2017 May 19 - PlantaSonya - O seu blog sobre cultivo de plantas e flores
Subscribe to PlantaSonya Subscribe to PlantaSonya's comments




hibisco amarelo

Todos sabem que um belo jardim precisa contar com belas flores para perfumar e também embelezar o ambiente. Uma boa dica para quem ainda está procurando o seu tipo de flor ideal é conhecer os hibiscos. Além de serem flores lindas podem se adaptar muito bem ao seu jardim.

Para que o plantio de hibiscos seja bem feito a dica é tomar alguns cuidados essenciais para o crescimento da planta e também saber como fazer o plantio.

Saiba exatamente como garantir que os seus Hibiscos germinem e cresçam perfeitamente.

O hibisco mais comum de se ver no Brasil é a espécie hibiscus rosa-sinensis, pelo fato de a flor dessa planta ter sido usada durante algum tempo para engraxar sapatos ganhou alguns nomes populares interessantes como “graxa-de-soldado” e “graxa-de-estudante”.

Essa planta é um arbusto perene que teve a sua origem na China, em geral produz grandes flores em tons que vão do branco ao vermelho. Você encontra flores de Hibisco em tons de rosa, laranja e até amarelo.

hibiscos800

As flores dessa planta tem vida curta, sendo que aquelas que têm forma simples podem durar apenas 24h, já aquelas que têm forma dobrada podem resistir cerca de dois dias. Essa planta pode florescer o ano todo, o ambiente que ela mais gosta é aquele que é quente e úmido.

Tem facilidade de adaptação em terrenos arenosos o que a torna uma planta boa para se ter em regiões próximas a praia. Uma espécie de planta que é bastante utilizada como cerca viva porque tem um crescimento e desenvolvimento bastante rápido.

Os tipos de hibisco
Como já dito acima existem alguns tipos de hibisco, vamos conhecer cada um deles em detalhes abaixo.
* Singelas – As flores que tem 5 pétalas, são sobrepostas e separadas (lembra um moinho de vento).

* Semidobradas – As flores de Hibisco que tem mais uma a três pétalas vindas do centro.

* Dobradas – As flores que tem mais de 5 pétalas que vem do centro.

* Miniaturas – As flores que tem menos de 5 cm de diâmetro, são simples ou dobradas.

hibisco

Composição ideal da terra para plantar hibiscos
Abaixo uma sugestão de composição, mas você pode substituir elementos como o esterco de gado por fertilizante;
* 10% de serragem grossa;
* 10% barro vermelho ou amarelo;
* 30% Terra;
*50% Esterco de gado.

Como plantar hibiscos
Uma coisa importante é plantar os seus hibiscos logo depois de comprá-los. Além disso, saiba que os cuidados começam já na hora de retirá-los da embalagem. Não retire o esfagno que envolve a raiz, retire somente o saco plástico que envolve a raiz.

Comece plantando os seus hibiscos em vasos ou sacos plásticos que fiquem a meia sombra, durante um período de uns 20 dias. Regue as suas plantas diariamente se estiver num período de muito calor.

Depois desses 20 dias é importante plantar os seus hibiscos num local definitivo, pode ser a meia sombra ou mesmo no sol total. Uma dica importante para quem pretende plantar os hibiscos em jardineiras ou vasos é garantir uma profundidade de uns 40 cm.

hibisco dobrado

Os Cuidados
A Poda
A poda é muito importante para o hibisco, uma dica é fazer uma poda anual no final do mês de maio ou então dos meses que não R no nome. Corte os galhos no sentido diagonal reduzindo pela metade o seu tamanho.

Vale ressaltar que se forem realizadas podas assertivas durante o crescimento do Hibisco evitando a bifurcação de tronco essa planta pode crescer com uma forma de arvoreta.

O ambiente e o clima
O hibisco precisa de locais com boa luminosidade para conseguir crescer. A iluminação pode ser direta da luz do sol. No caso de você estar pensando em deixar os seus hibiscos num local com pouca iluminação deixe-os pelo menos nos primeiros dias em exposição ao sol.

Essa planta prefere um clima tropical, mas pode se adaptar bem a outros climas desde que tenha boa iluminação. Um hibisco que não tem contato com o sol é um hibisco que não cresce de forma saudável.

Hbiscus Branco.02A drenagem
Quando os hibiscos são plantados em vasos ou jardineiras precisam de drenagem para que haja um bom desempenho das plantas. Uma forma de fazer uma boa drenagem é com a ajuda de pedra brita. Coloque a pedra brita nuns 5 cm como forração do fundo da jardineira ou vaso.

A multiplicação
A multiplicação dos hibiscos deve ser feita por estaca durante a primavera ou no fim de fevereiro.

O solo e a rega
O solo onde estão os hibiscos precisa estar sempre úmido, porém, tome muito cuidado para não encharcar as raízes da planta. A rega durante o verão é muito importante, uma boa dica se na sua região faz muito calor é regar uma vez pela manhã e outra no final da tarde. Nos meses mais frios do ano basta uma rega diária.

No caso de plantar os seus hibiscos no jardim de casa mantenha o solo sempre úmido e coloque adubo mensalmente. Mantenha o seu hibisco sempre adubado para ajudar a protegê-lo de problemas como o ataque de pragas. A adubação ideal para hibiscos costuma ser uma composição de NPK 10-10-10.

Prepare o adubo de acordo com as indicações da embalagem, geralmente esse tipo de adubo deve ser aplicado no começo da primavera. Repita o processo de adubação de 40 em 40 dias.

Ainda vale a ressalva de que os hibiscos sofrem muito mais por excesso de água do que por falta da mesma.

Hibiscus- 114-L

O cultivo do hibisco
O cultivo do hibisco pode ser feito como cerca-viva ou isoladamente em vasos, canteiros, jardineiras e jardins. A grande dificuldade de cultivo do hibisco é não tolerar geada, se você mora numa região em que acontecem muitas geadas pode não ser indicado ter hibiscos em casa.

Uma das características dos hibiscos é a sua abundância de flores, uma planta que floresce muito rapidamente. Por isso mesmo tantas pessoas optam por tê-la em seu jardim. Quem gosta de belas e grandes flores não pode deixar de considerar plantar hibiscos.

Além disso, trata-se de uma planta que não exige tantos cuidados e nem mesmo dificuldades para ser plantada.

brisa

gérbera vermelha

Existe uma grande variedade de tipos de flores no mundo e algumas delas se destacam por sua beleza e também pela facilidade de cultivo. As gérberas são flores bastante interessantes no que diz respeito a sua beleza e também as técnicas de cultivo.

As flores podem ser encontradas em mais de 20 opções de cores. A cartela de cores é tão ampla que podemos dizer que vai do branco ao vermelho.

Também é uma flor que tem uma boa duração, se estiver num vaso com água pode chegar a durar mais de uma semana. As gérberas também são conhecidas como margarida-do-transvaal e florescem o ano inteiro. O ápice do florescimento dessas plantas se dá durante a primavera e o verão.

Uma boa dica é aproveitar o verão e a primavera para fazer o plantio das suas gérberas. A grande vantagem de cultivar gérberas é que elas são flores silvestres e por isso mesmo se adaptam muito bem a diversos tipos de solos, até os mais pobres.

Quando se tem gérberas no jardim é possível ter floração o ano inteiro, um colorido espetacular que não pode ficar de fora do seu conjunto de plantas.

Gérberas

Do que as gérberas gostam
Quando decidimos fazer o cultivo de qualquer planta em casa é importante conhecer a fundo o que cada uma delas gosta e necessita. Esse cuidado se mostra essencial para escolher as plantas que irão durar mais tempo.

As gérberas são plantas que gostam de solos ricos em matéria orgânica e bem drenados, embora possam também se dar bem em solos pobres. Uma dica para ter uma drenagem melhor no solo é misturar a ele uma boa quantidade de areia.

Outro cuidado importante é manter o solo sempre úmido, mas nunca encharcado. Observe se há folhas murchas nas suas gérberas, isso costuma indicar que há algo errado com as suas plantas. No caso de cultivar as gérberas em vasos é importante cuidar para que nos meses de inverno mais intenso não haja o acúmulo de água no pratinho.

gérbera_1

Se a região do cultivo for numa região de clima ameno é importante cuidar para que as gérberas tenham sempre uma incidência direta de luz solar. Já nas regiões muito quentes é importante que as gérberas sejam cultivadas em locais a meia sombra, pois assim evitam de murchar. O sol pode ser terrível quando incide diretamente sobre as gérberas.

Nas regiões muito frias que estão sujeitas a geadas pode chegar a perder folhas no inverno. No caso de regiões frias é necessário enfatizar que quando a planta passa pelo período mais frio sem maiores problemas tende a rebrotar espontaneamente quando as temperaturas se elevarem novamente.

Cultivo
Uma coisa que começa errada dificilmente dará certo com o tempo, esse raciocínio é perfeito no caso das gérberas, pois se o cultivo dessas plantas começa de forma errada não se deve esperar que floresçam de forma bonita e saudável. Por isso o primeiro grande cuidado a se tomar em relação às gérberas é fazer o seu cultivo corretamente.

gérbera1

Onde e como plantar gérberas
O cultivo ideal é aquele feito a pleno sol (nas regiões muito quentes é necessário contar com uma meia sombra). A luminosidade é essencial para garantir o crescimento dessa planta, apesar disso essa planta resiste bravamente aos invernos mais rigorosos.

Por esses motivos é uma das principais escolhas de quem está em busca de manter o jardim sempre florido.

Tipo de solo
O principal cuidado com o solo em que serão cultivadas as gérberas é que ele seja uma boa fonte de nutrição para as plantas. Dessa forma é indicado que você misture a terra algum tipo de adubo orgânico. Reforçar o adubo orgânico com um fertilizante NPK rico em Fósforo também ajuda.

A presença de Fósforo em maior quantidade ajuda a planta a florescer. Outro cuidado muito importante em relação ao solo é a drenagem. Se a sua região sofre com muita chuva você precisará tomar um cuidado a mais para que não haja acúmulo de água.

Quando existe muita água no solo pode acontecer o surgimento de fungos que podem chegar até mesmo a matar a planta. Acrescente areia grossa a terra antes de fazer o seu plantio.

Os cuidados
Depois que as gérberas já foram plantadas no solo você deverá ter alguns cuidados especiais para a manutenção das mesmas.

Gerbera

A rega
É necessário regar regularmente o solo em que as gérberas foram cultivadas, mas como já enfatizamos cuide para deixar o solo apenas úmido e não encharcado. Os períodos em que as regas precisam ser mais intensas são logo após o plantio e também nas épocas mais secas do ano.

Nos demais períodos é essencial que você não exagere nas regas, pois água demais também pode causar estragos nas plantas.

Limpando a planta
Fique sempre atento para o surgimento de ramos, flores ou folhas mortas na planta, logo que perceber retire esses elementos. Além de ajudar na proliferação de fungos esse tipo de elemento pode prejudicar o futuro crescimento das plantas.

gérbera_22

O adubo
Além de contar com o adubo para incentivar o crescimento e floração das suas gérberas é importante contar com esse elemento também durante os demais estágios da planta. O Nitrogênio é muito importante durante o período de crescimento e fixação das raízes das plantas, o Fósforo ajuda a melhorar a floração e o Potássio faz o equilíbrio entre os dois.

Observe que em cada período da vida de uma planta ela necessita de mais de um ou de outro nutriente do adubo NPK. Nas embalagens desses adubos é possível verificar qual deles aparece em proporção maior e assim escolher o mais adequado.

coracao-na água