2017 October 17 - PlantaSonya - O seu blog sobre cultivo de plantas e flores
Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




Chlorophytum

A lumina é uma planta considerada herbácea, e que tem um grande destaque nos jardins devido ao seu colorido incomum de sua folhagem. Ela conquista um tamanho de pouco mais de 40 cm de altura, contando com folhas bastante largas em coloração roseta, costumam crescer com rizomas carnosos. Suas folhas são o grande atrativo deste tipo de planta.

Na maioria das vezes a planta aparece em tamanhos largos e longos, com um limbo verde escuro e também fosco, além de uma longa e grossa nervura no seu centro, com um brilho totalmente translúcido e de coloração creme alaranjada. A sua inflorescência vem de importância ornamental em um segundo momento, além de apresentar hastes avermelhadas com pequenas flores brancas.

Trata-se de uma planta tropical bastante atraente. Suas características que chamam muito á atenção é a sua exuberância que pode ser apreciada tanto em interiores que estiverem bem iluminados, perto de janelas, porém sem receber sol diretamente, o que normalmente queima as suas folhas.

Além de vasos, a lumina poderá ser cultivada em jardins, totalmente isoladas ou ainda em pequenos grupos, em locais que poderão contar com luz filtrada e ainda totalmente protegida pelas sombras de árvores. É importante salientar que o grande exotismo deste tipo de planta é totalmente valorizado nos jardins de coloração tropical e contemporâneos.

Chlorophytum Orchidastrum.44

Cultivo
O cultivo da lumina deverá acontecer em meia sombra contando com substratos drenáveis, estes que deverão ser enriquecidos com matéria orgânica e ainda mantido de forma úmida. Pelo fato de a lumina ser um planta rústica ela não precisa de cuidados especiais.

Este tipo de planta aprecia bastante o calor e também toda a umidade dos ambientes tropicais, devendo ser cultivadas nas estufas em países que tiver um clima temperado. Uma peculiaridade interessante é que não é necessário a realização de podas nesta planta, basta apenas se remover as folhas que estiverem mortas que estará pronto.

É interessante investir em adubações leves realizando um replantio desta inflorescência pelo menos duas vezes no ano, sempre na época da primavera, o que são suficientes para todo o desenvolvimento de folhagens que sejam vibrantes. Este tipo de planta costuma se multiplicar através de divisões de touceiras e ainda rizomas devido a ocasiões do seu replantio realizado.

Esta é uma planta considerada nova no mercado brasileiro, porém chegou e conquistou vários adeptos. As suas folhas são bastante estreitas e também compridas, com coloração verde fosca, crescendo através de rosetas apresentando em suas nervuras um tom muito bonito laranja fluorescente, que acontece até a base da planta, oferecendo assim um visual totalmente para encher os olhos de apreciadores de jardins e plantas.

Além de ser caracterizada como uma planta muito bonita ela é bastante rústica, algo ideal para a decoração de ambientes que sejam internos, desde que possam ficar a uma distância equivalente a 1m das janelas.

Chlorophytum Orchidastrum_1

Ela pode ser cultivada nos jardins, apesar disto sempre deverão ficar em lugares protegidos desta ação dos raios solares, e também pelos fatos de suas folhas facilmente ficarem com um aspecto de queimadas.

A sua multiplicação acontece através de divisões de rizomas, é uma planta originária da África, Camarões e pode ser encontrada também até em Gana.

É muito importante para se ter um bom jardim é antes de mais nada ter boa mangueira, fertilizantes, sementes e ainda luvas de jardinagem para cuidar bem do plantio.

Aos poucos você terá a necessidade de adquirir outros acessórios, porém estes são o suficiente para se começar a trabalhar com jardinagem.

Procure sempre começar por pequenas coisas, se não tiver a certeza de quanto tempo poderá dedicar a jardinagem, procure começar por plantas em vasos e talvez por algumas diversas filas de flores no seu jardim.

Procure se certificar de que realizou a plantação de flores em zonas que são apropriadas do jardim, vale lembrar de observar as flores que tenham de pegar mais ou menos sol.

Chlorophytum Orchidastrum

É importante ainda controlar de forma periódica seu terreno com kits para medição de pH da terra. Isto irá lhe indicar se existe a necessidade de um fertilizante ou ainda de mais uma camada de terra.

É importante ainda observar que tipos de plantas necessitam de outros tipos de cuidados especiais em condições de climas também especiais.

Assim que forem plantadas as suas sementes, é importante procurar dedicar pelo menos uma ou duas horas semanalmente para que possa tratar a sua horta.

É importante também procurar fertilizar e ainda regar a sua horta com um pouco mais de regularidade.

folhas3

Nandina domestica_1

Ter uma planta bonita e decorativa em casa é o que todo mundo deseja. A nandina, que é muito usada como cerca viva, ajuda a decorar ambientes e pode ser maravilhosamente cultivada e mantida em ambientes internos, desde que ofereçam as condições ideais  para o cultivo desse arbusto.

Ter alguns poucos ramos de nandina no seu jardim vai fazer toda a diferença. Se você está começando o seu cultivo agora ou se busca informações sobre plantas decorativas, com certeza vai se apaixonar por essa espécie.

A nandina é uma planta de ciclo de vida perene, de origem asiática com maior incidência na China e no Japão. Essa planta pertence á família Berberidaceae e podem ser cultivadas tranquilamente em qualquer parte do mundo, desde que a região ofereça condições para isso.

Dependendo do local onde é cultivada, a nandina vai receber outros nomes populares como bambu-celeste, avenca-japonesa e bambu-do-céu.

Por ser categorizada como arbustos e cercas vivas, você vai encontrar a nandina na maioria das vezes em jardins abertos e floridos. Ela pode chegar até 2,5 m se cultivada corretamente e como citado mais acima, possui ciclo de vida perene, o que faz com que tendo essa planta em seu jardim, você terá brotações durante todo o ano.

nandinadomestica

Ficha técnica
As folhas da nandina são sempre verdes, mas quando ela ainda está e sua fase mais jovem, você vai encontrar exemplares com as folhas um pouco rosa ou vermelha. Isso também pode acontecer no inverno, quando a planta apresenta essa mesma coloração. É justamente essa mudança de cor das suas folhas, que faz a nandina ser tão popular em jardins ao redor do mundo.

As flores já são completamente brancas e bem pequenas. Elas aparecem apenas no verão mas como são sempre em grande quantidade, passam o ano todo brotando. Os frutos são vermelhos e são resultado da brotação das flores.

Ela pode ser cultivada na terra, para ornamentar o seu jardim, mas se você quiser, pode deixá-la em vasos e jardineiras para cultivar em ambientes internos, mas adequados.

Mais abaixo conheça um pouco mais sobre a forma de cultivo dessa planta.

527035

Como cultivar
O ideal é que você cultive a planta é à sol pleno, em locais que apresentem sombra mediana. O solo deve ser muito rico em matéria orgânica, para que a sua planta cresça bem. Devido a sua região de origem, essa planta vai responder bem em locais de cultivo que apresentem climas mais frios. A multiplicação é feita por estacas, sementes ou pela divisão da planta.

Se você vai plantar a nandina, mas ainda não sabe exatamente como proceder, veja abaixo um pequeno passo a passo, onde você verá que é tudo muito simples.
1: Cave um buraco na medida de uma mão fechada para colocar as sementes  ou as mudas.

2: Prepare a terra misturando o adubo de animal de curral na proporção de 1 quilo do adubo para cada metro quadrado que vai ser plantado.

3: Coloque a sua muda ou as sementes, acrescente a areia tratada até completar a cova que você fez para o seu plantio.

4: Com parte da terra que você tirou desse espaço misture o fertilizante do tipo NPK de formulação 10-10-10. Se você for cultivar a nandina em vasos maiores e ao ar livre, coloque três colheres de sopa desse produto, sempre próximo ao caule da sua muda.

5: Regue bem.

Pronto, agora a sua nandina está plantada e é só acompanhar o crescimento e observar para deixar a sua planta sempre sadia. Evite regar muito e também deixar a terra muito seca para que a sua planta não morra.

nandina_domestica

Pragas
Essa planta sofre um pouco com a ação das formigas que podem destruir a planta por inteiro. Isso vai acontecer principalmente se a sua nandina estiver mais seca e sendo cultivada em um ambiente onde exista incidência maior de formigas ou pelo menos um único formigueiro por perto.

Isso acontece porque ela possui frutinhas que são adoradas por esses insetos e como é uma planta perene, elas vão florescer por todo o ano.

Você deve atentar-se muito e caso apareça uma quantidade considerada além do normal, aplique imediatamente um medicamento contra inseto, mas evite produtos com muita química, pois isso pode acabar matando a sua planta.

Existem diversos produtos naturais que são vendidos em lojas de planta ou então que podem ser feitos em casa mesmo, que vai ajudar você a eliminar essa praga da sua planta.

Mas não é apenas a formiga que adora as bagas de frutos que brotam nas nandinas. Os pássaros também adoram essas frutinhas e isso faz com que eles estejam sempre por perto na sua planta.

Se você não controlar o acesso dessas aves, você pode ter problemas porque a nandina não é tão forte para suportar o peso de determinadas aves e isso pode acabar fazendo com que galhos e folhas sejam danificados.

Se você vai cultivar diretamente ao solo, sua planta se torna um pouco mais resistente, mas ainda assim pode ser atacada por outros animais. Os pássaros não chegam a ser uma praga como as formigas, mas incluímos nesse tópico para que você atente-se um pouco mais sobre o local onde vai cultivar a sua planta.

Então evite cultivar a nandina em locais abertos se o local é de fácil acesso de pássaros, nesse caso o mais indicado é o cultivo em locais internos.

chuva_b