Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Soleirolia-soleirolii-1

A lágrimas-de-bebe é uma planta herbácea, ramificada e rasteira, de folhagem ornamental pertencente à família Urticaceae e nativa Mediterrâneo e Itália, mas foi introduzida e cultivada praticamente em todo mundo, perene, suculenta, de crescimento rápido, com altura de até 10 centímetros e muito ornamental.

Cresce de forma horizontal, ao invés de vertical, cobrindo o solo com um denso tapete verde. Suas folhas são minúsculas, abundantes, ovais, verdes brilhantes lustrosas, com 5 mm de diâmetro. Há cultivares da planta com diferentes tons de verde, com destaque para a ‘Variegata’, com folhas variegadas de branco, e a ‘Aurea’, de um tom verde-limão.

As flores brancas e diminutas surgem no verão e início da primavera, com pouca importância ornamental.

É uma planta rastejante, delicada, muito ramificada e compacta, tendendo a crescer mais em largura do que em altura. Sua atração principal são as folhas, quando plantadas em canteiros formam um tapete verde.

Usada como forração em locais sombreados, em torno de tronco de árvores, suaviza as áreas em torno de lagoas, pedras e samambaias; também em vasos e jardineiras como planta pendente.

Aprecia o clima tropical, subtropical, temperado e mediterrâneo. Em regiões mais frias a planta entra em hibernação durante o inverno, mas retorna à medida que a temperatura esquenta.

A lágrimas-de-bebê cresce melhor em ambientes com muita luminosidade, porém, sem luz solar direta, o sol queima suas folhas frágeis.

lágrimas-de-bebê

O uso mais comum da lágrimas-de-bebê é como folhagem, em vasos, adornando interiores, com seu formato arredondado. No paisagismo ela é bastante utilizada como forração, em locais sombreados, onde a grama não se desenvolve pela falta de luz e excesso de umidade.

Procure não utilizá-la em áreas de circulação pois não resiste ao pisoteio. Sua textura é fina e de grande interesse, e muitos dizem que lembra cabelos cacheados, formando um contraste com o gramado ou outras forrações.

É excelente como bordadura ou como pano de fundo para outras espécies, em canteiros, vasos ou jardineiras, com destaque para as cestas pendentes, onde a folhagem da planta pende como uma cascata verde.

soleiroria

Seu cultivo deve ser sob luz indireta em solo fértil, drenável, rico em matéria orgânica, bem drenado e mantido úmido, mas não encharcado.

No inverno poucas regas e suplementar as regas no verão com pulverizações sobre as folhas. Não tolera incidência direta do sol, principalmente nas horas mais quentes do dia, o que fatalmente queimaria suas delicadas folhas. Em muitos locais é considerada uma erva daninha.

Multiplica-se facilmente por divisão da ramagem, que já possuem pequenas raízes no caule.

chuva-1

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post