Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




copo-de-leite

Uma coisa é certa: nenhuma planta dura para sempre. Especialmente se você a quer sempre verde e florida. Aceitar o seu ciclo de vida faz parte do processo de cuidar de qualquer jardim – por menor que ele seja.

Mas, às vezes, o verão dá aquela triste adiantada no processo natural das coisas e em um piscar de olhos suas plantinhas ficam mais pra lá do que pra cá. Uma crise que pode ser evitada com alguns cuidados simples.

Quando a temperatura sobe e as plantas ficam muito expostas, elas acabam murchando, pode-se dizer que elas sofreram um “golpe de calor”.

Por causa do calor, as plantas costumam perder água mais rapidamente. Por isso, borrifar água diretamente nas folhas pode ajudá-las a resistir melhor à mudança de temperatura. Só não esqueça que isso deve ser feito quando o sol não estiver muito forte – ou seja, pela manhã ou no fim da tarde.

rega

Na maioria dos casos você poderá recuperá-las seguindo as dicas abaixo.

- Pode as partes secas ou murchas, de fora para dentro;

- Introduza os vasos e/ou jardineiras de barro em recipientes com água e deixe até não saírem mais bolhas de ar (cerca de dez minutos). Assim o torrão ficará úmido;

- Tire os vasos da água, deixe escorrer e coloque uma camada de cascalho, casca de pinheiro ou palha na superfície dos vasos, para evitar que a água evapore do substrato;

- Coloque as plantas em um lugar de sombra e longe de correntes de ar. Procure deixar grupos de vasos juntos para criar um canto de ar fresco;

- Borrife as folhas, os caules e os ramos com água, várias vezes por dia, para hidratá-los;

- Retome as regas habituais, mas não coloque adubo nas plantas até elas voltarem a ter um bom aspecto.

Você pode evitar golpes de calor agrupando plantas de tamanhos diferentes para que uma faça sombra na outra, e afofando a terra da superfície para preservar a umidade.

chuva_b

No verão, devido ao aumento de temperatura e as deliciosas chuvas de verão, as plantas requerem cuidados especiais. Resumidamente, vamos tratar aqui sobre estes cuidados.

plas de verão

Cuidados de Verão
No verão, o calor estimula o rápido crescimento das plantas. Todavia, tal crescimento pode ser prejudicado quando o clima estiver muito quente e seco.

Assim, são imprescindíveis para esta época as adubações regulares e regas (que devem ser feitas sempre no começo da manhã ou ao entardecer, evitando o sol forte).

Muitas plantas precisarão ser amarradas a suportes ou tutores e ao menor sinal de pragas ou doenças, será preciso agir prontamente.

Início do Verão
- Regue, moderadamente, todas as plantas ornamentais para evitar a queda dos brotos em desenvolvimento;
- Corte sempre o gramado, mas não muito curto, especialmente em tempo quente e seco;
- Controle as ervas invasoras ou daninhas.

vincas

Meados do Verão
- Adube as plantas que produzam flores com fertilizantes com alto teor de fósforo, a fim de estimular a floração;
- Retire as flores murchas para estimular a formação de novos botões e o crescimento.

Fim do Verão
- Plante bulbos, como Amarílis e trevo de quatro folhas (obs: tulipa é bulbo, mas não nasce em clima tropical como o nosso);
- Continue a retirar as flores murchas das plantas, a não ser que você queira recolher as sementes;
- Continue a regar o gramado de modo regular e abundante durante o tempo quente e seco, principalmente após a aplicação de fertilizante.

Observações
Já que citamos a questão dos adubos, é importante que conheça melhor o mais comum deles, o N-P-K, onde N = Nitrogênio, P = Fósforo e K = Potássio.

Combinados, transformam-se em ótimo adubo. Na sua combinação 10-10-10, são ideais para verdes, como gramas e todas as folhagens. Já a combinação 4-14-8, o fósforo alto auxilia na floração.

chuvas-1

Chuva de Verão
Tempestades são comuns e quase diárias no começo do ano. Todavia, quando a intensidade das chuvas aumenta, passando dias e noites inteiras sem dar trégua, bichinhos como fungos, pulgões, lesmas etc, costumam proliferar em suas plantas.

Para combatê-los, cada espécie de doença necessita de um tipo de tratamento. Mas se tiver pressa no caso de haver lesmas de montão em suas plantas, uma boa e fácil dica é embeber cerveja em guardanapos de papel e deixar da noite para o dia sobre a terra. É que as lesmas, ao que parece, adoram cerveja.

Pela manhã, é só recolher os guardanapos com os bichinhos… Pode-se repetir o procedimento até que elas acabem por completo.

pulgão

Quanto aos pulgões, pode-se pulverizar as plantas com o seguinte preparado:
- 500 gramas de pimenta vermelha;
- 4 litros de água;
- 5 colheres de sopa de sabão de coco em pó.
- Bater no liquidificador as pimentas com 2 litros de água. Coar.
- Misturar o sabão e depois acrescentar os 2 litros restantes de água. É só coar e pulverizar.

campoflorido

mudas de  Morango Indiano- Mock Strawberry-

As vezes parece impossível enraizar aquele corte de uma plantinha. Escolhendo o local correto para se fazer o corte, normalmente de ramos secundários que deem formação a novos ramos, e tratando corretamente qualquer planta se da bem.

Dando nutrientes certos em pequenas quantidades, deixando o talo ao mesmo tempo úmido e arejado e estimulando o processo é difícil ter perdas.

Você vai precisar de
* Algum fertilizante para flores, com mais Fósforo e Potássio do que Nitrogênio, de preferência liquido. Biofert e Peters são boas pedidas;
* Vermiculita – É um substrato também usado como isolante térmico. Tem a característica de reter umidade;
* Perlita – São pedras porosas, difíceis de serem encontradas na rua, somente pela Internet. Na falta usar argila expandida, quanto menor melhor;
* Hormônio Enraizador;
* 1 estilete;
* Copos descartáveis.

muda

Passo à passo
* Prepare 1litro do fertilizante nas concentrações indicadas pelo fabricante;

* Regue sua planta com essa solução 1h antes de fazer o corte. Não precisa regar 1litro, regue apenas o suficiente;

* Com 100 ml da solução do fertilizante, adicione 1 litro de água filtrada. Encha um copo com essa solução diluída. Se quiser, pode adicionar também o hormônio nesta solução;

* Com uma estilete faça um corte, de preferência com um ângulo de 45°. Assim que cortar, ponha-o no copo com a solução; Repita o processo até tirar todas as mudas que desejar;

* Misture a Perlita e Vermiculita em copos descartáveis de 200 ml em proporção 50 – 50% ou 30 – 70% e regue com água filtrada;

* Com um garfo quente faça furos no copo;

* Tire os cortes do copo com a solução diluída e aplique o produto enraizador;

* Faça um pequeno buraco com um palito de fósforo no substrato e introduza o corte;

* Espere umas 2 semanas, regando sempre que perceber que o substrato esta perdendo umidade. De preferência regue com o que restou da solução diluída;

* Desinforme o copo com a muda. Como o substrato é para ficar soltinho, ele não desinforma muito bem, mas é bom que da para ver como ficaram as raízes;

* Faça o transplante para um vaso com terra vegetal, tomando cuidado com as raízes.

enraizamento

Importante
O AIB pode ser encontrado nas folhas de tiririca. Bata algumas folhas no liquidificador e use no lugar da água filtrada.
Usar muito hormônio pode retardar o desenvolvimento das raízes. Use sempre os produtos como indicado pelo fabricante.

O processo de clonagem é parecido para muitas plantas, variando pouco. O que se deve saber previamente é o local correto a ser cortado na sua planta.

Algumas plantas podem demorar até 1 mês para enraizarem.

banconolago

margarida-do-cabo branca

A Margarida-do-Cabo também conhecida como margarida-africana, é uma herbácea muito florífera e bela. Sua folhagem é entouceirada, podendo ser ereta ou prostrada. As folhas são verde escura, denteadas, um pouco suculentas e com a nervura central saliente.

Os capítulos florais são grandes, solitários ou em grupos de dois ou três. As flores do centro são numerosas e pequenas e de coloração roxa a azulada.

Esses pequenos e exuberantes arbustos ficam floridos quase o ano inteiro.

A coloração expandida das flores externas pode ser de cor branca, rosada, arroxeada, com o verso de tonalidade mais escura, dependendo da variedade. Em resumo, podemos descrever que as cores desta margarida, formam um degradeé interessante do centro para as bordas.

Pode ser plantada isolada, em bordaduras ou em maciços; assim como em vasos. É bastante atrativa para borboletas, seu principal polinizador. Deve ser cultivado a pleno sol, embora tolere uma sombra parcial durante o dia.

O solo deve ser bastante fértil para uma floração abundante, enriquecido com matéria orgânica e regas regulares.

margarida do cabo

A margarida-do-cabo multiplica-se por sementes que muitas vezes germinam espontaneamente próximo à planta mãe, assim como por divisão das touceiras.

Elas são tolerantes às geadas e secas e suscetíveis ao encharcamento por longos períodos. Apesar de perene, os canteiros devem ser reformados bienalmente através da poda ou com o plantio de novas plantas.

Aqui você encontrará algumas dicas importantes de como cultivar estas vistosas flores que vão do roxo ao azul passando pelo lilás.

* Em primeiro lugar escolha um lugar do jardim que receba sol direto durante a maior parte do dia;

*Em seguida prepare o terreno da seguinte maneira: revolva a camada superficial de terra e enriqueça o substrato com matéria orgânica;

* Agora transplante as mudas de margarida-do-cabo para a terra preparada. As épocas mais propícias para isso são o Outono e a Primavera.

Margarida-do-cabo

* Assim que a planta tiver criado raízes ela começará a dar flores. Aumente, então, a quantidade de rega aos poucos. No verão, a rega deve ser abundante.

* Durante a época de floração, adube o solo a cada duas semanas para fortalecer a planta. À medida que as flores forem murchando, corte-as pela base. Ao terminar a floração, você pode dividir o arbusto em várias plantas para ampliar o colorido do jardim.

As margaridas-do-cabo não suportam o frio intenso. Em invernos rigorosos, cubra a planta. Esta espécie lhe oferecerá flores o ano inteiro, se você cuidar bem dela.
Ela só para de dar flores nos meses frios do inverno.

janel31812