Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Posts para categoria ‘Dicas e Curiosidades’

Diphylleia grayi 2

As flores já são lindas naturalmente, mas uma com pétalas transparentes parecendo vidro, é surpreendente.

A flor-de-vidro (Diphylleia grayl) é uma planta popular por possuir pétalas transparentes. O tom só aparece, no entanto quando as pétalas estão molhadas.

Pertencentes ao gênero Diphylleia, elas são membros da família Berberidaceae.

Diphylleia grayi 4

Originária de regiões frias do Japão e China, é uma espécie de flor branca que fica transparente quando entra em contato com as gotas de orvalho ou de chuva. A espécie pode crescer até uma altura de 40 cm e costuma desabrochar em meados da primavera e início do verão.

O fenômeno “mágico” se dá porque as pequenas pétalas, quando recebem água, lentamente perdem sua pigmentação branca, ficando completamente transparentes.

Por esta razão, a planta também é conhecida como “Skeleton Flower” (flor esqueleto). Assim que a água evapora e a flor seca, ela retorna à cor branca perolada original.

Assim é como ela é antes de se molhar:

Diphylleia grayi 3

No orvalho, durante a manhã, elas facilmente adquirem está aparência:

Diphylleia grayi

Coisa mais linda !!!

borboletas

ferramentas-jardim

Não precisamos ser especialistas em algum ramo para saber dominar algumas práticas. Sabemos sempre um pouco de atividades básicas que fazem parte do nosso dia a dia e que precisamos dominar para fazer as tarefas domésticas com mais agilidade.

Para que tais atividades sejam feitas também, é preciso na maioria das veze alguma máquina ou algumas ferramentas e como elas são praticamente indispensáveis, vamos conhecer algumas aqui nessa nossa conversa.

A prática da jardinagem apesar de ser relaxante e deliciosa, requer alguns cuidados e conhecimentos. Sim, porque não é apenas saber regar e podar uma planta que você poderá se sentir expert no assunto. Você precisa conhecer as plantas, conhecer os tipos de adubo e principalmente conhecer as ferramentas que precisará usar para o trabalho.

Algumas pessoas acham muito mais prático contratar um profissional de jardinagem para que este faça todo o serviço e deixe tudo resolvido e limpo, porém até nesses casos, é importante ter algum conhecimento para que você não seja enganado e saiba o que o profissional que contratou está fazendo com suas plantas.

Então sabendo dessa possibilidade, vamos conhecer algumas ferramentas indispensáveis na jardinagem.

pá-de-jardinagem

Com certeza você não conseguirá fazer nada em jardinagem sem uma boa pá. Elas são utilizadas para transplantar e semear praticamente tudo. Quanto ao seu formato, elas podem ser estreitas ou largas.

Assim como todos os produtos de manejo, alguns precisam ser mais resistentes, pois são utilizados em trabalhos mais pesados, então nesse caso as pás devem ser em aço e para os trabalhos mais leves, que não exigem tanto esforço, elas podem ser alumínio.

Os cabos também podem variar de acordo com a resistência exigida da peça. Os mais pesados são feitos em madeira e os mais leves em plástico. Para manusear, você precisa saber conhecer o terreno e as plantas.

Por exemplo, as pás mais estreitas são com certeza as mais corretas quando você precisar mexer na terra em áreas mais apertada do seu jardim ou fazer qualquer manuseio que possa danificar a planta.

plantador

Plantador
Tecnicamente eles são chamados de “plantador cônico de bulbos”. Essas ferramentas servem para cavar buracos na medida exata para plantar. Elas formam buracos exatamente do tamanho da sua planta, o que agiliza muito mais o seu trabalho.

pá-forquilha

Forquilha
A função da forquilha foi muito adaptada devido a praticidade de movimentação. Para a jardinagem ela é útil para retirar as raízes que cresceram mais que o habitual ou então para colher vegetais e até mesmo pequenas frutas que tenham raízes.

Acontece que devido o seu formato, muitos utilizam a forquilha como uma espécie de vassoura para tirar as folhagens de campos com areia ou até mesmo para fazer leves escavações.

Essa ferramenta pode ser de aço inoxidável, alumínio ou plástico, porém as de aço são mais resistentes para a sua real função. Você também encontra a forquilha em tamanho grande, geralmente o mesmo que uma vassoura e a forquilha de mão que é bem menor.

mangueira

Mangueira
Outro utensílio indispensável em um jardim, principalmente se for em um terreno extenso. Ela ajuda a regar de forma equilibrada suas plantas e tem um alcance muito maior do que os regadores, que apesar de importantes, são mais indicados para plantações menores.

O uso de uma mangueira para jardinagem pode ser da forma mais arcaica, manual ou de rega mais direcionada. Você pode utilizar mangueiras perfuradas e adaptá-las ao chão pois elas servirão para hidratar as suas plantas de uma forma mais suave e mais uniforme já que adaptadas à terra do seu jardim, a água chegará mais rapidamente e diretamente nas raízes das plantas que mais precisam do líquido.

carrinho-de-mão

Carrinho de Mão
Podemos dizer que esse é um item opcional porém é importante. Ele é usado para transportar todas as ferramentas e materiais de jardinagem o que faz a atividade muito mais prática e rápida.

luvas

Luvas
Essa é outra ferramenta que muitos donos de pequenos jardins não se preocupam em ter, porém é importante por diversos fatores. Você com certeza não praticará a jardinagem sem utilizar as mãos e sem tocar a terra e isso pode transmitir algum tipo de problema para suas unhas ou para sua pele. Existem aqueles que não gostam de forma alguma de utilizar luvas, então somente fazendo o teste saberá optar por utilizar ou não.

regador

Regador
Como já citamos mais acima, eles servem para regar as suas plantas e geralmente são utilizados em jardins menores e em plantas mais delicadas que podem danificar-se com o jato da mangueira. Eles podem ser de vários materiais, sendo os mais comuns em plástico, latão e cobre.

pulverizador/borrifador

Pulverizador
O pulverizador é uma espécie de regador menor e mais delicado. Ele é utilizado para borrifar as folhas das plantas ou alguma zona mais especial, principalmente quando se precisa aplicar algum produto. Como a ação dessa ferramenta é uma espécie de spray, a ação do produto é mais direta.

Onde comprar ferramentas de jardinagem
Você encontrará ferramentas de jardinagem em qualquer loja de plantas. Claro que algumas como o regador, mangueira, borrifador, pá e até mesmo a forquilha, você consegue encontrar em grandes supermercados. Os preços variam bastante de um para o outro.

Você pode não precisar de todas essas ferramentas citadas acima devido a necessidade e tamanho do seu jardim, porém é importante  e até mesmo indispensável ter algumas para que sua planta tenha uma vida saudável e permaneça sempre bonita e bem cuidada.

Como Guardar
Procure manter suas ferramentas sempre limpas e ordenadas para que não enferruje, entortem ou quebrem de verdade. Se tiver um espaço em casa como uma garagem ou uma dispensa, você pode utilizar ganchos e armários para conservar todas as suas peças.

c22

formiga-no-jardim

Qualquer pessoa que possui plantas de jardim teme a invasão destas insaciáveis inimigas. As formigas cortadeiras! Ver nossas plantas de jardim destruídas numa só noite é um pesadelo.

As espécies mais comuns são as saúvas (Atta spp) e as quenquéns (Acromyrmex spp), consideradas as principais pragas agrícolas no Brasil.

Atta spp

Acromyrmex-spp.-formiga-quenquem

No entanto, não podemos nos esquecer de que elas têm um papel na manutenção e equilíbrio do ecossistema. Parece incrível, não é? Mas, como tudo na natureza, elas são importantes e têm sua razão de existir:

- Movimentam o solo, fazendo sua aeração da mesma forma que as minhocas.

- Promovem a decomposição de substâncias orgânicas, contribuindo para a reciclagem de nutrientes do solo.

- Algumas espécies são úteis na jardinagem e agricultura, ajudando no controle de pragas, destruindo insetos nocivos às plantas e até mesmo outras espécies de formigas.

Muitas vezes, é mais indicado garantir o equilíbrio entre as populações de espécies diversas que simplesmente destruir indiscriminadamente os formigueiros.

Se existem duas espécies como as saúva e quenquén, a destruição da saúva que tem seus ninhos mais visíveis, fará com que a outra espécie prolifere indiscriminadamente, causando um mal ainda maior.

Algumas receitas de uso doméstico podem resolver o problema em pequenos espaços, sem agredir o meio ambiente.

1 – Uso de cal – Para as saúvas, por exemplo, a cal pode ser injetada nos olheiros, o mais fundo possível, usando uma bomba manual e depois injetando água. A aplicação deve ser repetida por mais duas vezes, com intervalo de uma semana.

A cal também deve ser usada em forma de pasta nos troncos das árvores para evitar o ataque das cortadeiras.

2 – Uso de graxa ou vaselina – Para árvores e arbustos, usar uma tira de borracha, untada com graxa ou vaselina, amarrada ao tronco.

Para troncos menores, pode-se usa um copo de plástico invertido em torno do tronco também recoberto com graxa na parte interna. Isto impedirá o acesso das formigas até as folhas.

3 – Sabe que existem plantas que repelem insetos e formigas?

Plante em seu jardim
cravo da índia (Syzygium aromaticum)
manjerona (Origanum vulgare)
absinto (Artemisia absinthium e A. vulgaris)
alho (Allium sativum)

4 – Água e detergente – Faça uma solução de água quente e algumas gotas de detergente e despeje no olheiro. Cuidado com as folhas das plantas.

5 – Sementes de gergelim – Coloque ao redor do olheiro. As formigas vão carregá-las e serão oferecidas como alimento aos fungos que morrerão.

Com o tempo haverá uma redução da população do formigueiro. Pode-se plantas também o gergelim (Sesamum indicum) próximo aos formigueiros.

6 – Outras boas idéias caseiras:
- Cinza e água despejada nos olheiros;
- Borra de café sobre a terra.

chuva8814

regas

Como saber qual é a quantidade de água de que cada espécie precisa? Um caminho é observar o desenvolvimento das plantas para descobrir suas necessidades.

Grande parte dos exemplares morre por excesso de água e não por falta dela. É preferível regar frequentemente e sem exageros. Terra encharcada propicia o aparecimento de fungos e pragas e provoca o apodrecimento das raízes. Para não errar na dose.

Algumas dicas
* Sinta a umidade da terra pressionando o dedo no vaso até 2,5 cm de profundidade. Regue apenas se perceber que o solo está seco;

* Procure molhar as plantas pela manhã. Assim haverá tempo para a absorção e a evaporação de um eventual excesso. A umidade que persiste por toda a noite aumenta a chance de um ataque de fungos;

* Use um regador que passe entre as folhagens sem machucá-las e libere um pequeno volume de água por vez. Os de bico longo funcionam bem;

* Durante os meses de inverno, as regas devem ser mais espaçadas, pois as plantas entram em repouso;

* • Vasos de barro absorvem mais água que os de plástico e pedem um intervalo menor entre as regas. Mas é justamente a porosidade do material que permite que as raízes respirem melhor.

Algumas espécies, como a avenca, necessitam ainda de umidade no ar. Para criar essa condição, um recurso é pulverizar água ao redor da planta todos os dias, mesmo sem molhar a terra. Isso cria um microclima apropriado.

Regas

Uma sugestão dos paisagistas é tentar reproduzir uma mata, agrupando vários vasos num mesmo local. Juntas, as plantas transpiram e liberam maior volume de vapor d’água.

Longos períodos sem regas deixam as plantas ressecadas e debilitadas, algumas não se recuperam e chegam a morrer. Quando você viajar, peça para um amigo que goste de jardinagem assumir a tarefa de regar ou, se a ausência for curta, instale no vaso um gotejador de plástico com regulagem de vazão.

Uma alternativa para manter a terra úmida é a técnica do barbante: coloque água em uma garrafa PET, feche e faça um furo na tampa.

Passe um barbante pela abertura, de forma que ele chegue ao fundo do recipiente. Enterre a outra ponta do fio no vaso.

cachoeira_2