacadas podem ficar deformadas e cair prematuramente.

Os esporos são estruturas de dispersão dos fungos, semelhantes às sementes das plantas. Seu tamanho é diminuto e cada lesão pode conter milhões de esporos sendo que, para haver nova infecção, basta que um único esporo germine em condições ideais de temperatura e umidade.

Eles propagam-se através do vento e da chuva, que pode carregá-los por milhares de quilômetros. Se regar as plantas por cima, os esporos espalham para as folhas inferiores contagiando o resto da planta. Regue sempre na base, umedecendo apenas o solo, para manter a planta seca e evitar a distribuição do fungo. Evite, também, regar demasiado, pois o fungo se desenvolve mais rapidamente com a presença de umidade.

umidade

Para combater o fungo da ferrugem, procure produtos derivados do enxofre. Extrato de cavalinha ou uma solução de alho podem ser pulverizados na planta para sensibilizar o fungo no começo da manhã. Para fazer o remédio de alho, bata duas ou três cabeças com um litro de água no liquidificador e coe a mistura.

Nota: Numa fase inicial da doença, pode apenas remover as partes afetadas para evitar a distribuição. Remova as folhas infectadas e desinfete as tesouras que usar neste processo.

A higienização do jardim é importante para prevenir a ferrugem na planta ou árvore. Se estão aparecendo doenças no seu jardim, procure fazer uma limpeza na vegetação esgotada. O fim da estação é propício ao aparecimento de fungos nas folhas, que são dos órgãos mais sensíveis da planta.

Mas esse processo depende bastante das condições climáticas. Um tempo úmido, com clima ameno, favorece a proliferação da ferrugem, que acontece em poucos dias; o frio desfavorece o seu desenvolvimento, possibilitando às folhas jovens escaparem ilesas.

ferrugem

Como evitar ferrugem nas plantas
Para evitar as condições que o fungo aprecia, é importante regar moderadamente as plantas. Sempre deixe a camada superficial do solo secar antes de regar novamente.

As plantas cujas folhas ficam molhadas por um período longo e não recebem ar suficiente, ficam mais suscetíveis à infecção. O melhor remédio é prevenir – a higienização do jardim, se bem feita, já diminui bastante as chances do aparecimento da ferrugem.

As folhas infectadas com ferrugem precisam ser removidas. Os tecidos vegetais afetados não têm capacidade regenerativa, portanto os danos causados às plantas são irreparáveis. Não é uma boa ideia colocá-las em pilhas de compostagem, pois o fungo conseguirá se espalhar para outras plantas quando o composto for utilizado.

O melhor a se fazer é cortar as folhas infectadas, juntá-las e queimá-las. Depois, ainda é preciso desinfetar a tesoura com uma solução de água e vinagre ou água sanitária.

folhas caindo_1

ferrugem_nas_plantas

Muitas espécies de plantas são atacadas pela doença mais conhecida como ferrugem, mas embora o nome seja o mesmo, muitas vezes o agente causador da ferrugem não é o mesmo.

As partes afetadas são as folhas, os caules, flores e colmos. Os sintomas são as lesões de coloração amarela a vermelha e em alguns casos branca, de formato arredondado a oblongo. Presença de esporos pulverulentos semelhantes à ferrugem. A parte inferior da folha pode conter caroços nas mesmas zonas onde surgem as manchas no topo. É nesses caroços que se encontram os esporos do fungo.

Os esporos estão sobre as plantas aos milhares, mas basta que um deles consiga germinar para generalizar uma infecção. São facilmente disseminados pelo vento até muitos quilômetros de distância.

As ferrugens gostam de climas amenos, com temperaturas moderadas e muita umidade. Daí que apareça mais em anos muito chuvosos porque, para que o esporo germine, é necessário que a planta esteja molhada. Uma das grandes causadoras do desenvolvimento da ferrugem é a rega.

Se já teve a visita de ferrugem no seu jardim, regue sempre o pé ou o sol, evitando a todo o custo molhar as folhas das plantas.

Saiba como evitar a ferrugem nas plantas e aprenda como manter um jardim saudável e bonito.
Não existe tratamento curativo para esta doença, apenas preventivos, sendo o mais eficaz de todos a calda bordalesa.

Para combater o fungo da ferrugem, procure produtos derivados do enxofre. Extrato de cavalinha ou uma solução de alho podem ser pulverizados na planta para sensibilizar o fungo no começo da manhã. Para fazer o remédio de alho, bata duas ou três cabeças com um litro de água no liquidificador e coe a mistura.

Mas o mais eficaz é a calda bordalesa. As aplicações devem ser feitas preventivamente. Devem ser regulares e, após uma grande chuvada, por exemplo, deve voltar a aplicar-se. Esta calda age por contato, se reparar em algum tipo de efeito tóxico nas folhas das plantas, pode diluir a calda, mas, não deixe de a aplicar.

ferrugem1

Nota: Numa fase inicial da doença, pode apenas remover as partes afetadas para evitar a distribuição. Remova as folhas infectadas e desinfete as tesouras que usar neste processo.

A higienização do jardim é importante para prevenir a ferrugem na planta ou árvore. Se estão aparecendo doenças no seu jardim, procure fazer uma limpeza na vegetação esgotada. O fim da estação é propício ao aparecimento de fungos nas folhas, que são dos órgãos mais sensíveis da planta.

Nota: Nunca coloque folhas infectadas em composto ou pode contaminar as demais plantas.

Quando o fungo da ferrugem ataca uma planta, ele pode até não contaminar outra planta próxima. Não use produtos fungicidas indiscriminadamente ou pode criar resistência ao fungo.

flores-ao-vento-gif72