Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Dicas e Curiosidades’

luz solar

Quando compramos uma florzinha para colocar em casa, precisamos perguntar na floricultura quanto de luz e sol ela precisa, mas a dúvida sempre fica na mente. Afinal, Por que as plantas precisam de sol? Vamos descobrir!

As plantas precisam de sol para crescer porque utilizam a luz para produzir seu alimento através de um processo chamado de fotossíntese. Para isso ela utiliza a clorofila, substância que a torna esverdeada.

Este alimento/energia é produzido em função da captação do fóton de luz e ela é responsável por fazer a planta absorver água e nutrientes pelas raízes. Ela também utiliza o gás carbônico junto ao restante para produzir glicose – açúcar – que é seu alimento e oxigênio, que é liberado para a atmosfera.

Uma planta precisa da luz do sol para crescer porque é através da luz solar que ela produz o seu próprio alimento através da fotossíntese. A planta transforma luz solar em energia através da clorofila, a substância responsável por sua coloração esverdeada.

Mas se engana quem pensa que basta um pouco de sol para manter sua planta saudável. Também é preciso de água na quantia correta, gás carbônico e nutrientes que falamos anteriormente para acontecer todo o processo de alimentação.

luz solar

Por isso você precisa prover a planta uma boa terra, colocar adubos naturais, água com frequência, muda-la de posição às vezes para pegar um ventinho ou maior/menor quantia de sol, etc.

Vale ressaltar que cada planta tem suas próprias necessidades e é sempre importante pesquisar e perguntar sobre ela a quem você está comprando.

raio de sol

outono

Em regiões de clima temperado no mundo, o outono é marcado pela folhagem colorida que lentamente cai de árvores e arbustos, cobrindo e colorindo o chão de uma maneira exuberante. Mas você já se perguntou por que algumas árvores perdem suas folhas durante essa estação do ano?

A queda das folhas no outono é, basicamente, uma forma de autoproteção. Enquanto que as árvores que mantêm as suas folhas durante todo o ano possuem ceras e resinas espessas para protegê-las do congelamento, as plantas decíduas geralmente têm folhagens finas que são suscetíveis ao frio.

Uma vez que a água se expande quando congelada, as células das folhas se rompem durante o inverno, tornando-as inúteis para a fotossíntese.

Sem deixá-las cair, tal árvore ficaria presa com milhares de apêndices improdutivos e sem conseguir produzir o seu alimento de maneira adequada.

Como se isso não fosse motivo suficiente, a área da superfície de todas aquelas folhagens também representaria uma ameaça à integridade física da planta.

Os meses de inverno são frequentemente mais ventosos do que as outras estações e o vento contra as folhas de uma árvore fria e quebradiça pode causar grandes rupturas. O mesmo vale para o peso da neve acumulado em todas elas.

outono

Curiosamente, as folhas de outono não são simplesmente arrancadas das árvores, mas sim separadas das plantas em um processo altamente controlado. À medida que os dias se passam e a temperatura esfria, os hormônios de dentro das plantas são ativados para iniciar o processo de rescisão.

A produção de clorofila é interrompida e a pigmentação das folhagens começa a degradar-se, deixando-as vermelhas ou amareladas.

Os vasos que levam água e açúcares para o resto da planta são fechados e uma camada de células, conhecida como “camada de abscisão”, começa a crescer entre os pedúnculos e os galhos que seguram as folhas.

Por fim, quando elas caem, a planta entra em dormência, economizando sua energia para a grande brotação da primavera que virá pela frente. Esse é o fim de todo o ciclo que começou com a queda da primeira folha no outono.

Por muitos séculos, todas as pessoas que estudavam a natureza eram chamadas naturalistas. A profissão de botânico teve seu início somente em 3 de setembro de 1979, quando a faculdade de Biologia foi reconhecida.

banconolago

lago

Se você é fã de flores, gramíneas, árvores e todo tipo de plantas, talvez devesse considerar seriamente se tornar um botânico.

Botânico é o profissional que estuda os vegetais em todos os sentidos, como ordena e classifica as plantas descobertas; analisa os processos vitais da planta, como a nutrição e a reprodução; a morfologia vegetal, que leva em conta a forma e estrutura das plantas; verifica as doenças que atingem os vegetais estuda a flora já extinta do planeta; descreve e explica, por exemplo, a distribuição das plantas segundo o clima e o relevo; estuda as comunidades de plantas que formam as diferentes espécies e se ocupa da relação das plantas com o meio ambiente.

Alguns botânicos trabalham para escolas e universidades como professores ou pesquisadores.

Outros podem encontrar serviços em jardins botânicos, zoológicos, arboretos, estufas, herbários, laboratórios médicos, empresas de biotecnologia ou agências governamentais.

Não existe uma única tarefa para um botânico desempenhar. Ele pode se aprofundar em assuntos que variam desde o estudo dos efeitos da poluição e mudanças climáticas nas plantas a até mesmo o uso da genética avançada para cultivar espécies novas ou melhoradas.

Além disso, ele pode se concentrar em melhorar o rendimento de safras, criar novos medicamentos ou focar no desenvolvimento de novos combustíveis para satisfazer as crescentes necessidades energéticas do mundo.

Alguns botânicos que gostam de aventuras optam por trabalhar na conservação de espécies ameaçadas. Hoje, uma em cada cinco espécies de plantas do mundo está ameaçada de extinção.

floresta

Para recuperar essas plantas que estão à beira da desaparecerem, alguns botânicos dedicam suas vidas à esse objetivo.

Muitas vezes ele isola espécies ameaçadas do pastoreio de cabras e porcos. Em outras ocasiões, você também pode encontrá-lo fazendo rapel em colinas para coletar espécies em locais onde humanos e animais não podem chegar facilmente.

Até mesmo escalar o topo de uma montanha para simplesmente polinizar à mão os últimos indivíduos de uma espécie faz parte de sua rotina peculiar.

Enquanto alguns consideram a botânica um campo bastante entediante, eu diria que essa profissão tem muito mais aventura do que alguém poderia imaginar.

riacho-8

As flores ganham destaques tanto em jardins como dentro das residências para enfeitar o local, muitos designers utilizam em suas decorações plantas de diversos tamanhos para decorar todo tipo de ambiente.

Nos ambientes externos, dependendo do tamanho, as plantas podem chegar a medir cerca de três metros de altura, podem ser plantadas arvores e arbustos.

Mas muitos locais não permitem que grandes plantas possam ocupar espaço como em apartamentos e flats, mas há pequenas plantas de vasos que podem embelezar esses locais e trazer harmonia e perfume que só as plantas trazem.

Algumas plantas:

lançasaojorge
Lança de são Jorge
É uma planta que pode ser plantada em pequenos vasinhos, ela possui folhas nas verticais e em forma cilíndrica, o que não ocupa muito espaço e podem ser plantados até três plantas em um só vasinho.

Muitos designers usam a planta para decorar o canto dos ambientes, elas não necessitam de exposição diária ao sol e podem ser regadas cerca de duas vezes na semana. São fáceis de adquiri-las, pois a muda custa em média cerca de 25 reais.

rosadepedra

Rosa de pedra
Essa espécie de planta pode ser plantada em vasos pequenos onde podem ser adicionados em cima da terra do vaso pedrinhas.

Não necessitam de muita exposição ao sol, pode colocá-las para receber raios solares uma vez por semana e rega-las cerca de deus vezes na semana. Custa em torno de 20 reais a muda dessa planta

minicacto

Mini cacto
Esse tipo de cacto é bastante visto nas casas, eles são usados comumente por não exigir cuidados diários e mesmo assim não deixarem de ser elegantes. Quando for regá-los é indicado que encharque a terra do vaso.

Devem ser mantidos em locais longe do alcance de crianças, pois possuem espinhos que são de difícil remoção. Custa em torno de 8 reais a muda do mini cacto nas lojas.

violeta

Violeta
É uma planta bastante comum nos jardins e nos buques, mas podem ser plantadas em pequenos vasos para o interior das residências. Elas devem ficar próximas as janelas para que recebam a luz solar e também devem ser regadas pelo menos cerca de três a quatro vezes na semana.

A beleza das violetas é algo admirável e é bastante indicada para a decoração e deixam um perfume natural no local. A semente dessa planta custa em torno de 7 reais o pacote.

Suculentas
É uma variedade mini plantinhas onde suas folhas são grosas, onde elas reservam água e não necessitam que sejam aguadas periodicamente.

Se você deseja cultivar observe o aspecto das flores, pois se elas estiverem murchas é que necessitam de água e se tiverem apodrecendo significa que a quantidade de água que está sendo regada é demais para a planta e deve diminuir.

Elas devem ter em contato com o sol diariamente, portanto coloque-as próximas a janelas. Dependendo da espécie de suculentas custam entre 5 reais e 25 reais.

Para saber se a planta necessita de água, observe a condição da terra, se estiver extremamente seca deve-se regar mais e se estiver encharcada ou úmida deve esperar mais uns dias para regar.

Se a planta começar a murchar, é porque não está recebendo luz solar necessária, daí deve aumentar o tempo de exposição ao sol. Se começar a mudar a tonalidade das folhas é porque está recebendo muito sol e deve diminuir o tempo de exposição.

Retire o pó que fica sobre as folhas com um pano úmido de água pelo menos uma vez por semana, sempre troque a terra colocando terra adubada com vitaminas para que sua planta fique mais viçosa.

Retire sempre as folhas secas e no local das folhas passe canela em pó para ajudar na cicatrização do caule, evitando assim que fungos e doenças ataquem a planta.

flor-chuva