Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Asparagus-densiflorus

Atualmente, existem diversas espécies que podem ser cultivadas nas hortas de vários quintais. Além de serem plantas muitos fáceis de cultivar, algumas podem acabar tendo fins ornamentais, assim como podem virar ótimas receitas na mesa de jantar. Este não é o caso do aspargo pluma, que apensar de ter o nome de um vegetal muito usualmente usado em saladas, possui apenas a finalidade de ornamentar.

Esta espécie caiu no gosto de muitos jardineiros, já que ela é super simples de se cultivar em pequenas ou até mesmo grandes hortas. Neste artigo, confira tudo o que você precisa saber sobre o aspargo-pluma.

Essa planta tem este nome justamente por seu aspecto estrutural. Ele é uma espécie que tem formato de pluma. Por causa disso, ele acabou conquistando os jardins brasileiros. Na verdade, o que faz este formato ser tão interessante é a folhagem do aspargo. Ela é composta de diversos ramos com folhas em formatos de espinhos e também, as pseudo folhas em formato de agulha. Essas partes acabam por se distribuir por toda a espécie, se espalhando e deixando a mesma com um aspecto bem plumoso.

Uma planta rústica
Apensa de seu aspecto ser um tanto quanto incomum, o aspargo-pluma é considerado uma planta rústica com aspecto delicado. Por causa deste fator, ela pode ser facilmente cultivada em vasos ou no próprio solo do jardim, seja ele grande ou pequeno. Além disso, a espécie pode se desenvolver bem em jardineiras, também adornando canteiros e conjuntos no geral.

Asparagus densiflorus11

Flores
Para quem pensa que o aspargo-pluma só possui a folhagem completamente importante para a sua função ornamental  se enganou. A espécie também se desenvolve  fazendo crescer belas flores brancas, que apesar de ser muito bonitas e perfumadas, tem importância secundária no que diz respeito ao design e estrutura da planta.

Cultivo
O aspargo-planta é de fácil cultivo, mas precisa de certos cuidados para se desenvolver bem, até porque a sua folhagem deve estar uniformemente distribuída por toda planta para dar o aspecto plumoso à mesma.

Siga o passo a passo abaixo para cultivar o seu aspargo-pluma de maneira correta, a fim de enfeitar o seu jardim com eficácia.
* O primeiro passo para o cultivo da espécie, é coloca-la em um solo próprio. O local onde se planta é uma das partes mais importantes para o cultivo, já que a espécie adora crescer a meia-sombra. Não exponha-a demais ao sol e nem muito menos à sombra demasiada.

* O segundo fator de grande importância para o cultivo é definitivamente a terra onde se irá plantar o aspargo. O solo deverá ser extremamente fértil, drenável e muito enriquecido com matéria orgânica de qualidade.

* O terceiro fator que irá definir o bom desenvolvimento do seu aspargo-pluma: as regas. Elas devem ser regulares e praticamente diárias. Para saber se o seu aspargo está sendo bem regado ou se a água está sendo suficiente, coloque o dedo no solo e veja se o mesmo está úmido. Se estiver, não precisa mais regar. Evite sempre exagerar neste aspecto. Tenha sempre em mente a medida de água que se irá utilizar durante as regas frequentes.

* O aspargo é completamente tolerante ao frio. Portanto, no inverno ou na época de chuvas onde as temperaturas tendem a cair, não precisa se preocupar tanto assim com a sua plantação de aspargos. Mesmo assim, evite deixa-lo exposto a geadas, dependendo do local de plantação. Vale lembrar que mesmo que o aspargo se adapte bem ao frio, em certas regiões do país, esta época do ano é demasiadamente intolerante para a espécie ou qualquer outra.

* Outro ponto importante do cultivo do aspargo-pluma é a sua forma de multiplicação. Ela se propaga através de uma divisão que preserva por completo a sua estrutura. As folhas e raízes ficam intactas durante este processo. Embora seja numa forma natural de multiplicação, é preciso ter certos cuidados: evite plantar a mesma espécie muito próxima da outra em seu jardim, jardineira, quintal ou até mesmo em conjuntos. Em vasos, mesmo que eles sejam grandes, plante apenas uma espécie em cada um. O aspargo-pluma se desenvolve e também se propaga de forma rápida.

Asparagus_densiflorus-1

Cuidados
É preciso sempre se preocupar com o local e a quantidade de plantio do aspargo-pluma. Mesmo por ser uma espécie muito utilizada na ornamentação de quintais e jardins como um todo, ela pode se tornar extremamente invasiva, até mesmo pelo fato de sua rápida multiplicação. Evite cultiva-la em qualquer lugar. Não preze por lugares apertados ou onde ela possa se propagar incontrolavelmente.

Ciclo de vida
O aspargo-pluma possui um ciclo de vida próprio e antes de começar a cultivar a sua planta, é preciso prestar bem atenção no assunto. Seu ciclo de vida é considerado perene, além da espécie ser considerada uma verdadeira e original herbácea, como a maioria das plantas de sua família: a Asparagaceae. A espécie também é bastante curiosa e por isso recebeu alguns nomes populares como aspargo-pluma e aspargo-rabo-de-gato. Porém, o seu nome científico é o mais usado, pelo menos pelos pesquisadores e botânicos a há muito tempo voltam a atenção para esta plantinha: a Asparagus densiflorus.

Origem
Muitos não sabem, mas a origem do aspargo-pluma pertence a um continente não muito distante da América do Sul. A planta surgiu na África do Sul e se espalhou pelo mundo como uma verdadeira praga. Hoje, ela é conhecida em diversas partes do planeta e utilizada para várias finalidades. A principalmente dela, como sempre, é enfeitar a vida dos amantes da jardinagem.

Outras funções
Além de poder ser cultivada em locais tradicionais como vasos de todos os tamanhos e canteiros de quintais, o aspargo-pluma também pode compor os famosos maciços.

RS45T

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post