Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




violeteira

A violeteira é um arbusto que a cada ano vem ganhando popularidade no meio dos jardineiros. Uma de suas maiores vantagens é crescer bastante, até formar um belo arbusto em qualquer ambiente que se preze.

A planta pode ser cultivada nos mais diversos locais, sejam eles grandes ou pequenos, podendo ser mesclado com outras espécies da sua família.

A violeteira é conhecida por seus nomes populares. São eles:  durância, duranta e fruta-de-jacu. A maioria deles já consegue identificar algumas das principais características da planta, que ajuda os botânicos e jardineiros a escolherem as suas mudinhas.

A espécie pertence a família Verbenaceae e está inserida em diversas categorias diferentes, que também ajudam a identificar as suas principais características, tais como: arbustos, arbustos tropicais e cercas vivas.

Climas de cultivo
Para iniciar o cultivo da espécie, além de prestar a atenção ao solo, é preciso verificar os melhores climas de cultivo para a espécie. A planta, originária de diversos países, consegue se desenvolver muito bem em países de climas: equatorial, subtropical e tropical, sendo bastante plantada em regiões quentes. A violeteira foi encontrada em vários países da América Central e em países mais ao sul, como o Brasil por exemplo.

Duranta erecta55 (Medium)

Origem da violeteira
A planta é originária de alguns países da América do Sul, mas foi encontrada no México, onde é cultivada até hoje para enfeitar locais públicos. No Brasil, a planta também é utilizada para a decoração de exteriores.

Com o clima, solo e tempos adequados, além de conseguir seguir as regrinhas de plantio da planta, ela pode atingir diversos tamanhos, sendo considerada uma planta de grande ou médio porte.

A violeteira é um arbusto muito florífero e atinge mais ou menos de 3.0 a 3.6 m, 3.6 a 4.7 m ou pode chegar a alturas máximas de 4.7 a 6.0 m. Além de todos os seus recursos de cultivo, a espécie precisa de uma luminosidade específica para conseguir atingir esses tamanhos, além de ter que respeitar o seu ciclo de vida perene.

Junto à meia sombra e raramente sob sol pleno, a planta consegue se desenvolver facilmente, pelo menos atingindo o seu tamanho mínimo de forma rápida.

Duranta_erecta_frutos

Descrição da espécie
A violeteira está dentro do grupo dos maiores arbustos de clima tropical do mundo. Além disso, ele é adorado por suas flores que brotam em grande volume e quantidade. Como o próprio nome já diz, as flores que brotam se assemelham muito às violetas comuns, possuindo até as cores mais normais dessas espécies.

As folhas costumam ter suas bordas serrilhadas e crescem em meio a um verde vivo e muito chamativo. A folhagem geralmente é grande e contrasta bastante com a floração da espécie. Elas também crescem de forma muito volumosa e quando são podadas, adquirem uma forma muito mais estética, para fins de ornamentação.

Os seus ramos costumam ser muito ramificados, o que contribui para as suas formas de propagação e o seu volume ou porte arbóreo. Não é muito exigente quanto as formas de cultivo e possui baixa manutenção.

Além disso, consegue atingir portes grandes com muita facilidade e com a ajuda de algumas podas semanais. Tais ramos também são fortes contribuintes para que a violeteira seja usada facilmente como cerva viva, limitando pequenos ou grandes locais com o seu belo porte.

Florescimento
As inflorescências são o que tornam a espécie tão chamativa. Por causa das belas flores que brotam, a espécie tem caráter ornamental muito forte. Em geral, as inflorescências são pendentes e aparecem em grande quantidade.

As numerosas flores podem possuir diversas colorações e nos seguintes tons: roxa, azul ou branca. A espécie é uma planta excelente para a chamada topiaria, principalmente para os jardineiros que estão apenas começando neste ramo. Mesmo assim, apresenta um rápido crescimento.

Após o aparecimento da sua floração, que costuma ser bastante intensa na primavera e no verão, se estendendo ao longo de todo este período, mantendo as flores pendentes, acaba por produzir pequenos frutos em formato de esferas, pequenas e amarelas, muito apreciados por pássaros.

Duranta erecta

Cultivo
A violeteira precisa de algumas regras para se desenvolver e atingir o seu porte arbóreo tão esperado, apesar de ser um mero arbusto. Mesmo assim, as técnicas são simples, básicas e não requerem grandes exigências. Para começar a plantar a violeteira, siga as instruções abaixo:
* Pra começar, analise bem o solo, o clima e o local de cultivo. Deve ser cultivado sob o solo fértil. É preciso manter as regas de forma regular, praticamente diárias onde devem ser colocada muita matéria orgânica.

* Tome cuidado com locais ou períodos de seca, a espécie não costuma tolerar grandes períodos sem rega. Pode ser plantada sob sombra parcial, onde pode atingir facilmente o seu porte arbustivo.

* Após o plantio da muda e o crescimento dos seus primeiros ramos, é preciso realizar algumas podas para deixar a espécie muito mais compacta. Dessa forma, ela fica bem mais bonita, adquirindo o seu aspecto ornamental.

* Um dos cuidados mais importantes que se devem ter quando for plantar a violeteira, é a utilização de luvas, já que entre os ramos da planta, existem alguns espinhos que podem machucar bastante.

* Depois de plantar, podar e deixar o substrato bem fixo ao solo enriquecido, é preciso ficar atento as formas de propagação da espécie. Dessa maneira, você pode ter várias plantas-filhas em seu jardim e a forma de multiplicação é bem simples: Para começar,  podem ser propagadas por estaquia  ou sementes. O inverno é o seu principal mês de propagação. Evite fazer a tarefa no período de crescimento das suas flores.

folhas

Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts.

OBS: Este site não trabalha com vendas de plantas,sementes e afins, apenas são postados artigos com informações sobre como cultivar as plantas. Você pode adquirir sua planta desejada em qualquer bom Garden Center de sua região.



Comente sobre o post