Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Sphagneticola_trilobata_STARR

A vedélia é uma planta da família da Asteraceae, originária da América do Sul, com maior incidência aqui no Brasil. Essa planta, dependendo do local onde é cultivada vai receber outros nomes como picão-da-praia e mal-me-quer.

A vedélia cresce no máximo 30 cm de altura e se cultivada sob as condições ideais de solo, umidade e clima, equatorial, oceânico, subtropical e tropical, sempre terá lindas flores no jardim, já que a vedélia possui um ciclo de vida perene, o que significa que ela floresce durante todo o ano.

É uma planta típica de litoral muito rústica e vistosa. A sua ramagem é bem rasteira e com muitos ramos. As folhas são trilobadas e sempre na cor verde, em tonalidade mais escura.

As flores sempre amarelas e com formação bem semelhante à das margaridas, como citamos mais acima, elas também florescem de forma solitária, mas em muitos capítulos.

Na maioria das vezes a vedélia é encontrada como forração de taludes e barrancos devido as suas ramagens ser bem densa. Além de forração ela também é muito utilizada para ornamentar canteiros tanto diretamente em vasos ou jardineiras.

vedélia

Cultivo
A vedélia pode ser cultivada tanto em locais com sol com à meia sombra, desde que estes estejam devidamente preparados. A adubação deve ser orgânica e é feita com adubo animal de curral do tipo bem curtido.

O ideal é usar 1 quilo desse adubo para cada metro quadrado de plantação da vedélia. Mantenha o solo bem incorporado nesse adubo para que a planta germine perfeitamente e cresça bonita.

Não se esqueça de nivelar todo o canteiro antes de começar o seu plantio. Isso vai ajudar a planta a crescer toda por igual, é uma ação muito eficiente principalmente se a vedélia for usada para forração.

A vedélia se multiplica através de divisão da planta com a preservação da estrutura das mudas. Quando você adquirir as mudas dessa flor, antes de plantá-las retire a embalagem com cuidado para não desestruturar a planta germinada. Em seguida abra uma cova exatamente do tamanho desse torrão e coloque a sua muda.

Aconchegue bem a sua planta e cerce com a areia já tratada e aperte bem para fixar a terra e mais ainda a sua muda. Se observar, as covas onde vão ser plantadas a vedélia podem apresentar-se em diversos tamanhos, isso acontece porque as mudas podem se desenvolver mais, ou menos, por isso é importante que seja cavado o local onde vai ser cultivada a muda, individualmente.

Para a vedélia ter uma floração maior e a qualidade de folhas apresentar-se superior, use fertilizando mineral do tipo NPK com formulação de 04-14-08.

Após plantar a vedélia, regue bem e mantenha a regularidade nas regas, pois a vedélia gosta de ambientes mais unidos. Atente-se somente para a ação de fungos e bactérias que são bem propensos de aparecer em plantas que gostam de ambiente mais molhado. O espaçamento ideal entre as regas é de 10 dias.

É indispensável também que seja feito o controle da planta, pois sem a poda temporária, ela pode tornar-se invasiva. Como foi citado mais acima, a vedélia é típica de regiões litorâneas então deve-se evitar cultivá-la em regiões mais frias porque ela não reage muito bem a geadas.

vedélia_lll

Pragas e doenças
A vedélia não é uma planta que fica doente com muita facilidade. Na verdade a maioria das plantas rústicas dificilmente são atingidas por problemas comuns em plantas, isso acontece porque esse tipo de planta já possui uma resistência além do natural e por isso fica mais fácil de resistir à qualquer problema.

Mesmo sendo potencialmente uma espécie de planta que dificilmente adquire doenças, é importante verificar temporariamente para se certificar de que a planta está completamente saudável e manter o local de plantio sempre limpo.

Um dos problemas que pode acontecer com a vedélia é a ferrugem da planta. Esse caso acontece mais for cultivada em regiões mais frias.  Existem diversas formas de ferrugem que ataca as plantas e consequentemente o seu fungo também vai ser diferente.

Para ajudar a combater essa praga, deve-se usar sempre fungicida e se não sabe o ideal, pode coletar uma amostra da planta infectada e levar em uma loja de jardinagem mais próximo para que possa receber a indicação correta sobre o melhor remédio para tratar desse problema.

Evite utilizar qualquer tipo de componente químico e opte sempre por remédios de composição natural, isso porque evita que outras plantas sofram agressões e apareçam com problemas também.

crisantemo branco giph

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post