Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




briófitasMusgo: uma das espécies de briófitas mais conhecidas, são plantas  não vasculares (sem vasos condutores)

Por regra geral, as plantas briófitas ou não vasculares são plantas pequenas que podemos encontrar em ambientes e ecossistemas muito variados. E é que podemos encontrar plantas desse tipo em selvas, desertos, ao nível do mar, em costas altíssimas, a sua vida estará sempre intimamente relacionado com a água no estado líquido.

As briófitas são plantas sem flores e com uma reprodução por esporas. Nos seus órgãos femininos está contida a célula feminina. Paralelamente se desenvolve o órgão masculino (anterídio).

A sua característica principal é que são plantas sem vasos condutores, nem frutos nem flores. Estamos diante os primeiros vegetais que o Paleozóico assegurou o passo da vida terrestre, devido à versatilidade geográfica deste tipo de plantas.

Encontramos cerca de 20.000 espécies. Dentro delas encontramos os musgos, os antóceros e as hepáticas.

Os musgos são plantas não vasculares que crescem em grande variedade de condições. Apesar de estarem sempre em solos úmidos. Com cerca de 13.000 espécies em todo o planeta, os musgos são o grupo mais numeroso e diverso de plantas briófitas.
São plantas simples, sem vasos condutores, nem flores nem frutos. Ao inibir a erosão do solo e promover a retenção da umidade do mesmo, podemos encontrar musgo entre os primeiros organismos que colonizam as rochas. Ao crescer sobre as rochas, modificam a sua superfície formando um substrato onde se podem agarrar outros tipos de plantas.

Os antóceros são um grupo de plantas essenciais para a evolução das plantas. O gametófito é de estrutura simples e os seus traços são primitivos. Conhecem-se aproximadamente 100 espécies de antóceros em todo o planeta.

As hepáticas são plantas não vasculares que se encontram em locais úmidos. Mostram um caule revestido de rizóides que lhes serve para fixar e absorver alimento. Apesar de não apresentar vasos condutores, mas sim células muito especializadas. Há plantas hepáticas talosas.

janel30

6127

Nomenclatura botânica - Scilla peruviana
Outros nomes populares – Estrela-do-Peru, Lírio-cubano.
Família - Hyacinthaceae
Altura – 0,30 – 0,40 cm
Luminosidade - pleno sol ou sombreamento parcial.
Planta originária da Ibéria, Itália e África.

Apesar do epíteto específico peruviana, esta planta é realmente nativa do Mediterrâneo Ocidental.
Os nomes comuns,  lírio-cubano, lírio-peruano, lírio-do-caribe e estrela-do-mar, são frustantemente errados. Na verdade, a espécie cresce hoje selvagem nesses lugares, mas isso é porque ela foi introduzida e naturalizada lá, e em outros lugares também.

A história do “peruviana” como parte do nome científico, resultou da confusão sobre a origem da espécie. Algumas amostras foram levadas para outros países em um navio chamado Peru.
A história do “peruviana” como parte do nome científico, resultou da confusão sobre a origem da espécie. Algumas amostras foram levadas para outros países em um navio chamado Peru.

As regras de nomenclatura botânica não permitem que um nome científico seja alterado apenas por ser potencialmente confuso.

Com floração surpreendente e de um colorido fantástico, o Lírio-do-caribe é um exemplar gratificante, um verdadeiro colírio para nossos olhos e para a alma de jardins ao redor do mundo.

6308

Sua floração se dá ao final da Primavera e permanecem por mais de 30 dias. São mais de 200 flores pequenas, formadas em umbrellas acima de um pendão, em tonalidade azul-pavão e desenhando uma pirâmide ao centro em um azul bem escuro beirando o negro.

A espécie perene, entra em um pequeno intervalo de dormência no final do Verão, por um período em torno de 30 a 60 dias.

O lírio-do-caribe cresce em locais secos e pedregosos, é exigente em solos que promovam excelente drenagem. Outros locais comumente encontrado, são os prados próximos a antigas fazendas.

Podem ser cultivados em vasos, em locais que tenham boa luminosidade, formando um belíssimo arranjo para decorar interiores.

Você encontrará sementes de Lírio-do-Caribe no Th Jardins Shopping
http://www.thjardins.com.br/php/shopping_produtos_detalhe.php?produto=705&produto_nome=SCILLA-PERUVIANA-LIRIO-DO-CARIBE

bandeira-espiral

Família: Angiospermae
Herbácea ereta que pode chegar a medir entre 80 e 90 cm de altura.

Possui hastes suculentas, em tom verde-bronzeado. Suas folhas são carnosas, dispostas horizontalmente em espiral (concentradas nas extremidades das hastes). Produz uma espiga curta, com flores tubulares amarelas.

Origem: América Central

Planta tipicamente tropical, a bandeira-espiral prefere as áreas de meia-sombra e cresce em canteiros ricos em matéria orgânica e bastante úmidos.

Essa folhagem, conhecida também por gengibre-espiral, é adequada para a formação de maciços ou renques (fileiras), mas também pode-se plantá-la isoladamente.

A vantagem é que ela floresce o ano todo, o que a faz uma excelente planta para ornamentação.

Geralmente essa espécie se multiplica pela divisão da planta e por estacas (obtidas pelo corte das hastes e postas para enraizar sob estufas).

sininho3

download
7ª Exposição Nacional de Orquídeas

Para quem gosta de saber sobre os movimentos orquidófilos.

lua1